8.10.06

MAYBELLINE NEW YORK


MAYBELLINE NEW YORK leva as tendências da passarela para as ruas, dando poder às mulheres para mostrar o que são, explorar novos looks, e se orgulharem da sua própria criatividade e individualidade. Inspirado por mulheres confiantes e realizadas, a marca oferece fórmulas científicas avançadas, texturas revolucionárias e cores que ditam tendências lançando produtos práticos, inovadores e acessíveis. E não foi por acaso que a MAYBELLINE NEW YORK se tornou a marca de cosmético número 1 no mundo. 

A história 
A história começou quando Maybel Williams, uma jovem americana, se divertia testando receitas de beleza em sua modesta casa nos arredores da cidade de Chicago, estado de Illinois. Uma dessas experiências, aplicar vaselina, cinza de cortiça e carvão (responsável pela cor) sobre os cílios, chamou a atenção de seu irmão, Thomas Lyle Williams, que observava com curiosidade as travessuras de Maybel. “É para aumentá–los”, justificou a irmã. Resultado: T.L. Williams, um jovem químico de apenas 19 anos, transformou a receita de sua irmã em um grande sucesso comercial, fundando MAYBELLINE LABORATORIES em 1915. Quando foi batizar a invenção, T.L. resolveu homenagear sua musa inspiradora. Sendo assim, uniu o nome da irmã (Maybel) às quatro últimas letras da palavra vaseline (vaselina, em inglês), um dos componentes do novo cosmético.


Dois anos mais tarde introduziu seu primeiro produto no mercado: Maybelline Cake Mascara, uma mistura mais segura de vaselina com pó de carvão e primeiro cosmético moderno para os olhos indicado para uso diário. Além disso, o produto tinha um conceito de aplicação mais prático, pois vinha em um estojo com espelho e uma escovinha de cerdas. O cosmético era, inicialmente, apenas vendido por correio. No entanto, o produto fez tanto sucesso que começou a ser pedido pelas senhoras nas drogarias e lojas especializadas. Ao longo dos anos vários produtos foram sendo introduzidos como as sombras coloridas para os olhos em 1920 e os delineadores em 1930. Ainda na década de 30, para que pudesse responder à procura cada vez mais crescente pelos seus produtos a empresa começou a distribuí-los a uma maior quantidade de lojas, inclusive drogarias. As sombras para os olhos e os recém-lançados lápis-de-olho se tornaram bastante conhecidos. A MAYBELLINE também lançou um pack de máscara que era vendido por apenas 10 centavos de dólar. Além disso, a marca lançou suas primeiras campanhas publicitárias, que continham anúncios onde Betty Grable demonstrava um passo a passo para obter visuais fantásticos. O resultado foi que em meado desta década, 63% das americanas já usavam máscara nos olhos.


As décadas de 1940 e 1950 foram marcadas pelas sombras em formato de canetas e pelo surgimento do delineador líquido. Ainda na década de 50 a MAYBELLINE foi uma das primeiras empresas de cosméticos a anunciar na televisão, que já chegava a muitos lares americanos. “Preferida pelas mulheres inteligentes em todo o mundo”, era a mensagem publicitária. Foi neste período que a MAYBELLINE iniciou a exportação de seus produtos para vários países. A década de 1960 começou com o lançamento da Ultra Lash, o primeiro rímel comercializado dentro de um tubo. Vendido apenas por um dólar e a prova de água, seu pincel dosava bem a quantidade de produto, além de separar e alongar os fios. Em 1967, a empresa Plough Inc. comprou a MAYBELLINE.


As linhas de maquiagens, batons e esmaltes foram introduzidas no mercado em 1970. No ano seguinte a MAYBELLINE introduziu no mercado um produto de enorme sucesso: Great Lash, outro rímel resistente à água, identificado pelo seu inconfundível tubo rosa e verde, e, que até hoje, continua a ser o mais vendido no mercado americano. Pouco depois, em 1975, para atender a enorme demanda a marca inaugurou sua nova fábrica em North Little Rock, estado do Arkansas, empregando inicialmente 350 pessoas. Foi também nesta década que a marca lançou o primeiro gloss labial colorido com aplicação de “rollerball”, em sabores como chiclete, menta e cereja.


Em 1983, foi colocado à venda no mercado o “Shine Free Oil Control”, desenvolvido exclusivamente para mulheres com pele oleosa, cuja fórmula não obstruía os poros. Com este produto, a pele conseguia manter-se fresca e com um ar natural durante todo o dia, sendo a oleosidade controlada. A década de 1990 tem início com a MAYBELLINE mudando de mãos, sendo adquirida pelo grupo de investidores Wasserstein Perella & Co. No ano seguinte, ocorreu o lançamento do slogan que tornaria a marca ainda mais famosa e popular: “Maybe she’s born with it. Maybe it’s Maybelline” (algo como “Talvez ela tenha nascido com isso. Talvez seja Maybelline”). Este slogan exprime a ideia de que a beleza de cada mulher deveria ser revelada e, foi e ainda é, um grande sucesso para a marca, sendo reconhecido por todo o mundo.


Em fevereiro de 1996, MAYBELLINE foi incorporada à gigante francesa L’Oréal, chegando ao Brasil em agosto do ano seguinte. A gestão experiente da empresa francesa estimulou a MAYBELLINE para que criasse produtos com a mais avançada tecnologia. Com a chegada do novo milênio a MAYBELLINE se tornou a empresa de cosmético número 1 dos Estados Unidos. Em 2001, foi lançado no mercado mais um produto campeão de vendas: o Wet Shine Wet Look Lipcolor, que dava um brilho nos lábios, deixando-os com a aparência de como se estivessem molhados.


No ano seguinte, a MAYBELLINE, finalmente se tornou a marca de cosmético número 1 no mundo. Com a mudança da sede para a cidade de Nova York a marca passou a se chamar oficialmente MAYBELLINE NEW YORK em 2004. Um dos recentes sucessos da marca foi o lançamento em 2009 do Dream Fresh BB Cream, que promete 8 soluções em um único produto: hidrata, protege com FPS 30, ilumina, tem fórmula oil free, disfarça imperfeições, se ajusta ao tom da pele, melhora a aparência da pele e suaviza. Outra novidade inovadora foi lançada em 2011: a linha Color Tattoo, sombras em creme que utilizam tecnologia de pigmentação completamente nova, entregando assim cores intensas que duram 24 horas e permitindo às mulheres trabalhar e brincar com as cores de uma forma quase artística.


No Brasil, a marca adicionou diversos produtos ao seu portfólio, inclusive com fórmulas adaptadas às consumidoras brasileiras (por exemplo, a máscara Colossal Super Filme e a linha de base e pó Pure Make Up), e está consolidada como uma das líderes do varejo de maquiagem. A MAYBELLINE também aumentou sua distribuição com a inauguração de quiosques exclusivos (através de franquias) em diversas cidades, como Recife, Salvador, Belo Horizonte, Rio de Janeiro e São Paulo. Além de ser a patrocinadora oficial de 13 semanas de moda mundiais, entre elas Nova York, Berlim e Tóquio, desde 2009 a marca produz um calendário de colecionador, em edição limitada, que retrata seu espírito: cores incríveis, porta-vozes lindas e a cidade de Nova York como inspiração. A imagem da marca foi ou é traduzida por famosas e belas porta–vozes mundiais como Josie Maran, Tomiko Fraser, a brasileira Adriana Lima, Kristin Davis (a Charlotte do seriado Sex and The City) e Gigi Hadid, atual rosto da MAYBELLINE NEW YORK.


A evolução visual 
A identidade visual da marca passou por algumas alterações ao longo dos anos. Aos poucos a tipografia de letra foi sendo refinada.


Em 1996 o nome da marca passou a ser escrito em letras maiúsculas. Em 2004 o logotipo apresentou um visual mais moderno e sofisticado, incluindo a inserção da palavra NEW YORK. Mais recentemente a tipografia de letra foi levemente afinada. O logotipo pode ser aplicado em preto, azul, entre outras cores.


Dados corporativos 
● Origem: Estados Unidos 
● Fundação: 1915 
● Fundador: Thomas Lyle Williams 
● Sede mundial: New York City, New York, Estados Unidos 
● Proprietário da marca: Maybelline LLC 
● Capital aberto: Não (subsidiária da L’Oréal S.A.) 
● Presidente: David Greenberg 
● Faturamento: US$ 2.5 bilhões (estimado) 
● Lucro: Não divulgado 
● Presença global: 100 países 
● Presença no Brasil: Sim 
● Funcionários: 2.500 
● Segmento: Cosméticos 
● Principais produtos: Máscaras para cílios, lápis, sombras, pós–compactos, batons e esmaltes 
● Concorrentes diretos: Revlon, Covergirl, Neutrogena, Rimmel London, Max Factor, Bourjois e L’Oréal 
● Ícones: O rímel 
● Slogan: Maybe She’s Born With It. Maybe It’s Maybelline. 
● Website: www.maybelline.com.br 

A marca no mundo 
Atualmente a MAYBELLINE NEW YORK, uma das marcas líderes globais no segmento de maquiagens e cosméticos, comercializa seus produtos em mais de 100 países ao redor do mundo, oferecendo uma linha completa com mais de 300 produtos (desde máscaras para cílios, lápis, sombras, pós–compactos, batons, glosses até uma incrível coleção de esmaltes), aliada a uma cartela de cores com ampla variedade de opções em sintonia com os lançamentos da moda. A marca também vende seus produtos através de quiosques exclusivos, em formato candy shop, onde as clientes podem escolher e experimentar os produtos, incluindo maquiagem para olhos, lábios, face e unhas. Segundo relatório da consultoria Brand Finance a MAYBELLINE NEW YORK é a quarta marca de cosméticos mais valiosa do mundo. 

Você sabia? 
Durante a Segunda Guerra Mundial não era possível encontrar meia-calça em virtude da escassez do náilon, amplamente utilizado na confecção de pára-quedas. Por isso as mulheres improvisavam usando o delineador de olhos da MAYBELLINE para simular a costura que fica atrás da perna. 
A palavra rímel surgiu do sobrenome de Eugene Rimmel. Em 1929 a empresa criada por ele também passou a fabricar cosméticos para serem usados nos cílios. Apesar da marca MAYBELLINE ter sido pioneira na criação do produto, foi a Rimmel que popularizou o seu uso. 


As fontes: as informações foram retiradas e compiladas do site oficial da empresa (em várias línguas), revistas (Fortune, Forbes, Newsweek, BusinessWeek e Exame), sites especializados em Marketing e Branding (BrandChannel e Interbrand) e Wikipedia (informações devidamente checadas).

Última atualização em 20/7/2015

3 comentários:

Anônimo disse...

Lamento muito a saida de mercado da máscara á prova d'agua . Aquela da embalagem azul clarinho. Ela era OTIMA

Anônimo disse...

Lamento a saída de mercado do corretivo "indetectable",na minha opinião o melhor do mundo.

barbiecandance disse...

Era minha favorita