18.4.12

VANS


Criada na agitada Califórnia em plenos anos de 1960, a VANS está envolvida com a cultura ligada ao skate e com a evolução do esporte, sem perder a originalidade. Dos clássicos aos modernos, a marca californiana possui uma enorme variedade de modelos de tênis, roupas a acessórios, todos dedicados às antigas e novas gerações de skatistas e da cultura de rua, além de ser uma das preferidas de moderninhos, descolados e celebridades. 

A história
Tudo começou exatamente no dia 16 de março de 1966 na cidade californiana de Anaheim quando Paul Van Doren, com a ajuda de outros sócios, entre os quais seu irmão James Van Doren, Gordon C. Lee e Serge D’Elia, inaugurou uma modesta loja para a venda de calçados esportivos para quem praticava skate. Inicialmente os irmãos ofereciam três modelos, que custavam entre US$ 2.49 e US$ 4.99 e tinham apenas uma amostra do tênis, todo em lona, sem forro, com solado vulcanizado, extremamente leve e maleável, cuja produção era feita em um local adjacente à loja. No primeiro dia de funcionamento a nova empresa, batizada de VAN DOREN RUBBER COMPANY, vendeu 12 pares de um tênis (foram fabricados durante a tarde e entregues na manhã seguinte) cujo nome era Deck Shoes, hoje em dia conhecido como VANS AUTHENTIC. Inicialmente era oferecido nas cores branco, azul-claro, azul-marinho e verde. Uma curiosidade: como eles não tinham troco no caixa, acabaram vendendo os 12 tênis sem receber nada – mas quase todos voltaram e pagaram exatamente o que era devido. Exceto uma pessoa, que retornou 3 semanas depois e disse “Me desculpa. Minha filha mora em Anaheim e eu em Long Beach. Só venho aqui a cada 3 semanas”.


Na época a empresa era a única que produzia seus produtos e os vendia diretamente a um público alvo específico. Em pouco tempo a marca saltou dos tênis comuns para modelos de competição e um de seus fundadores tornou-se um corredor de maratonas para poder testar a resistência dos protótipos. No início da década de 1970 a marca se popularizou e cresceu, o que culminou com encomendas de modelos de tênis feitos especialmente para o Departamento de Defesa Norte Americano e para a Força Aérea dos Estados Unidos. Não demorou muito para os skatistas, público alvo da marca, aderirem em peso ao solado vulcanizado, que ajudava na aderência para efetuar manobras. O mesmo público que consumia os tênis foi responsável pelo apelido que se tornaria o nome oficial da empresa: VANS. Nessa época a maioria dos skatistas do sul da Califórnia já era visto calçando um tênis VANS nos pés. Em 1976, a marca inovou ao lançar o modelo Vans #95, hoje conhecido como VANS ERA, um tênis cujo design foi feito pelos skatistas Tony Alva e Stacy Peralta. Este modelo viria a se tornar um dos mais populares da marca entre os skatistas, principalmente devido ao acolchoamento, ao seu design diferenciado e as suas combinações de cores diferentes das vistas até então no mercado, além da sola antiderrapante oferecer uma melhor aderência.


Pouco depois, em 1977, surgiria outro ícone da marca californiana: Vans #36, conhecido atualmente como OLD SKOOL e primeiro tênis a contar com a tradicional listra lateral (chamada “Sidestripe”). O Old Skool também foi o primeiro tênis da marca que utilizou couro em sua construção. O cano alto deste modelo, conhecido como sk8-hi, seria lançado no ano seguinte. Ainda em 1977, a VANS introduziu um novo modelo no mercado, chamado Vans #44, também conhecido como SLIP-ON, e com a ajuda de ciclistas de BMX, esse calçado se tornou uma febre no sul da Califórnia, fazendo com que a empresa vendesse seus produtos nacionalmente e internacionalmente, incluindo a inauguração de 70 novas lojas pelo estado da Califórnia. Na década de 1980, os tênis da marca se tornaram um símbolo da geração Punk Rock e Hard Rock, passando a fazer parte do vestuário de várias bandas famosas da época, impulsionando assim a VANS ao sucesso. A marca também ganhou enorme popularidade em 1982, quando o ator Sean Penn utilizou um SLIP-ON, o tradicional tênis quadriculado da marca, no filme “Fast Times at Ridgemont High” (em português “Picardias Estudantis”).


Apesar disto, a empresa começou a enfrentar um grande problema. O skate, seu principal mercado, passava por uma crise e, consequentemente, os investidores do esporte passaram a sofrer com isto. Pensando mais uma vez em inovar, a empresa resolveu apostar na diversificação de sua linha de produto fabricando tênis para beisebol, basquete, luta livre e futebol americano, tentando competir com as grandes marcas esportivas. E isso quase levou à empresa a falência. Superada a fase difícil a demanda pelos calçados da empresa continuava crescendo, sendo que, em 1987, mais de dois milhões de pares foram vendidos. As vendas internacionais, particularmente no México e na Europa, cresciam a um ritmo de 10%. Em 1988 a VANS foi vendida para o fundo de investimento McCown De Leeuw & Co. E a primeira ação dos novos proprietários foi investir em outros produtos como bolsas e mochilas, além do lançamento do Vans Steve Caballero, também conhecido como Full Cab, apresentado como o primeiro tênis de skate assinado por um skatista. A marca também criou a linha Mountain Edition, com materiais resistentes às gélidas condições de tempo do hemisfério norte. Além disso, o tênis, tradicional “carro-chefe” da marca, disponível em mais de 200 modelos diferentes, teve sua produção ampliada ainda mais. A essa altura, a empresa já tinha filiais espalhadas pelo mundo todo e o sucesso já era notável. Em 1993 a marca ampliou ainda mais seu portfólio de produtos com o lançamento das botas para snowboarding. Além disso, os modelos Slip On, Old Skool e SK8 foram reeditados em várias cores e estampas personalizadas por artistas, inspirando a moda retrô e tornando-se peça comum no guarda-roupa fashion de modelos e celebridades.


O rápido crescimento da marca nos anos seguintes se deveu também a diversificação de sua linha de calçados, desenvolvidos para outros esportes ao ar livre, além da ampliação da linha de tênis assinadas por skatistas consagrados, como Geoff Rowley e Cory Nastazio, e uma linha de calçados femininos que mudavam de cor quando expostos a luz ultravioleta. Em 2003, foi lançada a coleção Vault by Vans, oferecendo uma mistura entre os clássicos eternos da marca com materiais e designs do universo high-fashion. Foi então que, em 2004, a VF Corporation, fabricante da marca de calças jeans Lee, demonstrou interesse em adquirir a marca. E por nada menos que US$ 396 milhões comprou a VANS, tendo ainda como um dos principais colaboradores e investidores Steve Van Doren. Ainda neste ano a marca inovou ao disponibilizar em seu site o VANS CUSTOMS, serviço no qual os consumidores poderiam customizar seus próprios tênis, em centenas de combinações de cores e padrões. Pouco depois, em 2006, já reconhecida como a líder no segmento footwear para action sports (esportes de ação), a VANS lançou uma ampla coleção de vestuário para homens e mulheres. O skatista Anthony Van Engelen foi o primeiro atleta a ser patrocinado pela divisão Vans Apparel. Pouco depois, em 2008, a marca a VANS levou sua marca e cultura para a China com a inauguração da primeira loja em Xangai.


Nos anos seguintes, a expansão global foi acelerada com distribuição na Índia e inauguração de lojas no Canadá e no México. Em 2012, apresentou a nova tecnologia de absorção de impacto UltraCush Lite, construída com uma mistura de diversos tipos de espuma, em variações de densidade, desenvolvidas para garantir a mais intensa absorção com menor peso. Além disso, lançou a tecnologia WAFFLECUP™, que combina o melhor dos dois mundos de sola, com o apoio e durabilidade da sola-caixa com o controle e boardfeel da tradicional sola vulcanizada da marca. Em 2013, comemorando os 20 anos de neve, a VANS lançou a coleção de vestuário Mountain Edition Apparel, com peças que vão do streetwear tradicional até produtos técnicos desenvolvidos para o uso na neve. No ano seguinte, a VANS lançou uma coleção de tênis com as artes originais da primeira trilogia de Star Wars, que se tornou um verdadeiro sucesso de vendas.


A marca abraça e promove o estilo de vida dos esportes de ação e a cultura jovem por meio do apoio de atletas em todo o mundo. Por isso, hoje em dia a VANS patrocina não somente o skate, mas também o surfe e o snowboarding, além de estampar sua marca em grandes eventos de música e entretenimento, como por exemplo, em 2010 quando inaugurou um espaço para eventos no Brooklyn, em Nova York, batizado de House of Vans, com show do Public Enemy; ou em 2014, com a abertura oficial da House of Vans London, um espaço com 3.000 m² de arte, música e skate sob o mesmo teto, dentro de uma estação de trem desativada em Waterloo. Hoje ainda existe mais uma House of Vans na cidade de Chicago. A marca patrocina ou realiza grandes eventos que combinam esportes de ação, arte, música e cultura de rua, incluindo o Vans Triple Crown of Surfing (campeonato de surfe conhecido como a Tríplice Coroa Havaiana), o Vans Downtown Showdown (evento que reúne o melhor do skate, da arte, da música e da cultura de rua), a Vans Pool Party (campeonato de skate) e o Vans Warped Tour (maior festival de esportes radicais e música dos Estados Unidos, que até hoje bomba nos verões americanos, e cujo direito de controle foi adquirido pela marca em 2001). Mais de 50 anos depois, o espírito Van Doren vive dentro de uma das maiores marcas da cultura jovem no mundo.


Um complexo radical 
O complexo da VANS situado na cidade californiana de Orange County é simplesmente um delírio para quem gosta de skate. Além de oferecer a completa linha de produtos da marca, a espaço possui uma enorme pista de madeira de 4.300 m² com os mais variados obstáculos e uma área específica para iniciantes do skate. O material de proteção pode ser adquirido na loja ou alugado no local. O complexo inaugurado em 1998 é conhecido como VANS SKATEPARK. Além disso, em março de 2014, a marca inaugurou uma pista com mais de 5.000 m² em Huntington Beach, no estado da Califórnia. Aproximadamente 1.000 pessoas presenciaram a inauguração com apresentações de skatistas de elite.


Entenda o famoso slogan 
Um dos slogans mais conhecidos da cultura do skate é o “Off The Wall“, da VANS. Mas você sabe o que ele significa? “Off The Wall” é um termo cunhado quando skatistas em 1976 começaram a acertar manobras em piscinas vazias, literalmente andando de skate “fora da parede”. Naquele período, o skatista era um renegado da sociedade que se expressava através do esporte e do estilo de vida. Por mais de 50 anos, “Off The Wall” é um sinônimo do espírito rebelde original e da expressão criativa. É a alma da VANS. A verdadeira identidade da marca.


A evolução visual 
A identidade visual da marca passou por modificações ao longo dos anos. Inicialmente grafada VAN’S, perdeu o apóstrofe e depois ganhou um logotipo radical em 1976 com o slogan “Vans Off The Wall”.


Depois de adotar uma tipografia de letra mais larga e forte, recentemente o logotipo adotou a cor vermelha e voltou a utilizar a frase “Off The Wall”.


Os slogans 
The original since 1966. 
Vans Off The Wall. (1976) 
Tell A Friend About Vans. (1966)


Dados corporativos 
● Origem: Estados Unidos 
● Fundação: 16 de março de 1966 
● Fundador: Paul e James Van Doren 
● Sede mundial: Costa Mesa, Califórnia, Estados Unidos 
● Proprietário da marca: Vans Inc. 
● Capital aberto: Não (subsidiária da VF Corporation) 
● CEO: Scott Baxter 
● Faturamento: US$ 1 bilhão (estimado) 
● Lucro: Não divulgado 
● Lojas: 585 
● Presença global: 90 países 
● Presença no Brasil: Sim 
● Funcionários: 1.880 
● Segmento: Esportivo 
● Principais produtos: Calçados, roupas e acessórios 
● Concorrentes diretos: Converse, Eckō Unltd., Red Nose, AirWalk, Element, Etnies e Dc Shoes 
● Ícones: O solado vulcanizado dos tênis 
● Slogan: The original since 1966. 
● Website: www.vans.com.br 

A marca no mundo 
Atualmente a VANS comercializa sua gama de produtos, que além dos tradicionais tênis, inclui roupas (bermudas, camisetas, jaquetas, calças jeans, moletons) e acessórios (bonés, mochilas, malas, gorros, carteiras, cintos, meias) no estilo streetwear, através de 585 lojas próprias, revendedores autorizados e lojas multimarcas em mais de 90 países ao redor do mundo. A marca fatura anualmente mais de US$ 1 bilhão. A VANS pertence à VF Corporation, proprietária de marcas famosas como Lee, Kipling, Reef, The North Face, Wrangler e Timberland

Você sabia? 
A marca foi pioneira na criação de tênis com solado vulcanizado próprio para prática de esportes de ação como o skate. 
Na década de 1960 o nome “House of Vans” foi utilizado pela primeira vez, nas vitrines da loja de Anaheim, estado da Califórnia. 
Chris Brown, Kanye West, Zac Efron, Dougie Poynter, Kristen Stewart, Pete Wentz, Natalie Portman, Taylor Swift, Justin Bieber, Aaron Smith são alguns dos artistas que já foram registrados usando o tênis Vans Authentic no dia a dia. 


As fontes: as informações foram retiradas e compiladas do site oficial da empresa (em várias línguas), revistas (Fortune, Forbes, BusinessWeek, Isto é Dinheiro e Exame), blogs (Tribo Skate), sites especializados em Marketing e Branding (BrandChannel e Interbrand), Wikipedia (informações devidamente checadas) e sites financeiros (Google Finance, Yahoo Finance e Hoovers). 

Última atualização em 4/4/2018

2 comentários:

Alakatinga disse...

muito bom ... aqui em recife eu compro numa loja de importados... muito boa a materia parabens to no face : verner alakatinga

Joel Ribeiro junior disse...

Pra nós skatistas, vans não é uma modinha para descolados....É uma segunda pele....muito bacana a matéria. ..