17.7.06

SHERWIN-WILLIAMS


O que pode haver em comum com símbolos importantes como a Casa Branca, a Estátua da Liberdade, a tradicional ponte Golden Gate, o imponente Burj Khalifa (o edifício mais alto do mundo) e os foguetes aeroespaciais da NASA, com as paredes de sua residência? Existe uma possibilidade muito grande de todos terem sido pintados com as tintas SHERWIN-WILLIAMS, marca que trás ao mercado as melhores opções em revestimento e proteção, com produtos para as mais diversas finalidades. 

A história 
Tudo começou em 1866 quando o jovem Henry Alden Sherwin aventurou-se a montar um pequeno negócio de revenda de tintas, batizado na época de Truman Dunham & Co., na cidade de Cleveland no estado de Ohio. Era o início de uma empresa que mais tarde se tornaria a maior indústria de tintas do mundo, e que hoje está presente em todos os quadrantes do planeta. Com grande visão empreendedora ele confiou no futuro potencial do novo empreendimento, mas seu primeiro sócio, Truman Dunhan, não o acompanhou e retirou-se do negócio três anos depois, devido a divergências da entrada da empresa no refinamento de petróleo. Dois novos sócios entraram em seu lugar, mas somente um deles permaneceu na atividade, Edward Porter Williams. A nova parceria, iniciada em 1870, levou o nome comercial de SHERWIN-WILLIAMS & Co. Três anos depois, época em que a concorrência se dedicava ao comércio de óleo de linhaça, os sócios aprofundaram estudos e pesquisas sobre o mercado americano de tintas, com a nítida intenção de fabricá-las.


A empresa progrediu e, em 1873, instalou sua primeira unidade de produção. No ano de 1875 foi produzida a primeira tinta em lata pronta para uso, revolucionando assim o mercado americano. No ano seguinte foi patenteada a linha de produção com injetoras de 21 polegadas, oferecendo altíssima qualidade na produção de pigmentos com extraordinária precisão e uniformidade. A partir de 1880 deu um grande salto em direção ao desenvolvimento. Naquele ano lançou no mercado a tinta SWP - Sherwin-Williams Paint, que era comercializada com garantia e estava pronta para o uso, se transformando em um grande sucesso de vendas. A partir daí o negócio não parou de se expandir.


Em 1892 a empresa concretizou uma importante conexão com o Canadá, estabelecendo um escritório de representações com Walter H. Cottingham, um produtor de tintas local, e três anos depois com a construção de sua primeira fábrica fora dos Estados Unidos. Na virada do século a empresa já era grande e em pouco tempo passou a dominar o mercado de tintas dos Estados Unidos e Canadá, sempre investindo em pesquisa e desenvolvimento de novos produtos. Em 1905 ocorreu o início do embarque de tintas para portos do Caribe e América do Sul. No ano de 1910 a empresa tornou-se a maior produtora de tintas e vernizes do mundo. Entre 1911 e 1914 abriu suas primeiras lojas de varejo por diversas cidades americanas, divulgando seu nome por todo o país.


Em 1930 incorporou uma das mais antigas indústrias de tintas do mundo, a John Lucas & Co, da cidade da Filadélfia, e o passo seguinte foi à expansão de suas atividades industriais para a América e daí para o mundo: ainda nesse ano inaugurou uma loja de varejo com sua marca no México e adquiriu uma fábrica de tintas em Havana, que no futuro iria se transformar na Sherwin-Williams of Cuba. Com o início da Segunda Guerra Mundial, o governo americano se tornou o principal cliente da empresa. No início da década de 1940, depois de se instalar em Buenos Aires, a cidade escolhida foi São Paulo. O mercado brasileiro de tintas começou a conhecer a marca SHERWIN-WILLIAMS em maio de 1944, com a implantação da fábrica e seus modernos equipamentos, modificando todo o segmento, principalmente no que diz respeito a novos produtos e qualidade. Com o final do conflito mundial, em 1945, a empresa pode comemorar cinco anos de conquistas. No mercado americano as tintas KemTone atingiram vendas de 37 milhões de galões. Em 1953 aproveitando a tendência de venda de outros produtos em conjunto com o galão de tinta, inaugurou uma fábrica em Deshler, estado de Ohio, com o objetivo de fabricar massa corrida, cal, rolos, pincéis e bandejas para tintas.


Nos anos seguintes a empresa introduziu várias novidades no mercado, como por exemplo, o sistema de simulação de cores, proporcionando assim ao consumidor criar a cor de sua preferência. Em 1976, a SHERWIN-WILLIAMS formou a divisão automotiva, inaugurando sua primeira fábrica, especialmente voltada para a produção de tintas para o setor automotivo, na cidade Richmond, estado americano do Kentucky. As décadas seguintes foram de muito crescimento, transformando a marca SHERWIN-WILLIAMS entre uma das mais conhecidas do mundo. Esse crescimento também atingiu sua rede de lojas, que em 1992, inaugurou a unidade de número 2.000 e se transformou em uma das mais poderosas marcas do varejo americano.


Mais recentemente a marca se destacou novamente pela inovação. Por exemplo, nos Estados Unidos a marca evidenciou o lançamento de um produto para auxílio ao combate das infecções hospitalares. Chamada de Paint Shield (“tinta escudo”) é a primeira tinta bactericida e antimicrobiana do mundo, que pode ser usada em academias, clínicas, postos de saúde, escolas, hotéis, navios de cruzeiro e casas. Já no Brasil, lançou a tinta acrílica com poderoso antimofo, o Metalatex Bactercryl, produto pioneiro no mercado de tintas especiais para ambientes úmidos que previne a proliferação de fungos e mofo. No início de 2016, a SHERWIN-WILLIAMS comprou por US$ 8.9 bilhões a concorrente Valspar, cujas origines datam de 1806, criando assim a maior empresa de tintas do mundo.


A linha do tempo 
1872 
Lançamento do primeiro catálogo de tintas da empresa. 
1877 
Lançamento das primeiras latas de tinta reaproveitáveis, impulsionando o uso doméstico do produto. A lata podia ser aberta e depois fechada novamente, permitindo assim o uso da tinta por muito mais tempo. 
1878 
Lançamento da primeira mistura de tinta pronta para o uso. 
1896 
Início da produção de tintas secas a partir de ingredientes químicos básicos e intermediários. 
1898 
Lançamento dos primeiros produtos não relacionados com tinta: inseticidas e vernizes. 
1925 
A equipe de Pesquisa e Desenvolvimento, liderada pelo cientista Dr. Nathan van Stone desenvolve o primeiro esmalte para uso doméstico, denominado Roger Brushing Lacquer
1928 
Início da produção de resina sintética para utilização no segmento aeronáutico. 
1929 
Introdução de sua primeira linha de acabamento sintético com o nome KEM. Nos anos seguintes mais produtos são lançados sob a marca registrada: Esmaltes Secos Kem Air, Kem Railwaw Superfícies, etc. 
1940 
Lançamento do primeiro guia de tintas e cores da marca. 
1941 
Lançamento, com a maior campanha já vista na história da empresa (US$ 1 milhão de investimento em marketing), da KEM-TONE, uma revolucionária tinta constituída a partir de 28 ingredientes cuidadosamente processados, inclusive com caseína, uma proteína encontrada em leite e queijo, presente nas pinturas dos antigos egípcios. 
1949 
Lançamento da KEM-GLO, uma nova tinta esmalte. 
1950 
Lançamento da SUPER KEM-TONE, primeira tinta látex da marca para pintar interiores. 
1959 
Lançamento em suas lojas do KEM KOLORMETER, um sistema de simulação de mistura de tintas. 
1970 
Lançamento do BEAU MONDE, compreensiva paleta de cores para ambientes internos e externos. Ela seria substituída pela paleta COLOR ANSWERS em 1988. 
1981 
Lançamento da SuperPaint, primeira tinta do mercado com 10 anos de garantia. 
1990 
Aquisição das marcas de tintas KRYLON (aerosol) e DeSoto. 
1996 
Lançamento da LowTemp 35, uma tinta desenvolvida para ser utilizada em temperaturas baixas. 
2007 
Introdução das embalagens plásticas de tintas, que revolucionaram o mercado. 
Inauguração do primeiro IDEA CENTER, localizado em Shaker Heights, estado de Ohio, onde o consumidor podia mergulhar no maravilhoso mundo das cores criando a coloração de tinta que realmente desejava através de um processo simplificado. 
Lançamento no Brasil da Metalatex Repelente, a primeira linha de tintas do país que repelia o mosquito da dengue e outros insetos domésticos, como pernilongos, aranhas, moscas e baratas. Com tecnologia desenvolvida no Brasil, o produto utilizava em sua formulação aditivos naturais e possuía baixo odor. Apesar de repelir insetos, a tinta não continha qualquer inseticida ou pesticida, além de ser à base d’água, o que garantia sua formulação ambientalmente responsável. 
2008 
Sua Divisão Automotiva lança o sistema à base de água “AWX” (Advanced Waterborne System), desenvolvido nos laboratórios da empresa na Europa e Estados Unidos. O AWX é composto por 70 bases de cor para acabamento de veículos automotores. As principais características do sistema são: fácil aplicação (similar à tinta base solvente); melhor reprodutibilidade de cor; rendimento, cobertura e facilidade de lixamento; simples manipulação para mistura; redução dos re-trabalhos e desperdício na aplicação e adaptável a qualquer instalação de pintura. Atualmente é possível reproduzir mais de 15 mil cores através deste sistema. 
Lançamento no Brasil da METALATEX ECO TELHA TÉRMICA, uma tinta inteligente que regula a temperatura do ambiente interno e externo do imóvel, deixando-o mais quente no inverno e fresco no verão. 
2011 
Lançamento da HGTV HOME™ BY SHERWIN-WILLIAMS, uma linha exclusiva de materiais de pintura interiores em parceria com o popular canal de decoração, paisagismo e jardinagem HGTV HOME. Inicialmente eram oito coleções de cores exclusivas, duráveis e de baixo cheiro, bem como uma variedade de ferramentas inteligentes projetadas para ajudar os consumidores a desfrutar da experiência da pintura perfeita. 
2012 
Lançamento no Brasil da METALATEX CLIMA & TEMPO, um produto inovador que otimiza o período entre demãos e acelera o tempo final da pintura. Essa tinta facilita o trabalho e aplicação em dias úmidos e, segundo a marca, é a única tinta no mercado que não mancha com pingos de água, com uma secagem extra rápida. 
2014 
Lançamento no Brasil da NOVACOR RISQUE & RABISQUE, um revestimento transparente, bicomponente e formulado à base de água, que transforma a superfície em um quadro de escrever. Com ela, a garotada pode soltar a imaginação e colorir as paredes à vontade. Sem comprometer a cor de fundo, o produto forma uma película dura sobre a qual se pode rabiscar, apagar e voltar a desenhar.


A tecnologia 
As pesquisas e desenvolvimentos de novos produtos da SHERWIN-WILLIAMS sempre geraram um grande número de mudanças e inovações no segmento. As instalações de pesquisa e desenvolvimento dedicam-se em manter a tecnologia entre as melhores do setor. Através de investimentos em tempo e capacitação de pessoal, a empresa oferece continuamente aos clientes, os melhores, mais duráveis e versáteis produtos. Todos os anos a empresa investe milhões de dólares para criar produtos de qualidade superior a todos os tipos da aplicação. Os laboratórios de pesquisa de polimentos analisam os elementos mais básicos de formulação das tintas para criar produtos com a maior durabilidade, aderência e melhor desempenho geral. Já o laboratório de cores utiliza modernas técnicas, fornecendo aos clientes uma seleção de cores, garantindo a sua uniformidade cromática sob as mais diferentes condições. O laboratório de pesquisa e processo avalia novas tecnologias em tintas decorativas e para manutenção industrial, antecipando-se às necessidades de uma indústria cada vez mais automatizada.


Reconhecidamente uma das empresas do setor que mais investem em pesquisa e desenvolvimento, a SHERWIN-WILLIAMS é responsável por diversos produtos que se tornaram referências de mercado, como o primeiro esmalte a base d’água e o primeiro spray aerosol que utiliza como base a água. Sempre conduzida por valores que mantém desde a sua fundação, sendo eles: integridade, pessoas, serviços, qualidade, desempenho, inovação e crescimento, a empresa é reconhecida pela liderança nas áreas de recursos renováveis, redução do lixo e conservação de energia. Das tintas decorativas aos revestimentos industriais, a marca é confiável e respeitada, diversificada e sustentável, inventora e inovadora.


Inovação 
A palavra inovação faz parte do universo da SHERWIN-WILLIAMS. Isto pode ser comprovado recentemente, em 2012, quando a empresa lançou no mercado o ColorSnap™, um aplicativo que permite descobrir as cores do mundo com um simples clique. É o poder das cores na palma da sua mão. Com ele, o usuário do smartphone tira a foto e a SHERWIN-WILLIAMS mostra qual é a cor. Pode ser uma paisagem, o azul do mar ou tudo o que você quiser. Este aplicativo otimiza o serviço de profissionais, como arquitetos, decoradores e designers, e também ajuda os consumidores a saberem quais cores foram utilizadas nas pinturas de determinadas obras e objetos. O Sistema Color permite que o usuário descubra e salve na memória do aparelho o nome, o número RGB e os tons das tintas que fazem parte da fotografia.


A evolução visual 
Em 1884, Sherwin desenhou o primeiro logotipo oficial da empresa, representado por um camaleão, um lagarto tropical capaz de alterar sua cor para se esconder no ambiente em que se encontra. Essa marca tornou-se um sucesso, expandindo a identidade corporativa da empresa. Quase uma década depois, em 1893, o novo logotipo da marca SHERWIN-WILLIAMS foi esboçado pelo gerente de publicidade, George W. Ford, a partir da criação da equipe de publicidade, com o novo tema: “Cover the world” (“cubra o mundo”). O novo logotipo seria adotado oficialmente somente em 1905.


Somente em 1974 o famoso logotipo foi substituído por outro mais moderno e em sintonia com o futuro da empresa, focando suas ações nos consumidores domésticos. Porém, a importância e a força do icônico logotipo Cover The World o trouxeram de volta em 1979. Três anos mais tarde, uma nova identidade visual da marca foi introduzida, quando o famoso Cover The World se juntou ao logotipo criado em 1974, para criar uma imagem forte e ao mesmo tempo moderna. Há poucos anos atrás o logotipo foi novamente modificado, desta vez ganhando uma nova tipografia de letra.


O logotipo COVER THE WORLD possui uma forte simbologia, que representa o universo da marca. Acompanhe na imagem abaixo o que significa cada símbolo do tradicional logotipo.


Os slogans 
Make the most of your color with the very best paint. (2010) 
Ask Sherwin-Williams. (2006) 
Some colors just make you feel at home. (2000) 
A class of its own. (2000) 
The standard of excellence. (1995) 
Working harder for you. (1995) 
Coatings, colors and chemicals for industry. (1967) 
Cover the earth. (1966) 
What is worth doing is worth doing well. (1916) 
A cor da qualidade em tintas. (Brasil)


Dados corporativos 
● Origem: Estados Unidos 
● Fundação: 1866 
● Fundador: Henry Sherwin e Edward Porter Williams 
● Sede mundial: Cleveland, Ohio, Estados Unidos 
● Proprietário da marca: The Sherwin-Williams Company 
● Capital aberto: Sim (1925) 
● Chairman & CEO: John Morikis 
● Faturamento: US$ 11.34 bilhões (2015) 
● Lucro: US$ 1.05 bilhões (2015) 
● Valor de mercado: US$ 24.7 bilhões (dezembro/2016) 
● Lojas: 4.400 
● Presença global: 121 países 
● Presença no Brasil: Sim 
● Funcionários: 33.000 
● Segmento: Decoração 
● Principais produtos: Tintas, esmaltes, vernizes e acessórios para pintura 
● Concorrentes diretos: Dulux, Benjamin Moore, Behr, Axalta, DuPont, PPG, Suvinil e Coral 
● Ícones: O logotipo Cover the World 
● Slogan: Cover the earth. 

A marca no Brasil 
A SHERWIN-WILLIAMS chegou ao Brasil em 1938. Pouco depois, em 1944, começou sua produção local, com a aquisição da Soperba, então uma indústria de tintas instalada no bairro de Moema em São Paulo. Depois de modernizar aquela unidade, deu início àquilo que os pesquisadores chamam de “segunda etapa” da história do mercado de tintas - a introdução da primeira tinta PVA (à base de água), com a marca KEM TONE. Na década de 1970, se transformou na primeira indústria do setor a utilizar a técnica de mistura de tintas em lojas. No mesmo período, inovou com o lançamento da primeira tinta acrílica do mercado brasileiro, a até hoje consagrada com a marca Metalatex. Em 1982, a empresa deu início a um grande projeto de expansão de suas atividades ao inaugurar uma fábrica de alta tecnologia para os padrões da época, no município de São Bernardo do Campo (São Paulo), onde permaneceu até 1997, quando se transferiu para Taboão da Serra. Pouco depois, em 2000, ocorreu o lançamento do Clube do Pintor, o primeiro clube virtual para profissionais do setor.


No Brasil, a marca consolidou uma imagem de inovação e desenvolveu pioneiramente as tintas da linha ECO, com fórmulas com baixo teor de COV (Compostos Químicos Voláteis) e à base d’água. Entre as criações de produtos, novas cores, investimento em inovação e tecnologia, a SHERWIN-WILLIAMS foi escolhida e está presente em importantes obras no Brasil. São exemplos dessa presença o Metrô, Parque Olímpico e Vila dos Atletas, e o Porto Maravilha, no Rio de Janeiro; o Viaduto Santa Efigênia, na cidade de São Paulo; no aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP); no Teatro de Manaus; nas Torres da TV Bandeirantes em São Paulo; revestindo a Torre do Pico do Jaraguá; a Torre da Rua Minas Gerais (próxima à Avenida Paulista); a Arena Castelão em Fortaleza; a Arena Fonte Nova em Salvador; as Barcas Rio-Niterói; a Arena Independência, no bairro do Horto em Belo Horizonte (América Futebol Clube); a BRT Ponte do Galeão (RJ); as estações do Metrô de Salvador; dez Navios do Atlântico, entre muitos outros locais. Localizada no estado de São Paulo e de Pernambuco, a empresa possui escritórios e fábricas nos municípios de Taboão da Serra/SP e Igarassú/PE, no segmento imobiliário. Também faz parte do grupo a unidade de tintas industriais, aerossol e tinta em pó em Sumaré/SP. Entre suas principais marcas no Brasil estão Metalatex (oferece variedade de acabamento e alto desempenho em ambientes internos e externos), Aquacryl (oferece o mais alto desempenho disponível no mercado de tintas imobiliárias), Lazzuril (responsável pela produção de tintas e complementos para o segmento de re-pintura automotiva) e Colorgin (líder do mercado de tintas spray), amplamente reconhecidas por formadores de opinião e consumidores, e disponíveis em mais de 20 mil pontos de vendas.


A marca no mundo 
Atualmente os produtos SHERWIN-WILLIAMS são reconhecidos e comercializados em mais de 120 países ao redor do mundo. Com faturamento superior a US$ 11.3 bilhões em 2015, a empresa vendeu aproximadamente 1.3 bilhões de litros de tinta. Nos Estados Unidos, a marca é mais do que um grande fabricante de tintas, sendo um dos principais distribuidores e varejistas do segmento, com mais de 4.400 lojas administradas pela empresa nos 50 estados americanos, Canadá, México, América do Sul e Caribe. Além disso, a empresa comercializa tintas em vários canais de distribuição, como home centers, grandes varejistas, lojas especializadas e depósitos de materiais para construção. A empresa atua nos segmentos de tintas para lojas, consumidores e divisões automotiva, industrial e naval. 


As fontes: as informações foram retiradas e compiladas do site oficial da empresa (em várias línguas), revistas (Fortune, Forbes, Newsweek, BusinessWeek, Isto é Dinheiro e Exame), jornais (Valor Econômico e Folha), sites especializados em Marketing e Branding (BrandChannel e Interbrand), Wikipedia (informações devidamente checadas) e sites financeiros (Google Finance, Yahoo Finance e Hoovers). 

Última atualização em 23/12/2016

6 comentários:

marcelo dos santos lopes disse...

sou pintor, tenho 42 anos e so indico esta marca, que e fantastica. teriam algum curso na empresa para um simples pintor?

Xênia Melo disse...

Não sei há qto tempo o Sr. Solicitou o curso aqui, mas procure dentro das grandes redes como C&C, Center Castilho, Dicicco e outras pequenas redes, pois há uma programação anual de cursos que os técnicos da Sherwin Williams ministram.
Boa sorte!

Solange disse...

Bom dia.
a tinta spray da linha KRYLON é vendida aqui no Brasil?
onde posso adquirir aqui em Salvador(Bahia)

obrigada

Anônimo disse...

Oi Solange. Tem tinta Krylon por aqui, mas é difícil de encontrar, fui achar em minha cidade (São José dos Campos/SP) em uma loja
simples de bairro, nas grandes lojas e comércio consta de catálogo mas niguém tem. Ainda assim só consegui 3 cores (vermelha, prata e branco).
É uma tinta execelente por não atacar o plástico e isopor, e uso para trabalhos de arte.

Joaquim Viana disse...

Tinta maravilhosa. Grande marca é esta. Sou artista plástico e muito feliz em conhecer esta marca . Alta qualidade já alguns anos uso esta marca maravilhosa.Muito obrigado de ter chegado ao Brasil só assim nós que pintamos passamos a ter um trabalho de qualidade para oferecer!

Lohan Duarte disse...

A fábrica da Sherwin Williams ainda existe em São Bernardo do Campo, é a principal fábrica da companhia no Brasil.
Existem 4 fábricas no Brasil, uma em Sumaré, uma em Taboão da Serra, uma em São Bernardo do Campo, e outra no interior do estado da Paraíba.