16.7.06

BILLABONG


A BILLABONG é uma articulação da cultura jovem, e é conhecida como uma marca totalmente voltada para os esportes de pranchas (boardsports), aliada a um estilo de vida único. Suas reconhecidas bermudas, seus acessórios e principalmente suas pranchas, são presenças constantes nos principais torneios e praias do mundo. 

A história 
Tudo começou em 1973 quando o surfista Gordon Smith Merchant fundou, com a ajuda de sua mulher Rena, a BILLABONG na praia de Burleigh Heads em Queensland, localizada na bela e ensolarada Costa Dourada Australiana, conhecida popularmente como “Goald Coast” e berço do surfe mundial. Combinando sua paixão pelo surfe com trabalho árduo, Gordon desenhava boardshorts (as tradicionais bermudas de surfe) em sua casa de frente para o mar, fabricava-as na mesa de sua cozinha e as vendia através de pequenas lojas de surfe locais. Gordon e sua mulher desenvolveram sua própria técnica de costura (era triplamente reforçada), não necessitando assim de mão de obra intensiva, tornando as peças mais duráveis e com boa relação custo-benefício. O nome da empresa foi inspirado na palavra aborígene “Billabong” que significa “um oásis”, uma fonte de água no meio do deserto australiano.


A empresa foi imediatamente bem sucedida impulsionada pela enorme procura por suas bermudas. Posteriormente, contratou costureiras, comprou máquinas, passou a produzir em uma modesta fábrica, estabeleceu uma rede de distribuição e passou a patrocinar surfistas australianos. Era o nascimento de uma grande marca. Nesta década e na seguinte a marca esteve envolvida diretamente com o fornecimento de materiais de alta qualidade para os surfistas, quando o esporte estava deixando o amadorismo e entrando na era profissional. Além disso, a BILLABONG esteve envolvida com o patrocínio de surfistas e de campeonatos, ganhando espaço e se tornando uma das marcas mais fortes no mundo do surfe.



Ainda na década de 1980, como a marca BILLABONG já estava consolidada no mercado australiano, a empresa iniciou sua expansão internacional, distribuindo seus produtos nos Estados Unidos, e posteriormente no Japão, Nova Zelândia, África do Sul e Europa. Nos anos de 1990, o mercado mundial de surfwear crescia exponencialmente. A BILLABONG iniciou então uma estratégia de diversificação de produtos e começou a avançar sobre novos mercados, replicando o seu modelo de negócios para o público de outros esportes de prancha como skate e snowboard. No final desta década, em 1999, a empresa lançou a BILLABONG GIRLS, uma marca de roupas, acessórios e materiais esportivos desenvolvida e direcionada para mulheres jovens.


Em 11 de agosto de 2000, após passar por uma grande reestruturação, a BILLABONG se tornou uma empresa pública, com ações negociadas na Bolsa de Valores. Esta mudança tornou a empresa financeiramente competitiva, podendo colocar em prática um agressivo plano de expansão e conquista de novos mercados. No início de 2001, o grupo comprou a Von Zipper (marca de óculos escuros). Quatro meses depois, foi a vez da Element (fundada em 1992 na Califórnia pelo skatista Johnny Schillereff) se tornar parte do grupo. Com o sucesso destas aquisições, a BILLABONG ganhou ainda mais força e adquiriu nos anos seguintes a Honolua Surf Company, a Kustom (calçados) e a Palmers Surf. Com essas aquisições, a BILLABONG, além de expandir significativamente sua linha de produtos, que incluía roupas de mergulho, relógios, óculos, roupas para snowboard e vestuário de skateboarding, fez seu faturamento ultrapassar a marca de US$ 1 bilhão.


Além dos planos de expansão comercial, a empresa manteve fortes estratégias de marketing, não deixando de patrocinar eventos e competições junto a seu público-alvo. A mais importante competição patrocinada pela marca é o BILLABONG PRO (etapas do Circuito Mundial de Surfe). Entre outros eventos, a marca promove também o Billabong XXL, conhecido como o “Oscar da ondas grandes”. Manteve também estratégias de diversificação de produtos e mercados. Na Austrália, Estados Unidos e, em 2007, no Brasil, inaugurou suas primeiras lojas próprias. A decoração das lojas brasileiras foi criada no melhor estilo contemporâneo: muita madeira de demolição, ferro e concreto aparente dão um ar moderno ao local. Tudo isso, misturado às plantas tropicais, trazem o estilo praia para suas lojas. Os materiais são naturais, com misturas de tons e cores terrosas, mesclando o padrão de qualidade da marca e as customizações brasileiras.


Com apetite voraz para novos negócios, a BILLABONG recentemente adquiriu as marcas Sector 9, líder de mercado em design e produção de skates longboards nos Estados Unidos; e a havaiana Xcel, líder no segmento de roupas de neoprene. Mas toda essa agressividade teve um alto preço. Nos últimos anos a BILLABONG vem amargando prejuízos, queda de faturamento e pesadas dívidas. Para conter a crise, a empresa demitiu funcionários, fechou lojas e passou por uma reestruturação. A tradicional marca já patrocinou ou patrocina grandes nomes do surfe como o lendário Andy Irons (três vezes campeão mundial, que morreu em 2010), Taj Burrows, Joel Parkinson (Parko) e Mark Occhilupo (campeão mundial em 1999). Apesar da BILLABONG ser uma marca que nasceu pelas mãos de surfistas fazendo roupas para surfistas, acabou ultrapassando as fronteiras das praias e caindo no gosto da galera mais jovem. Ainda que continue sendo referência na moda praia, a marca é também referência de tribos urbanas.


Ícones do surfe 
A BILLABONG ficou conhecida no mundo inteiro pelos seus boardshorts, as tradicionais bermudas de surfe. Com o tempo, o principal produto da marca se tornou seu maior ícone, fazendo sucesso dentro e fora d’água. Recentemente a empresa apresentou a exposição “The Trunk Series”, que tinha tem como objetivo resgatar a história da BILLABONG, uma das percussoras do boardshort no segmento surfwear e apresentar as evoluções que a peça sofreu em décadas de uso e estudo, tudo isso alinhando com o lifestyle que o surfe proporciona. A exposição mostrava os tecidos recortados que dão origem ao boardshort, a evolução dos logotipos que estão presentes na peça, chegando aos painéis que mostravam as bermudas criadas para os surfistas, começando por Mark Occhilupo, o famoso Occy e um dos primeiros atletas a ter uma peça assinada, e Luke Egan.


Os boardshorts da marca, desenvolvidos especialmente para a prática do surfe, são, até hoje, experimentados e testados por um time de atletas da BILLABONG em todas as condições climáticas e de resistência no mundo inteiro, caracterizando um produto para surfista feito por surfista, atleta que precisa de uma peça que atenda as necessidades de sua atividade física. Após anos de pesquisa e desenvolvimento, a marca criou duas linhas específicas de boardshorts, Platinum X e Core, que norteiam toda a coleção da marca. A linha Platinum X apresenta tecido leve e resistente à água que se combina com a quantidade certa de elasticidade, proporcionando o perfeito equilíbrio entre inovação técnica, ecológica e estilo. Cada boardshort BILLABONG apresenta menos costuras, o que significa mais elasticidade e menos peso, tudo para proporcionar mais liberdade aos movimentos e possibilitar ao surfista menos preocupação com a roupa. Atualmente a coleção de boardshorts da marca é composta por mais de 60 modelos, incluindo uma coleção sustentável produzida com matéria-prima como a fibra de garrafa PET.


A evolução visual 
Apesar da identidade visual da marca ter passado por algumas modificações ao longo dos anos, a tradicional onda estilizada permanece como principal elemento de reconhecimento da BILLABONG.


Os slogans 
Life’s is better in board shorts. (2011) 
Evolution of an icon. (2008) 
Only a surfer knows the feeling.


Dados corporativos 
● Origem: Austrália 
● Fundação: 1973 
● Fundador: Gordon Smith Merchan e Rena Merchant 
● Sede mundial: Burleigh Heads, Austrália 
● Proprietário da marca: Billabong International Limited 
● Capital aberto: Sim (2000) 
● Chairman: Ian Pollard 
● CEO: Neil Fiske 
● Faturamento: US$ 770 milhões (2015/2016) 
● Lucro: US$ 3.7 milhões (2015/2016) 
● Valor de mercado: US$ 203 milhões (maio/2016) 
● Lojas: 250 
● Presença global: 100 países 
● Presença no Brasil: Sim 
● Funcionários: 5.000 
● Segmento: Materiais esportivos 
● Principais produtos: Roupas e acessórios de surfe e skate 
● Concorrentes diretos: Rip Curl, Hurley, Rusty, Quiksilver, Reef, Roxy, Vans, Ecko Unltd. e O’Neill 
● Ícones: A onda de seu logotipo 
● Slogan: Life’s is better in board shorts. 
● Website: br.billabong.com

A marca no mundo 
Os produtos da BILLABONG são comercializados e licenciados em mais de 100 países ao redor do mundo através de aproximadamente 10.000 pontos de venda. Além disso, a marca detém mais de 250 lojas próprias, espalhadas por cidades como Nova York, Sidney, Tóquio, Honolulu, Londres, Los Angeles, Barcelona, São Paulo e Rio de Janeiro, contando com uma linha de 2.200 produtos, que incluem bermudas, camisetas, camisas, calças, moletons e óculos escuros que valorizam o estilo de vida australiano. A maior parte de seu faturamento anual (US$ 770 milhões) vem das operações na Austrália, América do Norte, Japão, Europa, Nova Zelândia, África do Sul e Brasil. 


Você sabia? 
A BILLABONG começou em uma praia que é considerada o berço mundial do surf, Burleigh Heads, fazendo com que a marca conquistasse identidade e essência, trazendo seu estilo para as pessoas que tornaram-se fãs da grife australiana. 
A empresa é detentora mundial das seguintes marcas: Billabong, Billabong Girls, Von Zipper, Element, RVCA, Kustom, Palmers Surf, Honolua Surf, Xcel, Sector 9, entre outras. 


As fontes: as informações foram retiradas e compiladas do site oficial da empresa (em várias línguas), revistas (Fortune, Forbes, Newsweek, BusinessWeek, Isto é Dinheiro e Exame), sites especializados em Marketing e Branding (BrandChannel e Interbrand), Wikipedia (informações devidamente checadas) e sites financeiros (Google Finance, Yahoo Finance e Hoovers). 


Última atualização em 23/5/2016

12 comentários:

Anônimo disse...

a billabong é uma marca mutio fasion
lol
e fixe e mais nd

Anônimo disse...

BILABONG É UMA MARCA PARA SERES QUE NÃO TEM AUTO CONFIANÇA E CRIATIVIDADE!

Anônimo disse...

ola goxto muito da marka billabong e muitro fixe

Anônimo disse...

ola goxto muito da marka billabong e muito fixe

Anônimo disse...

falta falar sobre a super marca de skateboards Element!!!!!

Anônimo disse...

ei...billabong tem dois ''L''

Anônimo disse...

Imbecil ,aprende a escrever primeiro antes de postar seus comentários boçais !

Anônimo disse...

aaaaaaaaaahhhhhhhhhhhhhhhhh... sai dae, seus pela saco...... hahahahah

Anônimo disse...

aaaaaafffffffffffff cala boca troxxxa

Anônimo disse...

pra qêe confusão aqe ?
qeriaa saber o país de origem da billabong

Danilo Amorim disse...

CARAAAAAAAAA...QUE LINDO SITE E LINDA INICIATIVA DE POSTAR OS BRANDIS DAS MARCAS E MELHORAR NOSSAS VIDAS, QUE TRABALHAMOS NA ÁREA DE PUBLICIDADE, DESGN, ENTRE OUTRAS...

Guilherme disse...

A Billabong, na minha opnião, é a melhor marca de surf. Os produtos são top. =]