10.1.12

LOUIS ROEDERER

Pense em algo que seja realmente um ícone de um segmento qualquer. Em se tratando de champanhe, provavelmente a resposta será a CRISTAL. Tradição e sofisticação em forma de um líquido sagrado, com borbulhas glamorosas, cuidadosamente repousando em uma garrafa transparente. Foi assim que a francesa LOUIS ROEDERER transformou o champanhe CRISTAL em um verdadeiro ícone da vinicultura europeia, presença constante nos ambientes mais badalados do planeta, e bebida preferida dos bilionários e celebridades.

A história
A saga de uma das mais prestigiosas Maisons de champanhes do mundo começou no ano de 1776 quando Nicholas-Henri Schreider fundou a Dubois Père & Fils. Mas foi somente em 1833 quando seu sobrinho, Louis Roederer, assumiu a empresa que os champanhes foram batizados com esse nome. Com a ajuda de seu irmão Eugéne e de Hugues Kraft, um habilidoso vendedor poliglota, a produção de champanhe da Maison, em poucos anos, saltou de 100 mil garrafas para mais de 700 mil, muito em virtude dos mercados internacionais. Sob o comando de seu filho, Louis Roederer II, a Maison experimentou um enorme crescimento, atingindo em 1872 a produção de 2.5 milhões de garrafas, das quais 666 mil eram exportadas para a Rússia e 390 mil para os Estados Unidos.


A história da Maison começaria a mudar em 1876, quando o czar Alexandre II da Rússia, um enorme apreciador de seus champanhes, pediu que a empresa, na época fornecedora exclusiva de champanhe para a família Romanov, criasse um champanhe único e exclusivo. As garrafas de seu champanhe deveriam ser personalizadas para se diferenciarem dos concorrentes - o cristal claro, incomum nas garrafas da época, servia para demonstrar um apreço pelas pessoas a quem era servido tão singular champanhe. Outra história conta que o czar solicitou o desenvolvimento da garrafa de cristal claro para se assegurar de que seria possível constatar tentativas de envenenamento com substâncias sólidas ou a colocação de artefatos que atentassem contra sua vida, o que explica o fundo reto da garrafa. Foi então que a LOUIS ROEDERER criou a excepcional CHAMPAGNE CRISTAL, que encantava pela elegância nas borbulhas e complexidade nos aromas, e ganhou a fama de ser o primeiro Cuvée Prestige (safra única e excepcional) do mundo. Desse momento em diante não havia recepção na corte imperial russa sem CHAMPAGNE CRISTAL ROEDERER. Conta uma história que assim que terminava de beber o champanhe, o czar ordenava que as garrafas, na época, feitas com o mais puro cristal Baccarat, fossem quebradas.


A empresa atravessou momentos delicados em virtude da Primeira Guerra Mundial; da Revolução Russa (país que representava um dos maiores mercados da marca); da crise de 1929, que assolou a economia americana, outro importante mercado para a LOUIS ROEDERER; e finalmente pela Segunda Guerra Mundial. Somente em 1945 o champanhe CRISTAL começou a ser vendido, agora em garrafas de vidro branco, para o público em geral, e nos anos seguintes, conquistou uma legião de fãs endinheirados. Nas últimas duas décadas o CHAMPANHE CRISTAL caiu no gosto dos bilionários, endinheirados e rappers americanos. Em 2006, os executivos da empresa, ao declararem que era ruim para a marca ser a preferida dos rappers americanos, compraram uma enorme briga com Jay-Z, um dos cantores mais famosos de hip-hop e apreciador do famoso champanhe, que ele resolveu então boicotar a CRISTAL. Além da sofisticada CRISTAL (oferecida também na versão Rosé), a LOUIS ROEDERER também produz outros excepcionais champanhes, como por exemplo, Brut Premier (encarnação do estilo LOUIS ROEDERER, combinando todos os frutados e o frescor da juventude com a vinosidade de um vinho maduro), Brut Premier Rosé (elaborada a partir das variedades 70% Pinot Noir e 30% Chardonnay), Blanc de Blancs (feita 100% com uvas Chardonnay, é criada exclusivamente de uma seleção fina de crus do vinhedo em Côte des Blancs, impressionando pela complexidade aromática) e Carte Blanche (feita com 33% Chardonnay, 56% Pinot Noir e 10% Pinot Meunier).


Hoje em dia, o champanhe CRISTAL é produzido somente em safras excepcionais. Nos anos de safra inferior a produção do famoso champanhe é simplesmente zero. Em situações ideais são produzidas aproximadamente 600 mil garrafas, que envelhecem por 6 anos, seguidos por mais 6 meses de repouso. O glamoroso champanhe é composto por 55% de uvas Pinot Noir e 45% de Chardonnay. CRISTAL apresenta uma bonita cor amarela com reflexos dourados. Aroma intenso de flores brancas, cítricos e frutas vermelhas, seguido por notas quentes de tostados e madeira. Na boca, notas exuberantes de frutos maduros (pêssegos) e sabores tostados.


Os slogans
Artistry of Champagne.
Á la recherche de l’oeuvre.
Louis Roederer. Without compromisse.
Vivez l’expérience.


Dados corporativos
● Origem:
França
● Fundação: 1776
● Fundador:
Nicholas-Henri Schreider
● Sede mundial:
Reims, França
● Proprietário da marca:
Champagne Louis Roederer S.A.
● Capital aberto: Não
● CEO:
Frédéric Rouzaud
● Faturamento:
Não divulgado
● Lucro:
Não divulgado
● Presença global:
80 países
● Presença no Brasil: Sim
● Funcionários: 500
● Segmento:
Champanhes
● Principais produtos: Champanhes
● Principais concorrentes:
Dom Pérignon, Krug e Perrier-Jouet
● Ícones: A champanhe Cristal
● Slogan:
Artistry of Champagne.
● Website: www.champagne-roederer.com

A marca no mundo
Uma das mais tradicionais e respeitadas produtoras de champanhes do mundo, a LOUIS ROEDERER exporta suas preciosidades para mais de 80 países no mundo, tendo como maiores mercados Estados Unidos, Inglaterra, Itália, Japão e Suíça, além da França. Sua produção anual é de aproximadamente 3.2 milhões de garrafas.

Você sabia?
Por ser vendido em garrafa transparente, o que prejudica o champanhe, CRISTAL é comercializada envolta em um sofisticado papel celofane dourado.
A LOUIS ROEDERER é uma das únicas Maisons a utilizar ainda a maceração pelicular, método delicado que consiste em macerar a uva com a casca por várias horas, obtendo dessa forma um mosto mais concentrado e mais aromático.


As fontes: as informações foram retiradas e compiladas do site oficial da empresa (em várias línguas), revistas (Fortune, Forbes, Newsweek, BusinessWeek, Time e Isto é Dinheiro), sites especializados em Marketing e Branding (BrandChannel e Interbrand), Wikipedia (informações devidamente checadas) e sites financeiros (Google Finance, Yahoo Finance e Hoovers).

Última atualização em 10/1/2012

Um comentário:

1001 formas de ganhar $ disse...

Bom blog, estou seguindo!
Passa no meu e conhece várias formas de ganhar dinheiro, incluindo com o seu blog!
Estou à sua espera :)