11.8.10

CROWN ROYAL

Seus uísques possuem uma qualidade excepcional, marcados por sabores nobres e inesquecíveis. São extremamente populares em muitos países como os Estados Unidos e a França. São reconhecidos por uma garrafa com design clássico envolta em um tradicional saquinho de veludo com ares reais. Não, não é nenhum uísque escocês de renome, mas o CROWN ROYAL, um uísque canadense que conquistou o mundo.
-
A história
Tudo começou no início dos anos 30 quando Samuel Bronfman, presidente e fundador da tradicional Seagram's Company Ltd., empresa canadense que atuava na fabricação e venda de bebidas alcoólicas, resolveu criar um uísque especial para celebrar a visita histórica do Rei George VI e da Rainha Elizabeth, que viriam ao país para participar do Royal Tour of Canada. Depois de criar mais de 600 amostras de blends, ele chegou a um uísque perfeito para homenagear a grande ocasião e que fosse digno da realeza: era leve, envelhecido por 10 anos e com notas de baunilha, caramelo, nozes e frutos secos, que proporcionavam um equilíbrio extremamente agradável. Como achou que seu novo uísque era digno da realiza o batizou de CROWN ROYAL (em português, “Coroa Real”). Em 1939, a destilaria produziu a primeira garrafa do CROWN ROYAL. E o senhor Bronfman conseguiu permissão para colocar apenas uma caixa de sua nova criação no trem que levaria a realeza por uma viagem através do país.
-
-
O novo uísque de qualidade superior foi embalado dentro de uma magnífica garrafa em formato de coroa, protegida por um saco de veludo roxo, que se tornaria o principal ícone da marca canadense. Tal como o seu próprio nome transparecia, este uísque superior de qualidade excepcional era digno de reis e rainhas, e não demorou muito para conquistar inúmeros apreciadores no Canadá. Em 1964, o uísque que era comercializado somente em território canadense, começou a ser exportados para alguns outros países, especialmente o vizinho Estados Unidos, onde rapidamente se tornou líder em seu segmento.
-
-
Até 1992, o uísque era produzido em uma destilaria localizada em Waterloo, Ontário. Mas com a construção de uma nova destilaria, localizada nas margens do Lago Winnipeg, em Gimli, região de Manitoba, passou a ser exclusivamente produzido naquele local, de onde saem todos os uísques CROWN ROYAL hoje em dia. Foi neste mesmo ano que a destilaria lançou no mercado o Crown Royal Special Reserve (atualmente comercializado somente como CROWN ROYAL RESERVE), um uísque feito de blends mais novos e envelhecido por um período mais longo que o tradicional. No ano de 2000, com a compra de parte da Seagram pela britânica Diageo, a marca CROWN ROYAL passou a fazer parte do portfólio de produtos de uma empresa gigante no setor, e nos anos seguintes foi lançado em muitos outros países ao redor do mundo ganhando projeção internacional.
-
-
Em 2006 a marca lançou no mercado o Crown Royal XR (extra rare), um uísque em edição limitada (saco de veludo vermelho) feito com os últimos blends da destilaria de Waterloo, que foi fechada no início dos anos 90 e destruída por um incêndio em 1993. Recentemente, em 2007, a CROWN ROYAL engarrafou o uísque mais caro da empresa para comemorar a visita da Rainha Isabel II à tradicional prova de turfe Kentucky Derby. Apenas algumas poucas garrafas foram colocadas à venda ao preço de 8 mil Euros.
-
-
Foi também neste mesmo ano que a marca introduziu no mercado mais uma variação de seu uísque: Crown Royal Cask No.16, um uísque de alta qualidade feito com uma mistura de cinco blends, envelhecido por doze anos em barris de cognac originários das florestas francesas de Limousin, o que lhe confere um sabor mais frutado. A última novidade da marca é o Crown Royal Black (saco de veludo preto), um uísque escuro e mais robusto que o tradicional.
-
-
A sociedade da coroa
Extremamente reconhecida por sua eficiente estratégia de marketing, a marca criou a The Society of the Crown, um clube de associados que nutrem uma paixão em comum: apreciar os excepcionais uísques da CROWN ROYAL celebrando momentos únicos na vida. Cada membro deste clube possui inúmeros privilégios como: degustações de uísques, acesso a eventos e festas, edições limitadas de materiais e merchandising, além de ofertas especiais oferecidas exclusivamente pela CROWN ROYAL. Todos esses privilégios aos associados estão completamente alinhados com o slogan do clube “For Every King, a Crown” (“Para cada Rei, uma Coroa”).
-
-
Os slogans
It is good to be king.
Have you ever seen a grown man cry?

-
-
Dados corporativos
● Origem:
Canadá
● Lançamento: 1939
● Criador:
Samuel Bronfman
● Sede mundial:
Manitoba, Canadá
● Proprietário da marca:
Diageo Plc
● Capital aberto: Não
● Chairman: Franz Humer
● CEO: Paul Walsh
● Faturamento: US$ 650 milhões (estimado)
● Lucro: Não divulgado
● Presença global: 50 países
● Presença no Brasil: Sim
● Maiores mercados:
Estados Unidos, Canadá e França
● Segmento: Bebidas alcoólicas
● Principais produtos: Uísques
● Ícones: O saco de veludo roxo que envolve a garrafa
● Slogan:
Have you ever seen a grown man cry?
● Website:
www.crownroyal.com
-
A marca no mundo
Atualmente a CROWN ROYAL comercializa seus preciosos e reputados uísques em mais de 50 países ao redor do mundo, tendo como maiores mercados os Estados Unidos (onde a marca é líder em seu segmento), Canadá, França, Japão e Coréia do Sul. A CROWN ROYAL é a sexta maior marca de bebidas alcoólicas destiladas dos Estados Unidos em volume de vendas.
-
Você sabia?
O master blend da CROWN ROYAL, Andrew Mackay, é o responsável por garantir a qualidade superior dos uísques da marca, que passam por até 61 checagens antes de serem engarrafados. Os uísques produzidos pela destilaria são acondicionados em dois milhões de barris e colocados para descansar em 46 warehouses (como são chamados os depósitos onde os uísques envelhecem), distribuídos por cinco acres de terra.
-
-

As fontes: as informações foram retiradas e compiladas do site oficial da empresa (em várias línguas), revistas (Fortune, Forbes, Newsweek, BusinessWeek e Time), sites especializados em Marketing e Branding (BrandChannel e Interbrand), Wikipedia (informações devidamente checadas) e sites financeiros (Google Finance, Yahoo Finance e Hoovers).
-
Última atualização em 11/8/2010

Um comentário:

Monique Barbiere disse...

Bom dia gostaria de saber se ainda e feito o saco de veludo do UISQUE no Brasil?