13.7.11

TIM HORTONS


Para milhões de canadenses a rede TIM HORTONS significa um lugar aconchegante para saborear um café quentinho e deliciosos petiscos sempre frescos e saborosos. Um dos maiores orgulhos empresariais do país, a rede é presença constante no dia a dia dos canadenses oferecendo uma espécie de “secret spot” para relaxar e se divertir comendo verdadeiras delícias, como os famosos donuts (aquelas rosquinhas preferidas dos policiais americanos e do Homer Simpson). Por isso, é praticamente impossível andar em qualquer cidade canadense e não encontrar alguém com um copo de café fumegante da TIM HORTONS na mão. 

A história 
Tudo começou no início dos anos de 1960 quando Miles Gilbert “Tim” Horton, um jogador canadense de hóquei profissional, que atuava desde 1949 na tradicional equipe do Toronto Maple Leafs, percebeu que sua carreira não duraria muito mais tempo. Procurando investir dinheiro em um negócio que lhe proporcionasse tranquilidade quando a aposentadoria chegasse, ele resolveu usar a força de seu nome, já que era um grande ídolo no Canadá, juntamente com a ajuda de seu sócio Jim Charade, para inaugurar no dia 17 de maio de 1964, depois de uma tentativa frustrada de abrir uma lanchonete, a primeira cafeteria TIM HORTON DONUTS na cidade de Hamilton, província de Ontário. Essa primeira loja oferecia aos canadenses apenas cafés quentinhos e deliciosos donuts sempre fresquinhos, que rapidamente se tornaram popular na região. Um ano mais tarde, em 1965, ele decidiu colocar um anúncio no jornal local procurando por mais um sócio para poder ampliar seu negócio. Ronald Joyce, que era policial na época, ao ler o anúncio, decidiu arrumar um empréstimo de US$ 10.000 e se tornar sócio de Tim, o que aconteceu dois anos mais tarde.


Naquele tempo um copo de café e um donut custavam 25 centavos de dólar, enquanto uma dúzia de donuts era vendida por apenas 89 centavos. Aos poucos, mais lojas foram sendo abertas e o negócio se transformou em um verdadeiro sucesso. Entretanto, no dia 21 de fevereiro de 1974, enquanto viajava de volta para a cidade de Buffalo após assistir um jogo em Toronto, Tim sofreu um grave acidente automobilístico e veio a falecer, após ter perdido o controle de seu carro esporte a mais de 160 km/h. Pouco tempo após sua morte, Joyce ofereceu a viúva Lori Horton US$ 1 milhão pelas ações da empresa, que já contava com 40 lojas naquela época. Ela aceitou e ele se tornou o único dono da empresa. Anos mais tarde, a Sra. Horton, percebendo o erro que havia cometido, levou o caso a justiça, porém perdeu o processo em 1993 e teve um recurso negado em 1995.


Um novo item do cardápio que provocou inclusive piadas de humor negro por todo o país foi a introdução em 1976 dos famosos TIMBITS (pequenas bolinhas de massa de donuts do tamanho de uma mordida, daí o nome) que se transformaram em ícone da marca e até hoje faz muito sucesso, oferecendo 35 sabores diferentes e vendidas em embalagens de 10, 20 e 40 unidades. Sob o comando do ambicioso Joyce, em 1977, a empresa já alcançava US$ 20 milhões em vendas. No ano seguinte, em dezembro, foi inaugurada a centésima loja da rede. Com a empresa em expansão, Joyce desenvolveu uma forma muito interessante de escolher pontos para abertura de novas unidades: pilotava um avião bi-motor pelo país em busca do “lugar perfeito” que após ser localizado, eram realizados estudos para avaliar as possibilidades de mais um novo ponto de venda. O agressivo plano de expansão da rede resultou em duas grandes mudanças neste segmento no Canadá: lojas independentes de donuts foram praticamente eliminadas e a média per-capita de lojas especializadas em donuts se tornou a maior do mundo.


Na década de 1980 novos produtos foram sendo adicionados ao cardápio da rede, entre eles muffins, tortas, biscoitos, croissants e sopas. Após inaugurar a loja de número 200 em 1984, no ano seguinte foi aberto o primeiro drive-thru em uma unidade na cidade de Hamilton, além da primeira loja nos Estados Unidos, localizada em Amherst, Nova York. Inicialmente a expansão pelo território americano se concentrou em cidades do norte, próximas as fronteiras canadenses. Em 1991 a rede comemorou a abertura de sua loja de número 500. Ainda nesta década a rede diversificou ainda mais seu cardápio com o lançamento de cappuccinos com sabores, cafés gelados, cheesecake e apetitosos sanduíches. Além disso, em 1995, a empresa se fundiu com a Wendy’s, uma das maiores redes de alimentação rápida dos Estados Unidos, em uma operação avaliada em US$ 580 milhões.


Durante duas décadas a rede experimentou um forte processo de expansão até se tornar, em 2002, a maior operadora do setor de alimentos no Canadá, ultrapassando em vendas o poderoso McDonald’s. Esse sucesso foi ratificado em 2005, quando a rede TIM HORTONS abocanhou 22.6% de todos os rendimentos da indústria de alimentação rápida no mercado canadense. Em 2006, com a abertura de capital da TIM HORTONS na Bolsa de Valores a empresa americana Wendy’s abriu mão de sua propriedade na rede canadense. Dois anos depois, a rede inaugurou sua loja de número 500 em solo americano, localizada na cidade de Detroit.


A partir de 2012, a rede iniciou a inauguração de unidades franqueadas na região do Golfo Pérsico, em países como Arábia Saudita e Kuwait. No mês de agosto de 2014 a americana Burger King, controlada pelo fundo de investimento 3G Capital, dos brasileiros Jorge Paulo Lemann, Marcel Telles e Carlos Alberto Sicupira, comprou a TIM HORTONS por US$ 11.4 bilhões. Com isso foi criada a terceira maior empresa de fast food do mundo (batizada de Restaurant Brands International), com vendas anuais estimadas em aproximadamente US$ 23 bilhões e 18 mil restaurantes em 100 países. Ambas as marcas continuam tendo administração independente. Essa operação irá ajudar a TIM HORTONS a se expandir pelo mundo, além é claro, de seus cafés serem vendidos dentro das lojas da rede Burger King.


A linha do tempo 
1976 
Lançamento do famosos TIMBITS, espécie de mini-sonhos em diversos sabores. 
1981 
Introdução dos muffins, cookies e bolos em seu cardápio. 
1982 
Introdução de deliciosas tortas em seu cardápio. 
1983 
Introdução de croissants em seu cardápio. 
1985 
Introdução de sopas e Chilli em seu cardápio. 
1991 
Inauguração da loja de número 500. 
1993 
Introdução de sanduíches em seu cardápio. 
1995 
Inauguração no mês de agosto da milésima loja da rede, localizada na cidade de Ancaster, Ontário. 
1996 
Introdução das baggels (pãezinhos de origem judaica em formato de rosca) no cardápio da rede. 
1997 
Lançamento dos cappuccinos com sabores. 
1998 
Relançamento da linha de sanduíches, agora batizada de TIM’S OWN, que oferecia seis variedades diferentes. 
Lançamento do cappuccino gelado. 
1999 
Introdução do Café Mocha em seu cardápio. 
2005 
Lançamento do iogurte com frutas vermelhas e do rolinho de canela (conhecido como Cinnamon Roll). 
2006 
Lançamento dos sanduíches quentes no cardápio de café da manhã e dos wraps de frango com salada. 
Inauguração no dia 14 de dezembro na cidade de Orchard Park, Nova York, da loja de número 3.000 da rede. 
2009 
Lançamento de uma linha de cafés gelados. 
2011 
Lançamento do aplicativo TimmyMe, que permite aos clientes pagarem a conta através do smartphone. 
2012 
Lançamento das cápsulas de café da rede para serem utilizadas nas máquinas automáticas Tassimo. 
2013 
Iniciou o lançamento de itens do cardápio sem glúten. 
2014 
Lançamento do STEAK & CHEESE PANINI, típico sanduíche italiano com farto recheio de queijo e da melhor carne canadense. 
Lançamento do TIM HORTONS DARK ROAST, um café premium feito 100% com grãos arábica, provenientes das regiões cafeeiras mais renomadas do mundo.


Quanto mais, melhor 
O Canadá por ser um país de clima frio, em algumas regiões a temperaturas são praticamente insuportáveis, o consumo de café (especialmente quente) é enorme. Por isso, a TIM HORTONS oferece uma grande variedade de tamanho de copos: Extra Small (236 ml), Small (225 ml), Medium (414 ml), Large (591 ml) e Extra Large (710 ml), este último introduzido em 2012.


Uma causa do bem 
Tudo começou em 1996 quando a rede lançou a campanha Tim Hortons Smile Cookie para angariar fundo para o Hospital Infantil de Hamilton, em Ontário, através da venda de deliciosos cookies. Desde então, clientes e restaurantes da rede mostram seus sorrisos e espírito de comunidade para levantar dinheiro para centenas de instituições de caridades, hospitais e programas em toda América do Norte. Durante uma semana, no mês de outubro, os clientes da rede têm a oportunidade de comprar um delicioso cookie com gotas de chocolate por apenas US$ 1, cujo dinheiro é integralmente doado a essas instituições. Em 2014 foram arrecadados US$ 5.3 milhões.


A evolução visual 
A identidade visual da marca passou por acentuadas mudanças ao longo dos anos. Inicialmente conhecida como TIM HORTON DONUTS, o primeiro logotipo da marca (com a imagem dos famosos donuts) era praticamente uma reprodução dos tradicionais sinais luminosos utilizados na frente das lojas. Após o nome ser abreviado para TIM HORTON’S, e em meados da década de 1990 para TIM HORTONS sem apóstrofe, a marca adotou um novo logotipo que possuía um fundo amarelo no formato oval.


Hoje em dia a identidade visual da marca pode ser aplicada em três formas diferentes: apenas o nome da marca em vermelho; o nome da marca dentro de um fundo oval amarelo-claro; e uma versão mais complexa (utilizada no mercado americano) que contém a expressão “Cafe and Bake Shop”.


Os slogans 
Always Fresh. Always Tim Hortons. 
It’s Time for Tims. (2011) 
You’ve Always Got Time for Tim Hortons. 
Your Friend Along The Way. (década de 1960)


Dados corporativos 
● Origem: Canadá 
● Fundação: 17 de maio de 1964 
● Fundador: Tim Horton, Jim Charade e Ronald Joyce 
● Sede mundial: Oakville, Ontário, Canadá 
● Proprietário da marca: Tim Hortons Inc. 
● Capital aberto: Não (subsidiária da Restaurant Brands International) 
● CEO: Elías Díaz Sesé 
● Faturamento: US$ 3 bilhões (estimado) 
● Lucro: Não divulgado 
● Lojas: 4.600 
● Presença global: 6 países 
● Presença no Brasil: Não 
● Funcionários: 2.385 (sem contar os franqueados) 
● Segmento: Cafeterias 
● Principais produtos: Cafés e derivados, sanduíches, donuts e sopas 
● Concorrentes diretos: Starbucks, Dunkin’ Donuts, Caribou Coffee, McCafé e Peet’s Coffee & Tea 
● Ícones: Os famosos Timbits 
● Slogan: Always fresh. Always Tim Hortons. 
● Website: www.timhortons.com 

A marca no mundo 
Hoje em dia a rede TIM HORTONS possui mais de 4.600 lojas, das quais 3.700 localizadas no Canadá (somente na cidade de Toronto são mais de 250), mais de 870 nos Estados Unidos (com presença em mais de dez estados), cerca de 60 unidades na região do Golfo Pérsico (em países como Arábia Saudita, Kuwait e Omã), além de 290 quiosques (self-service) operando sob licença dentro de lojas de conveniência na Irlanda e Inglaterra. A rede opera fortemente no sistema de franquias, que representam 99.5% das unidades. Contando as lojas franqueadas a empresa emprega mais de 100 mil pessoas. Cada loja da rede assa diariamente mais de 100 quilos de massa para donuts, que estão disponíveis em 63 sabores diferentes. A rede vende todos os anos mais de 2 bilhões de copos de café. Somente no Canadá, oito em cada dez xícaras/copos de café vendidos saem das lojas da TIM HORTONS, que detém 62% do mercado de café da manhã no país. Em 2014 a rede faturou mais de US$ 3 bilhões. 

Você sabia? 
Os canadenses chamam a rede carinhosamente de Timmies
Os uniformes nos tons de bege, marrom, preto e vermelho usados pelos funcionários da TIM HORTONS foram criados em 2001 pelo estilista Stephan Caras, que já trabalhou para Guy Laroche e Hermès. 
A rede patrocina 10 times profissionais de hóquei no gelo e ainda mantém a Tim Horton Children’s Foundation, que proporciona oportunidades as crianças carentes no Canadá. 
Até hoje, uma placa pendurada na parede da primeira loja contém a seguinte frase: “Built on hard work and dreams, the Tim Hortons chain takes pride in its history” (em português “Construída com trabalho árduo e sonhos, a rede Tim Hortons se orgulha de sua história”). 


As fontes: as informações foram retiradas e compiladas do site oficial da empresa (em várias línguas), revistas (Fortune, Forbes, BusinessWeek, Exame e Isto é Dinheiro), jornais (Valor Econômico), sites especializados em Marketing e Branding (BrandChannel e Interbrand), Wikipedia (informações devidamente checadas) e sites financeiros (Google Finance, Yahoo Finance e Hoovers).  
Última atualização em 24/4/2015

4 comentários:

carina santos disse...

como se faz para abrir um tim hortons em portugal?? é possivel?? tenho a certeza que seria um verdadeiro sucesso..

Anônimo disse...

será mais fácil se contactar a empresa Tim Hortons do Canada para fazer como funciona o sistema franchising

katia Daniella Tavares disse...

Yapppp seria sim.era uma excelente ideia...la nao tem ...mas tb agora o pais n tem dinheiro pah andar no tim hortons

Anônimo disse...

Mas Portugal tem muito melhor do que Tim Hortons em cada esquina... Cafés onde tem muito mais variedade de bolos, esses mais certamente frescos do que no Tim Hortons... Em termos de variedades de café também não falta muito, embora nós em Portugal não tenhamos aqueles cafés tipo sobremesa, cheios de chocolate e natas. Certamente que se podiam adicionar donuts à pastelaria portuguesa, para aqueles que quisessem, e as variedades norte-americanas de café... Mas substituír inteiramente o bom café e pastelaria Portuguesa pelas maneiras norte-americanas seria um erro crasso.
De uma Portuguesa que vive no Canadá há 5 anos e vai todos os anos a Portugal de férias.