10.5.07

WESSEL


Não é, de forma alguma, exagero afirmar que a WESSEL é uma das maiores autoridades em carnes especiais do Brasil. Seu grande segredo é o corte, e quem paga mais caro pelas carnes da grife, sempre macias e saborosas, leva a certeza de ter comprado o melhor pedaço de boi disponível no mercado. A WESSEL definitivamente revolucionou o modo de vender carnes para os brasileiros. E tudo para que, diante da churrasqueira ou do fogão, os consumidores sigam transformando boas carnes em pratos inesquecíveis. 

A história 
Para contar a história da marca é preciso voltar um pouco no tempo. Tudo começou em 1830 quando a família de origem judia Wessel abriu seu primeiro açougue na pequena cidade de Tata, no interior da Hungria. Nos primeiros 100 anos, ainda em Tata, a família se dedicou ao comércio de carnes e fabricação de frios e embutidos exclusivos. László Wessel (imagem abaixo) conseguiu sobreviver à Segunda Guerra Mundial e ao campo de concentração justamente por saber cortar e preparar carnes. Pouco depois, a família protagonizou uma fuga cinematográfica da Hungria após o regime comunista tomar o poder em 1956. Somente no ano seguinte conseguiram embarcar no navio francês Provence, que os trouxe ao Brasil, desembarcando no porto de Santos. A família, que se instalou em São Paulo, no tradicional bairro do Bixiga, começaria desenvolver um novo conceito de carnes no Brasil. Logo perceberam que ser açougueiro no país era meio pejorativo. E que, como o mais jovem mestre-açougueiro diplomado na história da Hungria, aos 23 anos, poderia mostrar aos paulistanos porque ser mestre-açougueiro era uma profissão nobre na Europa.


Em 1958, ele deixou de ser empregado, era desossador de carnes em um frigorífico, para abrir seu próprio açougue, quase sem nenhum capital. O sucesso foi imediato, tanto que em menos de um ano a família já estava em boas condições financeiras. Ele passou a oferecer cortes bovinos semelhantes ao que se fazia na Europa e assim atraiu consumidores de origem europeia que estavam no país para trabalhar em empresas como Volkswagen e Rhodia. Ele também trouxe ao país os melhores cortes de carne (a picanha, por exemplo, que foi responsável por transformar o churrasco em preferência nacional) e produtos até então pouco conhecidos pelos brasileiros.


A partir de 1967, seu filho, István, que era a quarta geração da família a trabalhar com carnes, passou a inovar. Primeiro, em 1969, implantou métodos modernos de maturação que garantiram carnes mais macias, decretando o fim da carne dura. A maturação, é simples, trata-se de um método completamente natural de amaciamento de carnes em que as enzimas da própria carne é que a amaciam. A carne embalada a vácuo “descansa” por 21 a 30 dias a 0ºC. Só isso. Ou quase, pois a carne tem que ser de boa qualidade para melhorar, e deve haver um controle rigoroso de higiene. Esta foi a primeira grande mudança que a marca fez no mercado de carnes. Depois, no dia 19 de dezembro de 1974 inaugurou a primeira loja-butique especializada em carnes nobres embaladas, localizada em plena Avenida Faria Lima, região nobre da cidade de São Paulo. Na verdade a loja era o primeiro açougue sem açougueiros, que vendia a carne já embalada e pronta para o consumo, coisa inimaginável na época, um novo conceito em comércio de carnes no país. Além disso, introduziu uma linha de facas, tábuas, churrasqueiras e outros acessórios com a marca WESSEL; inovou ao lançar no mercado o carpaccio (carne crua finíssima) em abril de 1980, que em pouco tempo conquistou apreciadores fiéis e em 30 anos, vendeu nada menos do que 10 milhões de caixinhas de 250 gramas; ingressou no segmento de fornecimento de carnes para hotéis e restaurantes em 1989; lançou o hambúrguer, sem adicionar em sua preparação nada além de carne e sua gordura, em 1992, surgindo então o hambúrguer gourmet; e introduziu o Steak Tartare e Baby Búfalo, este último em 1994.


O sucesso das carnes WESSEL no varejo atingiria sua plenitude em 1995, ao firmar contratos com grandes redes de supermercados que sempre deram atenção especial a linha de produtos de alta qualidade. Com isso, a marca abriu mais de 100 corners em supermercados e publicou aproximadamente 200 artigos na imprensa especializada e outros três livros falando de carne e seus cortes. A criação mais recente da marca é a Wessel Gastronomia, um novo conceito onde são apresentadas carnes de forma diferente da habitual, permitindo que, em poucos minutos, se possa servir refeições inesquecíveis, com praticidade e muito sabor. A primeira linha de produtos da Wessel Gastronomia foi o Direto da Grelha composto de cinco itens: Picanha, Fraldinha, Bife de Chorizo, Costelinha de Porco e Sobrecoxa Desossada. Essas carnes eram assadas na frente do cliente, para que ele pudesse praticar em casa, sem sujar nada e em poucos minutos, um dos mais populares “esportes” de nosso país: churrasco.


Durante a temporada 2007/2008 de cruzeiros marítimos no Brasil, a WESSEL forneceu nada menos do que quatro toneladas de carne nobre por semana para sete navios, de quatro administradoras, que aportaram por aqui. Era o sucesso de uma grife de carnes, saboreada também em alto mar. Nos últimos anos a WESSEL ampliou sua linha de produtos com o lançamento de uma linha de salsichas (Branca, com Alho, Frankfurt e Viena), carnes de porco temperadas (costela, filé mingon, lombo e bisteca) e frango pronto (espetinho, milanesa, tiras de peito e filé de peito assados), que já vem com tempero suave e sem conservantes.


Portanto, há quase 60 anos o que a WESSEL mais fez foi inovar. Produtos limpos, práticos, adequados à vida moderna, saborosos e com toques de gastronomia. Essas são as principais qualidades que os clientes encontram quando compram os produtos da marca. Esse é um pouco da história de uma marca tradicional, que tem profundo orgulho em dizer que “as carnes Wessel são escolhidas a dedo” (e são mesmo), pois são produzidas de forma artesanal a partir de matérias-primas da melhor qualidade e com uma supervisão pessoal da família Wessel. A WESSEL não é apenas uma marca, é o sobrenome de uma família que tem paixão e conhecimento pelas melhores carnes.


Especialista em carnes 
No Brasil a WESSEL notabilizou-se pelo lançamento e comercialização de produtos de qualidade premium e com cortes especiais como: Picanha, Bife Ancho (a parte mais suculenta do contrafilé), Bife de Chorizo (corte que tornou a carne argentina famosa no mundo), Fraldinha, Filé Mignon para Rosbife, Filé Mignon Fatiado (escalopes finos da parte mais macia), Filé Mignon para Foundue (um filé aperitivo), Medalhão de File Mignon, Paillard de Filé Mignon, Strogonoff de Filé Mignon (cotado na ponta da faca), Pernil de Cordeiro, Lombo de Cordeiro, Carré de Cordeiro, Hambúrgueres (picanha, filé mignon, fraldinha e frango), Linguiças (calabresa, calabresa picante, frango, lombo toscana, além da versão aperitivo). Durante anos, um de seus principais produtos foi o Carpaccio Wessel, apresentado em caixas de 250 gramas, que servia quatro boas porções. As finíssimas fatias vinham interfolheadas, prontas para a montagem do prato, exatamente como a receita original italiana. A caixa, também continha a receita do delicioso molho.


Outro grande sucesso da WESSEL é seu hambúrguer. Em primeiro lugar, eles têm nome e sobrenome. Não é apenas hambúrguer, mas hambúrguer de Picanha, de Fraldinha ou de Sobrecoxa de Frango. Os ingredientes são apenas os indispensáveis: a carne e sua gordura. Sem gordura o hambúrguer se torna seco, duro e sem-graça. Os temperos presentes nos hambúrgueres industriais mascaram o bom sabor da carne e é por esta razão que são utilizados. Por isso o hambúrguer WESSEL é tão bom e tão diferente dos outros. A marca possui ainda uma linha de molhos chamada Barbecue Sauce Wessel, que traz um sabor especial quando servido com os hambúrgueres e também nos churrascos.


A evolução visual 
O logotipo da marca WESSEL passou por pequenas modificações ao longo dos anos, mas sempre manteve a tradicional cor vermelha associada à carne.


Dados corporativos 
● Origem: Brasil 
● Fundação: 1958 
● Fundador: László Wessel 
● Sede mundial: São Paulo, Brasil 
● Proprietário da marca: Wessel Culinária & Carnes Ltda. 
● Capital aberto: Não 
● Presidente: Daniel Wessel 
● Faturamento: Não divulgado 
● Lucro: Não divulgado 
● Lojas: 1 
● Presença global: Não (presente somente no Brasil) 
● Funcionários: 300 
● Segmento: Alimentos 
● Principais produtos: Carnes especiais, linguiças e salsichas 
● Concorrentes diretos: Bassi, Swift, Montana e Marfrig 
● Ícones: O carpaccio 
● Slogan: Carnes escolhidas a dedo. 
● Website: www.wessel.com.br 

A marca no Brasil 
A WESSEL atualmente, além dos corners dentro de supermercados, vende suas nobres carnes em uma loja própria (localizada em um bairro nobre de São Paulo) e produz aproximadamente um milhão de hambúrgueres por mês. A empresa, no entanto, tem maior atuação no fornecimento de carnes em porções controladas para hotéis e restaurantes, que representam 70% de seu faturamento. Com esse sistema, hoje em dia, a marca fornece carnes para 800 restaurantes e hotéis em todo o Brasil, que recebem diariamente os hambúrgueres, carne moída, e outros cortes, embalados à vácuo, com absoluta higiene. Atualmente a empresa é tocada por Daniel Wessel, filho de István, a quinta geração da família. 

Você sabia? 
A WESSEL é uma das maiores vendedoras de carne de vitelo no Brasil. 


As fontes: as informações foram retiradas e compiladas do site oficial da empresa (em várias línguas), revistas (Veja, Exame, Isto é Dinheiro e Época Negócios), sites especializados em Marketing e Branding (Mundo do Marketing) e Wikipedia (informações devidamente checadas). 

Última atualização em 13/7/2017

Um comentário:

Paulo disse...

Kadu, estou me deliciando com esses videos, eles me fazem lembrar alguma coisa de cinema, tipo trailer, mas em formato de curta... não sei se você já viu.

http://www.youtube.com/watch?v=ajAXep1nQWU
http://www.youtube.com/watch?v=dx9cTBorSmo http://www.youtube.com/watch?v=7HWYja1BaY4
http://www.youtube.com/watch?v=anAqnrUVBBc
http://www.youtube.com/watch?v=xHqMzHFcwvY