20.7.10

POSITIVO INFORMÁTICA

Você saberia responder qual é o computador mais vendido do Brasil? Se você respondeu HP, Dell, Lenovo, Sony ou Compaq, errou. A líder deste mercado atende pelo nome de POSITIVO. Essa liderança na fabricação de computadores, conseqüência de altos investimentos em soluções inovadoras, que integram hardware, software, periféricos e serviços, e resultam em produtos e serviços sob medida para o consumidor, alçou a brasileira POSITIVO ao posto de uma das maiores fabricantes de computadores do planeta.
-
A história
A história começou em 1989 quando Hélio Rotenberg, um jovem de 27 anos, deixou a cidade do Rio de Janeiro com o diploma de mestrado em informática nas mãos. Enquanto desarrumava as malas na volta para casa, o curitibano viu na televisão uma propaganda do Grupo Positivo, fundado em 1972, a partir da criação de uma escola e de uma gráfica. O gigante da educação divulgava a abertura de uma faculdade de informática. Naquele mesmo dia, ele começou a articular um encontro com o professor Oriovisto Guimarães, fundador do Grupo. Uma única reunião bastou para ser contratado. Nascia ali uma parceria duradoura. A transformação da faculdade em uma fabricante de computadores aconteceu por acaso. O país vivia uma época de reserva de mercado para importação de eletrônicos. Novamente, bastaram 15 minutos de conversa com Guimarães para resolver essa questão.
-
-
A faculdade se transformou em uma fabricante de PCs em maio de 1989. Inicialmente a POSITIVO fabricava e vendia computadores para escolas clientes do Grupo em todo Brasil. Já em 1990, a empresa identificou a oportunidade de fornecer computadores e soluções de informática para empresas e instituições do poder público, por meio de licitações públicas. Em 1994, criou seu Segmento de Tecnologia Educacional, dando início à comercialização dos primeiros softwares educacionais para escolas e para o varejo.
-
-
Em 2000, a POSITIVO lançou o Portal Educacional, site dirigido às escolas privadas e, no ano seguinte, o Portal Aprende Brasil, desenvolvido para atender as necessidades das secretarias de educação e escolas públicas. A partir de 2001, a empresa se tornou distribuidora exclusiva no Brasil para toda a linha de softwares educacionais da série Disney. A entrada da empresa no setor de varejo aconteceu somente em 2004. Os computadores da marca começaram a ser vendidos na Casas Bahia e outras grandes redes varejistas. Em apenas nove meses se tornou a maior fabricante de computadores do Brasil. Desde então, a POSITIVO nunca mais deixou de ser líder.
-
-
Ao final de 2005 iniciou a venda para o mercado corporativo de hardware, com uma linha de desktops, notebooks e servidores, e ultrapassou a marca de 500 mil computadores produzidos. Em 2008, além de vendas diretas para grandes empresas no mercado corporativo, a POSITIVO criou um novo canal de vendas para este segmento, com o objetivo de comercializar computadores e serviços de informática para pequenas e médias empresas, por meio de parcerias com distribuidores. No mesmo ano, inaugurou a verticalização da produção de placas mãe de desktops na planta industrial de Curitiba (PR) e da fabricação de monitores LCD em sua nova unidade em Ilhéus (BA).
-
-
Recentemente, em 2010, a empresa lançou no mercado o Alfa, um e-book para revolucionar o mercado editorial no país com 8,9 milímetros de espessura e pesa 240 gramas. A tela é sensível ao toque. Dentro dele cabem 1.500 livros e ele pode ser facilmente carregado no bolso de um paletó. O novo produto é o primeiro passo da maior fabricante de computadores do Brasil para ampliar seu leque de atuação e começar a reduzir gradativamente sua dependência financeira de desktops e notebooks. A POSITIVO vai também fabricar televisores LCD, celulares e tablets em um futuro bem próximo.
-
-
Entre os produtos atuais comercializados pela marca, destaque para a linha Positivo Union (que integra o monitor, o gabinete e as caixas de som em uma única peça) cujos computadores podem assumir atributos comuns dos computadores portáteis, como mobilidade e portabilidade; Positivo Fácil, que vem com o Software Ajudante, um programa que orienta o usuário em tarefas como ligar e desligar o computador, editar um texto ou acessar a internet; os notebooks ultrafinos Positivo Aureum, pesam apenas 1,6kg, tem grafismo nas tampas e tela de 13,3 polegadas; e a linha Positivo Mobo, que oferece mobilidade, portabilidade e autonomia para públicos de diferentes perfis.
-
-
Atualmente a marca oferece uma linha completa de microcomputadores (desktops e notebooks), servidores e impressoras. A empresa também oferece sistemas completos, softwares e portais de educação, além de serviços de capacitação de professores e usuários. Os portais têm mais de 1.6 milhões de usuários pagantes. Dentre os principais produtos estão mesas educacionais, laboratórios de informática, canetas tradutoras, simuladores e softwares de autoria multimídia, educação e entretenimento.
-
-
A evolução visual
Recentemente a marca POSITIVO modificou sua identidade visual. O tradicional logotipo perdeu o símbolo colorido e estilizado da mão fazendo um sinal de positivo.
-
-
Os slogans
Viva melhor com Positivo.
O computador que todo mundo entende.
Soluções integradas. Produtos sob medida.

-
-
Dados corporativos
● Origem:
Brasil
● Fundação: 1989
● Fundador:
Oriovisto Guimarães e Hélio Rotenberg
● Sede mundial:
Curitiba, Paraná
● Proprietário da marca:
Positivo Informática S.A.
● Capital aberto: Sim (2006)
● Presidente do conselho: Oriovisto Guimarães
● Presidente: Hélio Rotenberg
● Faturamento: R$ 2.5 bilhões (2009)
● Lucro: R$ 127.7 milhões (2009)
● Valor de mercado: R$ 1.6 bilhões (julho/2010)
● Vendas: 1.77 milhões de unidades (2009)
● Fábricas: 3
● Presença global:
40 países
● Presença no Brasil: Sim
● Funcionários: 9.000
● Segmento: Informática
● Principais produtos: Computadores e notebooks
● Slogan: Viva melhor com Positivo.
● Website:
www.positivoinformatica.com.br
-
A marca no mundo
Atualmente a POSITIVO INFORMÁTICA, maior fabricante de computadores do Brasil com participação de mercado de 29.9%, é um gigante que fatura mais de R$ 2.5 bilhões anualmente e vendeu, em 2009, 1.778 milhões de unidades, das quais 714 mil foram notebooks. Com mais de 6.000 pessoas, a empresa possui três fábricas, localizadas em Curitiba (PR), Manaus (AM) e Ilhéus (BA), que possuem capacidade mensal de produção de 330 mil computadores. Seus produtos são comercializados em aproximadamente 8 mil pontos de venda em mais de 5 mil cidades brasileiras. Além da central de relacionamento, sua rede de assistência técnica é formada por aproximadamente 450 unidades distribuídas por todo o país. Líder também na área de tecnologia educacional, suas soluções estão presentes em 11.800 escolas públicas, 2.450 escolas particulares, mais de 900 pontos de venda no varejo em todo o Brasil e são exportadas para mais de 40 países.
-
Você sabia?
Líder de mercado há seis anos ininterruptos, a empresa já produziu mais de 6 milhões de computadores.
-
-

As fontes: as informações foram retiradas e compiladas do site oficial da empresa (em várias línguas), revistas (Isto é Dinheiro, Exame e Época Negócios), sites especializados em Marketing e Branding (Mundo do Marketing), Wikipedia (informações devidamente checadas) e sites financeiros (Google Finance, Yahoo Finance e Hoovers).
-
Última atualização em 20/7/2010

Um comentário:

Consultora Educacional disse...

Gosto muito dos artigos de ótima qualidade do seu Blog. Quando for possível dá uma passadinha para ver meu Curso de Informática. Emily Nascimento.