8.4.09

KARO


KARO é a combinação perfeita para cereais, leite, frutas, sucos, vitaminas, sorvetes, biscoitos e pães. É ideal para uso culinário, no preparo de sobremesas com coberturas, glacês, recheios, bolos, caldas e muito mais. E também no preparo de receitas salgadas dando aquele sabor, brilho e cor especiais às carnes assadas e pratos agridoces. Gerações e gerações cresceram no mundo inteiro comendo alimentos que continham o sabor único de KARO. 

A história 
Tudo começou no dia 13 de maio de 1902 quando a The Corn Products Refining Company, empresa fundada neste mesmo ano, lançou no mercado americano um produto chamado KARO, nada mais que uma calda à base de Glucose de Milho, produzida a partir de ingredientes naturais extraídos de grãos de milho especialmente selecionados e cuidadosamente processados. KARO também levava açúcar em sua composição e, junto com a Glucose de Milho, deixava o produto com um suave gostinho semelhante ao do mel. Por isso, podia ser usado para dar um toque caramelizado em pratos doces e salgados. Segunda uma lenda, o nome do novo produto seria uma homenagem à esposa do químico que havia inventado o produto, Carolina, que era chamada carinhosamente de “Karo”. Porém, outra versão conta que o nome deriva de outra calda vendida na época sob a marca Kairomel. KARO inaugurou uma nova categoria de produto, tornando seu uso muito mais prático, pois, antes de seu surgimento, as donas de casa americanas precisavam levar seus jarros vazios para serem enchidos nas mercearias, onde a calda ficava acondicionada em barris.


O produto era vendido em práticas latas e potes de vidro, e estava disponível em duas versões: KARO DARK (original) e KARO LIGHT (com adição de baunilha e coloração clara). KARO foi inicialmente divulgado em uma campanha publicitária com o slogan “The Great Spread for Daily Bread”. Em 1910, a empresa investiu US$ 250.000 (uma quantia enorme para a época) em publicidade com o objetivo de tornar a marca KARO conhecido pelo país. A campanha incluía a segunda edição do Karo Cook Book, um livro ilustrado de 50 páginas escrito por Emma Churchman Hewitt que continha 120 receitas deliciosas que utilizavam o produto como ingrediente. Esse livro se tornou um dos maiores e mais efetivos canais de divulgação da marca, popularizando seu uso em diversos pratos.


Na década de 1930, a esposa de um dos executivos de venda da empresa descobriu uma nova utilização do produto: KARO era utilizado como ingrediente para fazer a tradicional torta de nozes americana, conhecida até os dias de hoje como KARO PIE. A receita que levava, além de KARO, ovos, açúcar, baunilha e nozes, se transformou em uma tradição da culinária americana, especialmente na região sul do país, aumentando ainda mais a popularidade da marca. Ainda nesta década, em 1933, a marca chegou importada ao Brasil e, a partir de 1946, passou a ser produzida no país. O produto foi totalmente incorporado ao dia a dia dos brasileiros durante décadas e estabeleceu uma relação de carinho e confiança com os consumidores, que percebiam ou identificavam KARO como uma marca de qualidade e tradição, que era passada de mãe para filho. Hoje em dia KARO não é mais comercializado no país.


Enquanto isso nos Estados Unidos, uma nova versão do produto era introduzida no mercado em 1938: KARO WAFFLE SYRUP (um xarope feito da seiva da Mapples, uma árvore tipicamente canadense), calda especialmente desenvolvida para ser utilizada em waffles e panquecas. Este produto, identificado por uma faixa verde no rótulo, é atualmente conhecido como KARO PANCAKE. Para comemorar os 80 anos de lançamento do produto, a empresa, em 1981, lançou um novo livro que continha 200 deliciosas receitas que levavam KARO como ingrediente. No Brasil, KARO chegou a estender sua marca para outras categorias de produtos ao lançar no mercado em 2000, uma linha de coberturas para sorvetes, logo após a aquisição da Bestfoods, dona da marca, pela Unilever. As coberturas estavam disponíveis nos sabores chocolate, caramelo e morango, e eram usadas para dar muito mais sabor a sorvetes, milk-shakes, bolos, sobremesas e tudo aquilo que a imaginação do consumidor permitia.


Pouco depois, em 2002, a marca KARO, que até então pertencia a empresa holandesa UNILEVER, foi comprada pela americana ACH Food, uma subsidiária integral da empresa britânica Associated British Foods. Em 2005, uma nova variação do produto foi introduzida no mercado: KARO BROWN SUGAR, ideal para a preparação de pratos quentes como pernil e peru, dando uma coloração mais escura às receitas. Recentemente nos Estados Unidos, a marca em resposta a diminuição do consumo de açúcar e calorias por parte dos consumidores, introduziu no mercado o KARO LITE (identificado por uma faixa azul-claro), produto com 33% menos calorias que a versão original e zero grama de frutose.


A evolução visual 
O logotipo original da KARO tinha uma característica marcante: a perna alongada da letra K na parte debaixo. No decorrer dos anos a identidade visual foi evoluindo até adquirir uma imagem mais moderna e atual.


Os slogans 
Compliments Guaranteed. 
Pour out the possibilities. 
Karo, a marca que traz muito mais sabor e energia para seu dia-a-dia. (Brasil)


Dados corporativos 
● Origem: Estados Unidos 
● Lançamento: 13 de maio de 1902 
● Criador: The Corn Products Refining Company 
● Sede mundial: Cordova, Tennessee, Estados Unidos 
● Proprietário da marca: ACH Food Companies, Inc. 
● Capital aberto: Não 
● CEO: Richard Rankin 
● Faturamento: Não divulgado 
● Lucro: Não divulgado 
● Presença global: 60 países 
● Presença no Brasil: Não 
● Segmento: Alimentos 
● Principais produtos: Calda de Glucose de Milho 
● Concorrentes diretos: Welch’s e Aunt Jemima 
● Ícones: A tradicional torta de nozes americana conhecida como KARO PIE 
● Slogan: Pour out the possibilities. 
● Website: www.karosyrup.com 

A marca no mundo 
Líder absoluto de mercado nos Estados Unidos e Canadá, os produtos da marca KARO são comercializados em quase 60 países ao redor do mundo. 

Você sabia? 
Em mais de 100 anos foram vendidos cerca de 2.4 bilhões de barris de KARO no mundo inteiro. 


As fontes: as informações foram retiradas e compiladas do site oficial da empresa (em várias línguas), revistas (Fortune, Forbes, Newsweek, BusinessWeek e Time), sites especializados em Marketing e Branding (BrandChannel e Interbrand) e Wikipedia (informações devidamente checadas). 

Última atualização em 4/12/2014

2 comentários:

Mestre Giobosco disse...

Eu me lembro que, há muitos anos, o Mel Karo era vendido em vidros grandes, com rótulos em cores diferentes - vermelho, azul, amarelo, cada um com sabor e propriedades diferentes.

ricleite disse...

Houve uma antiga propaganda de TV no brasil. Lá pelos anos 1980 que tinha uma musica com a seguinte letra:
"
Eu quero karo!
Karo todo dia é vida e energia.
Mamãe eu quero karo e quero...
Karo! ...
"