29.5.06

DIRECTV


Imagine um controle remoto onde é possível acessar canais de televisão fantásticos que mesclam filmes inesquecíveis, desenhos, notícias e informações financeiras, grandes eventos esportivos, documentários e muito entretenimento em alta definição. Para ter acesso à esse turbilhão de informações basta assinar a DIRECTV, que proporciona uma experiência única com sua insuperável qualidade de programação, tecnologia e serviços exclusivos, quer seja através da televisão, internet, celular ou tablet. 

A história 
A história tem início em 1981 quando Stanley S. Hubbard fundou a Rede de Satélites dos Estados Unidos (conhecida como United States Satellite Broadcasting, ou pela abreviação em inglês USSB), que tinha como objetivo oferecer televisão via satélite. A qualidade dos serviços da USSB foi premiada cinco vezes na cobiçada 101 Diplomas, que reunia as principais empresas de serviços de satélites reconhecidas pela FCC. A Hughes Communications, uma unidade da GM Hughes Electronics, foi também premiada, só que 27 vezes. Depois de muitos anos de espera, a tecnologia evoluiu possibilitando a construção da grande capacidade de satélites e o padrão de compressão digital (no caso o MPEG-2), permitindo que múltiplos canais de televisão digitais fossem transmitidos à várias frequências pelos satélites. A Hughes Communications não conseguiu concluir o conjunto de iniciativas para lançar o primeiro serviço de televisão digital chamado Sky Cable, uma empresa criada pela DIRECTV, que garantia um acordo com a USSB para construir e lançar o primeiro serviço de satélites em DTH.


Foi então que a Hughes Communications se uniu com a Thomson Consumer Electronics (marca da RCA) para desenvolver um sistema digital de satélites, que tinha como objetivo criar um serviço capaz de receber 175 canais de TV, utilizando para isso 18" de cabo para conectar o satélite e o receptor dos sinais. Esses satélites eram menores (devida a nova geração), transportando receptores para a tecnologia militar implantada pela Global Broadcast System (GBS), na qual antes a DIRECTV investia. A Hughes Communications outorga judicialmente o contrato para construir e lançar os novos satélites, e a USSB e a DIRECTV concordam que eles iriam proceder com dois serviços de programação (USSB e DIRECTV). O satélite DIRECTV-1 foi lançado no dia 17 de dezembro de 1993. Finalmente no dia 17 de junho de 1994, a USSB e a DIRECTV apresentaram oficialmente seus serviços ao mercado.


A Digital Equipment Corporation fornecia os hardwares para a DIRECTV, a Matrix Marketing (parte da Cincinnati Bell) providenciava o atendimento ao cliente, e a DBS Systems criou um projeto de softwares. Com tudo pronto foi lançado oficialmente, no mês de outubro, os serviços da DIRECTV no mercado americano, que provocaram uma revolução no mercado de TV por assinatura dos Estados Unidos. Ainda neste mês um segundo satélite (DIRECTV-2) foi lançado. O sucesso do novo produto foi tamanho que ao final deste ano a empresa já atingia a marca de 320.000 assinantes. No ano seguinte, visando aumentar a capacidade de assinantes, a DIRECTV lançou seu terceiro satélite, ampliando ainda mais sua rede de transmissão, superando assim a marca de 1 milhão de assinantes.


No ano de 1997 a empresa lançou seu sexto satélite, e, em 1998, com a compra da USSB por US$ 1.3 bilhões, proporcionou aos assinantes da empresa adquirida terem acesso aos 210 canais do sistema DIRECTV. No ano seguinte mais crescimento com a compra da PrimeStar e seus 2.3 milhões de assinantes por US$ 1.83 bilhões. Em 2001, além de ultrapassar a marca de 10 milhões de assinantes, a DIRECTV, através de um acordo com o canal Music Choice, passou a disponibilizar aos seus clientes a oportunidade de comprar o CD da música que estava ouvindo através do controle remoto. Em 2003, a GM vendeu seus interesses na empresa para a News Corporation. Em 2006, a Liberty Media adquiriu 41% do DIRECTV GROUP.


Com a fusão Rupert Murdoch pode enfim colocar em prática a sua estratégia na América Latina. Nos mercados em que havia concorrência direta entre SKY e DIRECTV, ele extinguiu a marca mais fraca. No Chile e na Colômbia, a DIRECTV era mais forte que a SKY, ou seja, quem encerrou as suas operações por lá, foi a SKY. Já no México e Brasil (onde a DIRECTV foi lançada em março de 1995), a marca mais forte era a SKY. Ou seja, quem desapareceu do mercado mexicano e brasileiro foi a DIRECTV. Nos demais mercados latinos, tal como Argentina, Uruguai, Venezuela, entre outros, como não existia SKY, a DIRECTV continuou operando normalmente, podendo oferecer finalmente aos seus assinantes os tão cobiçados canais FOX, exclusivos da SKY. Até então, como as negociações de canais eram feitas para toda a América Latina, até mesmo os mercados em que a SKY não estava presente, os assinantes da DIRECTV não podiam ter os canais FOX em sua grade. Em 9 de janeiro de 2007, anunciou a introdução de 100 canais nacionais (nos Estados Unidos) em alta definição, todos codificados em MPEG-4.


Finalmente, no dia 26 de setembro, a DIRECTV lançou seus serviços em HDTV às 06:00 da manhã com 21 novos canais. Em pouco mais de um mês, já possuía disponíveis 70 canais nacionais em alta definição (nos Estados Unidos). Em 2009 a DIRECTV rompeu pela primeira vez a marca de 25 milhões de assinantes. No ano de 2010 a empresa lançou no mercado dois novos serviços: DIRECTV CINEMA (que oferece filmes para serem assistidos pela internet) e DIRECTV 3D (oferece filmes, shows e eventos em 3D).


Em adição aos serviços de assinatura domésticos, a empresa oferece pacotes de assinatura especialmente para bares, restaurantes, hotéis, universidades, academias e hospitais através da divisão DIRECTV for business; serviços de assinaturas móveis para celulares, tablets, carros e barcos (DIRECTV MOBILE) e aviões (DIRECTV AIRBONE), além do NFL SUNDAY TICKET (que permite assistir a todos os jogos da rodada de domingo do futebol americano profissional, onde o assinante estiver, quer seja através da televisão, da internet, do celular ou do tablet). A empresa ainda é proprietária da DIRECTV SPORTS NETWORKS (formada por quatro canais de esportes regionais).


Uma diversidade incrível 
Nos Estados Unidos a DIRECTV oferece inúmeras opções de pacotes aos assinantes com mais de 160 canais em HD. O pacote mais completo oferece 265 canais, incluindo 31 de filmes e 35 de esportes, além de 50 canais de música. Para o público latino oferece ainda opções com o pacote completo com aproximadamente 300 canais. E existem ainda pacotes especiais para o público asiático. Os inúmeros canais, alguns deles exclusivos da DIRECTV, oferecem programação de alta qualidade, incluindo eventos esportivos, filmes e séries, noticiários, desenhos, documentários e entretenimento em geral.


A evolução visual 
A identidade visual da marca passou por algumas alterações no decorrer dos anos. A primeira mudança aconteceu em 2004, quando o logotipo adotou dois tons de azul e uma nova tipografia de letra. Além disso, o tradicional D ICON, como é conhecido o símbolo do logotipo, passou por uma pequena alteração no formato. Em 2010 ocorreu uma nova e sutil reformulação (não houve alteração das formas, tipos ou proporções). As mudanças se restringiram as sombras e reflexos, que ganharam efeitos mais volumosos e realísticos, em 3D. A última modificação ocorreu em 2011: as sombras e reflexos foram levemente modificadas e a nova tipografia de letra adotada ganhou corpo e mais destaque.


O DIRECTV 3D, que oferece programação de qualidade em 3D, também teve a identidade visual remodelada para seguir a marca mãe.


Os slogans 
Don’t just watch TV. DIRECTV. (2012) 
Good TV. Better TV. DirecTv. (2006) 
Rethink TV. (2005) 
Entertainment has never been so easy! 
Feel the joy! 
DirecTv para todos. (Brasil)


Dados corporativos 
● Origem: Estados Unidos 
● Lançamento: 17 de junho de 1994 
● Criador: Hughes Communications 
● Sede mundial: El Segundo, Califórnia 
● Proprietário da marca: DIRECTV LLC 
● Capital aberto: Sim 
● Presidente & CEO: Michael White 
● Faturamento: US$ 29.7 bilhões (2012) 
● Lucro: US$ 2.94 bilhões (2012) 
● Valor de mercado: US$ 31.9 bilhões (agosto/2013) 
● Assinantes: + 35.6 milhões 
● Presença global: 40 países 
● Presença no Brasil: Não 
● Funcionários: 27.200 
● Segmento: Comunicação 
 ● Principais produtos: Canais de TV por satélite 
● Concorrentes diretos: Dish, Comcast (Xfinity), Time Warner Cable e Netflix 
● Slogan: Don’t just watch TV. DIRECTV. 
● Website: www.directv.com 

A marca no mundo 
A DIRECTV, um dos maiores grupos de comunicação do mundo, atua no segmento de televisão por assinatura via satélite nos Estados Unidos, Caribe, México e América Latina, distribuindo mais de 1.800 canais de televisão e áudio. Somente nos Estados Unidos possui mais de 20 milhões de assinantes, além de outros 15.6 milhões espalhados pela América Latina. O DirecTV Group é formado por um conjunto de empresas: DirecTV (rede de satélites direta nos Estados Unidos), DirecTV Latina Americana (rede de satélites comercializada na América Latina) e a SKY Latina Americana (rede de satélites pertencente à British Sky Broadcasting, News Corporation, Liberty Media e o Grupo Televisa, comercializada no México e Brasil, além de alguns outros países da América Latina). 


As fontes: as informações foram retiradas e compiladas do site oficial da empresa (em várias línguas), revistas (Fortune, Forbes, Newsweek, BusinessWeek e Time), sites especializados em Marketing e Branding (BrandChannel e Interbrand), Wikipedia (informações devidamente checadas) e sites financeiros (Google Finance, Yahoo Finance e Hoovers). 

Última atualização em 26/8/2013

2 comentários:

Anônimo disse...

saudades dessa operadora, os canais ofericidos por elas sim tinha qualidade, a imagem o som era qualidade de dvd e cd ao mesmo tempo se o digital já era bom imaginem o hd deles no brasil como seria com a marca mais tradicional das tvs por assinatura do planeta terra DIRECTV O MUNDO É SEU!

Unknown disse...

Directv era a melhor.