6.7.08

TWININGS


Os apreciadores de chás do mundo inteiro são unânimes em afirmar que eles são os melhores que existem. Insuperável na arte secular de combinar sofisticados ingredientes oferece as mais diferentes variedades de chás, com sabores deliciosos e aromas inconfundíveis. Não importa se você prefere um amanteigado chá de infusão de ervas, um calmante chá de camomila, mel e baunilha ao se deitar, um chá verde em uma tarde quente de verão, ou quem sabe uma xícara de um forte English Breakfast tradicional para começar seu dia, há sempre um TWININGS para cada pessoa e ocasião. Para alguns apreciadores ao redor do mundo a marca inglesa se transformou em sinônimo de chá. Faça como a rainha da Inglaterra: exija TWININGS na sua casa. Ou melhor, na sua xícara. 

A história 
A história da marca inglesa TWININGS se confunde com a expansão do hábito de tomar chá no ocidente. Oriundo de uma família de tecelões, Thomas Twining tornou-se comerciante em virtude de uma crise econômica. Em 1706, comprou a pequena cafeteria Master Tom’s Coffee House, que viria a se tornar, provavelmente, a primeira empresa a comercializar chás no mundo, imortalizada no sobrenome de seu fundador. O estabelecimento era muito bem localizado, entre Westminster e a cidade de Londres, exatamente na Rua Strand, onde vivia boa parte da aristocracia inglesa depois do grande incêndio ocorrido na cidade (e que ficou conhecido como “Great Fire of London”). Sob a porta de seu café, Thomas colocou a imagem de um leão dourado, que permanece como símbolo da empresa.


Como nesta época havia muitos estabelecimentos deste mesmo tipo, o fundador resolveu utilizar seu vasto conhecimento adquirido com o comércio de chás para se destacar. O diferencial da agora chamada Thomas Twining Coffee House era o chá, importado da China, que fazia parte do cardápio, incluindo deliciosas xícaras fumegantes da bebida para degustação. A bebida “pecaminosa”, como era considerada pela Igreja Católica naquela época, conquistou o paladar inglês. O negócio dava tão certo, que as mulheres, proibidas de frequentar cafés, esperavam em suas carruagens na porta do estabelecimento enquanto um criado comprava a novidade. Isto porque, nesta época as chamadas coffee houses eram locais populares, parte da vida londrina, onde somente os homens se reuniam para beber socialmente, entre conversas amenas e reuniões de negócios. Como o chá ganhava popularidade entre a aristocracia inglesa, rapidamente o estabelecimento conquistou a reputação de vender os mais finos chás da cidade. Somente cidadãos de posses tinham o privilégio de consumir chás nesta época, devido ao alto preço da bebida. Para se ter uma ideia, a variedade Twinings Gunpowder Green Tea era vendida ao equivalente atual de £160 (R$ 758,00) por apenas 100g.


Em 1717, Thomas resolveu inaugurar uma segunda loja, especializada somente em chás para ser frequentada por mulheres, localizada três casas adiante da cafeteria, onde hoje se encontra a tradicional loja da TWININGS. Foi a alegria das inglesas, que saíam para comprar seus chás ou tomá-los no salão enquanto falavam da vida alheia. Em 1734 a TWININGS abandonou o café e passou a comercializar somente chás. Com a morte de Thomas em 1741, seu filho Daniel, assumiu os negócios. Sob nova gerência, a TWININGS começou a exportar seus famosos chás para os Estados Unidos em 1749, tendo como um de seus principais clientes o governador de Boston. Em 1787, seu neto e herdeiro, Richard, deu ares mais grandiosos à fachada da loja. O leão dourado recebeu a companhia de dois chineses, para remeter às origens dos produtos comercializados na loja. Criou também um símbolo distintivo: o nome TWININGS (sem apóstrofe).


O novo herdeiro também convenceu o governo britânico a baixar os tributos do produto, nesta época os impostos que incidiam sobre o chá eram altíssimos. Com isso, ele conseguiu que a bebida ficasse acessível para toda população e aos poucos o chá se tornou popular. Foi então que as vendas da TWININGS dispararam. Earl Grey é o sabor da TWININGS mais vendido no mundo e por isso considerado sinônimo da marca. A lenda diz que Earl Grey, ou melhor, Conde Grey, Primeiro Ministro da Inglaterra entre 1830 e 1834, foi presenteado com essa sofisticada receita por um mensageiro em uma viagem à China. Sendo Thomas Twining, seu fornecedor oficial, passou a fabricar a receita original, que é um sucesso até os dias de hoje. Sempre zelando pela pureza e qualidade, desde 1837 quando recebeu da Rainha Vitória sua primeira Autorização Real para chá, a TWININGS tem o privilégio de ser fornecedora exclusiva de chá da realeza britânica, tanto que utiliza com orgulho o título “By Appointment to Her Majesty Queen Elizabeth II”, impresso nas embalagens dos produtos.


No começo do século, em 1910, a empresa inaugurou sua primeira loja na cidade de Paris. Em 1933, a marca lançou no mercado o English Breakfast, um blend de chás que se tornaria extremamente popular no mundo inteiro. Foi somente, em 1956, que a TWININGS começou a produzir seus famosos chás em saquinhos, tornando seu consumo mais prático. Em 1964, a TWININGS of LONDON foi comprada pela ABF (Associated British Foods), um das maiores empresas alimentícias da Europa. Nas décadas seguintes a TWININGS difundiu seus produtos por muitos países, introduzindo também muitas novidades, como por exemplo, os chás descafeinados na década de 1980; uma linha de chás gelados prontos para beber em pequenas garrafas (Iced Tea), introduzido em 1981; os chás orgânicos em 1996; os chás populares sob a marca Evereday Tea (2005); bebidas a base de chocolate (2005) e uma pequena linha composta por quatro tipos de cafés de alta qualidade (2007). Em 2010, para atender a crescente demanda mundial pelos seus chás, a marca inaugurou uma nova fábrica na Polônia.


Hoje em dia a tradicional marca é comandada por Stephen Twining, a décima geração de um clã tão dedicado ao chá quanto à monarquia ao protocolo. Por isso, em uma xícara de chá TWININGS encontra-se tradição e os melhores especialistas na arte de fazer chá. Os especialistas da marca são treinados durante cinco anos para somente depois viajar o mundo com o objetivo de visitar milhares de plantações para encontrar as folhas perfeitas que irão compor cada um de seus exclusivos chás. Uma vez que uma colheita nunca é igual à outra (mesmo que sejam da mesma plantação), a arte do blend é uma etapa extremamente complexa e crucial na preparação da xícara de chá perfeita. É importante ressaltar que todas as folhas de chá da TWININGS são retiradas manualmente. A TWININGS também é uma das poucas fabricantes que misturam as próprias ervas e frutas com os chás (folha Camelia). Ao controlar os ingredientes que compõem seus chás, a marca garante que suas receitas sejam exclusivas.


Os chás 
A TWININGS oferece uma ampla variedade de sabores: desde os famosos chás pretos até exclusivos sabores de chás verdes e infusões de flores e frutas. Entre as enormes variedades destacam-se três deliciosos sabores de chás verdes: Jasmine (chá de cor clara, e baixo teor de cafeína), Green Tea & Mint (chá verde com menta) e Green Tea & Lemon (chá verde com limão). O Earl Grey é o sabor da TWININGS mais vendido no mundo e por isso considerado sinônimo da marca. Um clássico entre os chás sofisticados, este chá preto é aromatizado com óleo de bergamota do Mediterrâneo, o que resulta em um sabor delicadamente refrescante. Outros chás que se destacam no enorme portfólio da marca são: English Breakfast (originário do Ceilão e Índia, possui um sabor encorpado e forte, ideal como bebida para despertar); Ceylon Breakfast (chá delicado e claro que resulta numa bebida dourada de fragrância leve); Lady Grey (chá preto aromatizado com cascas de laranja e limão, que proporciona uma refrescante sensação); Black Kurrant (chá preto aromatizado com cassis - groselha preta - ideal para o início da noite); Orange & Cinnamon (chá preto com laranja e canela); Four Red Fruits (chá preto aromatizado de cereja, morango, framboesa e groselha vermelha); Lemon Scented (refinado chá preto originário do Ceilão que possui limão em sua composição); Ceylon Orange Pekoe (saborosa bebida de cor dourada, produzida a partir da folha de Pekoe); e Darjeeling (chá de sabor delicado, proveniente da região do Himalaia, conhecida pela produção dos chás mais caros do mundo).


As infusões de ervas e frutas da TWININGS são naturais e sem cafeína. Muito saborosas e apreciadas para relaxar ou reanimar, podendo ser consumidas quentes ou frias, as principais são: Camomile (chá à base de flores de camomila que possui propriedades calmantes e digestivas); Peach & Passion (o sabor do maracujá misturado com o aromático pêssego); Strawberry & Mango (deliciosa mistura de morango com manga, excelente bebida para matar a sede no verão); Pure Peppermint (refrescante infusão feita a partir de puras folhas de hortelã, conhecidas por auxiliar na digestão); Lemopn Twist (uma única e energética mistura de casca de limão, laranja, flores de hibiscos, aquênios de roseira, erva cidreira e raiz de chicória tostada); e Rosehips & Hibiscus (revitalizante chá de Rosehip, uma fruta com alto conteúdo de vitamina C, que aumenta a resistência contra resfriados e gripes).


A tradicional loja 
City é o nome dado à parte mais antiga de Londres. É exatamente nesta bela região que está localizada a antiga loja da TWININGS, inaugurada em 1717. Sim, é só uma pequenina porta, diante da Corte de Justiça. Mas, repare na classe. E atente para o detalhe: o brasão da Família Real. Significa que a casa é fornecedora da corte - não a de Justiça, mas a do Palácio de Buckingham. Hoje, essa mesma loja, muito tranquila, agradável e belíssima, e que ainda mantém a acanhada fachada de apenas 3 metros, espremida entre dois edifícios, exibe prateleiras repletas das mais variadas infusões.


Em uma recente reforma a loja passou a contar com um sofisticado “bar de chás”, onde é possível degustar inúmeras delícias fumegantes. A loja, que também é uma espécie de museu da marca e do chá, vende ainda sofisticadas xícaras de porcelana e os mais diversos apetrechos para o ritual de preparação de um bom chá.


Campanhas que fizeram sucesso 
Em 2011 a marca inglesa lançou uma nova campanha publicitária global e resolveu utilizar o lado emocional para apresentar seu novo posicionamento, falando diretamente com as mulheres. A primorosa animação, com trilha sonora impecável (um cover de The Calling Wherever You Will Go, interpretado por Charlene Soraia), reforçava o slogan da marca “Gets You Back To You” ao contar a história de uma mulher em encontro consigo mesma. O filme mostra metaforicamente a vida agitada que as mulheres levam hoje e que é preciso uma pausa para se reconectar.


Clique no ícone abaixo para assistir a fantástica animação.

   

A evolução visual 
A identidade visual da marca passou por algumas alterações ao longo da história. A primeira alteração ocorreu no final da década de 1780 quando o neto do fundador, Richard Twining, resolveu retirar a apóstrofe do nome. Esse logotipo foi utilizado pela TWININGS por mais de dois séculos em vigor, se tornando um dos mais antigos do mundo em utilização, até então. Recentemente, inicialmente para o mercado britânico, a marca apresentou uma nova identidade visual, que manteve o fundo com tonalidade dourada, perdeu sua curvatura e a expressão “of London”, e praticamente adotou a mesma tipografia de letra, com pequeníssimas alterações.


Os slogans 
Drink it all in. (2015) 
Gets You Back To You. (2011) 
There’s more to life with Twinings. (2008) 
Try something different. Try Twinings. (2007) 
Blended to make every day a little better. (2006) 
A tea for every taste. (2004) 
A legend in tea drinking. (2001) 
There’s more to tea with Twinings. (2000)


Dados corporativos 
● Origem: Inglaterra 
● Fundação: 1706 
● Fundador: Thomas Twining 
● Sede mundial: Londres, Inglaterra 
● Proprietário da marca: R. Twinings & Company Limited 
● Capital aberto: Não (subsidiária da Associated British Foods plc) 
● CEO: George Weston (ABF) 
● Presidente: Stephen Twining 
● Faturamento: Não divulgado 
● Lucro: Não divulgado 
● Presença global: 115 países 
● Presença no Brasil: Sim 
● Funcionários: 1.200 
● Segmento: Bebidas não alcoólicas 
● Principais produtos: Chás e infusões 
● Concorrentes diretos: Lipton, Tetley, Ahmad, PG Tips, Typhoo e Celestial Seasonings 
● Ícones: A tradicional loja em Londres 
● Slogan: Drink it all in. 
● Website: www.twinings.com.br 

A marca no mundo 
Líder mundial no mercado de chás de “especialidades”, há mais de 300 anos a marca vem influenciando hábitos de consumo em mais de 115 países onde distribui suas mais de 200 variedades de chás. A marca possui 14% de participação no mercado mundial de chás. Insuperável na arte secular de criar novos “blends”, seus chás são provenientes de plantações na Índia, Sri Lanka, China, Himalaia, Quênia, Indonésia e Brasil, entre outros, num total de 16 países e mais de 35 produtores. Dos mais de 3.5 bilhões de quilos de chá anualmente fornecidos, a TWININGS compra cerca de 15 milhões de quilos dos melhores produtos. Este diferencial se deve aos especialistas da marca, responsáveis por criar mais de 400 combinações diferentes e ajustá-las aos mercados em que a marca está presente. No Brasil a marca está presente há mais de 16 anos e, em 2012, a AB Brasil, a divisão brasileira da ABF - que já detém outras importantes marcas alimentícias no país (Fleischmann e Ovomaltine) - começou a distribuir a marca, reforçando a sua presença no segmento de bebidas quentes. 

Você sabia? 
A marca TWININGS é avalizada hoje pela Rainha Elisabeth II, que mantém assim o mesmo privilégio da Rainha Vitória, mais de 170 anos antes. 
Os especialistas da marca experimentam mais de três mil xícaras de chá por semana para garantir aos consumidores o mesmo sabor único em todos os produtos, além de oferecer uma qualidade extraordinária. 
Não se deve estranhar o hábito de adicionar leite ao chá. O costume remonta há exatos 350 anos, quando as primeiras levas do produto foram trazidas do oriente. Quem explica é Stephen Twining: “O leite frio começou a ser agregado por uma única razão: temia-se que a quentura do chá trincasse a delicada porcelana chinesa”


As fontes: as informações foram retiradas e compiladas do site oficial da empresa (em várias línguas), revistas (Fortune, Forbes, Newsweek, BusinessWeek e Time), sites especializados em Marketing e Branding (BrandChannel e Interbrand), Wikipedia (informações devidamente checadas) e sites financeiros (Google Finance, Yahoo Finance e Hoovers). 

Última atualização em 12/5/2015

6 comentários:

Daniel Campos disse...

eesa blog é sem palavras!
Simpelsmente fantástico!

Anônimo disse...

Poderia ser mais acessível no Brasil. Na Europa se vende em supermercados normais.

A última informação que tive da fábrica é que estavam de mudança para a Polônia, devido à redução de custos. Londres ficaria apenas com a direção.

Anônimo disse...

Mas esse chá também se vende em supermercados acessíveis aqui no Brasil, hoje mesmo comprei algumas caixinhas

Anônimo disse...

Verdade é bem acessível, moro no interior de Santa Catarina e encontro esse chá no "supermercado" perto de casa.

Marii disse...

Sempre trazendo boas informações.
Obrigada!

Anônimo disse...

Eu compro online na loja sensis.