11.6.06

DEUTSCHE BANK

O DEUTSCHE BANK se dedica a fazer uso máximo de sua exclusiva experiência, capacidade e força financeira para agregar valor aos seus clientes, acionistas, funcionários e para a sociedade como um todo. A imagem do banco alemão perante o mercado mundial é de uma instituição financeira comprometida com o cliente, de atuação global, de novas idéias e insights, alta performance e, especialmente, confiança.
-
A história
O DEUTSCHE BANK (literalmente “banco alemão” em português) foi fundado no dia 22 de janeiro de 1870 na cidade de Berlin, por um grupo de homens liderados por Adelbert Delbrück com o objetivo de prover suporte a internacionalização dos negócios promovendo e facilitando as relações comerciais da Alemanha com a Europa e outros continentes, tendo como primeiro presidente Georg Siemens. Poucos meses depois, no dia 10 de março, o Governo da Prússia concedeu a licença de operação por o novo banco. Ainda nesta década as primeiras agências foram abertas nas cidades de Bremen e Hamburgo, além da primeira agência bancária no exterior, localizada na cidade de Xangai em 1872, seguida por unidades em Londres (1873) e Yokohama. A década seguinte foi marcada por um grande crescimento através de aquisições; a abertura da primeira agência na cidade de Frankfurt (1886); e a fundação de várias subsidiárias.
-
-
Em 1892 o banco abriu sua primeira agência na cidade de Munique. Pouco depois da virada do século, o DEUTSCHE BANK continuou crescendo dentro da Alemanha com a inauguração das primeiras agências nas cidades de Dresden e Leipzig (1901), e em Nuremberg e Augsburg (1905). Quase no final desta década, em 1909, foram inauguradas novas agências no exterior, nas cidades de Istambul (Turquia) e Bruxelas (Bélgica). Em 1911, o Deutsche Ueberseeische Bank, fundado em 1886 em Berlim, como uma subsidiária do DEUTSCHE BANK, abriu uma filial no Rio de Janeiro sob o nome Banco Alemão Transatlântico. As duas Guerras Mundiais representam para o banco um retrocesso. Com a vitória dos aliados na Segunda Guerra Mundial, aconteceu o desmembramento do banco em 10 pequenas instituições que apenas poderiam operar regionalmente, sendo proibida a utilização da marca DEUTSCHE BANK.
-
-
A constituição da República Federal Alemã marca o início da reconstituição do banco, com a fusão, em 1952, das 10 instituições e a conseqüente formação de três grandes bancos regionais. Finalmente, em 1957, eles se fundem para, de novo, darem lugar ao DEUTSCHE BANK. Dois anos mais tarde, o banco voltou a atuar no varejo com pequenos empréstimos pessoais. Na década de 70, o banco retomou sua expansão internacional com a abertura de agências em Londres, Moscou, Tóquio, Paris, Nova York, Hong Kong, Milão e Madrid. Nos anos seguintes, acompanhando a evolução da economia Alemã e o seu peso na Europa, o DEUTSCHE BANK cresceu, assumindo-se como um grupo financeiramente poderoso, tornando-se um dos maiores e mais importantes bancos do mundo.
-
-
No final da década de 80, o banco iniciou uma grande expansão pelo continente asiático e aumentou sua presença na América do Sul. Nos anos seguintes o DEUTSCHE BANK cresceu através de aquisições de outros bancos e investimentos em importantes empresas. Atualmente o banco alemão compete para ser um dos líderes globais enquanto fornecedor de soluções financeiras para clientes exigentes, criando valor acrescentado para os seus acionistas e colaboradores. A Passion to Perform (“Paixão por desempenho”). Esta é a forma do DEUTSCHE BANK fazer negócio.
-
-
A evolução visual
O primeiro logotipo do banco era uma águia imperial estilizada. Em meados da década de 30, o banco adotou um novo logotipo: As letras DB dentro de um círculo oval. Após ser desmembrado após a Segunda Guerra Mundial, o DEUTSCHE BANK voltou a utilizar o logotipo oval com as letras DB em 1957. Finalmente em 1974, o famoso e tradicional logotipo azul do DEUTSCHE BANK, conhecido como “Slash in a Square”, foi criado pelo designer Anton Stankowski com a intenção de representar crescimento com risco controlado.
-
-
Dados corporativos
● Origem: Alemanha
● Fundação:
22 de janeiro de 1870
● Fundador:
Adelbert Delbrück
● Sede mundial: Frankfurt, Alemanha
● Proprietário da marca: Deutsche Bank AG
● Capital aberto:
Sim
● Chairman: Clemens Börsig
● CEO: Josef Achermann
● Faturamento: €27.95 bilhões (2009)
● Lucro: €4.97 bilhões (2009)
● Valor de mercado: US$ 48.6 bilhões (abril/2010)
● Agências: 2.000
● Presença global: 72 países
● Presença no Brasil: Sim
● Funcionários: 77.050
● Segmento: Financeiro
● Principais produtos: Banco de varejo e banco de investimento
● Ícones: O logotipo “Slash in a Square”
● Slogan:
A passion to perform.
● Website:
www.db.com
-
A marca no Brasil
O banco alemão se estabeleceu no país em 1911. A expansão da rede no Brasil começou em 1913 com abertura de uma filial em São Paulo. Outras filiais foram abertas em Santos (1913), Petrópolis (1913), Curitiba (1921), Porto Alegre (1930), e Bahia (1930). Em 1917, com a entrada do Brasil na Primeira Guerra Mundial interrompe temporariamente a atividade do banco. Em 1942, com a Segunda Guerra Mundial, as filiais do Banco Alemão Transatlântico foram fechadas e liquidadas. Somente em 1955, o banco alemão voltou a atuar no mercado brasileiro com a abertura de um escritório de representações em São Paulo e no Rio de Janeiro no ano seguinte. Na década de 70, o banco cresce no mercado brasileiro ao adquirir, em 1973, uma participação no Banco Bradesco de Investimento. Em 2001 lançou no mercado brasileiro o maxblue, a nova consultoria financeira pessoal on-line do DEUTSCHE BANK, que teria suas operações vendidas em 2004 para o Banco do Brasil. No Brasil o DEUTSCHE BANK atua como banco múltiplo oferecendo um amplo leque de serviços e produtos financeiros para clientes corporativos.
-
A marca no mundo
Atualmente o DEUTSCHE BANK, uma das maiores instituições financeiras do mundo, possui vasta presença na Europa, Américas, Ásia e mercados emergentes, 2.000 agências bancárias, 77 mil funcionários e mais de 16 milhões de clientes em 72 países ao redor do mundo.
-
Você sabia?
Além dos correntistas, o DEUTSCHE BANK tem como clientes companhias multinacionais, grandes empresas, instituições financeiras e estatais, com responsabilidades que necessitam de soluções bancárias.
-
-
As fontes: as informações foram retiradas e compiladas do site oficial da empresa (em várias línguas), revistas (Fortune, Forbes, Newsweek, BusinessWeek e Time), sites especializados em Marketing e Branding (BrandChannel e Interbrand), Wikipedia (informações devidamente checadas) e sites financeiros (Google Finance, Yahoo Finance e Hoovers).
-
Última atualização em 11/4/2010

Nenhum comentário: