14.7.08

CACAU SHOW


A CACAU SHOW fabrica muito mais do que chocolates e deliciosas trufas. O que produz são pequenas demonstrações de carinho que fazem as pessoas se sentirem lembradas e amadas. A marca se esforça ao máximo para que o maior número de pessoas possa fazer um doce gesto capaz de provocar sorrisos, abraços e beijos. Especialista em chocolates com diferentes intensidades de sabor, a marca está em constante inovação e oferece uma variedade de produtos para todos os gostos e momentos. 

A história 
A empresa nasceu quando o fundador, Alexandre Tadeu da Costa (foto abaixo), um rapaz de família humilde, filho de pai tecelão e mãe vendedora de produtos de beleza em domicílio, começou a revender chocolates de uma indústria. Na primeira Páscoa, em 1988, ele vendeu, além de outros produtos, dois mil ovos de 50g. Porém, quando chegou à fábrica, ele descobriu que cometera um enorme engano, por não conhecer o suficiente a linha de produtos da empresa que, na verdade, não fabricava ovos de 50g e não teria condições de fabricá-los antes do domingo de Páscoa para honrar as vendas efetuadas. Frente a isso, preocupado em honrar a encomenda e em não perder o pedido, o estudante, então com 17 anos, comprou a matéria-prima necessária e procurou alguém que estivesse acostumado a fabricar chocolates em casa. Em uma loja especializada no ramo, conheceu uma senhora chamada Cleusa Trentin que fazia chocolates caseiros e que viria a ser a primeira funcionária da CACAU SHOW. Comprou formas, embalagens e quantidades suficientes do produto em barras para derreter e em seguida transformá-lo em ovos de Páscoa.


Durante três dias, com uma jornada diária de 18 horas de trabalho devido ao prazo de entrega apertado, foi possível honrar todas as encomendas. Essa operação gerou um lucro líquido de aproximadamente US$ 500. Depois da experiência, Alexandre percebeu que havia um mercado muito pouco explorado de chocolates artesanais e resolveu investir nisso. Com esse capital inicial, a empresa iniciou suas atividades no mês de outubro de 1988 no bairro da Casa Verde, em São Paulo. Inicialmente o novo empreendimento se estabeleceu em uma pequena sala de apenas 12 m² da empresa de seus pais, vendedores de produtos da Avon e potes da Tupperware, que inicialmente foi cedido sem custo por seis meses. Após esse período inicial, ele passou a pagar aluguel. Foi criado um catálogo de vendas para encomendas, a exemplo do que algumas marcas de cosméticos e perfumes faziam. Nessa época, o processo de produção era bem precário: ele e uma funcionária produziam e saíam vendendo as guloseimas (trufas e bombons) em padarias e supermercados da zona oeste de São Paulo, contando também com a ajuda de alguns poucos revendedores. A produção caseira era transportada no banco de trás de um Fusca ano 1978.


Porém, foi preciso mudar a estrutura de distribuição, pois, para o tipo e o custo do produto vendido, ficava muito caro o sistema de comissões e de prazos de pagamento habituais ao canal de venda domiciliar. Foi nesta época que Alexandre optou por atender diretamente a pequenos pontos-de-venda, como bares e lanchonetes, sem contar com a intermediação de atacadistas ou distribuidores. A experiência de sair vendendo pessoalmente, de loja em loja, foi considerada insubstituível pelo empresário, pois graças a ela, soube exatamente como se vende, conheceu profundamente o mercado e o perfil dos compradores, as dificuldades e oportunidades encontradas, podendo, portanto, preparar seus vendedores da melhor maneira para o dia a dia nas ruas. Além de vender o produto, buscou também informações técnicas: como fabricar, conservar, embalar, e assim por diante. Nesta busca de aperfeiçoamento da qualidade, fez cursos de vários tipos, desde aqueles oferecidos por grandes fornecedores e revendedores de chocolates em barra até cursos tipicamente voltados para donas de casa.


Um momento difícil para a empresa ocorreu no verão de 1992. Como é natural e ocorre em todos os verões com produtos à base de chocolate, as vendas da marca caíram acentuadamente. O produto parou de rodar no ponto de venda e, devido à sua curta vida útil, começou a estragar. Todos os produtos deteriorados foram trocados sem qualquer ônus para os varejistas. Até aí era uma situação tradicional de verão, quando frequentemente é necessário “colocar dinheiro” na empresa; foi então que a crise se instalou, porque não havia caixa suficiente para cobrir as despesas. Mais uma vez, Alexandre não ficou parado, reclamando, nem saiu atrás de empréstimos para cobrir as despesas. Ao contrário, buscou oportunidades de longo prazo. Como o fim do ano se aproximava, comprou uma máquina para fazer panettones, e vendeu-os; montou quiosques em feiras de natal para oferecer não somente seus chocolates, mas também produtos adequados à temperatura do verão, como salgadinhos e sucos, adquiridos de terceiros: ou seja, quando a situação de seus produtos se complicou, a empresa mudou, rápida e temporariamente, sua oferta ao mercado para poder suprir os problemas e sair da crise em boas condições.


A primeira loja própria da CACAU SHOW só surgiu em 2001, instalada em um pequeno espaço de 40 m² na cidade de Piracicaba, no interior paulista. E foi por acaso. Isto porque, na Páscoa daquele ano, um distribuidor local comprou chocolates em excesso e não tinha espaço para estocar os produtos no apartamento. A solução então foi criar um depósito com uma loja na frente. Pouco depois, ainda neste ano, a empresa implantou o sistema de franquia. Era o que faltava para dar consistência à CACAU SHOW. Nos anos seguintes foram inauguradas centenas de lojas em várias cidades brasileiras, o que já fazia da CACAU SHOW a maior rede de chocolates finos do Brasil em número de unidades. Em 2005 a empresa ganhou o prêmio de “Melhor Franquia do Ano”, na categoria Cafeteria e Confeitaria. Somente em 2006 a marca fez o primeiro anúncio em televisão, iniciando assim seus investimentos em propaganda. Ainda este ano, para dar conta da expansão, a empresa abandonou sua antiga fábrica de cinco mil metros quadrados, na capital paulista, e inaugurou uma nova unidade de 17 mil metros quadrados em Itapevi, interior de São Paulo. O novo empreendimento consumiu um investimento inicial de R$ 15 milhões. Para a produção de trufas, carro-chefe da rede, a CACAU SHOW conta com a maior máquina de fabricação de trufas da América do Sul, com capacidade para produzir uma tonelada de trufas por hora. Em meados de 2007 a CACAU SHOW se tornou a maior rede de lojas de chocolates finos do mundo, ao ultrapassar em número de unidades a americana Rocky Mountain. E o crescimento não parou por aí: em 2008, inaugurou 234 novas lojas; e no ano de 2010 atingiu a marca de mil lojas em funcionamento.


O sucesso dos últimos anos também foi amparado pelos constantes lançamentos e serviços inovadores, como por exemplo, a implantação do famoso café espresso em alguma de suas lojas; a realização do Festival das Trufas, cuja primeira edição ocorreu em 2004, onde inicialmente ao comprar 9 unidades a décima saía totalmente grátis, e hoje lança novos e inusitados sabores a cada ano com promoções e descontos; a criação de kits para datas comemorativas, incluindo o Dia dos Namorados, que em 2010, em uma atitude ousada continha um livro Kama Sutra de bolso, creme de massagem sabor trufa (comestível) e plaquinhas de chocolate ao leite com posições do Kama Sutra; além de novos produtos como o fondue; o chocolate quente, servido no inverno; o Tablete +Leite, que trazia 28% de cacau e era fabricado com leite de alta qualidade com quase o dobro da quantidade dos outros chocolates, resultando em uma textura cremosa do leite, que acentua o sabor e faz com que o produto derreta na boca mais facilmente; a caixa Intensidade (continha minitabletes de diferentes graduações de cacau para uma experiência única na degustação do chocolate); e o Montebello, uma deliciosa “montanha” de marshmallow coberta com o puro chocolate ao leite (conhecido como merengue), disponível em vários sabores como Coco Queimado, Tradicional e Maracujá e Coco.


Em 2016, a rede anunciou a ampliação de seus negócios para o segmento de sorvetes, com a Gelateria Cacau Show, que recria os itens de sucesso da marca em forma de sorvete, como LaCreme, Trufa Tradicional, Intensidade e Mexo, bem como apresenta os sabores frutados Morango Fresco e Limão-Siciliano. As novidades chegaram em duas versões: cobertos com o tradicional chocolate CACAU SHOW e recheio cremoso; e sem cobertura. A princípio, as delícias geladas estavam presentes em 343 lojas da rede, localizadas nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Paraná.


Em três décadas, a CACAU SHOW cresceu enormemente e se tornou uma deliciosa história de sucesso ao inaugurar um nicho de mercado até então inexplorado. Com lojas e embalagens semelhantes às de marcas de primeira linha, aliou uma imagem de sofisticação a um preço mais baixo e alta qualidade. Atualmente a CACAU SHOW oferece quatro formatos para atuação no varejo: Loja (experiência completa de produtos e serviços, no mais moderno conceito de varejo), Quiosque (praticidade e agilidade em atendimento para ótimos pontos de venda), Gelateria (gelatos italianos inspirados em sucessos da marca para centros de grande fluxo) e Chocolateria (os principais produtos sempre em destaque e proximidade do consumidor).


Os produtos 
A CACAU SHOW oferece uma linha completa formada por mais de 200 produtos como tabletes (que engloba a linha laCreme, composta por tabletes, trufas e bombons de chocolate ao leite que derretem na boca; ou a Bendito Cacao, lançada em 2015 e composta por tabletes de chocolates com 52%, 65%, 70% e 80% de cacau), bombons finos, pastilhas de chocolate com menta, garrafinhas de chocolate ao leite (com recheios de licor, nos sabores conhaque, marula e cereja), chocolate sem lactose, orgânico, com certificado de origem, ou seja, diversas opções para todos os paladares. Também conta com linha diet de ovos de Páscoa, bombons, trufas, tabletes e outros itens. Além disso, sua linha oferece Fondue e panettones (o com recheio de trufa foi lançado em 2008). Outro sucesso da rede é a linha Petit Deli, deliciosos bombons de chocolate ao leite com recheio sabor petit gâteau decorados com granulado de chocolate amargo ou bombons de chocolate ao leite com recheio sabor petit gâteau de caramelo decorados com chocolate branco. Entre os ovos de Páscoa, um dos mais populares entre as crianças é o Ovo Chocomonstros, um ovo de chocolate ao leite, acompanhado de uma divertida touca com movimento.


Apesar da enorme e deliciosa gama de produtos, o carro-chefe da marca é a trufa (cuja linha é batizada de Truffon), que sem dúvida é uma verdadeira tentação. Mensalmente são produzidos mais de 15 milhões de unidades, de aproximadamente 25 sabores diferentes, em uma receita que recebe mais manteiga de cacau que os chocolates normais. Entre os variados sabores estão trufas recheadas de morango, maracujá, coco, cereja, laranja, avelã, cocada, brigadeiro, chocolate com menta, caju com canela, torta de limão, chocolate ao leite e branco, algodão doce, maçã do amor, floresta negra e licor de chocolate. Existem também as trufas com edições limitadas e sazonais. Na época do natal, por exemplo, é comercializada a trufa com sabor panettone e chocotone, e no verão, a CACAU SHOW inova com sabores como pêssego, frutas tropicais, piñacolada, graviola e até caipirinha. Reconhecida como especialista em trufas, a marca já lançou mais de 55 sabores desde sua criação.


A fantástica loja de chocolate 
Quem já assistiu ao clássico do cinema “A Fantástica Fábrica de Chocolate”, protagonizado pelo excêntrico Willy Wonka, vai querer conhecer a CACAU SHOW MEGA STORE, inaugurada no mês de novembro de 2017, em Itapevi (na altura do quilômetro 35 da Rodovia Castelo Branco), no interior de São Paulo. A loja de 2.000 m², consumiu um investimento de R$ 7 milhões e tem capacidade para receber até 1.000 visitantes por dia. Na fachada do prédio há um enorme painel (batizado de História do Cacau) do artista plástico Eduardo Kobra, considerado o maior grafite do mundo com 5.728 m². Mais da metade do lúdico espaço é ocupado por um pequeno parque temático denominado Cacau Parque. Na entrada, há um carrossel com 7 metros de altura. Uma árvore e um urso falantes cumprimentam aqueles que chegam, tudo isso ao lado de escorregadores e mesas para desenhar. Um vagão de trem se revela um cinema para dezesseis pessoas, onde um filme de cinco minutos conta a história da empresa. As cadeiras se mexem e há simulação de neve. No canto oposto, fica um museu que conta a história do chocolate.


Outra atração é o processo de produção do chocolate, que pode ser observado por uma parede de vidro, desde a torra da semente do cacau até o produto final que fica ali disponível para degustação. No local é possível customizar o próprio tablete de 40g (dá até para gravar nomes) ou fazer uma barra de chocolate (de 500 gramas) com os ingredientes que você escolher. Uma área de 10 m² funciona como outlet, vendendo artigos de linha, campanhas passadas e lançamentos com desconto. Em todo o espaço existem mais de 300 itens para qualquer bolso. O complexo tem ainda uma cafeteria com deliciosos cafés, uma linha exclusiva de sobremesas, como por exemplo, o petit gâteau e fondue. Além disso, pais e filhos podem aprender a fazer a guloseima de cacau em workshops. É possível também agendar uma festa, pois há um ambiente reservado para um bufê de até 100 pessoas.


A evolução visual 
A identidade visual da marca passou por remodelações ao longo dos anos. No final de 2016 a marca lançou seu novo logotipo, apresentando um símbolo que representa a junção de um “C” e um “S”, além de uma nova tipografia de letra (com traços mais arredondados). Na nova identidade as estrelas, antes em formato de arco, foram posicionadas em linha reta abaixo do nome da marca.


Os slogans 
Carinho em Cada Pedacinho. (2014) 
Pra vida ficar mais show. (2013) 
Um show de chocolate. (2009) 
Aqui é fácil fazer alguém feliz. (2008) 
Qualidade sempre presente.


Dados corporativos 
● Origem: Brasil 
● Fundação: 1988 
● Fundador: Alexandre Tadeu da Costa 
● Sede mundial: Itapevi, São Paulo, Brasil 
● Proprietário da marca: Indústria Brasileira de Alimentos e Chocolate Ltda. 
● Capital aberto: Não 
● Presidente: Alexandre Tadeu da Costa 
● Faturamento: R$ 3.3 bilhões (estimado) 
● Lucro: Não divulgado 
● Lojas: 2.070 
● Presença global: Não (presente somente no Brasil) 
● Maiores mercados: São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais 
● Funcionários: 7.000 
● Segmento: Chocolates 
● Principais produtos: Chocolates, bombons, trufas e ovos de Páscoa 
● Concorrentes diretos: Kopenhagen, Chocolates Brasil Cacau e Munik 
● Ícones: As trufas 
● Slogan: Carinho em Cada Pedacinho. 
● Website: www.cacaushow.com.br 

A marca no mundo 
A CACAU SHOW, maior empresa brasileira na produção de chocolates finos, é também uma das maiores franqueadoras do país, sendo a maior rede de lojas especializada em chocolates finos do mundo com mais de 2.070 unidades distribuídas em 1.000 municípios de 26 estados brasileiros. Por ano são atendidos mais de 53 milhões de clientes, vendidos mais de 300 milhões de chocolates e faturamento superior a R$ 3.3 bilhões (dados de 2017). A empresa possui cinco fábricas - em Itapevi (SP), Campos do Jordão (SP), Capital Paulista e Curitiba (PR) - e uma produção de mais de 12 mil toneladas de chocolates ao ano. Anualmente a CACAU SHOW lança 100 novos produtos. Hoje, a empresa atua também em outros canais de venda: direta, in-company (em grandes empresas) e domiciliar. 

Você sabia? 
Em relação ao retorno do investimento para lojas franqueadas, a empresa afirma que 82% de seus franqueados o obtiveram até a primeira Páscoa. 
A cada Páscoa a marca vende aproximadamente 5 milhões de ovos, detendo, segundo pesquisas, aproximadamente 10% do mercado. Além disso, durante o período de Natal são vendidos mais de 2 milhões de panettones. 
No dia 24 de dezembro de 2009 a empresa fundou o Instituto Cacau Show, cujo objetivo é promover serviços, programas, projetos de proteção básica e direitos sócios assistenciais por meio de atividades educacionais, culturais, ambientais, esportivas, jurídicas e profissionalizantes, atingindo todas as faixas etárias. Hoje já são mais de 1.500 pessoas assistidas, entre crianças, adolescentes e idosos com aulas de reforço escolar, esporte e informática. 


As fontes: as informações foram retiradas e compiladas do site oficial da empresa (em várias línguas), revistas (Isto é Dinheiro, Exame, Veja e Época Negócios), jornais (Valor Econômico, Folha e Estadão), sites especializados em Marketing e Branding (Mundo do Marketing) e Wikipedia (informações devidamente checadas). 

Última atualização em 3/4/2018

40 comentários:

Alan Kelon disse...

Parabéns! Ficou ótimo!

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...

aCREDITO QUE SE O lOGISTA COMPRAR UMA LOJA ALGUNS MESES ANTES DA PÁSCOA REALMENTE TERÁ CHANCES DE TER O RETORNO DE CAPITAL MAIS RÁPIDO DO QUE SE O FIZER DEPOIS DA PÁSCOA, É EVIDENTE QUE É PRECISO TOMAR CUIDADO DE ONDE VOCE VAI ABRIR A LOJA, CLARO QUE A EMPRESA AUXILIA , POIS O INTERESSE DE QUE O NEGÓCIO DE CERTO É DELA, MAS A BUSCA POR BATER RECORDES PODE(QUEREM ABRIR 1000) LOJAS ATÉ 2010, PODE LEVAR O FRANQUEADOR A COMETER ENGANOS E NESSA VOÇE ,VAI JUNTO,OUTRA COISA O QUE VALE NÃO É O NUMERO DE LOJAS , MAS SIM O FATURAMENTO GLOBAL, O LUCRO, CEM LOJAS PEQUENAS DE 20 METRO SÃO SÓ 200 METROS,MAS QUE OS CARAS SÃO OUSADOS ISSO LÁ SÃO, E QUE O CHOCOLATE É BOM ISSO É E QUE TEM PREÇO BOM ISSO TEM, MAS O DONO TEM QUE PARAR COM ESSA FOBIA DE QUERER BATER RECORDS, SENÃO MUITAS LOGINHAS, VÃO FECHAR MESNOS A QUE É DELE E DE ALGUNS FUNCIONÁRIOS DE ESCALÇAO ELEVADO.

macedo disse...

SOU FRANQUEADO DA REDE A POUCO MAIS DE UMA ANO E TODAS AS INFORMAÇÕES PASSADOS PELO FRANQUEADOR ESTÃO CORRETAS, O PROBLEMA É QUE MUITAS PESSOAS NÃO POSSUI PERFIL PARA SER FRANQUEADO PORTANTO NÃO SÓ A CACAUSHOW MAIS QUALQUER OUTRA FRANQUIA NÃO DARÁ CERTO.

Anônimo disse...

Tambem sou franqueado da Cacau Show e entendo que o trabalho deve ser remunerado adequadamente durante todo o ano e nao somente no Natal e Pascoa como eles estao conduzindo o negocio.

Daise disse...

Ola meu nome é Daise gostaria de receber algumas dicas de quem começou a vender os produtos da Cacau Show estou comecando com revenda gostaria de algumas dicas, pois faço faculdade e gostaria de aumentar a minha renda .
daise82@ig.com.br

Luana disse...

Ola, gostaria de algumas informaçoes de quem já é franqueado da cacau show, tenho imenso interesse em revender esses produtos, porem ainda nao possuo condicoes financeiras,no entanto, meu trabalho de conclusao de curso da faculdade de administracao é em cima de bomboniere, e gostaria muito de ter algumas dicas.
lukatinha-luana@hotmail.com

Anônimo disse...

Sera que algum franqueado de Curitiba poderia compartilhar ponto de vista sobre o assunto?
E que o mercado de Curitiba e bastante especifico com caracteristicas muito proprias. Estou enganado?

Anônimo disse...

gostaria de entrar em contato com algum franqueado da cacau show

rl_repr@hotmail.com

Anônimo disse...

gostaria de entrar em contato com algum franqueado da cacau show para obtiver mais informações. desde um simples comentário sobre as condições dos valores apresentados no site, a realidade sobre o valor bruto e o valor líquido final. no caso de montar uma loja é interessante? os rendimentos apenas da loja é compensador, ou necessita de vendas porta a porta para incrementar os lucros?

endereço de email: dricalima@gmail.com

cris disse...

Gostaria que um franqueado me falasse se vale a pena obter essa franquia ou o lucro fica mais na pascoa e no natal?? cristiane_venancio@yahoo.com.br obrigada

Karin disse...

Também gostaria de entrar em contato com algum franqueado para ter uma idéia dos valores de custo mensal da loja, lucro bruto, etc... Se algum franqueado puder entrar em contato meu e-mail é: karin_santiago@yahoo.com.br. Fico muito grata.

Karin

Anônimo disse...

gostaria de entrar em contato com algum franqueado para tirar algumas duvidas sobre os valores de custo mensal da loja, lucro bruto, etc... Se algum franqueado puder entrar em contato meu e-mail é: wastheynlopes@hotmail.com
Fico muito grato.

Anônimo disse...

Caro sr Alexandre

A Cacaushow daria um ¨case¨ muito interessante, de fato, trata-se de uma bonita e forte historia.
Uma idéia, pouco capital, mas muita fé e persistencia.
Não há duvida que alinhar lojas franqueadas é um trabalho arduo que exige disciplina, vontade, lealdade e competência.
Caso o sr. necessite de mais um excelente colaborador, informo que já enviei meu curriculo para seu departamento de R.H.
Atenciosamente
osvaldo gomes junior

Anônimo disse...

QUAL O PERCENTUAL QUE O FRANQUEADO
TEM QUE PAGAR AO FRANQUEADOR MENSALMENTE? DEPENDE DO FATURAMENTO? HÁ INTERESSE DA CACAU
SHOW EM TER MAIS UMA LOJA EM ALGUM
BAIRRO DA CIDADE DE NITERÓI - RJ, QUAL SERIA?
fernando.cjunior@hotmail.com

Meriellen disse...

Olá! Gostaria de entrar em contato com algum fraqueado, para saber sobre as formas de funcionamento da Cacau Show, se vale a pena, relação custo X benefíco.
Podem enstrar em contao pelo merinhakrug@hotmail.com

Muito obrigada!!!

adriana disse...

Olá! Gostaria de entrar em contato com algum fraqueado, para saber sobre as formas de funcionamento da Cacau Show, se vale a pena, relação custo X benefíco.

adri.strabko@gmail.com

Obrigada!!!

luizrenatosouza disse...

Olá ! Estou em negociação para abertura de mais uma loja Cacau Show, também gostaria de conversar com alguns franqueados. Meu ponto de interesse é na cidade de São Paulo, Av. Paulista, Al. Santos, etc.
Favor entrar em contato por e-mail: luizrenatosouza@hotmail.com

Anônimo disse...

Prezados,

Gostaria que algum franqueado de Rio de Janeiro ou Niterói entrasse em contato para trocarmos algumas informações sobre a franquia.

Favor entrar em contato via :
ricardovigorito@hotmail.com

EVENTOS DA ELAINE disse...

gostaria de entrar em contato com algum franqueado da cacau show para obtiver mais informações. Estou interessada em abrir uma franquia aqui em Brasília, gostaria de saber das condições dos valores apresentados no site, a realidade sobre o valor bruto e o valor líquido final. no caso de montar uma loja é interessante? os rendimentos apenas da loja é compensador, ou necessita de vendas porta a porta para incrementar os lucros? Tenho impressão que o lucro é muito baixo, e com isso vc fica "obrigado" a abrir outras lojas para ser compensador.
Aguardo resposta. elaine1804@gmail.com

Carla disse...

OLá, meu nome é Carla e tenho interesse de abrir uma franquia da Cacau Show. Se algum franqueado puder contatar-me afim de dar-me algumas dicas e confirmar faturamento mensal além de outros números divulgados no site, agradeceria bastante!!
Meu email é: carla@ascendencia.com.br

Marcelo disse...

Gostaria de entrar em contato com algum franqueado da cacau show, estou querendo a franquia da Cacau Show e gostaria de receber informações dos franqueados.
marcelopsouzassa@gmail.com

vanne disse...

Estou fazendo um trabalho de gestão de marcas onde um dos itens é mostrar as cores na escala pantone que a marca usa em sua logo, onde encontro essa informação.

A matéria é muito bacana, faço marketing, adoro o blog e venho recomendando a todos os colegas de sala de aula.
Obrigada.

rita disse...

sou rita cristina
eu trabalhei um tempo na cacau tive ótimas empressoes da fabrica da fabricaçao do chocolate;;enfim uma exelente firma de qualidade,,entretanto mau administrada na coodenaçao dos líderes que escolhe seus funcionarios por afinidade,,ou seje se vc vai ao baile junto com eles se vc bebe junto com eles ,se vc enfim tem algum tipo de amizade.pois trabalho no ramo de produçao a 15 anos e sou apta e capacitada para manusear produçao e máquinas;mas como disse nao tive como muitas outras pessoas afinidade com as líderes e os encarregados;agradeço a cacau show pela oportunidade e parabenizo por sua qualidade nooo proodutoo.email;crystinnehtababy@hot.com

Anônimo disse...

quero conversar com um franqueado da CACAU SHOW Que me diga vantagens E desvantagens der ser franqueado.como ele trabalhou e procedeu para obter a franquia?Meu email inesv007@gmail.com

Andreia disse...

Andreia disse
Obrigada por eu fazer parte desta história. Sou muito feliz por ter sido homenageada com a milésima loja.
Obrigada Alexandre
Andreia franqueada Varginha

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...

Olá, gostaria de trocar algumas informaçoes com algum franqueado da Cacau Show, meu email gkopsell@yahoo.com.br.
Desde já agradeço.

Flávia disse...

Gostaria de entrar em contato com algum franqueado de Brasilia - DF. Pois estou interessada em abrir uma loja a curto prazo. Queria saber qual faturamento bruto e qual lucro liquido em media de uma loja pequena de rua e tambem de shopping. Desde já agradeço.

fvc_vilela@hotmail.com
(61) 9152-9818

lizi disse...

a cacau show me proporcionou momentos muitíssimo felizes; entao quero agradecer e desejar progresso! devo elogiar ao dono por sua coragem e inteligencia!
sou uma chocólatra de carteirinha, adoro os chocolates da cacau show...um show de sensações incríveis!!!!

Anônimo disse...

Gostaria de entrar em contato com algum franqueado. Estou interessada em abrir uma loja a curto prazo. Queria saber qual faturamento bruto e qual lucro liquido em media de uma loja de shopping. O Custo X beneficio, etc. Desde já agradeço.
michelle.strazeio@hotmail.com

Anônimo disse...

Gostaria de entrar em contato com algum franqueado da cacau show que possa me judar a exclarecer algumas duvidas na prática. meu email lucia.schall@hotmail.com

Anônimo disse...

Interessante a historia da CacauShow

Admiro a coragem e postura de certas pessoas embora na historia acima contada eu retire 90% do que foi contado como atitude do fundador.

Não que eu ache que ele não tenha méritos, muitissimo pelo contrário a questão é que a historia está muito fantasiosa. Alguém descaptalizado não compra uma maquina de produção de panetones sem emprestimo.

Maurício disse...

Gostaria de algumas informações reais de algum franqueado,como a real tx de lucro? quanto se paga para o franqueador? se pode montar uma loja menor e consequentemente menor investimento? Real autonomia do franqueado? Se tem lucro fora das principais datas?? Etc... Estou pensando em abrir no interior de Minas. Abçs. Maurício. alvares.mauricio@hotmail.com

Anônimo disse...

Boa tarde!
Estou em processo de abertura de uma cacau show e gostaria de u contato com um franqueado, por favor! Meu e-mail: carolfrancisco.adm@gmail.com

Paula disse...

Boa tarde Pessoal,

O tema do meu TCC vai ser sobre a Cacau Show e gostaria de saber como faço para tornar um Franqueado.

Obrigada desde ja.

email: paulareichert.7@hotmail.com

Ina Ribeiro disse...

Olá! Gostaria de saber a fonte do número de funcionário que está no post, preciso dela como referencia.

updmblog@live.com

Jênifer 2014 disse...

Olá, Eu estou estudando qual franquia colocar, e vi que a cacau show é uma marca muito conceituada, gostaria de maiores informaçoes, se alguem pudesse me fornecer segue meu e-mail: alinie.je@hotmail.com
Aguardo contatos.

Anônimo disse...

Gostaria de saber a historia dos slogam

Unknown disse...

Preciso saber as datas de todos os logotipos da cacau show alguém poderia me ajuda ?