22.11.12

KATE SPADE NEW YORK


Das costuras aos zíperes, das frases criativas bordadas nas etiquetas às estampas coloridas das peças expostas nas prateleiras, cada detalhe nos produtos da americana KATE SPADE NEW YORK é pensado e feito especialmente para contar uma história cheia de vida e alegria. Seja em São Paulo, Nova York, Londres ou Tóquio, as aconchegantes e convidativas lojas da marca oferecem uma abordagem prática, colorida e atemporal para uma mulher vibrante e moderna, sempre refletindo o estilo nova-iorquino tão apreciado por celebridades internacionais.

A história
Tudo surgiu de uma necessidade, e também insatisfação, da ex-editora de acessórios da revista Mademmoiselle, Katherine (Kate) Noel Brosnahan, de ter bolsas de mão com um design bacana e cores interessantes, e que ela não conseguia achar em loja nenhuma, nem mesmo na agitada Nova York. Kate chegou à conclusão de que para ter as bolsas do jeito que queria, teria que fazê-las. Foi então que junto com seu futuro marido, Andy Spade, eles fundaram a KATE SPADE NEW YORK HANDBAGS, em janeiro de 1993. Inicialmente a marca produzia bolsas com design prático, ares retro e cores vibrantes, resultado de intensas pesquisas realizadas nos famosos mercados de pulgas, tipo de brechó muito comum em Nova York.


Suas bolsas de náilon cheias de personalidade, que combinavam cores fortes e estampas bem elaboradas, e com identidade marcante, começaram a cair no gosto das mulheres descoladas e modernas. E o melhor: editores de moda rapidamente se apaixonaram pelos designs de Kate, que combinava praticidade, silhuetas simples e cores vivas. O resultado? Já em 1995 a KATE SPADE faturou US$ 1.5 milhões. O sucesso foi tanto que o casal decidiu inaugurar sua primeira loja própria em 1996, instalada no descolado bairro do SoHo em Nova York. E não demorou muito para a linha ser ampliada com o lançamento de acessórios como carteiras, cintos e agendas. Em 1998 a empresa resolveu criar a JACK SPADE, uma linha de bolsas (tipo carteiro) para o público masculino. Com o crescimento da empresa, seus principais valores de design foram reforçados por meio do logotipo icônico (que possuía o símbolo do naipe de espada) e elementos gráficos modernos, estabelecendo uma representação conceitual para a marca reconhecida em todo o mundo.


Em 1999, apesar de vender 56% da marca para o grupo Neiman Marcus por US$ 34 milhões, Kate continuou no comando criativo da KATE SPADE. Nos anos seguintes a marca ganhou ainda mais força e iniciou uma forte expansão com a inauguração de inúmeras lojas em várias grandes cidades americanas, como por exemplo, Boston, Los Angeles, San Francisco e Chicago. O sucesso da KATE SPADE também extrapolou as fronteiras americanas e a marca passou a ser comercializada em muitos países ao redor do mundo. Em 2002 a marca lançou no mercado seu primeiro perfume. Pouco depois, em 2004, após inaugurar sua primeira loja internacional no Japão, a marca resolveu lançar a KATE SPADE at HOME, uma sofisticada linha de produtos para casa, que incluía lençóis, toalhas de mesa, almofadas e até papel de parede.


Em 2007 a marca se juntou ao grupo Liz Claiborne (conhecido atualmente como Fifth & Pacific Companies Inc.), onde ganhou uma nova diretora criativa, Deborah Lloyd, que tinha em seu currículo passagens pelas tradicionais marcas Burberry e Banana Republic. Começava então uma nova fase para a marca com o lançamento de uma linha de bijuterias, roupas, inclusive os seus vestidos com pedras aplicadas, que fazem enorme sucesso pelo mundo afora. Além disso, a marca lançou, em 2010, o perfume Twirl, acompanhado por uma linha de cosméticos que incluía creme para o corpo, sabonete gel e desodorante.


Sua expansão na América Latina começou em 2011 pela cidade de São Paulo, onde a marca inaugurou sua primeira loja na badalada Rua Bela Cintra, nos Jardins. Com uma decoração moderna, a marca trouxe para as fashionistas brasileiras muita sofisticação e elegância, mas sem perder uma atitude divertida e bem humorada. O sucesso e a receptividade das brasileiras com a marca foi tamanho que, em 2012, a KATE SPADE NEW YORK inaugurou mais duas lojas, no shopping JK Iguatemi, em São Paulo, e outra no shopping Leblon, no Rio de Janeiro. Além disso, a marca também lançou seu comércio eletrônico para o mercado brasileiro. Outra grande novidade, além do lançamento de sua primeira coleção praia (maios, biquínis e saídas de praia), foi o anúncio da criação da marca KATE SPADE SATURDAY, uma linha mais jovem e acessível criada especialmente paras as consumidoras conectadas no mundo on-line. Essa nova linha estreou com uma proposta leve e divertida: peças que tenham um clima de sábado, com cores fortes, para serem usadas no dia a dia.


Dados corporativos
● Origem: Estados Unidos
● Fundação: 1993
● Fundador: Kate Brosnahan e Andy Spade
● Sede mundial: New York City, New York
● Proprietário da marca: Fifth & Pacific Companies, Inc.
● Capital aberto: Não (subsidiária)
● CEO: Deborah Lloyd
● Presidente: Craig Leavitt
● Faturamento: US$ 312.9 milhões (2011)
● Lucro: Não divulgado
● Lojas: + 150
● Presença global: 60 países
● Presença no Brasil: Sim
● Funcionários: 500
● Segmento: Moda
● Principais produtos: Bolsas, carteiras, sapatos, roupas e acessórios
● Concorrentes diretos: Michael Kors, Coach e Marc Jacobs
● Ícones: As bolsas coloridas e estampadas
● Slogan: Live colorfully.
● Website: www.katespade.com

A marca no mundo
Atualmente a marca, que oferece uma linha completa de produtos incluindo bolsas, sapatos, acessórios, bijuterias, óculos, perfumes e roupas, além da linha home e papelaria, possui mais de 150 lojas próprias ao redor do mundo. Presente em mais de 60 países, a KATE SPADE ainda comercializa seus produtos em mais de 500 pontos de vendas selecionados, especialmente grandes e badaladas lojas de departamento, e através do comércio eletrônico. Em 2011 a marca faturou mais de US$ 300 milhões. No Brasil a marca possui três lojas próprias.

Você sabia?
O enorme sucesso da marca no mundo é creditado ao cuidado com os detalhes. Por exemplo, os forros dos vestidos são em seda pura; e o acabamento das barras internas de todos eles é feito à mão.


As fontes: as informações foram retiradas e compiladas do site oficial da empresa (em várias línguas), revistas (Fortune, Forbes, Newsweek, BusinessWeek e Time), sites de moda (Pure Trend), sites especializados em Marketing e Branding (BrandChannel), Wikipedia (informações devidamente checadas) e sites financeiros (Google Finance, Yahoo Finance e Hoovers).

Última atualização em 22/11/2012

Nenhum comentário: