29.7.10

DUDALINA


DUDALINA é sinônimo de camisaria perfeita. A empresa utiliza uma seleção exclusiva de matérias-primas diferenciadas que garantem a sofisticação de seus produtos para satisfazer os mais exigentes dos clientes. Estes ingredientes, somados ao design de origem italiana, afirmam a elegância clássica de quem veste suas camisas, ressaltando o bom gosto e o requinte do homem moderno e da mulher contemporânea. 

A história 
Tudo começou no dia 3 de março de 1957, na pequena cidade de Luís Alves, município próximo a Blumenau em Santa Catarina, com o casal Rodolfo Francisco de Souza Filho (mais conhecido pelo apelido de Duda) e Adelina Clara Hess de Souza. A história empreendedora começou a partir de um grande lote de tecidos de seda, que estava encalhado no estoque do pequeno armazém de secos e molhados do casal, e que Adelina resolveu transformar em camisas para vender aos seus clientes e assim se livrar do prejuízo. Pegou um pedaço de papel, desenhou um modelo de camisa e, dentro de um quarto de sua casa, começou a costurar os trajes, com a ajuda das irmãs Lídia e Gertrudes. Com as peças prontas, foi vendê-las aos engenheiros que trabalhavam em uma obra próxima à cidade. Como a mercadoria foi bem aceita, a venda de secos e molhados, que provinha o sustento à numerosa família, foi deixada de lado, e o casal iniciou uma pequena confecção depois de contratar duas costureiras e transformar o quarto da empregada em sala de costura, pelo menos durante o dia, quando as camas eram retiradas para dar lugar à confecção. A pequena confecção crescia e o quartinho da casa da família já não era suficiente para suportar a demanda. Para ter mais espaço, o casal alugou uma casa em frente ao sobrado onde moravam.


Em 1962, a empresa ganhou um novo nome: Indústria e Comércio Dudalina S.A. A marca DUDALINA, criada a partir dos apelidos de seus fundadores (Duda e Lina), foi sugerida pelo sobrinho Frederico de Souza, que sempre ajudou os tios na confecção. O espaço da confecção em Luís Alves não demorou muito para ficar pequeno, e a família se mudou para Blumenau no ano de 1969. As exportações de suas camisas começaram já na década de 1970. Na década de 1980 os negócios da empresa na região sudeste foram incrementados com a abertura de um escritório de vendas na capital paulista. Em 1984 com a inauguração da nova sede da empresa, no Bairro Fortaleza, em instalações muito mais amplas e modernas, os 16 filhos do casal começaram a administrar os negócios da família. Nos anos seguintes, além da marca principal que levava o nome da empresa, a DUDALINA criou, em 1987, a Individual, com camisas mais casuais para consumidor um pouco mais novo; e, em 1994, a BASE, mais esportiva e direcionada para os jovens.


Desde que assumiu o comando da empresa, em 2003, a empresária Sônia Hess, uma das filhas dos fundadores, começou a moldar uma nova face para a DUDALINA. Primeiro modernizou as fábricas após ouvir reclamações de que o ambiente de trabalho era apertado; depois ampliou as unidades, o que proporcionou maior conforto aos operários; e quando descobriu que muitos de seus funcionários iam trabalhar de bicicleta, a empresária comprou modelos novos para eles. Mas sua principal ousadia foi inovar no mix de produtos com a produção de calças, malhas e até peças em tricô. A partir deste momento a DUDALINA deixava de ser apenas uma fabricante de camisas.


A partir de 2006 a força da união das marcas DUDALINA (social), INDIVIDUAL (casual) e BASE (esportiva) e o vasta experiência no design, produção e comercialização de camisas, resultaram na criação, inicialmente em caráter experimental, da rede de lojas DUDALINA CONCEPT. Com projeto contemporâneo, requintado e elegante, além de uma linha completa de vestuário masculino e acessórios com base nas últimas tendências da moda, as primeiras unidades localizadas em Blumenau, atendiam às necessidades do homem atual, que se preocupa com a aparência, que tem liberdade de escolha e sabe o que quer. Em 2007, mais uma ampliação em sua linha de produtos: camisetas e polos em malha. E pouco depois, em 2009, o primeiro perfume masculino da marca e uma linha de sapatos.


Em junho de 2010, a empresa estreou no segmento de vestuário feminino com o lançamento de camisas sociais voltadas para executivas. A linha, batizada de DUDALINA FEMININA, rapidamente se tornou a queridinha das executivas brasileiras. Esse sucesso instantâneo teve ainda a ajuda de algumas celebridades, como as apresentadoras Fátima Bernardes e Ana Paula Padrão, que apareceram com as camisas da marca na televisão. A decisão de atender um nicho desamparado deu resultado. Em apenas três anos, a linha feminina passou a responder por 35% do faturamento da empresa, vendendo camisas sofisticadas e elegantes com abotoaduras em cristal Swarovski, de seda com bordado, de seda maquinetada com abotoaduras de pérolas e de renda com cetim de seda pura. A marca também lançou a linha DUDALINA JR., com camisas que vestem crianças de 6 a 12 anos.


Além disso, devido ao enorme sucesso e boa aceitação das lojas conceitos, a maior fabricante de camisas masculinas do Brasil, decidiu ingressar para valer no mercado de varejo. A decisão veio após a boa receptividade dos consumidores às seis lojas abertas pela empresa, localizadas em shopping centers e aeroportos. E o resultado desta expansão foi a inauguração de dezenas de lojas em várias cidades brasileiras nos anos seguintes. Mais recentemente a empresa iniciou seu processo de internacionalização. Primeiro, em outubro de 2012, a cidade italiana de Milão, considerada uma das capitais da indústria da moda, recebeu o primeiro showroom da DUDALINA fora do Brasil. Depois, em 2013, ocorreu a inauguração da primeira loja da marca no exterior, localizada na Cidade do Panamá, uma das regiões de maior concentração de turistas estrangeiros no mundo. E a intenção da empresa é inaugurar nos próximos anos novas unidades em países como Alemanha, Suíça, Áustria, Itália, Reino Unido, Rússia e Austrália. Além disso, a empresa lançou o primeiro perfume feminino da marca.


Outro destaque da empresa é a inovação e investimentos no marketing. Para o consumidor final, a influência da marca chega através da televisão. A flor de lis, ícone da DUDALINA, veste repórteres e apresentadores de diversos telejornais. Além disso, uma parceria com a Rede Globo permite o fornecimento de roupas que vestem, muitas vezes, um mesmo personagem durante toda a novela.


As marcas 
Mais do que um negócio do segmento têxtil, a empresa se destaca na distribuição de marcas fortes, criadas para atender a diferentes segmentos de mercado - homens e mulheres com necessidades e desejos distintos - oferecendo um amplo mix de produtos, fabricados com matéria-prima diferenciada. As quatro marcas da empresa são: 
DUDALINA 
É o real sinônimo de camisa perfeita. Todas as peças resultam de uma seleção exclusiva de matérias-primas diferenciadas, que garantem o conforto e a sofisticação notória. O design é de origem italiana, conquistando uma elegância clássica e quase aristocrata, que reflete o desejo e o prestígio dos homens que vestem a marca.


DUDALINA FEMININA 
Elegante! Essa é a tradução perfeita para a linha de camisas e roupas femininas. As camisas femininas, com seus colarinhos e punhos inconfundíveis, são sinônimos de elegância e sofisticação. São criadas para uma mulher de negócios que procura por modelos com caimento perfeito e sofisticado, que traduzam seu estilo e importância.


INDIVIDUAL 
Veste o homem contemporâneo e único. É uma marca que traduz modernidade com elegância. O homem que veste Individual possui identificação total com a marca, pois sabe muito bem o quer e precisa. Ele está sempre pronto para ser notado tanto nos negócios quanto na vida pessoal.


BASE 
É uma marca destinada aos momentos de lazer, trazendo em sua essência a qualidade de suas coleções. Através de tecidos desenvolvidos com as mais modernas novidades tecnológicas que as tecelagens podem oferecer, as peças traduzem um universo totalmente orientado pelo design, representando um verdadeiro elo entre o conforto, a informação e a originalidade.


A identidade visual 
O primeiro logotipo da DUDALINA tinha como símbolo tinha o desenho de uma âncora, um sinal de segurança e solidez.


Atualmente a DUDALINA utiliza dois logotipos distintos. Isto porque a empresa e sua principal marca carregam o mesmo nome. A identidade corporativa tem um símbolo de uma camisa. Já a marca tem um logotipo mais sofisticado com um ícone, uma flor de lis, que é bordada em todas as camisas.


Os slogans 
Amor à camisa e às pessoas. (corporativo) 
Amor à camisa. (corporativo) 
Camisas que emocionam pelo requinte e pela perfeição. (Dudalina masculina) 
Camisas para mulheres que decidem. (Dudalina feminina)


Dados corporativos 
● Origem: Brasil 
● Fundação: 3 de maio de 1957 
● Fundador: Adelina Hess de Souza e Rodolfo Francisco de Souza Filho 
● Sede mundial: Blumenau, Santa Catarina, Brasil 
● Proprietário da marca: Dudalina S.A. 
● Capital aberto: Não 
● Presidente: Sônia Hess 
● Faturamento: R$ 515 milhões (estimado) 
● Lucro: Não divulgado 
● Fábricas: 6 
● Lojas: 95 
● Presença global: 50 países 
● Presença no Brasil: Sim 
● Funcionários: 2.330 
● Segmento: Vestuário 
● Principais produtos: Camisas, calças e malhas 
● Concorrentes diretos: Richards, Brooksfield, Vila Romana, Crawford, VR e Aramis 
● Slogan: Amor à camisa e às pessoas. 
● Website: www.dudalina.com.br 

A marca no mundo 
Hoje em dia a empresa, uma das principais exportadoras de camisas sociais da América Latina, produz mais de 4.5 milhões de peças de roupas por ano e está presente em 3.500 pontos de venda no Brasil com suas quatro marcas, além de possuir 95 lojas, entre próprias e franquias, e duas unidades no exterior. Hoje, 65% da produção da DUDALINA não é camisaria: fabrica também calças, malhas, blusas, saias, regatas, peças em tricô, entre outros itens. Seus produtos chegam a 50 países, especialmente Paraguai, Venezuela e Argentina, fazendo da empresa a responsável por 70% das exportações de camisas do Brasil. A empresa tem seis fábricas (localizadas em Blumenau, Luis Alves e Presidente Getúlio, em Santa Catarina, e Terra Boa, no Paraná) e fatura mais de R$ 500 milhões por ano. A empresa também é responsável por parte da produção de grifes como Brooksfield, Via Veneto e Zara. 

Você sabia? 
Dos mais de 2.300 funcionários da empresa, 77% são do sexo feminino. 
Os 16 filhos dos fundadores são acionistas da empresa. No entanto, apenas dois irmãos trabalham na DUDALINA: Sônia, como presidente, e Rui Hess de Souza, diretor de varejo. 
No final de 2013, o sucesso dessa história de empreendedorismo levou o Warburg Pincus e o Advent International — dois fundos americanos — a desembolsar R$ 650 milhões por 72,2% do capital da empresa. 


As fontes: as informações foram retiradas e compiladas do site oficial da empresa (em várias línguas), revistas (Isto é Dinheiro, Época Negócios e Exame), jornais (Meio Mensagem, Valor Econômico e O Estado de São Paulo), sites especializados em Marketing e Branding (Mundo Marketing) e Wikipedia (informações devidamente checadas). 

Última atualização em 13/2/2014

4 comentários:

maria ivone queiroz mendes disse...

otimo...., vi em revista e fiquei apaixonada pelas camisas femenina, parabens ...

Anônimo disse...

Perfeitas as camisas, com cada estampa . Parabéns,adorei!

Georges disse...

Os produtos são tão bons que eu pensava que a marca era estrangeira...

Lu Altero disse...

Amo suas modelagens perfeitas e tecidos diferenciados. Sou modelista e sou apaixonada por esse designer moderno e ótimo caimento.