16.7.06

ZORBA


A combinação de conforto, inovação e variedade, que inclui cavada, boxer, samba canção, colorida ou justa, fizeram da marca de cuecas ZORBA uma das mais populares do Brasil, atendendo com sua linha diversificada de produtos aos mais exigentes gostos e necessidades dos consumidores. Acompanhando a evolução da vaidade masculina, a marca se mantém líder de mercado, expandindo sua linha de produtos para oferecer mais diversidade aos homens brasileiros. 

A história 
A história da marca ZORBA, que virou sinônimo de cuecas no Brasil, começou em 1944 quando a empresa foi fundada por Moisés Kalika e Beçalel Kaleka. Uma das pioneiras no mercado brasileiro de cuecas e roupas íntimas masculinas, em 1964 a ZORBA lançou no país a cueca modelo Slip (com as laterais mais largas), até então completamente desconhecidas por aqui. Assim como em outros países, a cueca teve aceitação unânime por parte do consumidor e o sucesso do modelo dura até os dias de hoje. Nos anos de 1970, outro sucesso foi lançado pela empresa, mas desta vez em sua linha de comunicação: o passarinho amarelo, sua popular mascote, que permitiu tratar o órgão genital masculino através de um personagem com vida e sentimento, quebrando um enorme tabu para a época em relação a um assunto tão delicado. Um passarinho saindo de dentro de uma cueca. Foi assim que a marca ZORBA ficou conhecida e popular em todo o Brasil. Com forte presença na mídia, o simpático personagem, que representava de forma nada sutil quem a cueca hospedaria, foi responsável por transformar a marca em uma das preferidas dos homens brasileiros transmitindo o conceito de conforto e segurança das cuecas da marca de uma forma divertida e lúdica.


Em 1985, a empresa transferiu seu prestígio ao setor infantil introduzindo a linha de cuecas ZORBA KIDS (hoje conhecida como ZORBA BOYS), iniciando assim o conceito de “cuequinhas” diferenciadas para a criançada. Nos anos seguintes, a ZORBA realizou pesquisas constantes para detectar as reais necessidades dos homens no que se refere ao vestuário íntimo masculino, procurando atender a todos de forma democrática, criando novos modelos e estudando novas tecnologias de tecidos. Em 2000 a marca foi comprada pela multinacional americana Sara Lee. Pouco depois, em 2003, o famoso passarinho, voltou à mídia, após uma breve aposentadoria que durou mais de três anos. Em sua versão modernizada, o passarinho apareceu com uma faixa na cabeça em estilo japonês, para enfatizar a tecnologia da nova cueca feita com o fio Tufcel, de fibra importada do Japão. Pouco depois, em 2005, a divisão têxtil da Sara Lee se tornou uma empresa independente e passou a se chamar Hanesbrands, que no Brasil é proprietária das marcas ZORBA, Kendall, Tensor e Hanes.


Em 2007, a marca inovou ao introduzir no mercado a ZORBA BAMBU, cuja fabricação leva 94% de fibra de bambu e 6% de elastano, destacando-se por ser mais macia, fácil de secar e por desbotar menos do que qualquer outro tecido. O marketing do novo produto era baseado no fato da cueca ser a primeira ecologicamente correta. Isso porque o algodão era originário de plantações que não empregavam agrotóxicos. A nova cueca possuía propriedades bacteriostática e desodorante, dificultando assim a proliferação de bactérias. A fibra de bambu possui propriedades termodinâmicas, que mantêm a temperatura do corpo. Por isso, a cueca absorvia melhor a umidade e facilitava a transpiração, tornando-se a peça ideal para homens que realizam exercícios físicos.


Em 2009, sempre em busca de novos produtos que atendam aos vários gostos do público masculino, a marca lançou quatro novos modelos de cuecas: Boxer Silver (dirigida aos jovens que querem exibir o elástico da cueca por fora da calça, acompanhando a tendência do segmento e atendendo o desejo do público mais jovem por um produto com elástico mais largo, de 40 mm de largura, ao invés da medida comercializada atualmente, de 30 mm de largura), Boxer Extreme Action (confeccionada em microfibra, tecido que facilita a transpiração e tem secagem rápida, além de proporcionar ajuste perfeito ao corpo), Boxer Extreme Nitro (tem predominância do algodão, resultando em um produto bastante confortável) e Slip Seamless Algodão (fabricada utilizando tecnologia que não possui costuras nas laterais nem etiqueta, proporcionando muito mais conforto e liberdade de movimento no dia-a-dia).


Outra novidade foi o lançamento da ZORBA ORGÂNICA, desenvolvida especialmente para os chamados consumidores verdes, preocupados com a preservação do meio ambiente. A cueca utiliza o famoso algodão da Paraíba, certificado pela Federação Internacional de Movimentos Orgânicos Agriculturais, atendendo à legislação de produtos orgânicos da União Europeia e dos Estados Unidos. Nos últimos anos a marca adotou uma nova linha de comunicação: saiu de cena o tradicional passarinho amarelo e entrou modelos sarados. E o time de garotos-propaganda da ZORBA ganhou um novo integrante em 2013: Rafael Calomeni, que alcançou o status de galã quando se destacou na atuação da novela “Mulheres Apaixonadas”, exibida pela Rede Globo em 2003. Durante todas essas décadas a ZORBA construiu uma imagem forte e um sólido relacionamento com os consumidores. Tanto que, muitas pessoas chamam suas cuecas simplesmente de ZORBA, confundindo a marca com o próprio produto. Este talvez seja o maior troféu da marca.


A evolução visual 
Há alguns anos atrás a marca foi totalmente reformulada visualmente, incluindo, além do logotipo, que mantém o tradicional símbolo que representa o masculino, todas as embalagens de seus produtos.
 

Os slogans 
Vá de Zorba. (2010) 
A todo movimento. (2004) 
Mania de conforto. 
Quer agradar, dê Zorba. (década de 1970)


Dados corporativos 
● Origem: Brasil 
● Fundação: 1944 
● Fundador: Moisés Kalika e Beçalel Kaleka 
● Sede mundial: Cotia, São Paulo, Brasil 
● Proprietário da marca: Hanesbrands Brasil Têxtil Ltda. 
● Capital aberto: Não 
● Presidente: Osvaldo Cordon 
● Faturamento: Não divulgado 
● Lucro: Não divulgado 
● Presença global: Não (presente somente no Brasil) 
● Segmento: Roupas íntimas 
● Principais produtos: Cuecas 
● Concorrentes diretos: Mash, Hering, Lupo e D’uomo 
● Ícones: O passarinho amarelo 
● Slogan: Vá de Zorba. 
● Website: www.vadezorba.com.br 

A marca no Brasil 
A marca ZORBA, líder absoluta no mercado brasileiro de cuecas, está presente com sua linha de produtos (são aproximadamente 30 modelos diferentes) em todo o território nacional, sendo comercializada em mais de 10.000 pontos de venda, que incluem lojas especializadas, atacadistas e grandes varejistas. 

Você sabia? 
A ZORBA também fabrica alguns produtos com tamanhos especiais. O modelo 172, uma cueca slip com abertura, possui os tamanhos XXG e XXGG, que atendem aos manequins 54/56 e 58/60, respectivamente. 
A ZORBA é a cueca mais vendida no Brasil, segundo uma pesquisa do IBOPE, respondendo por mais de 30% das vendas totais no país. 


As fontes: as informações foram retiradas e compiladas do site oficial da empresa (em várias línguas), revistas (Isto é Dinheiro, Época Negócios e Exame), jornais (Valor Econômico e Meio Mensagem), sites especializados em Marketing e Branding (Mundo do Marketing) e Wikipedia (informações devidamente checadas). 

Última atualização em 18/2/2016

Um comentário:

Anônimo disse...

Só uso zorba!Como faço para ser um representante de venda (pessoa fisica)?