21.4.11

DORMEUIL

Separadas ao longo da história por rivalidades fortíssimas, a França e a Inglaterra souberam esquecer suas divergências na moda masculina. O pivô desse “milagre” atende pelo nome de MAISON DORMEUIL, uma excelência que já dura quase 170 anos e atravessou seis gerações. Tradição inglesa com sotaque francês de um império de tecidos clássicos que se traduz em ternos que podem custar até €150 mil.

A história
Tudo começou no ano de 1842 quando um jovem francês de apenas 22 anos e radicado em Paris, chamado Jules Dormeuil, iniciou a importação de tecidos ingleses para abastecer os alfaiates do país. Poucos anos depois, passou à fabricar seus próprios tecidos. Em 1858 seus irmãos, Alfred e Auguste, se juntaram ao negócio. Em 1863, seus produtos com a marca DORMEUIL FÈRES já eram exportados para a Ásia e África. Depois de inaugurar escritórios de venda em Londres, no ano de 1864, a empresa abriu sua primeira loja na cidade em 1871. O negócio dos irmãos deu tão certo que nas décadas seguintes a DORMEUIL consolidou-se como um dos melhores e mais exclusivos fornecedores de tecido de roupas para homens no mundo. A tradição construiu a fama do nome DORMEUIL, que virou referência entre os homens abonados e de bom gosto. Depois que a maioria dos alfaiates aposentou as agulhas, a Maison passou a fornecer tecidos para as marcas de luxo, como a italiana Kiton e a Lanvin Paris.


Até mesmo as marcas femininas passaram a procurar a empresa, que teve que adaptar sua fábrica, em Yokshire, na Inglaterra, para satisfazer as exigências de grifes como Chanel, Dior, Yves Saint Laurent e Prada. Na década de 1960 apresentou suas primeiras roupas prontas masculinas, que seriam relançadas com a chegada do novo milênio. Dominic Dormeuil, que nasceu na Inglaterra, assumiu o comando da empresa em 1999, e costuma brincar dizendo que onde se pode comprar uma Coca-Cola já é possível comprar um tecido DORMEUIL. Recentemente a empresa anunciou uma parceria exclusiva de venda com a Camargo Alfaiataria, de São Paulo.


Hoje em dia, para cada país é estudada uma estampa e uma trama que se enquadrem na cultura e se adaptem aos consumidores locais. Em função dessa estratégia, anualmente a empresa investe US$ 1 milhão em pesquisa e desenvolvimento de novas tecnologias em tecidos, sempre em busca da melhor matéria-prima disponível no mercado. A lã utilizada na maioria de seus tecidos, sejam eles cardados (mais grossos), sejam penteados (mais leves), é extraída de ovelhas australianas e neozelandesas e seus fornecedores são criteriosamente escolhidos para manter a qualidade do fio. Ao todo, são lançadas mais de quatro mil estampas diferentes a cada ano. Fazem parte do portfólio da marca, por exemplo, tecidos de nomes pomposos, como Ambassador, cujo terno pode custar R$ 6.500; Amadeus 365, uma homenagem ao compositor Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791) e que promete manter a temperatura do corpo tanto no inverno quanto no verão; Royal Qiviuk, com 45% de linho fio 200 e a mesma medida de linho puro, acrescidos de 10% de pelo de Qiviuk, tipo de bisão que só existe no norte do Canadá e cuja pelagem cai na primavera; e Vanquish II, o mais caro da atual coleção e resultado da mistura da lã da vicunha e do guanaco, animais dos Andes. Lã da Nova Zelândia, seda da Índia e China, caxemira da Mongólia e vicunha do Andres. Não é estranho, que com tamanha tradição, cuidado e sofisticação os tecidos DORMEUIL foram e são escolhas preferidas da Rainha da Inglaterra e da Suécia, do cineasta Francis Ford Copola, da poderosa editora da revista Vogue Ann Wintour e de sua santidade o Dalai Lama.


A linha do tempo
1920

Introdução da divisão feminina.
Primeira marca a personalizar a ourela de cada peça.
1927
Lançamento do SPORTEX®, um revolucionário tecido extremamente versátil para roupas esportivas e casuais.
1955
Abertura de escritórios em Milão na Itália e Düsseldorf na Alemanha.
1957
Lançamento do TONIK®, célebre tecido que ainda hoje é um dos principais produtos da marca.
1960
Apresentação em Paris da GUY DORMEUIL, primeira coleção de roupas masculina da marca.
1989
Lançamento do tecido LASER, que incorporava avançada tecnologia.
1999
Lançamento do PASHMINA®, uma das fibras mais finas e suaves, utilizado para fazer estolas.
2002
Relançamento de sua coleção de roupas masculinas com a marca DORMEUIL.
Inauguração de lojas próprias na França.
2003
Inauguração de lojas na Rússia e Jordânia.
2005
Lançamento do GUANASHINA®, uma mistura de três preciosas e raras fibras expressando a derradeira essência do luxo.
Lançamento do VANQUISH®, um dos tecidos mais luxuosos e caros do mundo.


Dados corporativos
● Origem: França
● Fundação: 1842
● Fundador: Jules Dormeuil
● Sede mundial:
Palaiseau, França
● Proprietário da marca:
Dormeuil Frères S.A.
● Capital aberto: Não
● Chairman & CEO: Dominic Dormeuil
● Faturamento: Não divulgado
● Lucro:
Não divulgado
● Lojas:
+ 15
● Presença global: 70 países
● Presença no Brasil: Sim
● Funcionários: 500
● Segmento: Moda masculina de luxo
● Principais produtos: Tecidos, ternos e gravatas
● Principais concorrentes:
Scabal e Ermenegildo Zegna
● Slogan: The World’s Best Cloths.
● Website:
www.dormeuil.com


A marca no mundo
Hoje a marca, que além dos tecidos, vendidos para as mais sofisticadas alfaiatarias e marcas de luxo, também comercializa caríssimos ternos, camisas e gravatas (US$ 125), está presente em mais de 70 países ao redor do mundo. Além disso, a marca possui uma exclusiva e pequena rede composta por mais de uma dúzia de lojas próprias. A fábrica da empresa fica na Inglaterra, na região de Huddersfield. O maior mercado da marca no mundo é o Japão, cuja relação data de 1913.

Você sabia?
O tradicional brasão da marca possui três cabeças de ovelhas que representam cada um dos irmãos que iniciaram a DORMEUIL.
O metro de um tecido DORMEUIL custa, em média, US$ 600.


As fontes: as informações foram retiradas e compiladas do site oficial da empresa (em várias línguas), revistas (Fortune, Forbes, Newsweek, BusinessWeek e Time), sites especializados em Marketing e Branding (BrandChannel e Interbrand), Wikipedia (informações devidamente checadas) e sites financeiros (Google Finance, Yahoo Finance e Hoovers).

Última atualização em 21/4/2011

4 comentários:

Anônimo disse...

A DORMEUIL é mais "TOP" que a Italiana Ermenegildo Zegna?

Leonor Batista disse...

Bom dia, sempre passo pra dar uma olhadinha no seu blog, é bastante interessante...parabéns!

Leonor

Tony Iuliano disse...

Oie, pode dar uma passada nesse novo blog de Marketing?

http://briefmarketing.blogspot.com/


Obrigadooo

Anônimo disse...

Sim, em geral os tecidos Dormeil são mais "top" do que zegna.
O controle de qualidade é um dor melhors do mundo.
Os tecidos Tonik e Guanashina são totalmente exclusivos e inegualaveis.