1.7.09

TOMTOM

Se perder em uma grande cidade no mundo hoje em dia é coisa para desavisados ou pessoas que pararam no tempo. As pessoas precisam economizar tempo dentro das cidades e querem informações atualizadas. Com os GPS da TOMTOM tudo ficou mais fácil. Eles não têm botões. Tudo é feito com o toque do dedo na tela. Além disso, possuem comando de voz. Outra facilidade é a possibilidade de atualização dos mapas – basta conectá-los ao computador e, pela internet, o usuário participa de uma comunidade onde é possível consultar dicas de trânsito ou mudanças de direção de ruas. Até restaurantes novos podem ser incluídos nos mapas.
-
A história
Tudo começou em 1991 na cidade de Amsterdam na Holanda quando Harold Goddijn, Peter-Frans Pauwels e Pieter Geelen fundaram a Palmtop Software, uma empresa especializada no desenvolvimento de programas de mapas para computadores de mão. Em 1994, com o ingresso de outros executivos na empresa, eles passaram a vender aplicações em outros países europeus. Pouco depois, em 1996, a empresa começou a desenvolver e comercializar programas de mapas para PDAs (computadores de mão). Somente em 2001, a empresa foi rebatizada com o nome de TOMTOM, derivado de tam-tam, que era considerado um meio mais simples, polivalente, fiável e agradável de se comunicar. No ano seguinte introduziu no mercado o TOMTOM NAVIGATOR, um software de navegação que podia se integrar em GPS, PDAs e smartphones.
-
-
Foram necessários, porém, 13 anos para que descobrisse sua verdadeira vocação: os aparelhos portáteis com o sistema de navegação GPS (sigla em inglês para “serviço de posicionamento por satélite”) para automóveis e bicicletas. No início da década, os equipamentos GPS existentes eram grandes e, por isso, geralmente vinham acoplados ao carro. Além disso, eram caros. Custavam, no mínimo €2 mil. Com o tempo, os dispositivos ficaram bem menores e passaram a ser vendidos no formato de aparelhos portáteis. Foi justamente esse o momento da virada da TOMTOM: a empresa conseguiu unir sua experiência em software à mobilidade do GPS, lançando no mercado em 2004 um dispositivo portátil navegação por cerca de €700.
-
-
Chamado de TOMTOM GO, o aparelho vendeu mais de 248 mil unidades em seu primeiro ano de mercado, marcando o início de uma nova era e tornando este tipo de equipamento acessível a qualquer motorista. A interface intuitiva, a facilidade de utilização, as rotas inteligentes e a aptidão para funcionar logo que fosse retirado da embalagem, fizeram deste GPS um grande sucesso na Europa. No ano seguinte a empresa abriu seu capital na Bolsa de Valores de Amsterdam e faturou €720 milhões.
-
-
Nos anos seguintes, sua linha de produtos, desenvolvida com ênfase na inovação, qualidade, facilidade de utilização e valor, se expandiu ganhando novas versões de GPS como TOMTOM ONE (ideal para navegadores de “primeira viagem”, possuí tela de 3,5”, pesa somente 174 gramas, cabe em qualquer bolso de camisa e pode facilmente ser transferido de um automóvel para outro, características que fizeram do modelo o mais vendido do mundo), TOMTOM ONE XL (introduzido em 2007, além de tela widescreen de 4,3 polegadas para melhor visibilidade, o aparelho possui todos os recursos necessários para navegação e inclui um suporte dobrável ultra-compacto, conhecido como suporte EasyPort™, que fornece máxima portabilidade e flexibilidade), TOMTOM RIDER (modelos portáteis especificamente desenvolvidos para motocicletas).
-
-
Também desenvolveu tecnologias que revolucionaram o mercado dos sistemas de navegação como o TomTom Work™ (combina a liderança da indústria de comunicação e tecnologia de navegação inteligente com o conhecimento e experiência de planejamento de rota), TomTom Plus™ (serviço ao vivo com informações em tempo real do tráfego, além de previsão do tempo), TomTom Map Share™ (possibilita aos motoristas atualizarem constantemente seus mapas, permitindo assim responder às alterações diárias na rede rodoviária, que se modifica 15% todos os anos, podendo ainda partilhar seus mapas tendo sempre acesso à informação mais atual), o TomTom HD Traffic (oferece informação de trânsito em tempo real detectando de forma anônima as grandes concentrações de veículos através de diversos recursos) e o TomTom IQ Routes (baseia-se na informação dos tempos gastos em uma rota para que os motoristas tenham sempre acesso ao melhor caminho disponível, considerando todos os fatores que possam influenciar o tempo de chegada, como semáforos, através de informações recolhidas nos últimos anos).
-
-
Recentemente, em 2008, a empresa adquiriu por €2.9 bilhões a Tele Atlas, sua antiga fornecedora de mapas digitais, que atualmente fornece mapas detalhados de ruas e interligação de redes rodoviárias de 80 países que cobrem mais de 27 milhões de quilômetros. Em adição, o Tele Atlas Connect™ fornece mapas básicos e funcionalidades de rotas em mais de 200 países e territórios ao redor do mundo.
-
-
A evolução visual
Recentemente a marca passou por uma reformulação em sua comunicação visual, incluindo uma pequena modernização de seu logotipo que passou a contar com as tradicionais “mãozinhas” dentro de um globo, representando a globalização da TOMTOM.
-

-
Dados corporativos
● Origem:
Holanda
● Fundação:
1991
● Fundador:
Harold Goddijn, Peter-Frans Pauwels e Pieter Geelen
● Sede mundial:
Amsterdam, Holanda
● Proprietário da marca: TomTom NV
● Capital aberto: Sim (2005)
● Chairman & CEO: Harold Goddijn
● CFO:
Marina M. Wyatt
● Faturamento: €1.47 bilhões (2009)
● Lucro: €86.8 milhões (2009)
● Valor de mercado: €1.4 bilhões (março/2010)
● Presença global: + 31 países
● Presença no Brasil:
Sim
● Funcionários:
3.089
● Segmento:
Comunicação móvel
● Principais produtos:
GPS, mapas digitais e softwares
● Ícones: A facilidade de uso de seus GPS
● Slogan:
Find your way the easy way.
● Website:
www.tomtom.com
-
A marca no mundo
A TOMTOM, maior fornecedor de soluções de navegação do mundo, comercializa seus produtos, que são desenvolvidos com ênfase em inovação, qualidade, facilidade de manuseio, segurança e valor, através de revendedores em mais de 31 países (e mais de 20 línguas) e on-line. A empresa tem escritórios em 17 localidades na Europa, América do Norte, Ásia e Austrália, e recentemente chegou a América do Sul. A TOMTOM apresentou um crescimento meteórico nos últimos anos. Em 2002, a receita da empresa que era de €8 milhões, saltou para €1.47 bilhões em 2009.
-
Você sabia?
Os equipamentos da TOMTOM contam com uma comunidade de mais de 30 milhões de usuários no mundo inteiro.
-

-
As fontes: as informações foram retiradas e compiladas do site oficial da empresa (em várias línguas), revistas (Fortune, Forbes, Newsweek, BusinessWeek e Time), sites especializados em Marketing e Branding (BrandChannel e Interbrand), Wikipedia (informações devidamente checadas) e sites financeiros (Google Finance, Yahoo Finance e Hoovers).
-
Última atualização em 31/3/2010

Nenhum comentário: