16.7.18

MSC CRUZEIROS


A experiência da MSC CROCIERE (aqui no Brasil conhecida como MSC CRUZEIROS) incorpora o lado elegante do Mediterrâneo para criar emoções únicas e inesquecíveis para milhares de hóspedes, através da descoberta de culturas, belezas e sabores do mundo todo. A marca traduz sua paixão pelo mar em um comprometimento com a excelência em hospitalidade, profissionalismo, dedicação e na perfeição de todos os detalhes para garantir a felicidade completa e satisfação de cada hóspede, que é recebido a bordo com as boas-vindas verdadeiramente autênticas do Mediterrâneo. 

A história 
Para contar a história da MSC CROCIERE é preciso voltar ao ano de 1675 quando ocorreu o primeiro registro de envolvimento no segmento de transporte marítimo da família Aponte, oriunda da península italiana de Sorrento, uma região com sólidas tradições marítimas. A primeira menção dessa família diz respeito ao navio Felucca Giovannina, que por muitos anos ocupou-se das rotas entre Nápoles e Castellamare de um lado, e Calábria e Sicília do outro. Quase três décadas mais tarde, em 1970, um deu seus descendentes, Gianluigi Aponte, um jovem marinheiro italiano, fundou a Mediterranean Shipping Company (conhecida pela sigla MSC) na região de Nápoles, ao comprar um único navio usado (o Patricia) para realizar o transporte marítimo de cargas fracionadas entre a Europa e o continente africano. Já no ano seguinte, ele adquiriu um navio ainda maior, ao qual batizou com o nome de sua mulher, Rafaela, seguido por um cargueiro, em 1973. Esses três navios cargueiros representaram o início pioneiro da MSC, que cresceu e se tornou a segunda maior transportadora de contêineres do mundo atualmente.


Já solidamente estabelecida no segmento de transporte marítimo de cargas, em 1987 a empresa resolveu ingressar no segmento de viagens ao fundar uma empresa de cruzeiros marítimos na cidade italiana de Nápoles. Em 1988, a MSC assumiu as operações e estruturas da empresa de cruzeiro Lauro, que levava o nome do mentor de Gianluigi, o magnata naval italiano Achille Lauro. A nova empresa marítima foi batizada de StarLauro Cruises. Quando mais dois navios, Rhapsody e Melody, foram adicionados à frota, a empresa foi formalmente estabelecida como subsidiária do grupo MSC. Estes dois navios foram os responsáveis pelo crescimento da empresa no início, mas por serem pequenos e de pouca capacidade de passageiros foram insuficientes para o crescimento que a MSC desejava na década seguinte. E um acontecimento iria mudar os rumos da empresa. Aconteceu em 1994, quando o navio Achille Lauro pegou fogo na costa da África. Todos os passageiros foram resgatados com segurança. Após este trágico incidente, a empresa foi renomeada oficialmente para MSC CROCIERE (em inglês MSC CRUISES). Nos anos seguintes a empresa iniciou uma enorme fase de investimentos, que resultou em 1998, na solicitação para a construção da sua primeira classe de navios, chamada de Lirica. Foi então que no dia 22 de junho de 2001 surgiu o primeiro navio desta nova classe, o MSC Armonia, com capacidade para 2.087 passageiros e 700 tripulantes. A partir deste primeiro navio, a empresa imprimiu um novo ritmo como ordem e começou a entregar a sua frota um navio por ano.


Em 2002 surgiu o MSC Sinfonia, em 2003 o MSC Lirica (1.445 passageiros) e, em 2004, o MSC Opera (1.756 passageiros). Com isso, foram ampliados não somente o número de passageiros, como também de rotas e destinos. Estes navios foram a pedra fundamental para que a MSC CRUZEIROS ingressasse definitivamente no concorrido mercado internacional de cruzeiros, fazendo acirrada concorrência na Europa, mais precisamente na Itália com a Costa Crociere. Nesta época, a empresa iniciou um novo programa de investimentos de €5.5 bilhões para construir a frota de cruzeiros mais moderna do mundo. Em pouco mais de uma década, a empresa construiu quatro belos navios da classe “Lirica”, seguidos por quatro majestosos navios da classe “Musica” (com capacidade para 3.000 passageiros e 900 tripulantes) e quatro esplêndidos navios da classe “Fantasia” (com capacidade para mais de 4.000 passageiros e 1.500 tripulantes), que possuem o Yacht Club, um conceito com piscina e restaurante privados, além de um serviço 6 estrelas. Todos eles apresentam a marca registrada da MSC CRUZEIROS: uma combinação de elegância tradicional e design inovador.
 

Em 2007, o navio MSC Napoli foi atingido por um furacão no canal da Mancha, entre o Reino Unido e a França. Considerado sem condições de recuperação foi colocado a própria sorte. Pouco depois, em 2008, a MSC CROCIERE se tornou a primeira empresa de viagem do mundo a receber o cobiçado “6 Golden Pearls”. Esse prêmio sem precedentes foi concedido pela agência de classificação internacional Bureau Veritas, em reconhecimento da conformidade da empresa com os três mais elevados padrões internacionais nas áreas de proteção ambiental, saúde e segurança, e segurança dos alimentos. Em dezembro de 2009, a MSC se tornou o quarto maior operador de linhas de cruzeiro do mundo.


Em 2014 a MSC CRUZEIROS lançou mais um ambicioso plano de investimentos de €5.1 bilhões que englobava a criação de até 7 novos navios e o Programa de Renascimento, para ampliar quatros dos navios existentes na frota. Pouco depois, em 2016, a empresa iniciou uma segunda fase desse plano de investimento, que foi ampliada para €9 bilhões ao assinar a carta de intenção de construção de quatro navios World Class, cada um com tecnologia de propulsão GNL (gás natural liquefeito) de última geração. Consequentemente, entre 2017 e 2026 um total de 11 novos navios da nova geração da MSC estarão navegando pelos mares. Mais recentemente o novo navio MSC Seaside reescreveu as regras de design de cruzeiros, misturando áreas internas e externas conectando os hóspedes ao mar como nunca antes. Com capacidade para 5.119 hóspedes, o MSC Seaside foi acompanhado pelo lançamento do MSC Seaview (foto abaixo) em junho de 2018. Além disso, a MSC CRUZEIROS se juntou ao canadense Cirque du Soleil, líder mundial de entretenimento artístico, em uma parceria para oferecer uma experiência única de entretenimento a bordo com um total de 8 shows originais (batizados de Cirque du Soleil at Sea).


“O estilo mediterrâneo de viver bem” faz parte do dia a dia da MSC CRUZEIROS, uma paixão não só pelo local, mas por uma maneira de perceber os aromas da culinária local, o jeito de encarar a vida e desfrutar de tudo o que essa cultura tem a oferecer. Os principais valores da região – autenticidade, bondade e cordialidade são a base da experiência com a MSC CRUZEIROS. Por isso, é contínua a busca de inspiração nessas raízes, com o diferente Estilo Mediterrâneo de Viver, que cria uma experiência única para as pessoas ao redor do mundo.


Frota ecológica 
Cada navio da MSC foi projetado e construído com a melhor tecnologia disponível e toda a frota possui equipamentos de primeira linha para proteger o ar e o mar. Cada navio possui um oficial de meio ambiente a bordo responsável por todos os aspectos relacionados ao meio ambiente. Todas as atividades de reciclagem e de gerenciamento de resíduos são monitoradas e os membros da tripulação que fazem parte dos procedimentos de reciclagem, bem como separação, coleta e gerenciamento de lixo recebem treinamento para operar de acordo com rigorosos padrões e procedimentos. Além disso, o sistema de monitoramento e planejamento de viagem permite implementar uma análise de rota e acompanhar cada um dos navios com atualização segundo a segundo e precisão de menos de 5 metros. Ao monitorar os dados técnicos como força e consumo de combustível, a empresa está efetivamente reduzindo as emissões de CO2. Uma curiosidade: o modo mais eficiente de economizar combustível é diminuir a resistência com a água. A MSC utiliza tinta anti-incrustante sem TBT no casco de todos os seus navios para evitar o acumulo de crustáceos e diminuir significativamente o atrito com a água.


A frota atual da MSC CRUZEIROS conta com 15 navios ultramodernos (com a atmosfera de um grande hotel 5 estrelas flutuante), altamente inovadores e com design elegante, oferecendo uma experiência de férias inigualável, sempre com culinária deliciosa e autêntica, entretenimento premiado, muito relaxamento, acomodações confortáveis, além de serviço e expertise impecáveis. A abordagem simpática, calorosa e prestativa da tripulação significa que a MSC é mestre na arte de cuidar dos hóspedes, oferecendo cabines confortáveis e bem equipadas; equipe qualificada e poliglota; alto número de funcionários por hóspede; roupa de cama 100% natural, colchões Dorelan e travesseiros de alta qualidade; e o Cruise Card para transações rápidas e fáceis a bordo (não é necessário dinheiro).


A MSC é conhecida por sediar os eventos de inauguração mais emblemáticos, para celebrar o início das operações de seus novos transatlânticos, que sempre contam com inúmeras estrelas internacionais, entretenimento ao vivo, importantes discursos, fogos de artifício e jantar de gala, combinados com as tradições marítimas que são tão importantes para a companhia, uma empresa familiar com herança marítima de longa data. Todos os navios da MSC CRUZEIROS possuem a mesma madrinha, a bela atriz italiana Sophia Loren.


A mascote 
Para entreter e cativar o público infantil (são 250 mil crianças a bordo de seus navios todos os anos) a MSC CRUZEIROS tem uma simpática mascote chamada DOREMI (uma interpretação lúdica do logotipo da marca), que juntamente com sua própria família - a irmã Mila, o irmão Dorebro e o irmão mais novo Dorebaby – além do amigo DORE SUMMER (um surfista de 11 anos), são presença constante nos inúmeros espaços infantis dos navios da empresa. Há até mesmo uma sessão de fotos com a mascote e sua turma para registrar lembranças inesquecíveis da aventura das crianças no mar.


Os slogans 
Not just any cruise. (2016) 
A cruise like no other. 
MSC Cruises, the most modern fleet in the world. (2008) 
Beautiful. Passionate. Italian. (2006) 
Vivere Mediterraneo. 
The Mediterranean Way of Life. 
Não é qualquer cruzeiro. (Brasil) 
A sua viagem ainda vai ser assim. (Brasil)


Dados corporativos 
● Origem: Itália 
● Fundação: 1987 
● Fundador: Gianluigi Aponte 
● Sede mundial: Genebra, Suíça 
● Proprietário da marca: MSC Cruises S.A. 
● Capital aberto: Não (subsidiária da Mediterranean Shipping Company S.A.) 
● Chairman: Pierfrancesco Vago 
● Presidente: Gianni Onorato 
● Faturamento: €2.27 bilhões (2017) 
● Lucro: €311 milhões (2017) 
● Frota: 15 navios 
● Passageiros transportados: 1.97 milhões (2017) 
● Presença global: 70 países 
● Presença no Brasil: Sim 
● Funcionários: 23.770 
● Segmento: Turismo 
● Principais produtos: Cruzeiros marítimos 
● Concorrentes diretos: Costa Crociere, Star Cruises, Norwegian Cruise Line, Celebrity Cruises, Carnival Cruise Line e Royal Caribbean 
● Slogan: Not just any cruise. 
● Website: www.msccruzeiros.com.br 

A marca no mundo 
Atualmente a MSC CRUZEIROS, maior companhia privada de cruzeiros do mundo e marca líder na Europa e na América do Sul, tem uma moderna e renovada frota de 15 navios que oferecem 225 itinerários para mais de 80 países. Seus navios viajam durante o ano todo no Mediterrâneo e no Caribe com itinerários sazonais que incluem o Norte da Europa, o Oceano Atlântico, América do Sul, Sul da África, China, Dubai, Abu Dhabi e Índia. Com mais de 23.700 funcionários e 20 escritórios de vendas espalhados pelo mundo, em 2017 a empresa vendeu cruzeiros marítimos em mais de 70 países, hospedou em seus navios 1.97 milhões de pessoas (de 170 nacionalidades diferentes) e alcançou um faturamento de €2.27 bilhões. 

Você sabia? 
No ano de 2017 foram servidas em seus navios mais de 61.3 milhões de refeições e 95.2 milhões de drinques. 
No dia 25 de abril de 2009, o navio MSC Melody estava com mais de 1.000 passageiros e 600 tripulantes a bordo quando foi atacado por piratas próximo as ilhas Seychelles, na costa oriental da África. Por sorte os tripulantes a bordo conseguiram frustrar o ataque ao navio. Ninguém se feriu no acontecimento e o navio prosseguiu viagem tranquilamente. 


As fontes: as informações foram retiradas e compiladas do site oficial da empresa (em várias línguas), revistas (Fortune, Forbes, Newsweek, BusinessWeek, Isto é Dinheiro e Exame), jornais (Valor Econômico, Folha e Estadão), sites especializados em Marketing e Branding (BrandChannel e Interbrand) e Wikipedia (informações devidamente checadas). 

Última atualização em 16/7/2018

Nenhum comentário: