20.8.06

VALDA

Originária da França, as pastilhas VALDA foram trazidas para o Brasil através de importadores que foram atrás de histórias contadas por viajantes sobre uma milagrosa pastilha de formato inovador, de cor verde, vendida em latinhas, e que provocava uma deliciosa sensação de alívio às suas gargantas doloridas. E quase um século depois, as tradicionais pastilhas continuam adoçando e refrescando a boca de milhões de brasileiros, causando um bem-estar diário.

A história
A história começou em 1902 na França quando o farmacêutico Henri-Edmond Cannone criou as PASTILLES VALDA, que foram um dos primeiros produtos farmacêuticos industrializados do mundo. Por conter uma substância anti-séptica, as pastilhas eram o único medicamento capaz de combater as doenças respiratórias que apavoravam a população naquela época. O sucesso e os benefícios das pastilhas correram mundo afora e chegaram ao Brasil em 1914 através de importadores, que foram atrás de histórias contadas por viajantes sobre uma milagrosa pastilha de formato inovador, de cor verde, vendida em latinhas, e que provocava uma deliciosa sensação de alívio às suas gargantas irritadas. Assim, durante seus primeiros anos em nosso país, a VALDA era privilégio das pessoas que tinham acesso aos importadores, ou encomendavam a seus amigos em viagens a Paris. Somente em 1925, o Sr. Eugène Barrenne, empresário do setor farmacêutico, começou a comercializar as pastilhas no país. No início, elas eram importadas da França, comercializadas em papel-cartão e colocadas no mercado brasileiro através de farmácias e drogarias.


Por volta de 1935, a fabricação local do produto tornou-se indispensável devido à alta demanda. Por isso, o Sr. Eugéne comprou um terreno em São Cristóvão no Rio de Janeiro e construiu uma fábrica. Depois, procurou o inventor das pastilhas, Henri Cannone, e solicitou a ele um financiamento somente para a compra das máquinas e know-how de fabricação das tradicionais pastilhas. O francês não só concordou em fornecer as máquinas como mandou um técnico ao Brasil a fim de orientar a montagem do laboratório no Rio de Janeiro. As pastilhas VALDA conseguiram então, em abril de 1936, o registro de medicamento outorgado pela Diretoria de Defesa Sanitária Internacional e da Capital da República - Departamento Nacional de Saúde Pública. Entre 1937 e 1938, a fábrica começou a funcionar com o nome de Sociedade Farmacêutica Bresival Ltda. E iniciou a comercialização das pastilhas VALDA. Durante a Segunda Guerra Mundial, em 1939, em um lance de pura ousadia, um monomotor, que cruzava a orla das praias do Rio de Janeiro, especialmente em Copacabana, estendendo uma grande faixa trazendo a inscrição “Pastilhas Valda. O alívio para sua garganta.”, liberava pequenos pára-quedas com latinhas de pastilhas pelas praias cariocas.


Já na década seguinte, a marca se notabilizou por um jingle memorável composto em cima do sucesso de “La Cucaracha”. E na Rádio Nacional, em seu tradicional programa dos sábados que parava o Brasil, Cesar de Alencar tinha o patrocínio de “Pastilhas Valdas, O Sinal Verde para sua Garganta”. Em 1975, o herdeiro desta grande tradição farmacêutica, Dr. Jacques Canonne, decidiu assumir o destino das famosas pastilhas criando o laboratório Valda, cuja razão social foi modificada para Laboratório Canonne em 1986. No final desta década a empresa introduziu no mercado a versão diet das famosas pastilhas e pouco depois os famosos tabletes VALDA (goma de mascar).


No início do novo milênio, em 2001, atendendo às solicitações dos tradicionais consumidores das Pastilhas VALDA, que através de uma pesquisa demonstraram descontentamento com o ultrapassado sistema de abertura e o som emitido no contato com o metal, a centenária latinha foi substituída por uma embalagem mais prática, em plástico metalizado reciclável. Com visual moderno, as novas embalagens eram bem mais leves e tinham sistema de fechamento simples, bastando apenas girar e puxar a tampa para abri-la, o que ao mesmo tempo impedia que ela abrisse dentro do bolso ou da bolsa, por exemplo. Nos anos seguintes, ocorreu o lançamento de novos produtos sob a marca VALDA, que tinha como objetivo, atingir outros públicos consumidores, especialmente os mais jovens e formadores de opinião.


Mesmo hoje com centenas de medicamentos no mercado as pastilhas VALDA continuam tendo seu espaço, sendo que com o passar dos anos a marca se diversificou e ampliou enormemente a sua linha de produtos, além de ter modernizado a sua fórmula. Tudo isto sem perder a qualidade de seus produtos e sem deixar de investir em tecnologia e também em inovação permanentemente.


A linha do tempo
1988
Lançamento das pastilhas VALDA DIET/LIGHT nos sabores mentol e eucaliptol.
2001
Lançamento da VALDA FIBRAS, disponível em seis sabores (abacaxi, cereja, laranja, limão, morango e maracujá), contendo apenas 1,30 calorias por unidade. A goma acácia, substância rica em fibras solúveis (encontradas principalmente em frutas e leguminosas), fazia parte de sua composição.
2002
Lançamento da VALDINHA FIBRAS (direcionada para crianças), uma alternativa saudável sem dispensar o sabor adocicado.
Lançamento da VALDA ORGANICS, uma linha de produtos naturais, sem agrotóxicos, feitos a partir de ervas naturais extraídas da Floresta Amazônica com a quantidade certa do princípio ativo. A linha contava com os sabores passiflora & maracujá, camomila & cravo (ambos calmantes), alcachofra & abacaxi (digestivo), açaí & acerola, açaí & catuaba (energizantes e revigorantes), ginkobiloba (bom para memória), bem como erva-doce & limão, canela mentolada, boldo & limão, entre outros.
Lançamento das embalagens sachês com 12 unidades para as pastilhas originais.
2005
Lançamento da VALDA FRIENDS, pastilhas envelopadas em uma embalagem com formato de calça jeans para sugerir um ar mais jovial. A pastilha com sabor menta eucalipto e apenas 2 calorias, tinha formato redondo, que proporciona uma liberação perfeita do sabor, deixando o hálito muito mais perfumado e a garganta mais refrescante.
2007
Lançamento do TABLETE VALDA DIET com XILITOL, uma goma de mascar isenta de açúcar, com a dosagem ideal de Xilitol, um adoçante natural encontrado em frutas, plantas e no corpo humano. A utilização do tablete eleva o pH da saliva inibindo a formação de placas bacterianas e prevenindo assim as cáries.
2008
Lançamento da VALDA FRIENDS GUM, goma de mascar com sabor menta eucalipto.


Campanhas que fizeram sucesso
A partir de 1992, as pastilhas estiveram presentes no FestValda, evento musical universitário patrocinado pela marca, onde eram distribuídas milhões de pastilhas aos estudantes. O evento foi seguido, pouco depois, pelo Valda Music, de caráter itinerante, onde um caminhão equipado com aparelhos de som possibilitava shows em universidades e escolas. A partir do FestValda, que se tornou um grande sucesso e durou sete anos, as pastilhas ganharam novo fôlego, elevando o faturamento da empresa de US$ 2 milhões para US$ 20 milhões ao ano. O marketing foi tão bem-sucedido que o Brasil passou a figurar como líder em vendas, ultrapassando a França, país de origem do produto. Em 2002 a marca VALDA começou a mudar seu posicionamento no mercado com uma campanha publicitária que apelava para as propriedades de frescor e bom hálito das tradicionais pastilhas. A campanha com o mote “Valda dá vontade de beijar” fez enorme sucesso e ampliou o conceito sobre a pastilha, antes associada apenas à prevenção de males da garganta. Nos anos seguintes a marca continuou centrando suas campanhas e ações promocionais no ato de beijar.


A evolução visual
O logotipo da marca no Brasil foi modificado algumas vezes no decorrer dos anos, tendo como principal mudança o acréscimo do ramo de hortelã.


Os slogans
O alívio para sua garganta.
Uma atitude de-li-ci-o-sa-men-te saudável.


Dados corporativos
● Origem:
França
● Lançamento: 1902
● Criador:
Henri-Edmond Cannone
● Sede mundial:
Rio de Janeiro, Brasil
● Proprietário da marca:
Laboratório Canonne Ltda.
● Capital aberto: Não
● Diretor geral:
Hugues Ferté
● Faturamento:
Não divulgado
● Lucro:
Não divulgado
● Presença global:
30 países
● Presença no Brasil:
Sim
● Funcionários: 250
● Segmento:
Balas e confeitos
● Principais produtos:
Pastilhas de menta e gomas de mascar
● Concorrentes diretos:
Vick e Benalete
● Ícones:
As tradicionais latinhas
● Slogan:
O alívio para sua garganta.
● Website: www.valda.com.br

A marca no mundo
Presença constante na maioria das farmácias e redes de drogarias no Brasil, as Pastilhas VALDA, que vendem mais de 18 milhões de unidades anualmente, são atualmente comercializadas em outros 30 países ao redor do mundo pela Glaxo Smith Kline. Além do Brasil, a França e Hong Kong são importantes mercados para a marca.


As fontes: as informações foram retiradas e compiladas do site oficial da empresa (em várias línguas), revistas (Isto é Dinheiro, Época Negócios e Veja), sites especializados em Marketing e Branding (Mundo do Marketing), Jornais (Valor Econômico) e Wikipedia (informações devidamente checadas).

Última atualização em 13/2/2012

Nenhum comentário: