29.1.12

LEFFE

Pureza. Autenticidade. Personalidade. E uma receita tradicional desde 1240. Tudo isso dentro de uma garrafa. Essa pode ser a melhor definição da belga LEFFE, uma cerveja tipo abadia conhecida mundialmente por seu estilo e personalidade ímpar.

A história
A Abadia de Notre Dame de Leffe foi fundada em 1152 à beira do rio Meuse, na província de Namur, no sul da Bélgica. Em 1200 passou a se chamar somente Abadia de Leffe. A cerveja só foi aparecer na Abadia em 1240 (segundo os registros históricos). Como tradicionalmente era feito por toda Europa, aquele mosteiro contava com os premonstratenses, verdadeiros cânones da cerveja. Era muito comum a fabricação de cerveja pelos monges, por ser um tipo de bebida que, ao mesmo tempo em que aquecia o corpo, também fornecia todos nutrientes necessários, uma vez que os países da Europa possuem, até os dias de hoje, invernos rigorosos. Além disso, a cerveja tinha um importante papel sanitário, uma vez que impedia que epidemias tifoides e outras doenças se espalhassem através da água contaminada, já que a esterilização durante sua fabricação impedia a contaminação.


Então, usando de um conhecimento passado de geração a geração, contando com todos os ingredientes encontrados na natureza (perto do mosteiro), estes cânones desenvolveram uma cerveja única, a LEFFE, fabricada apenas naquela região. Mas a Abadia sofreu várias intempéries, naturais e humanas, através dos anos: uma enchente em 1460; um incêndio em 1466; tropas a danificaram em 1735; e durante a Revolução Francesa, em 1794, os monges tiveram que abandoná-la. A fabricação de cerveja continuou em uma escala menor até 1809, quando foi interrompida completamente. Os monges só retornaram para a Abadia em 1902, e em 1937 a Abadia de Leffe foi oficialmente declarada como patrimônio histórico.


Em 1952, os monges firmaram aquele que até hoje é conhecido como um dos primeiros contratos de royalties entre um mosteiro e uma cervejaria comercial. Isto aconteceu quando o monge Abbot Nys e Albert Lootvoet, dono de uma cervejaria na cidade de Overijse, resolveram produzir a cerveja LEFFE DARK, segundo a tradicional receita e processo de fabricação, em escala comercial para ser vendida no mercado belga. A cerveja foi um sucesso instantâneo. Nas décadas seguintes as cervejas da marca se espalharam pela Europa e outros países. Além disso, a linha de cervejas da marca foi aumentada com o lançamento de novos produtos. A cervejaria que produzia a LEFFE sob licença foi mais tarde, em 1987, comprada pela empresa Interbrew, que recentemente se fundiu com a brasileira Ambev para formar a InBev. Com isso, a LEFFE ganhou poder de distribuição mundial ainda maior.


Atualmente a LEFFE oferece seis rótulos: Blonde (carro-chefe da marca, é uma cerveja aromática, encorpada, forte e frutada, com teor alcoólico de 6.6%), Brune (também conhecida como Brown, segue o padrão de qualidade da versão loira, mas é feita de malte torrado, o que valoriza as notas de café e chocolate eliminando as especiarias), Tripel (extremamente forte, com teor alcoólico de 8.4%, é uma cerveja com rico gosto picante de coentro e laranja, sendo uma excelente alternativa para qualquer vinho branco mais encorpado e cheio de sabor), Radieuse (cerveja extremamente forte, com teor alcoólico de 8.2%, cuja composição leva cravo e semente de coriandro, especiaria originária da Ásia e norte da África, que conferem ao produto aroma e sabor únicos), Ruby (aventurando-se no terreno das cervejas de frutas, trás uma coloração avermelhada intensa e levemente escurecida, com creme não muito consistente nem persistente e aroma de framboesa evidente) e Leffe 9º (cerveja de alta fermentação com uma coloração dourada e teor alcoólico de 9%, cujo maravilhoso sabor e rico aroma conferem uma personalidade única). Além disso, a marca produz cervejas sazonais, como por exemplo, a Printemps (cerveja com teor alcoólico de 6.6%, especialmente desenvolvida para ser consumida no verão) e a natalina Bière de Noël (com teor alcoólico de 6.6% carregado de especiarias).


A evolução visual
A identidade visual da marca passou por algumas modificações ao longo dos anos, mas sempre manteve o formato e a tradicional imagem da abadia.


Dados corporativos
● Origem:
Bélgica
● Surgimento:
1240
● Criador:
Monges da Abadia de Leffe
● Sede mundial:
Leuven, Bélgica
● Proprietário da marca:
Anheuser-Busch InBev N.V.
● Capital aberto:
Não
● Chairman:
Peter Harf
● CEO:
Carlos Brito
● Faturamento:
Não divulgado
● Lucro: Não divulgado
● Presença global:
+ 60 países
● Presença no Brasil: Sim
● Segmento:
Cervejas
● Principais produtos:
Cervejas tipo Abadia
● Principais concorrentes:
Affligem, Grimbergen e Corsendonk
● Ícones:
O rótulo com a imagem da Abadia
● Slogan:
Savour Life, Savour Leffe.
● Website: www.leffe.be

A marca no mundo
A LEFFE, cerveja tipo Abadia mais consumida no mundo, é comercializada em mais de 60 países, com forte presença no continente europeu. A cerveja belga chegou ao Brasil em 2007 através da Ambev.

Você sabia?
Durante muitos anos a LEFFE foi fabricada em Mont-Saint-Guibert até que a Interbrew fechou a cervejaria. Atualmente todas as cervejas da marca são produzidas na cervejaria Stella Artois, em Leuven.

As fontes: as informações foram retiradas e compiladas do site oficial da empresa (em várias línguas), revistas (Fortune, Forbes, Newsweek, BusinessWeek e Time), sites especializados em Marketing e Branding (BrandChannel e Interbrand), Wikipedia (informações devidamente checadas) e sites financeiros (Google Finance, Yahoo Finance e Hoovers).

Última atualização em 29/1/2012

Um comentário:

Anônimo disse...

Nossa o logo consegue captar mto bem a junção da história com o refinamento da cerveja.

Eu estudei marketing na faculdade e tenho que dizer, realmente este blog é mto bom.

Criação de Sites