29.5.06

CINEMARK


Assistir a um filme, em casa, confortavelmente instalado em um sofá ou deitado em uma cama, sem dúvida, é muito agradável. Mas não há TV a cabo em alta definição, blue-ray, home theater ou colchão que substitua a magia de uma sala de cinema, seja pelo tamanho da tela, qualidade de som e imagem, ou pela pipoca (que nunca é igual àquela feita em casa). O espetáculo cinematográfico começa aqui. Som, luz, câmera, ação. Entra em cena o astro principal: o espectador. Antes, durante e depois de qualquer exibição, toda a atenção do CINEMARK está voltada para ele. 

A história 
A CINEMARK foi fundada em 1984 por Lee Roy Mitchell, um veterano da indústria cinematográfica, e o empresário Paul Broadhead, ao adquirir uma pequena e modesta rede de cinemas na cidade de Salt Lake City, estado americano de Utah. Dois anos depois a empresa já começava sua expansão pelo país ao adquirir 160 salas de cinema nos estados da Califórnia, Oregon, Utah, Houston e Texas. Em 1987 a CINEMARK revolucionou a indústria cinematográfica ao criar e inaugurar seu primeiro cinema MULTIPLEX. Este novo conceito oferecia muito mais divertimento nas salas de cinema, desde a funcionalidade da bilheteria até o espaço entre as cadeiras, tudo detalhadamente analisado e projetado para oferecer ao público o máximo de conforto em cada sessão. No final desta década, em 1989, a empresa adquiriu 150 salas em Knoxville, expandindo-se em estados como Kentucky e Ohio pela primeira vez.


No começo da década de 1990 a empresa iniciou mais um forte período de expansão, sendo responsável por quase metade das novas salas de cinemas inauguradas em território americano. No ano seguinte inaugurou o primeiro complexo de cinema, composto por 16 salas, localizado no subúrbio da cidade de Detroit. Ingressou no mercado da América Latina com a inauguração do primeiro complexo Multiplex com seis salas na cidade de Santiago no Chile em 1993. No ano seguinte, foram inaugurados quatro novos complexos no México como parte de uma enorme expansão da empresa no país. Em 1995 atingia a marca de 100 salas nos Estados Unidos. A CINEMARK abriu 13 complexos em 1997, entre eles, o primeiro Multiplex no Brasil (na cidade de São José dos Campos com 12 salas), além de ingressar no Peru e Argentina. A partir daí a empresa iniciou um plano de expansão em todos os países em que atuava.


Em 2006 a empresa adquiriu a Century Theaters (com mais de 80 salas de cinema) nos Estados Unidos se tornando a terceira maior exibidora de cinema do mundo. De forma agressiva nos anos seguintes, a CINEMARK continuou seu processo de expansão com a inauguração de novos complexos, que utilizavam tecnologia de ponta, se tornando a segunda maior rede de cinemas do planeta. Em 2009, a rede CINEMARK comemorou 25 anos de existência com uma grande campanha publicitária chamada “25 Years of Movies and Magic” (em português, “25 anos de filmes e magia”). Ainda este ano, a empresa comprou quatro complexos da Muvico, expandindo sua presença no estado da Flórida e ingressando no mercado de Maryland pela primeira vez. O sucesso da CINEMARK no mundo está ligado à experiência vivida pelo consumidor. Do início ao fim do entretenimento, ele experimenta um serviço diferenciado e de qualidade.


A linha do tempo 
2000 
Criação do Dia do Cinema Nacional com o evento Projeta Brasil Cinemark. A rede reserva uma segunda-feira do mês de novembro para exibir exclusivamente filmes nacionais, em todos os complexos do país. São mais de 1.600 sessões de cinema em um único dia, possibilitando que milhares de pessoas tenham acesso ao produto nacional em algumas das melhores salas do país e por um preço acessível a todos. Até hoje, as edições realizadas do Projeta Brasil levaram aos cinemas mais de 2.000.000 pessoas e distribuíram mais de R$ 2.300.000 em prêmios e incentivos, destinados a projetos diretamente ligados ao cinema nacional, como a premiação de longas e curtas-metragem, apoio a festivais, restauração de cópias, realização de campanhas e outros. 
2005 
Lançamento do primeiro Multiplex boutique do Brasil com lugares marcados no Shopping Center Iguatemi em São Paulo. 
2006 
Mais uma vez CINEMARK Brasil saí na frente e lança a primeira sala com projetor digital cinematográfico com capacidade de exibir filmes 3D da América do Sul, localizada no Shopping Center Eldorado. Atualmente a rede possui 292 salas 3D distribuídas em mais de 25 cidades no Brasil. 
2009 
Inauguração nos Estados Unidos da primeira sala com conceito XD – Extreme Digital Cinema, cujas telas são maiores que as convencionais e a sonorização é ainda mais potente, fazendo com que os espectadores experimentem a sensação de estarem imersos no filme. Além disso, a nova geração de sala possui bons recursos tanto para projeções em 2D quanto em 3D. O primeiro complexo a receber essa nova geração de salas foi o da cidade de Plano no estado do Texas. 
2010 
Inauguração do primeiro complexo NEXTGEN THEATRE (complexo da próxima geração), oferecendo diferenciais de última geração, tecnologia de ponta e outro nível de design e construção que tornam a experiência ainda mais incrível. 
2012 
Adoção em suas salas da tecnologia DOLBY ATMOS, sistema de som surround mais avançado do mundo. O sistema conta com 128 canais de áudio, 64 alto-falantes discretos, incluindo um acima do espectador, criando a ilusão de que o som está vindo de todo lugar.


O conceito Multiplex 
Para reduzir custos, a CINEMARK, introduziu em 1987 nos Estados Unidos o conceito MULTIPLEX, isto é, todos os complexos têm de 6 a 14 salas (em alguns casos, nos Estados Unidos, chegam a ter 30), com capacidade que varia de 160 a 500 lugares cada uma. As telas são interligadas e as bilheterias e o lobby, onde funcionam o café e o snack bar (que oferece produtos variados, desde pipoca e refrigerantes de diferentes tamanhos a guloseimas como balas e chocolates), são comuns a todas as salas. Com essa disposição, a empresa consegue economizar em mão-de-obra e em fitas de filme. Duas pessoas são suficientes para operar até doze salas e uma mesma fita pode ser passada em mais de uma tela ao mesmo tempo. A CINEMARK projeta seus complexos visando oferecer o que há de melhor em projeção e som para o espectador. As poltronas são reclináveis, espaçosas, possuem porta-copo no braço e encaixe para bandeja com guloseimas, e são dispostas como em estádios – utilizando o sistema chamado “All Stadium”, com diferentes níveis entre cada fileira (o equivalente a três degraus, como um estádio), proporcionando ao espectador uma perfeita visualização da tela. O ar condicionado está sempre ligado e, entre uma sessão e outra, uma equipe capricha na limpeza do local.


As telas são gigantes e ocupam todo o espaço disponível (“wall to wall”). O sistema de projeção utiliza equipamentos automáticos de última geração que controlam, inclusive, as luzes das salas. O sistema de som é ultra-estéreo, os projetores estão preparados para receber som digital, entre eles DTS (Digital Theatre System), Dolby Digital e SDDS (Sony Dynamic Digital System), dependendo do tipo de som utilizado na produção do filme. As salas possuem sistema de som digital e isolamento acústico. Os portadores de deficiência física têm acesso e lugares especiais.


Atualmente as salas com projetor digital podem exibir filmes em 3D, digital e película, de acordo com a oferta de títulos no mercado. As telas são prateadas – “Silver Screen” – apropriadas para refletir as imagens projetadas digitalmente em 3D. Os óculos especiais, utilizados pela rede CINEMARK que permitem aos espectadores assistir aos filmes neste formato, são mais modernos em uma versão escura e não mais coloridos em vermelho e azul como antigamente. Essa nova tecnologia permite uma melhor noção de profundidade que a anterior. Trata-se de um novo padrão e de uma evolução que irá diferenciar ainda mais a sala de cinema como uma experiência única. A CINEMARK utiliza um sistema de projeção digital líder no seguimento 3D, o REAL D, que traz a experiência tridimensional da mais alta qualidade aos cinemas do mundo todo. Há décadas, público e profissionais do cinema esperavam uma solução tridimensional para o cinema que realmente fizesse jus à promessa do 3D: uma experiência idêntica ao que nossos olhos vêem naturalmente – sem as dores de cabeça, limitações ou complicações que impediram o sucesso do 3D no passado. No sistema de visão humana, cada globo ocular vê uma imagem ligeiramente diferente; o cérebro funde as duas imagens distintas em uma única imagem. Um sistema realístico de 3D digital reproduz o modo como o olho humano cria a noção de profundidade ao exibir imagens separadas para cada olho. O cérebro faz o restante ao fundir a imagem da esquerda e da direita.


O astro 
A mascote da CINEMARK, um galanteador gato de olhos azuis, chamado Front Row Joe, foi criada em 1988 para ser o principal embaixador da marca. O personagem sempre aparecia antes dos filmes exibidos nas salas de cinema da rede, algumas vezes acompanhado por sua companheira, uma gata chamada Popcorn Penny, cantando alegremente seu tema: “Hey let’s party, let’s rock! I’ve got tickets to Cinemark. Come with me, I’m Front Row Joe. Star-Struck Penny, where’d she go?...”. Apesar da popularidade, em meados de 2003, a CINEMARK achou que o estilo “musical da Broadway” do felino estava meio em baixa, e entusiasmados com os avanços da computação gráfica, substituíram a performance do gato por uma sequência de efeitos especiais que mostravam estátuas se movendo e naves espaciais. Depois de um breve período ainda aparecendo como logomarca nos sacos de pipoca, o gato foi finalmente aposentado. Porém, devido ao seu carisma e constantes apelos do público ele retornou recentemente com um visual mais moderno.


A evolução visual 
A identidade visual da marca passou por apenas uma radical modificação em sua história. O logotipo original, representado por uma espécie de medalha, foi substituído em 1998 pelo atual (cujo C estendido junta-se ao M e ao K na parte inferior).


Os slogans 
The best seat in town. (inglês) 
Lo Mejor en Cines. (espanhol) 
É mais que cinema. É CINEMARK. (Brasil)


Dados corporativos 
● Origem: Estados Unidos 
● Fundação: 1984 
● Fundador: Lee Roy Mitchell e Paul Broadhead 
● Sede mundial: Plano, Texas, Estados Unidos 
● Proprietário da marca: Cinemark Holdings Inc. 
● Capital aberto: Sim 
● Chairman: Lee Roy Mitchell 
● CEO: Timothy Warner 
● Presidente: Robert Copple 
● Faturamento: US$ 2.62 bilhões (2014) 
● Lucro: US$ 191.3 milhões (2014) 
● Valor de mercado: US$ 4.7 bilhões (maio/2015) 
● Complexos: 497 
● Salas: 5.687 
● Presença global: 14 países 
● Presença no Brasil: Sim 
● Funcionários: 6.100 
● Segmento: Entretenimento 
● Principais produtos: Salas de cinema 
● Concorrentes diretos: AMC, Carmike Cinemas, Regal, Cineplex, UCI, Cinépolis, Cinemex e Kinoplex (Brasil) 
● Ícones: O ambiente moderno de seus cinemas 
● Slogan: The best seat in town. 
● Website: www.cinemark.com.br 

A marca no Brasil 
A empresa chegou ao país em 1997, e em apenas oito anos de operação se tornou o maior exibidor de filmes do Brasil. São 71 complexos totalizando 553 salas (das quais mais de 290 com capacidade para exibir filmes em 3D), distribuídas por 37 cidades brasileiras, localizadas em 16 estados como São Paulo (capital e interior), Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Paraná, Minas Gerais, Distrito Federal, Amazonas, Mato Grosso do Sul, Sergipe, Rio Grande do Norte, Goiás, Espírito Santo, Santa Cantarina e Bahia. A CINEMARK já vendeu mais de 420 milhões de ingressos no país. Somente em 2014, a empresa recebeu mais de 43 milhões de espectadores para assistir aos filmes nacionais e estrangeiros. O slogan utilizado no país é: É mais que cinema. É CINEMARK.


Em agosto de 2008, a CINEMARK inaugurou as primeiras duas salas VIPS de cinema (conceito já aplicado em países como os Estados Unidos e o México) do país, ambas localizadas no Shopping Cidade Jardim. As salas, um verdadeiro sonho para qualquer cinéfilo, possuem área de espera e banheiros exclusivos para clientes; poltronas de couro totalmente reclináveis e com apoio de pés, semelhantes as da classe executiva de qualquer boa companhia aérea; e um cardápio incrível de gostosuras como porção de salsicha alemã com mostarda Dijon, bolinho cozido de aipim com carne seca e molho cheddar, além de sodas italianas, cervejas e vinhos para saborear. O ingresso é o dobro do preço da tarifa normal cobrada pelo CINEMARK. No ano de 2011 a rede lançou o CINEMARK MANIA, um programa que oferece vantagens, brindes, descontos, pré-venda de grandes lançamentos e benefícios aos clientes participantes. Em 2014, a rede CINEMARK apresentou aos espectadores brasileiros a tecnologia D-BOX. Instalada no Shopping Villa Lobos, em São Paulo, Shopping Vitória, em Vitória e Shopping Midway Mall Natal, em Natal, a tecnologia oferece comandos para as poltronas, que se movimentam para simular vibrações, quedas e trepidações. As poltronas D-BOX ainda contam com um ajuste individual de velocidade, que permite que o público controle a intensidade dos movimentos.


A marca no mundo 
A CINEMARK é a segunda maior rede de cinema do mundo, com 5.687 salas em 497 complexos instalados nos Estados Unidos, Canadá, México e muitos outros países, especialmente na América do Sul (o que inclui Brasil, Chile e Argentina). Somente nos Estados Unidos são 4.499 salas localizadas em 335 complexos em 41 estados americanos. A rede possui mais de 1.600 salas digitais nos Estados Unidos, muitas das quais capazes de exibir filmes em 3D. Suas salas de cinema receberam mais de 264 milhões de espectadores em 2014. 

Você sabia? 
O atual Chairman e fundador da CINEMARK Lee Roy Mitchell é dono ainda de uma participação minoritária na empresa. 


As fontes: as informações foram retiradas e compiladas do site oficial da empresa (em várias línguas), revistas (BusinessWeek, Exame e Isto é Dinheiro), jornais (Valor Econômico e Meio Mensagem), sites especializados em Marketing e Branding (BrandChannel e Mundo do Marketing), Wikipedia (informações devidamente checadas) e sites financeiros (Google Finance, Yahoo Finance e Hoovers). 

Última atualização em 18/5/2015

Um comentário:

JOLIANE SILVESTRE RAMOS disse...

SIMPLESMENTE AMO CINEMARK
VOCÊS EQUIPE CINEMARK
SÃO OS MELHORES...