18.9.06

DOW CHEMICAL


A Dow Chemical reúne a força da ciência e da tecnologia para inovar com paixão o que é essencial ao progresso humano. A empresa americana conecta a química e a inovação aos princípios de sustentabilidade, ajudando a obter soluções para os mais desafiadores problemas mundiais, como a necessidade de água potável, a geração de energia renovável, a conservação de energia, infraestrutura mais duradoura e o aumento da produção agrícola. 

A história 
Tudo começou no dia 18 de maio de 1897 quando o químico canadense Herbert Henry Dow fundou a The Dow Chemical Company com o objetivo de vender comercialmente e extrair cloretos e brometos dos depósitos de salmoura da cidade de Midland, estado americano do Michigan. Seus primeiros produtos foram brometo de potássio e alvejantes, que começaram a ser vendidos em 1898, mesmo ano em que a empresa adotou o tradicional logotipo em formato de diamante para resolver problemas de transporte. Nos anos seguintes a empresa rapidamente diversificou sua linha de produtos. Pouco depois da virada do século, em 1904, a Dow estabeleceu seu próprio departamento de vendas. Dois anos mais tarde, lançou seus primeiros produtos voltados para agricultura. Em 20 anos a Dow Chemical se tornou uma das maiores fabricantes mundiais de produtos agrícolas, cloro, fenol e magnésio. Em 1908, foi criada a divisão de produtos agrícolas, responsável pela comercialização de um inseticida em spray para árvores frutíferas. No ano de 1918, finalmente a Dow adotou oficialmente o tradicional logotipo em formato de diamante como símbolo corporativo. No ano seguinte, a empresa estabeleceu seu primeiro laboratório de pesquisas, iniciando assim um histórico de inovações. No início da década de 1930, construiu sua primeira fábrica para extrair magnésio da água do mar. Nesta época, com a morte do fundador, seu filho Willard H. Dow assumiu o comando da empresa.


Pouco depois, em 1935, a empresa ingressou no segmento de plásticos, através da produção de resina plástica, fato que contribuiu e muito para a Dow se tornar uma das gigantes no setor químico nas décadas seguintes. Seus primeiros produtos nessa área foram o Ethylcellulose (um derivado da celulose) e o poliestireno (uma resina do grupo dos termoplásticos), introduzido em 1937. Durante a Segunda Guerra Mundial, a Dow contribuiu com a produção de magnésio e borracha sintética para o exército americano. Sua expansão internacional começou em 1942 quando fundou a subsidiária canadense em Sarnia, província de Ontário, para produzir estireno. No ano seguinte, juntamente com a Corning Glass formou a Dow Corning para produzir silicone destinado a uso militar. No período pós-guerra começou a se expandir ainda mais, inaugurando em 1952 uma subsidiária no Japão e abrindo, em 1957, escritórios em Roterdã, Estocolmo e México.


Em 1958 a divisão de plásticos já representava 35% do faturamento da empresa. Durante a Guerra do Vietnã, a empresa foi a principal fornecedora do Napalm, uma arma química (conjunto de líquidos inflamáveis à base de gasolina gelificada) para as Forças Armadas Americanas. Em 1968 foram colocados em teste no mercado os saquinhos plásticos reutilizáveis com fechamento por zíper (que protegia contra vazamentos e a entrada de fungos e bactérias) com a marca Ziploc, direcionados para acondicionar alimentos e mantê-los frescos por um período maior de tempo. Nos anos seguintes a Dow Chemical cresceu rapidamente, espalhando-se pelo mundo e tornando-se uma das maiores indústrias químicas do planeta. Em 1998, a Dow vendeu por US$ 1.7 bilhões sua divisão de marcas (entre as quais Ziploc e Scrubbing Bubbles) para a tradicional empresa SC Johnson. Em 2001, a empresa anunciou a fusão com a Union Carbide, se tornando assim um verdadeiro colosso em seu segmento. No final desta década, exatamente no dia 1 de abril de 2009, a Dow anunciou a compra por US$ 18 bilhões da rival Rohm and Haas, empresa líder em especialidades químicas e em materiais avançados, reforçando ainda mais sua posição de liderança global. No final de 2015, a Dow Chemical anunciou a fusão com a DuPont, dando origem a um gigante global na área química e de defensivos agrícolas. A fusão, que dará origem a DowDuPont (será a número dois mundial em sementes e número três em produtos fitossanitários), deverá estar completamente terminada e aprovada pelos órgãos reguladores até no máximo em final de 2017.


A Dow é atualmente uma companhia química diversificada que atua com produtos e soluções em quatro grandes áreas: Químicos Especiais, Materiais Avançados, Ciências Agrícolas e Plásticos. Um dos pontos fortes da Dow é a produção das chamadas resinas, originadas a partir do petróleo ou do gás natural e que são usadas na indústria de plásticos para fabricar embalagens, brinquedos, peças de automóveis. Seu amplo portfólio com mais de 7 mil produtos atende mercados e aplicações voltados para agricultura e alimentos; automotivo e transportes; materiais de construção; revestimentos e adesivos; eletroeletrônicos e eletrodomésticos; cuidados/limpeza de tecidos e superfícies; fibras/têxteis e calçados; pisos e móveis; saúde e higiene; petróleo e gás, processamento químico; cuidados pessoais; purificação de água; e fios e cabos. Diariamente, milhões de pessoas interagem com produtos em que a química da Dow está presente, afinal, ela está na espuma do colchão que dormimos, na tinta da parede de nossas casas e até nos xampus que utilizamos.


A linha do tempo 
1910 
Início da comercialização de sulfeto de sódio. 
1916 
Início da venda de cloreto de cálcio, ácido acetilsalicílico e magnésio em metal. 
1922 
Início da comercialização de dibrometo de etileno, utilizado na composição da gasolina. 
1953 
Lançamento do SARAN, filmes protetores domésticos que retinham o sabor, mantinham a umidade e prolongavam a vida dos alimentos. 
1970 
Lançamento de uma completa linha de produtos para aplicações automotivas. 
1983 
Início da comercialização de discos compactos (CD). 
1985 
Lançamento do DRYTECH™, um polímero super absorvente utilizado na fabricação de fraldas descartáveis. 
1996 
Ingressa no segmento de garrafas PET e polipropileno (polímero reciclável). 
2000 
Lançamento da STRANDFOAM™, uma espuma de polipropileno extremamente resistente utilizada pela indústria automotiva como absorvente de energia em colisões. 
2001 
Lançamento do THE ENHANCER™, um revestimento para carpetes que propicia mais ergonomia, além do prolongamento da vida útil do tapete. 
2002 
Lançamento da XLA™, uma revolucionária fibra stretch desenvolvida para que as roupas tenham boa aparência mesmo depois de usadas muitas vezes e exposta à água e ao cloro. 
2003 
Lançamento do HERCULEX™, que protege as sementes de milho contra os danos causados por insetos, aumentando o rendimento da plantação e garantindo vegetais de qualidade mais elevada. 
2005 
Lançamento da tecnologia BETAMATE™ LESA, que possibilita adesão de alto desempenho a uma vasta gama de materiais, proporcionando durabilidade e redução de custos para a indústria automobilística. 
2006 
Lançamento da FORTEFIBER™, que possibilitava o acréscimo de fibras em variados tipos de alimentos líquidos. Desenvolvida para ser não alérgica e não fermentável, ajuda a manter normais as taxas de colesterol e os níveis de glicose e insulina. 
2007 
Lançamento das espumas IMPAXX™, que absorvem energia e são um componente-chave em automóveis de passeio, veículos espaciais e militares e embarcações. 
2009 
Lançamento do DOW POWERHOUSE SOLAR SHINGLE, um fotovoltaico inovador. É uma telha solar de cobertura que pode ser integrada em telhados residenciais. 
2017 
Lançamento do novo ADCOTE™, um avançado adesivo para laminação, ideal na produção de embalagens que necessitam de alta resistência térmica, como alimentos envasados à quente à base de tomate e maioneses, ou alta resistência química, como cloro e outros produtos de limpeza.


Campanhas que fizeram história 
Em 2012, a Dow, uma indústria de transformação que atua ainda no início da cadeia produtiva, às vezes até nove etapas antes do produto chegar ao consumidor final, resolveu renovar seu conceito. Para isso lançou a campanha Solucionismo™ - Soluções para o Progresso Humano. A ideia era mostrar a capacidade da Dow, uma das maiores indústrias químicas do mundo, em trazer mais soluções para a sociedade seja por práticas mais sustentáveis na construção, pelo saboroso pão sem glúten, pelo sistema ferroviário silencioso ou pelas turbinas eólicas mais resistentes e leves. O objetivo era tangibilizar a Dow como uma empresa com a capacidade e experiência para resolver os principais problemas de seus clientes e do mundo.


Os slogans 
Solutionism. (2012)
Living. Improved daily. (2001) 
What Good Thinking Can Do. (1996) 
There’s Great Chemistry Between Us. (1995) 
Dow Lets You Do Great Things. (1985) 
Common Sense/Uncommon Chemistry. (1979)


Dados corporativos 
● Origem: Estados Unidos 
● Fundação: 18 de maio de 1897 
● Fundador: Herbert Henry Dow 
● Sede mundial: Midland, Michigan, Estados Unidos 
● Proprietário da marca: The Dow Chemical Company 
● Capital aberto: Sim (1937) 
● Chairman & CEO: Andrew Liveris 
● Faturamento: US$ 48.15 bilhões (2016) 
● Lucro: US$ 3.52 bilhões (2016) 
● Valor de mercado: US$ 77.7 bilhões (agosto/2017) 
● Presença global: 175 países 
● Presença no Brasil: Sim 
● Funcionários: 56.000 
● Segmento: Químico 
● Principais produtos: Produtos químicos e para agricultura e plásticos 
● Concorrentes diretos: Basf, Bayer, Petronas, Braskem, Mitsubishi Chemical, Rhodia, Mosaic, Syngenta e Monsanto 
● Slogan: Solutionism. 
● Website: www.dow.com/brasil/ 

A marca no Brasil 
No Brasil, a empresa inaugurou seu primeiro escritório de vendas em 1956. Quase uma década mais tarde, em 1965, inaugurou o terminal marítimo do Guarujá (litoral de São Paulo), que deu início ao complexo industrial. Em 1977, a empresa inaugurou o complexo industrial de Aratu, Candeias (BA), onde se produz soda cáustica, óxido de propileno e propilenoglicol. No final da próxima década, em 1989, a Dow AgroSciences (que adotou este nome oficialmente em 1997) iniciou seus trabalhos como uma joint-venture entre o departamento de produtos agrícolas da The Dow Chemical Company e o departamento Científico de Plantas da Eli Lilly and Company. Hoje em dia a Dow AgroSciences busca continuamente o aumento da produtividade agrícola através de melhores variedades de híbridos e biotecnologia, além de um controle cada vez mais efetivo de pragas, plantas daninhas e doenças nas lavouras com o uso dos mais avançados defensivos agrícolas. Em 1996, com a aquisição da Estireno do Nordeste (EDN) a Dow se tornou a maior fabricante de poliestireno da América Latina. Pouco depois, em 1998, iniciou as operações da fábrica de Pindamonhangaba (SP), a primeira da América Latina a produzir adesivos de poliuretano para a fixação de vidros automotivos. Atualmente a empresa emprega no país mais de 2.500 pessoas, em 22 unidades industriais, quatro terminais marítimos e cinco centros de pesquisa.


A marca no mundo 
Atualmente a Dow Chemical, segunda maior fabricante química do planeta (atrás somente da alemã Basf), está presente em 175 países comercializando mais de 7.000 produtos (entre químicos, plásticos e produtos agrícolas), produzidos em 189 unidades fabris localizadas em 34 países. Com vendas superiores a US$ 48 bilhões em 2016, a empresa emprega aproximadamente 56.000 pessoas. 

Você sabia? 
O pilar da inovação da Dow começou a ser construído em 1897, direcionado pelo pensamento de que “Se não podemos fazer melhor, por que fazê-lo?”, frase dita pelo fundador da empresa, Herbert H. Dow. 
Anualmente a Dow Chemical investe mais de US$ 1 bilhão em pesquisa e desenvolvimento de novos produtos. Somente na última década, a empresa registrou mais de 400 projetos de inovação em todo o mundo. 
Em 2010 a Dow tornou-se a “Companhia Química Oficial dos Jogos Olímpicos” até 2020. 


As fontes: as informações foram retiradas e compiladas do site oficial da empresa (em várias línguas), revistas (Fortune, Forbes, Newsweek, BusinessWeek, Isto é Dinheiro e Exame), jornais (Valor Econômico, Folha e Estadão), sites especializados em Marketing e Branding (BrandChannel e Interbrand), Wikipedia (informações devidamente checadas) e sites financeiros (Google Finance, Yahoo Finance e Hoovers). 

Última atualização em 15/8/2017

Um comentário:

Allen Jasson disse...

Nice article, very useful information.


Spa In Sparta