26.7.09

PENALTY

Suas bolas rolam com autoridade em quadras de futsal e em campos de futebol, quicam em quadras de basquete e handebol, e chegam até a boiar em piscinas de pólo aquático. Suas luvas garantem a segurança de muitos goleiros e as chuteiras adornam os pés de muitos craques. A marca PENALTY definitivamente é a patrocinadora oficial de muitos jogos e de muitos brasileiros, não importando o esporte ou local, desde que jogado com amor e espírito esportivo.

A história
A história da maior marca brasileira de materiais esportivos teve início na década de 30, logo após um período de grande crise mundial. O comerciante de origem libanesa Sarhan Tuma Estefano, cheio de coragem e determinação, abriu em São Paulo, já então principal centro financeiro do Brasil, uma oficina de costura com a esposa, Assibe. Porém, no momento em que as vendas começaram a crescer, ele faleceu. A viúva, com seis filhos para criar, se uniu a seus irmãos, Ibrahin e Sarhan Curi, para seguir com a iniciativa. A união consolidou-se a partir da década de 40, com o desenvolvimento da indústria têxtil no Brasil. Em 1945, os filhos de Assibe, Eduardo e Victorio Estefano, ainda jovens, mas com muita fibra e empreendedorismo, compraram a parte dos tios e fundaram oficialmente a Malharia Cambuci S/A, uma confecção de artigos de vestuário masculinos e femininos localizada no bairro do Cambuci, em São Paulo.


Pouco menos de 25 anos depois, em 1968, os irmãos Eduardo, Ricardo e Roberto Estefano, filhos de Eduardo e netos de Assibe, assumiram a empresa, após a aposentadoria do tio Victorio. Finalmente, em 1970, a Cambuci modernizou sua fábrica, redefiniu sua linha de produtos e criou a marca PENALTY, lançando no mercado brasileiro produtos para a prática de futebol, além de roupas para a prática de exercícios físicos e ao ar livre. Com o sucesso, pouco depois, em 1973, a Cambuci transferiu sua produção para a cidade de São Roque, no interior de São Paulo, em um complexo de fábricas criado para atender a todo o mercado brasileiro. Em seguida, fechou seu primeiro grande contrato de patrocínio com o São Paulo Futebol Clube.


Nesta época, a explosão de consumo de produtos esportivos favoreceu um crescimento vigoroso da marca PENALTY, que acompanhou a demanda e atendeu as expectativas dos amantes das práticas esportivas. Em 1976 inaugurou sua primeira fábrica de bolas em São Roque, uma das mais modernas da época. A qualidade de suas bolas foi confirmada quando a Confederação Brasileira de Vôlei concedeu o primeiro selo de garantia de qualidade para as bolas produzidas pela PENALTY. Em 1979, a marca fechou importante parceria com a Confederação Brasileira de Futebol de Salão (CBFS), que acabava de nascer. Por mais de 20 anos, constantes investimentos na modalidade firmaria a PENALTY como uma “marca de profissional” (slogan usado pela marca nos anos 80 e 90), intimamente ligada ao universo do futebol, em suas diversas modalidades. Começava aí a internacionalização da marca PENALTY.


Em 1980 a marca iniciou a produção de calçados esportivos, e antes da metade desta década, já era a maior fabricante brasileira de bolas para a prática de futebol, futsal, basquete, vôlei, handebol e pólo aquático. Neste período, adquiriu os direitos de fabricação de calçados da marca Asics e raquetes e bolas de tênis da Wilson e Doonay, absorvendo, a partir daí, experiência e tecnologia suficientes que lhe permitiram a PENALTY evoluir seus produtos no padrão internacional. Seguindo o caminho da internacionalização, nos anos 90 a PENALTY consolidou sua presença na América do Sul, tornando-se a marca oficial das principais federações e confederações nas diversas modalidades esportivas que atua até hoje. Como resultado dos investimentos, a marca mostrou-se “pé quente” e conquistou o bicampeonato da Copa Libertadores da América e do Mundial Interclubes com o São Paulo Futebol Clube, em 1992 e 1993, respectivamente. Dois anos depois, em 1995, foi a vez de ser campeã da Copa Libertadores da América com o Grêmio, e vice no Mundial Interclubes. Além disso, foi pentacampeã mundial (1982, 1985, 1989, 1992, 1996) com a Seleção Brasileira de Futsal, tornando a modalidade cada vez mais prestigiada em todo o mundo.


Ainda na década de 90, a explosão do consumo de material esportivo estimulou a empresa a investir cada vez mais no crescimento da marca PENALTY. Por outro lado, a abertura do mercado brasileiro às importações provocou a entrada de inúmeras marcas esportivas internacionais, tornando o consumidor mais exigente. Esses acontecimentos foram encarados como um desafio. Em três estados brasileiros (São Paulo, Bahia e Paraíba), modernas fábricas foram inauguradas, linhas de produtos ampliadas, novas tecnologias desenvolvidas em bolas, calçados, confecção, equipamento e acessórios, além de aplicar estratégicos investimentos no setor esportivo, assinando contratos com as federações de futebol da Argentina, Bolívia, Uruguai e Paraguai. Com isso, a empresa manteve sua competitividade no mercado nacional e firmou-se no mercado internacional, levando a marca PENALTY para mais de 10 países de toda a América, Ásia e Europa. Em 1998 foi fundada a primeira filial fora do Brasil, na Argentina, e que hoje tem presença massiva, sendo uma das principais marcas argentinas de futebol.


Com o início do novo milênio a PENALTY se consolidou nos esportes coletivos com o patrocínio de grandes equipes de basquete e handebol, além de patrocinar atletas de ponta com o jogador de basquete Anderson Varejão, o ginasta Diego Hypólito e o jogador de futsal Schumacher. Atualmente a marca PENALTY possui contrato de fornecimento de material esportivo para equipes de futebol como Vasco da Gama, Remo, Vitória, Náutico, Ceara, Portuguesa, Santa Cruz, Everton (Chile), Defensor (Uruguai), Gimnasia y Esgrima (Argentina) e Vélez Sarsfield (Argentina); de Futsal como Carlos Barbosa e Suzano; além de patrocinar individualmente atletas como Deola (goleiro do Palmeiras) e Fernandão (pivô da Seleção Espanhola de Futsal e do Barcelona), e a Liga Nacional de Futsal e a Liga Espanhola de Futsal.


A linha do tempo
1975
Lançamento de sua linha de meias esportivas.
1997
Lançamento da revolucionária bola de futebol WORLD, que possuía menos costuras (apenas 12 gomos arredondados, ao invés dos tradicionais gomos hexagonais e pentagonais), além de mais impermeabilidade e maior desempenho, proporcionando mais velocidade nos chutes.
A linha de bolas para futebol AMÉRICA’S conquista o selo de aprovação da FIFA se tornando a única bola brasileira para jogos internacionais.
1998
Modernização de toda linha de luvas, calções, camisas de goleiros e uniformes de concentração e oficial.
1999
Lançamento da bola PENALTY STAR, com designer inovador e aprovação da FIFA.
Firma contrato com a CBF (Confederação Brasileira de Futebol) para fornecimento de uniformes dos árbitros.
2000
Lançamento da bola PENALTY STAR FUEGO, desenvolvida especialmente para a Copa América disputada na Colômbia.
Lançamento das tecnologias ATF (Anatomical Tecno Flex), Duo Soft (tecido altamente tecnológico) e Memo Tech (consolidando ainda mais a qualidade das meias PENALTY).
2003
Lançamento da nova linha de luvas para goleiros com os modelos Delta, Acqua Safe e Protec, desenvolvidos para serem usados em situações particulares. O modelo Delta, por exemplo, é ideal para campos secos e por ser produzido em 100% látex, possui maior maciez e adere muito bem às mãos. Como sugere o nome, o Acqua Safe é para campos molhados. O produto utiliza material neoprene além do látex, que evita a absorção de água e não deixa a luva pesada. Já o modelo Protec é indicado para condições intermediárias do campo, mas com uma diferença em sua produção, já que a costura realizada no látex envolve todos os dedos e, assim, proporcionar maior proteção.
2004
Lançamento da chuteira SAGA com tecnologia Molix e Aracnun (esta última especialmente para goleiros).
Lançamento do TITAN, primeiro calçado da PENALTY para a prática do handebol.
Lançamento da bola de futsal MAX 1000, que diminuía em 13% o impacto com o pé do atleta na hora do chute.
Lançamento da bola PENAYLTY PRECISION, fabricada com “pequenas cavidades” que proporcionavam mais precisão na hora do chute.
2008
Lançamento da nova linha de produtos profissionais para futebol SNIPER, desenvolvida para os atletas que buscam um produto que auxilie no contato com a bola e que facilite os toques e lançamentos.
Lançamento da BOLA 8, com menor atrito, graças à pequena quantidade de gomos e junções. O produto conta com a tecnologia Termotec, desenvolvida pela empresa e que garante 0% de absorção de água. A nova e revolucionária bola trazia uma série de benefícios graças ao seu design. Afinal, com apenas oito gomos, as tradicionais têm 32, a bola da Copa do Mundo tinha 14, o atrito era bem menor. Com isso, a bola era mais rápida em razão da resistência menor ao ar; menos contundente por ter poucas regiões de junções dos gomos, e um melhor balanceamento, fazendo com que mantivesse a sua trajetória no ar. Sua estréia foi no Campeonato Brasileiro da Série B, e os 20 clubes que participaram da competição receberam a nova bola para treinos antecipadamente.
Lançamento da coleção RUNNING, composta por seis modelos calçados para a prática de corrida, além de uma linha de confecção, composta por camiseta, calção, boné e meias. Entre os modelos de tênis, o destaque é o Flash, ideal para uso diário e prática de caminhadas, pois possuía solado que proporcionava mais conforto através de amortecimento e canal de ventilação na planta do pé. O tênis possuía ainda material refletivo para utilização noturna, combinação de tecido dupla-frontura e laminado perfurado, o que oferecia maior ventilação e conforto.
2009
Lançamento da linha de Futsal PENALTY MAX, resultado de um trabalho intensivo de pesquisas em centros de tecnologia, que buscou tendências de design mundial para levar aos praticantes da modalidade produtos modernos, tecnológicos, que proporcionam conforto e melhoram o desempenho.
2011
Lançamento da bola 8 S11 Pró, que conta com a aprovação da FIFA e das principais federações do Brasil, foi personalizada especialmente para as finais de 15 campeonatos estaduais, ganhando um selo impresso com nome do estado e a cor laranja, o que a diferencia das bolas das demais partidas do campeonato.


As tecnologias
Antes de chegar ao consumidor final, assim como as bolas, as linhas de calçados, confecções e acessórios são desenvolvidas com as melhores matérias-prima e com tecnologias criadas exclusivamente para a necessidade de cada segmento. Todos os produtos são testados em laboratórios próprios e, principalmente, por atletas profissionais, o que garante que cada componente ofereça ao atleta tudo o que ele precisa: design, conforto, resistência, precisão e durabilidade. Ideal para a prática esportiva em geral, seja ela profissional ou de fim de semana. A preocupação de entender às necessidades dos esportistas e a política de manter grandes parcerias no mundo como clubes, atletas expressivos, seleções nacionais, federações e confederações consolidam a fórmula de sucesso da marca PENALTY.


As principais tecnologias desenvolvidas pela PENALTY nos últimos anos foram:
BOLAS
Termotec: tecnologia exclusiva de fabricação de bolas sem nenhum ponto de costura. Totalmente impermeável. Permite a utilização da bola em condições extremas de chuva intensa, por exemplo, sem alterar o peso.
Drycell: tecnologia voltada para as bolas de handebol, que possuem gomos com microporos, permitindo que a bola permaneça seca, sem reter umidade em sua superfície.
Hand Grip: acabamento e base de PVC. Revestimento externo com película aderente, o que proporciona maior grip nas mãos dos atletas.
Kick Off: tecnologia utilizada em bolas para a prática de Futebol Society, que proporciona quiques mais regulares, além de pingar menos em comparação com os modelos desenvolvidos para futebol de campo, proporcionando maior precisão em passes e chutes, e maior controle.
Water 0%: tecnologia de montagem da bola de pólo aquático através de sistema de fusão, permitindo assim total impermeabilidade à água e maior durabilidade e estabilidade.
Camaleão: tecnologia exclusiva PENALTY que muda de cor reagindo à exposição aos raios ultravioletas.
Neogel: matéria-prima exclusiva que proporciona maior maciez e absorção de impacto nos modelos profissionais.


CALÇADOS
ATF (Anatomical Techno Flex): os produtos que utilizam esta tecnologia são feitos para se adaptar às reais necessidades do usuário. Por isso a PENALTY se preocupou tanto em unir o desempenho e o design de modo tão balanceado. Os calçados ATF são produzidos de acordo com as características do formato dos pés dos brasileiros. A modelagem se ajusta perfeitamente à fôrma. Já os solados técnicos são desenvolvidos para a maximização do desempenho: a combinação adequada entre a borracha natural e a sintética forma um composto equilibrado entre durabilidade e aderência. A lona e o tecido sintético usados no cabedal são de alta resistência e apresentam toque macio.
ATF 360: a evolução da tecnologia ATF. Além de priorizar flexibilidade, leveza e resistência, garante estabilidade em todos os pontos estratégicos dos pés, proporcionando conforto dentro e fora das quadras.
Aracnun: material flexível com acabamento texturizado antideslizante. Esta tecnologia é aplicada em regiões estratégicas dos produtos para garantir o grip e aderência com a bola.
Molix: sempre em busca do melhor desempenho, a PENALTY procurou desenvolver chuteiras com maior flexibilidade e perfeito ajuste ao pé, sobretudo na parte do cabedal. A tecnologia se caracteriza pela inserção de uma peça de borracha, desenvolvida com um composto especial, na parte frontal do cabedal da chuteira. Isso amplia a facilidade de movimentação do pé do atleta, além de garantir maior segurança a cada jogada.
Silicon: esta exclusiva tecnologia anti-impacto foi desenvolvida com base de silício, proporcionando melhor amortecimento e mais conforto durante os jogos. Seu formato inovador gera estabilidade para a pisada.
Kangaroo Leather: o uso do couro de canguru no cabedal dos calçados torna os produtos desta linha extremamente diferenciados. Diminui o desgaste físico, e otimiza a performance dos esportistas através da leveza, conforto, maciez e durabilidade.


CONFECÇÕES
Duosoft: tecido leve que apresenta um bom poder de absorção de suor e rápida secagem. Assim, mesmo após o uso prolongado, a sensação de conforto e de toque macio permanece intacta.
BodyFit: produzido em microfibra de poliéster com elastano, possui alto grau de absorção de suor além de tecnologia especial de proteção dos raios UVA e UVB por meio de micro-cristais de dióxido de titânio. Proporciona também maior liberdade de movimento e conforto na pratica esportiva e no dia-a-dia.
MEIAS
High Compress: tecnologia com efeito de compressão progressiva que ajuda a evitar o desgaste muscular. Garante maior conforto e segurança, reduzindo o risco de contusões e protegendo a musculatura.
Flot: as meias que utilizam essa tecnologia são mais um resultado do incessante desenvolvimento de novas matérias-primas. A tecnologia exclusiva de construção de pontos mais amplos do que o padrão, resulta num desenho mais “arejado” para a malha, favorecendo a evaporação do suor.
Shin Protect - atoalhado mais reforçado e acolchoado no cano frontal do meião, para dar mais proteção.
EQUPAMENTOS
Anatomic Sys: produtos com recortes anatômicos que permitem encaixe perfeito e flexibilidade total do jogador.
Special Grip: feito com látex com uma formulação especial, a luva é destinada aos jogadores que precisam de mais resistência e durabilidade.
Exofinger: estrutura interna rígida que impossibilita a flexão contrária dos dedos, evitando lesões.


A evolução visual
Durante toda sua história a PENALTY utilizou diferentes logotipos. No decorrer dos anos eles foram modificados, em alguns momentos até de forma radical, mas sempre mantendo o espírito inovador da marca. Na penúltima modificação, ocorrida há poucos anos atrás, a PENALTY assumiu de vez a cor laranja em seu logotipo, aposentando o tradicional vermelho que durantes décadas acompanhou a marca.


Em 2011 a marca reformulou novamente sua identidade visual, adotando um novo posicionamento de mercado amparado na legitimidade de ser a única marca genuinamente brasileira de futebol. O novo logotipo adotou curvas e a cor verde.


Os slogans
Ginga Brasil. (2011)
O Brasil não se explica. Se sente! (2009)
Patrocinadora oficial do seu jogo. (2007)
Esse é o seu jogo.
Qual é o seu jogo?
Marca de profissional.
(década 80)


Dados corporativos
● Origem: Brasil
● Lançamento:
1970
● Criador:
Eduardo, Ricardo e Roberto Estefano
● Sede mundial:
São Paulo, Brasil
● Proprietário da marca: Cambuci S/A
● Capital aberto: Não
● Presidente:
Roberto Estefano
● Diretor Superintendente: Eduardo Estefano Filho
● Faturamento: R$ 248 milhões (2010)
● Lucro:
Não divulgado
● Fábricas: 7
● Presença global:
+ 14 países
● Presença no Brasil: Sim
● Funcionários: 3.000
● Segmento:
Material esportivo
● Principais produtos:
Calçados e roupas esportivas, bolas e acessórios
● Principais concorrentes: Topper, Nike, Adidas e Umbro
● Ícones:
As bolas
● Slogan:
Ginga Brasil.
● Website:
www.penalty.com.br

A marca no mundo
A PENALTY, que fabrica inúmeras categorias de produto, desde calçados e confecções até bolas e acessórios esportivos para esportes coletivos como futebol, vôlei, basquete, handebol e futsal, comercializa seus produtos em mais de 14 países da América, Ásia e Europa. Em seu portfólio, orgulha-se de ter a segunda maior fábrica de bolas das Américas, que por sua vez, como poucas no mundo, produz bolas certificadas pelas principais entidades regulamentadoras tais como FIFA, no futebol, a FIVB, no voleibol, a FIBA, no basquetebol, e a IHF, no handebol.

Você sabia?
A PENALTY é uma verdadeira especialista no mercado de bolas, sendo a única marca aprovada por todas as Federações e Confederações mais importantes do mundo, oferecendo bolas para diversas modalidades, entre elas: futebol de campo, society e salão, vôlei de quadra e de praia, basquete, handebol, futevôlei, beach soccer, rúgbi, futebol americano, pólo aquático e biribol.


As fontes: as informações foram retiradas e compiladas do site oficial da empresa (em várias línguas), revistas (Veja, Isto é Dinheiro, Época Negócios e Exame), sites especializados em Marketing esportivo e Branding, e Wikipedia (informações devidamente checadas).

Última atualização em 9/5/2011

3 comentários:

M. Adhans disse...

Muito Obrigado pelo post !

BubbleDesign disse...

dei uma rapida passada pelo blog e tem mto conteudo!!!
E conteudos bons!
parabens pelas pesquisas e informações repassadas!
com ctz um blog de referencia
abs

[ADMIN]Etti disse...

Belíssima história da Penalty,existem vários comentários de que toda fabricação estava sendo feita apenas no Paraguai e que essa marca brasileira havia optado em empregar somente os paraguaios,deixando muitos brasileiros sem emprego,mas por tudo que li aqui,isso é apenas especulação