25.11.07

SKYPE

A tecnologia é extremamente avançada. Porém, muito simples de usar. Em minutos você estará conversando com seus amigos, aonde quer que eles estejam, gratuitamente e com uma qualidade perfeita de som a qualquer hora. Falar com o mundo, de graça ou por preços irrisórios, sem limites, de computador a computador. Para tudo isso basta ter o SKYPE instalado no computador e ter comunicação em tempo real, de modo que as pessoas possam facilmente se conectar com suas famílias, amigos, clientes e colegas em qualquer parte do mundo.

A história
O SKYPE, fenômeno da telefonia via Internet, foi fundado por dois empreendedores europeus, o sueco Niklas Zennström e o dinamarquês Janus Friis, também fundadores do KaZaA (um dos softwares mais famoso da Internet e maior distribuidor de música na web), sendo disponibilizado para o público no dia 29 de agosto de 2003. Eles começaram a oferecer para milhões de internautas um software que permitia conversar pela Internet, sem a necessidade de pagar pelas ligações interurbanas ou internacionais. Inicialmente permitia conversas entre dois internautas que tivessem o software instalado em seus computadores. O novo e revolucionário software utilizava tecnologia VoIP (Voice over Internet Protocol ou Voz sobre Protocolo de Internet em português) para conectar os usuários, permitindo conversar com outras pessoas em qualquer parte do mundo. Inicialmente popular somente entre os tecnólogos, o SKYPE não demorou muito para cair no gosto popular ao oferecer chamadas telefônicas baratas ou sem custo, atraindo especialmente os usuários de chamadas internacionais. A partir daí o sucesso foi instantâneo.


Em setembro de 2005 a empresa foi vendida para o Ebay por impressionantes US$ 2.6 bilhões. No ano seguinte foi introduzida a versão 3.0 para Windows. A nova versão continha novidades como o Skypecast (serviço grátis que permitia conversas com até cem pessoas ao mesmo tempo) e os Chats Públicos (permitia a criação, moderação, ou a simples participação em conversas entre diversas pessoas). No final deste ano foi lançada a versão para Macintosh e o SKYPE atingia a marca de 100 milhões de usuários registrados no mundo inteiro. Em 2009, mudou de mãos mais uma vez ao ser adquirido por um grupo de investidores de tecnologia, incluindo a empresa Silver Lake Partners. Sob nova gerência o SKYPE atingiu, nos meses seguintes, um crescimento de 150%, desenvolvendo novas parcerias estratégicas e melhorando a qualidade do serviço. No mês de maio de 2011, o SKYPE foi adquirido pela poderosa Microsoft por impressionantes US$ 8.5 bilhões, mais agressivo investimento da história da empresa de Bill Gates. Com isso, o SKYPE será integrado com quase todos os produtos e serviços da Microsoft, dentre eles o Lync, Outlook, Xbox LIVE, Kinect, Xbox, Windows Phone e com o Windows.


O SKYPE gera receita com suas ofertas prêmio, como envio e recebimento de ligações de e para telefones de linhas fixas e celulares, caixa postal, transferência de ligações e personalizações, incluindo ringtones e avatares. O sucesso do SKYPE pode ser creditado a algumas características: comunicação ilimitada e grátis para outros usuários SKYPE no mundo inteiro; qualidade de som; lista de contatos que mostra quando amigos estão online e disponíveis para conversar; possibilidade de realizar bate papo, enviar arquivos e conversar com muitas pessoas ao mesmo tempo em uma conferência; partilhar e trabalhar o mesmo arquivo entre dois utilizadores SKYPE; e obter informações sobre estabelecimentos comerciais através do SkypeFind.


Outros produtos
O SKYPE oferece ainda os serviços:
SkypeIn – Serviço que permite ligações de aparelhos comuns para o computador. Isto é, você pode ligar de um orelhão na rua ou do telefone de casa para um usuário que tenha o SKYPE instalado no computador. Quem receber a ligação atende pelo computador normalmente, como se fosse um terminal telefônico pagando muito pouco pelo serviço. Este serviço também permite que o usuário tenha um número telefônico fixo em diversos países do mundo. Atualmente o serviço está disponível em países como Austrália, Brasil, Chile, Colômbia, Dinamarca, República Dominicana, Estônia, Finlândia, França, Alemanha, Hong Kong, Hungria, Irlanda, Itália, Japão, México, Nova Zelândia, Polônia, Romênia, Coréia do Sul, Suécia, Suíça, Holanda, Reino Unido e nos Estados Unidos.
SkypeOut - Serviço que permite fazer ligações do computador utilizando conexão de Internet banda larga, com preços muito mais atraentes do que os praticados pelas empresas de telefonia convencional, para telefones fixos e celulares do Brasil e mais de 180 países do mundo.
Skype To Go – Serviço que permite aos usuários fazerem chamadas de voz sobre IP (VoIP) a partir de qualquer telefone móvel ou fixo.
Skype Voicemail – Serviço que permite aos usuários receberem mensagens de voz de até 10 minutos, gravadas por usuários de telefones tradicionais, sejam eles fixos ou móveis.


Os slogans
Free Internet telephony that just works. (2009)
Take a deep breath. (2007)
The whole world can talk for free. (2005)


Dados corporativos
● Origem: Europa
● Fundação: 29 de agosto de 2003
● Fundador:
Niklas Zennström e Janus Friis
● Sede mundial: Luxemburgo
● Proprietário da marca:
Microsoft Corporation
● Capital aberto: Não (subsidiária)
● CEO:
Tony Bates
● Faturamento: US$ 860 milhões (2010)
● Lucro: - US$ 7 milhões (2010)
● Usuários:
663 milhões
● Presença global: 212 países
● Maiores mercados:
Estados Unidos, Alemanha, Polônia, França e Brasil
● Funcionários: 250
● Segmento:
Internet
● Principais produtos:
Software de comunicação
● Slogan: Free Internet telephony that just works.
● Website:
www.skype.com

A marca no mundo
O SKYPE está disponível em 28 idiomas e é utilizado em quase todos os países por mais de 663 milhões de pessoas. A empresa tem sua sede em Luxemburgo, e escritórios em Londres; Tálin, capital da Estônia; Praga e San Jose na Califórnia. As cinco maiores comunidades de utilizadores estão nos Estados Unidos, Polônia, Alemanha, França e Brasil. Somente em 2010, aproximadamente 200 bilhões de minutos em chamadas foram realizados pelo SKYPE.

Você sabia?
Aproximadamente 50 milhões de pessoas utilizam o SKYPE diariamente. Segundo dados, no dia 11 de maio de 2011, a rede SKYPE tinha 23 milhões de utilizadores ligados. O recorde de utilizadores simultâneos foi de 30 milhões de pessoas.
O SKYPE não permite fazer chamadas para números de emergência.


As fontes: as informações foram retiradas e compiladas do site oficial da empresa (em várias línguas), revistas (Fortune, Forbes, Newsweek, BusinessWeek e Time), sites especializados em Marketing e Branding (BrandChannel e Interbrand), Wikipedia (informações devidamente checadas) e sites financeiros (Google Finance, Yahoo Finance e Hoovers).

Última atualização em 11/5/2011

2 comentários:

Anônimo disse...

Cara,
Muito legal este trabalho de pesquisa e divulgação que você faz aqui. Sou leitor assíduo..
Parabéns pelo trabalho.

Abraço!

Robert

Anônimo disse...

legal, otima historia