14.6.12

QUEENSBERRY

 

Inspiradas nas tradicionais receitas europeias, as deliciosas geleias QUEENSBERRY, que apesar do nome pomposo é genuinamente brasileira, contém elevado percentual de frutas e utilizam somente ingredientes de primeira qualidade, tudo para oferecer ao consumidor produtos saborosos com padrão internacional, que se tornam companhias ideais para pães, torradas, queijos e até sorvetes.

A história
Tudo começou em 1986 quando o médico Luiz Camara Lopes, um apaixonado por geleias finas, resolveu fundar uma pequena empresa em Barueri, São Paulo, cuja intenção era de levar às mesas brasileiras deliciosas geleias inspiradas nas tradicionais receitas europeias, além de oferecer ao mercado externo a sua variedade de frutas tropicais. Para dar vida a sua marca de geleias ele buscou referências no modelo europeu de produção e realizou estudo de campo em uma fábrica localizada na pequena cidade de Kivik, na Suécia. Lá, ele também teve a oportunidade de vivenciar a experiência da chamada Kiviks Marknad (Mercado de Kivik), um festival de frutas silvestres com muita música e dança que reúne toda a comunidade em torno da produção de geleias. Esta experiência inspirou a criação do nome da empresa, KIVIKS MARKNAD. As geleias foram lançadas no mercado com a marca QUEENSBERRY, sem qualquer componente químico em sua composição, e feitas artesanalmente por aproximadamente 50 funcionários. Desde o início a marca tem sido orientada pela excelência no modo de produção de suas geleias e sofisticação na apresentação dos produtos.


 


Em 1991, a empresa, que ainda produzia geleias em pequena escala, foi adquirida pelo empresário Eduardo Moraes, depois de uma bem-sucedida trajetória a frente da marca Adocyl. O novo modelo de gestão adotado permitiu que ao longo da década de 90 a empresa experimentasse um amplo processo de modernização. Foram feitos investimentos em máquinas, equipamentos, uma nova sede e qualificação de mão de obra, com o objetivo de aumentar o potencial produtivo e a qualidade e segurança do processo de fabricação dos produtos QUEENSBERRY. Além disso, até um novo sócio entrou no negócio: o holandês Gerto de Rooij. Com essa melhora na infraestrutura foi possível aumentar a produção de 8 mil potes, no começo desta década, para mais de 60 mil ao longo dos próximos anos.




Nos anos seguintes a distribuição das geleias QUEENSBERRY experimenta melhora significativa e a presença da marca é garantida em todas as capitais e principais cidades brasileiras. Com o incremento da capacidade produtiva e do volume de distribuição, no período de 2002 a 2005, a empresa apostou na ampliação dos sabores das linhas já existentes. Inspirada nas tradicionais receitas europeias, a linha CLASSIC - carro-chefe da marca – saltou de oito para 14 sabores, incluindo os chamados Double Fruits (cupuaçu e manga; jabuticaba e amora; maracujá e damasco). Já a linha DIET, inicialmente produzida em cinco sabores, foi ampliada para 11. O próximo passo foi dar continuidade ao projeto de inovação e diversificação das linhas de geleias de frutas Premium – com o objetivo de manter a liderança de vendas no varejo nacional neste segmento e projetar novos produtos de nicho que agregam valor à marca. Com isso surgiram novos produtos, como geleias agridoces, molhos agridoces, geleias adoçadas com suco de fruta, mel e até mesmo geleias sem sementes.




A partir de 2009, como estratégia de acompanhar a evolução do mercado e atender às necessidades de demanda promissora do segmento, a empresa anunciou investimentos em comunicação, cujo objetivo era criar novas formas de uso das geleias com forte atuação nacional em hotéis, restaurantes, catering, bufês, entre outros nichos. Em 2011 a marca completou 25 anos e para comemorar tal data lançou no mês de julho dois sabores em edição limitada: Abricot com Conhaque (pedaços de damasco secos e um toque de conhaque) e Morango Preserve (nomenclatura para geleias elaboradas com pedaços de fruta e consistência tipicamente europeia). Ambos os sabores foram criados e lançados quando a marca surgiu no mercado e voltaram com embalagens no estilo “retrô”. Em meados de 2012 inaugurou uma nova e moderna fábrica em Itatiba, interior de São Paulo, cuja capacidade de produção diária é de 30 toneladas de geleias e 15 mil litros de smoothies. A partir de matérias-primas rigorosamente selecionadas, os produtos da marca QUEENSBERRY são processados de forma lenta, em pequenos lotes, e submetidos a um controle de qualidade que garante a integridade dos aromas e sabores das frutas.




A linha do tempo
1993
Lançamento da linha QUEENSBERRY DIET, composta por geleias produzidas com sucralose (Splenda) e que possuíam 65% menos calorias que as normais. Recentemente essa linha passou a utilizar Enliten, um novo conceito de adoçante, extraído da Estevia, que não deixa resíduos na boca.
2006
Lançamento da sofisticada linha QUEENSBERRY GOURMET, composta por geleias agridoces, como por exemplo, menta e hortelã, gengibre com limão e pimenta vermelha.
Lançamento do molho agridoce QUEENSBERRY CHUTNEY DE MANGA, ideal para acompanhar carnes, queijos e aperitivos.
2007
Lançamento da linha de geleias QUEENSBERRY DELIGHT, adoçadas com suco de fruta e produzidas com 50% menos açúcar quando comparadas a uma geleia tradicional, resultando em um produto delicioso e de baixo índice glicêmico. Os sabores dessa linha são elaborados com frutas exóticas como cereja negra, mirtilo e amora.
2008
Lançamento da versão “single portion” de suas geleias na embalagem mini-cup de alumínio com 23 gramas, direcionada ao segmento de Food Service (hotéis, restaurantes e bares).
2009
Lançamento da geleia no sabor figo.
Lançamento da linha de geleias sem sementes, que chegaram aos pontos de venda sabores amora, framboesa, morango e frutas vermelhas. As geleias são elaboradas a partir de frutas inteiras e selecionadas, e posteriormente despolpadas e filtradas. Este processo assegura a garantia de qualidade da matéria-prima, resultando em um produto com o mesmo rigor de qualidade das demais geleias da marca.
2010
Lançamento da linha QUEENSBERRY 100%, elaborada integralmente com frutas, sem adição de açúcares ou qualquer tipo de conservante, corante ou aromatizante.
Lançamento da linha QUEENSBERRY ORGÂNICA, cujas geleias são produzidas a partir de frutas cultivadas sem a utilização de agrotóxicos e fertilizantes químicos.
2011
Lançamento da geleia de pimenta verde.
Lançamento da linha QUEENSBERRY KIDS, desenvolvida especialmente com o objetivo de adicionar frutas à alimentação das crianças com um produto saudável, gostoso e excelente fonte de energia. Para incentivar e divulgar as novas geleias a marca criou uma simpática mascote chamada KIDBERRY.
Lançamento de uma linha de SMOOTHIES, preparados 100% com frutas batidas, sem adição de água e açúcar, adquirindo assim uma consistência maior que a de sucos.




Dados corporativos
● Origem: Brasil
● Fundação: 1986
● Fundador: Luiz Camara Lopes
● Sede mundial: Barueri, São Paulo, Brasil
● Proprietário da marca: Kiviks Marknad Indústria Alimentícia Ltda.
● Capital aberto: Não
● Diretor Presidente: Cristiano Moraes
● Faturamento: Não divulgado
● Lucro: Não divulgado
● Presença global: 10 países
● Presença no Brasil: Sim
● Funcionários: 500
● Segmento: Alimentos
● Principais produtos: Geléias e mel
● Concorrentes diretos: Fugini e Homemade
● Slogan: Bom gosto em cada detalhe.

A marca no mundo
A empresa abastece hoje o mercado nacional com mais de 60 variedades de geleias, além de uma pequena linha de molho agridoce, mel e smoothies. A empresa também exporta para 10 países ao redor do mundo. Segundo pesquisa da ACNielsen, realizada recentemente, a QUEENSBERRY é líder absoluta de vendas no varejo nacional, com participação de 35%, chegando a mais de 50% em algumas regiões do país.

Você sabia?
O nome Kiviks Marknad é originário da Suécia, derivado de “Kivik”, um pequeno vilarejo no sul daquele país. Trata-se de um lugar muito rico em frutas silvestres denominados genericamente de “berries”. Como nessa região, tradicionalmente, o verão é curto, as frutas florescem e amadurecem todas ao mesmo tempo. Essas frutas possuem vida curta e se não forem consumidas rapidamente podem estragar. Por essa razão, cada família produz geleias com receitas milenares. Uma vez por ano, a produção é reunida em uma feira com muita música e dança chamada Kiviks Marknad – Mercado de Kiviks – que atrai mais de 100.000 pessoas, entre moradores da região e turistas do mundo inteiro.


As fontes: as informações foram retiradas e compiladas do site oficial da empresa (em várias línguas), revistas (Isto é Dinheiro, Exame e Época Negócios), jornais (Valor Econômico), sites especializados em Marketing e Branding (Mundo do Marketing), e Wikipedia (informações devidamente checadas).

Última atualização em 14/6/2012

Nenhum comentário: