22.7.10

GARNIER


Cabelos fortes e brilhantes. Pele hidratada e perfeita. A marca GARNIER há mais de um século se inspira na natureza e emprega alta tecnologia para extrair os ativos naturais que são utilizados como matérias-prima de seus avançados produtos. Tudo para deixar cabelos e peles de milhões de pessoas no mundo com uma aparência saudável e um visual impecável. 

A história 
A história começou na pequena cidade de Blois, região central da França, quando Alfred Amour Garnier, um jovem químico francês, criou no ano de 1904 o primeiro produto da marca, um tônico capilar que utilizava ingredientes naturais (extratos de plantas), lançado em uma época em onde as pessoas ainda utilizavam sabonetes para lavar os cabelos. O sucesso do novo produto foi praticamente instantâneo, e rapidamente outros produtos capilares com ingredientes naturais foram desenvolvidos e lançados no mercado. Mas, foi somente na década de 1920, que surgiu o Laboratories Garnier, cuja missão era desenvolver e produzir em larga escala produtos para tratamento capilar feitos com ingredientes naturais e orgânicos.


Nos anos de 1930 a GARNIER lançou no mercado xampus e condicionadores que eram anunciados em revistas femininas e rapidamente se tornaram extremamente populares, principalmente por seus excelentes resultados. A marca iniciou a expansão de sua linha de produtos já em 1936 quando foi a primeira a produzir uma linha de produtos para proteção solar da pele. Isto permitiu expandir a linha de cuidados da pele com o lançamento de produtos feitos com ingredientes naturais e extratos de frutas. Nas décadas seguintes a marca iniciou sua expansão internacional, e através de cupons, veiculados em diversas revistas e jornais, se tornou popular e assistiu a um grande aumento em suas vendas e na conquista de novos consumidores.


Na década de 1960, GARNIER foi a primeira marca a introduzir no mercado uma completa linha de tinturas para cabelo desenvolvida para utilização doméstica, batizada de Belle Color. O sucesso dos produtos GARNIER, especialmente no continente europeu e nos Estados Unidos, chamou a atenção da empresa francesa L’Oréal, que comprou o laboratório em 1965. Até então, a GARNIER possuía uma linha de produtos direcionada a tratamentos capilares e cuidados com a pele. Foi somente a partir da década de 1990 que a L’Oréal resolveu investir milhões de dólares para tornar a marca GARNIER popular em novos mercados ao redor do mundo.


O primeiro passo foi o lançamento, em 1996, da GARNIER FRUCTIS, uma completa linha de tratamento capilar composta por xampus (para cabelos cacheados, normais, anti-caspas, oleosos, alisados e ondulados), condicionadores, cremes, gel modelador e sprays fixadores, que utilizava ingredientes naturais, especialmente frutas, proporcionando duas vezes mais força e três vezes mais brilho para todos os tipos de cabelo. Atualmente o destaque de FRUCTIS é linha APAGA DANOS, indicada para cabelos com danos acumulados e quebradiços, prometendo reparar dois anos de danos acumulados em cinco usos, e composta por cinco produtos (xampu, condicionador, creme para pentear sem enxágüe, creme de tratamento e ampola de tratamento) que contém Keraphyll e Óleo de Amla em sua fórmula, que proporcionam reconstrução profunda.


Pouco depois, em 1998, a marca lançou no mercado uma completa linha de produtos para coloração dos cabelos, inicialmente chamada Natea, que apesar do enorme sucesso na Europa, teve seu nome alterado para GARNIER NUTRISSE devido ao fracasso no mercado americano. Um dos destaques atuais dessa linha é a primeira máscara de coloração nutritiva com uma “gota” de concentrado de óleo nutritivo de frutas e ingredientes que penetram e protegem a fibra capilar ao mesmo tempo em que dão uma cor luminosa e duradoura.


Nos anos seguintes a GARNIER foi lançada em vários países ao redor do mundo, ganhando destaque dentre as dezenas de marcas dentro do grupo L’Oréal. Em 2005, depois de pesados investimentos em pesquisa e desenvolvimento, a marca lançou no mercado a GARNIER NUTRITIONIST, uma avançada e completa linha de produtos para o tratamento da pele (mãos, pés e face), incluindo cremes anti-ruga, tonificantes, anti-celulite e estrias, demaquilantes e cremes firmadores.


Outra grande novidade da marca, introduzida primeiramente nos países da América Latina em 2008, foi o desodorante antitranspirante Garnier Bí-O, enriquecido com acti-cuteíne, que controla a transpiração sem prejudicar a pele, deixando-a duas vezes mais protegida porque tem eficácia por até 48 horas. Outro sucesso recente da marca é a linha GARNIER BB CREAM, cremes que prometem hidratação 24 horas, uniformização da pele, correção de rugas e imperfeições, regeneração e proteção UVA/UVB, tudo em um único produto. Em 2012, mais uma revolução com o lançamento de GARNIER OLIA, primeira linha de tintura permanente para cabelo ativada por óleos naturais de flores e livre de amônia, que promete fixar melhor a tinta sem deixar os cabelos secos.


Hoje em dia, a GARNIER se inspira na natureza e usa alta tecnologia para extrair os ativos naturais que são usados como matéria-prima para seus produtos. Extraí ou reproduz estes ingredientes, e cuidadosamente os preserva em sua forma mais intensa para combiná-los em fórmulas de alta performance. Suas avançadas tecnologias permitem produzir linhas de produtos de beleza completas e efetivas. Todos os produtos da marca, antes de serem introduzidos no mercado, são desenvolvidos nos avançados laboratórios de pesquisas da L’Oréal, onde são realizados testes clínicos e com consumidores.


A evolução visual 
A identidade visual da marca passou por algumas remodelações ao longo dos anos. Em 2002 a marca apresentou uma nova identidade visual, que continha três pequenas bolas coloridas no lado esquerdo, que representavam moléculas estilizadas de plantas, flores e grãos, ingredientes utilizados na formulação de seus produtos. No ano de 2009, a GARNIER alterou sua identidade visual com o lançamento de um novo logotipo, que passava um conceito mais alinhado com as raízes da marca: natureza aliada com tecnologia (representada por um círculo verde com ranhuras de uma folha).


Esse logotipo passou por duas alterações desde então, principalmente na expansão das letras e na textura do círculo localizado a esquerda.


Os slogans 
Take care. (2006) 
Natural technology for healthy beauty. 
Cuídate. (espanhol) 
Cuide-se. (Brasil)


Dados corporativos 
● Origem: França 
● Lançamento: 1904 
● Criador: Alfred Amour Garnier 
● Sede mundial: Clichy, França 
● Proprietário da marca: L’Oréal S.A. 
● Capital aberto: Não 
● CEO: Jean-Paul Agon 
● Faturamento: Não divulgado 
● Lucro: Não divulgado 
● Presença global: 65 países 
● Presença no Brasil: Sim 
● Segmento: Cuidados pessoais 
● Principais produtos: Xampus, condicionadores, tinturas, cremes corporais e desodorantes 
● Concorrentes diretos: Wella, Nivea, Olay, Pantene, Neutrogena, John Frieda e Revlon 
● Ícones: A linha Garnier Fructis 
● Slogan: Take care. 
● Website: www.garnier.com.br 

A marca no mundo 
Atualmente a GARNIER, segunda marca mais importante da empresa francesa L’Oréal e com vasta presença no continente europeu e na Ásia, comercializa em mais de 65 países ao redor do mundo sua completa linha de produtos, que engloba mais de 200 produtos que vão desde o tratamento da pele ao tratamento capilar, proteção solar, coloração e desodorante. Em 2014, a GARNIER foi considerada a sexta marca de beleza mais valiosa do mundo, com um valor de US$ 4.8 bilhões. 

Você sabia? 
A marca chegou oficialmente ao Brasil há mais de uma década e está presente nos segmentos de coloração, tratamento capilar e desodorante. No país, além da qualidade dos produtos, a marca sempre apostou na proximidade com os consumidores para antecipar suas necessidades. As fórmulas dos produtos e a comunicação com o público são sempre adaptadas à realidade brasileira, garantindo uma identificação cada vez maior dos consumidores com os valores da marca. 
A marca não utiliza nenhuma matéria-prima de origem animal; os ingredientes naturais vêm de colheitas sustentáveis; utiliza até 80% de material reciclado nos cartuchos; 15% das tampas e frascos dos produtos não utilizam PVC; e suas fábricas estão acima das exigências de controle dos efluentes. 


As fontes: as informações foram retiradas e compiladas do site oficial da empresa (em várias línguas), revistas (BusinessWeek, Isto é Dinheiro, Época Negócios e Exame), jornais (Valor Econômico e Meio Mensagem), sites especializados em Marketing e Branding (BrandChannel e Mundo do Marketing) e Wikipedia (informações devidamente checadas). 

Última atualização em 9/4/2015

Um comentário:

Meizitah disse...

Oie, Adorei sua matéria ! Muitissimo obrigada mesmo, pois estou fazendo um trabalho sobre este produto, deus te abençoe muito! salvo minha vida :d