29.5.06

DOMINO'S PIZZA


Boa pizza muitos estabelecimentos ao redor do mundo sabem fazer. Entregá-la quente, saborosa e rapidamente só a DOMINO’S é capaz. Tudo para que o cliente possa saborear uma pizza como se ela acabasse de sair do forno no conforto de seu lar. E olha que são mais de 1.5 milhões de pizzas entregues diariamente com enorme sucesso. 

A História 
Tudo começou quando Tom Stephen Monaghan e seu irmão, James, resolveram comprar no dia 10 de junho de 1960 a DomiNick’s, uma modesta pizzaria localizada na pequena cidade de Ypsilanti, estado americano do Michigan. A pizzaria foi adquirida por míseros US$ 900. Em 1965, Tom que havia se tornado o único proprietário do negócio em 1961, mudou o nome do pequeno estabelecimento para DOMINO’S PIZZA. Para diferenciar-se da concorrência, utilizou um VW Fusca e criou um sistema de entrega á domicílio, que prometia entregar a pizza quente e crocante de forma rápida. Em 1967 foi inaugurada a primeira franquia da rede por Charles Gray em um 1º de abril também na cidade de Ypsilanti, e no ano seguinte a primeira loja fora do estado de Michigan, na cidade de Burlington em Vermont. Era o começo de uma grande expansão nacional. Em 1970, a rede estabeleceu um enorme principal diferencial de mercado: se a pizza não fosse entregue em menos de 30 minutos, o cliente não precisaria pagar (essa promoção foi encerrada em 1993). No final desta década a rede já possuía 200 lojas.


Sua expansão internacional começou exatamente no dia 12 de maio de 1983 com a inauguração da primeira unidade na cidade de Winnipeg no Canadá. Nesta época já existiam mais de mil lojas da DOMINO’S PIZZA em atividade. Em 1985 a rede inaugurou sua primeira loja na Inglaterra, localizada na cidade de Luton, além de uma unidade no Japão. Nesse mesmo ano a rede inaugurou nada menos que 954 unidades no mercado americano, fazendo com que a DOMINO’S PIZZA se tornasse a pizzaria de maior crescimento neste segmento. Pouco depois, em 1988, a empresa ingressou na América do Sul com a inauguração de uma loja na cidade de Bogotá na Colômbia. Até esta década, a rede tinha um cardápio simples e com poucas opções. A grande maioria das lojas vendia apenas um tipo de pizza (geralmente a Crust Pizza), em apenas dois tamanhos (pequeno ou grande) e apenas um tipo de refrigerante (Coca-Cola). Porém a voraz competição de outras redes acabou forçando a DOMINO’S PIZZA a aumentar as opções em seu cardápio com a adição de outros tipos de massas de pizzas; dois tamanhos novos (médio e extra grande); vários outros tipos de refrigerantes e bebidas; além da introdução de produtos que nada tinham a ver com pizzas.


A inauguração da loja na cidade de Reykjavik, na Finlândia, em 1993, estabeleceu um recorde de vendas: na primeira semana foram comercializadas mais de 5.000 pizzas. Os franqueados, Gunnar Gudjonsson e Birgir Bieltvedt, foram reconhecidos com o prêmio “Most Pies in the Franchise Award” por terem as três lojas mais produtivas da cidade de Reykjavik. Com vendas anuais que previam mais de US$ 2 milhões cada uma, estas três lojas foram, durante algum tempo, as de maior volume em vendas fora dos Estados Unidos. Nos anos seguintes a rede inaugurou a primeira loja no continente africano, localizada na cidade do Cairo, no Egito, em 1995; e atingiu a incrível marca de 6 mil unidades em funcionamento no ano de 1998 com a inauguração de uma loja na cidade de San Francisco na Califórnia.


Em 2001 as lojas de Nova York e Washington forneceram 12.000 pizzas para as pessoas que trabalhavam no resgate das vítimas dos terríveis atentados terroristas de 11 de setembro. Ao final deste ano a DOMINO’S PIZZA entregou 400 milhões de pizzas, o equivalente a mais de uma pizza para cada homem, mulher ou criança nos Estados Unidos. Em 2006, a rede atingiu a marca de 8.000 unidades abertas, e simultaneamente comemorou a inauguração da loja de número 5.000 nos Estados Unidos (localizada na cidade de Huntley, estado de Illinois) e a de número 3.000 internacionalmente, localizada na Cidade do Panamá. Pouco depois, em 2007, de forma inovadora a rede disponibilizou pedidos online e pelo celular. Em 2009, a primeira loja da rede com mesas internas nos Estados Unidos foi inaugurada na cidade de Stephenville no Texas, possibilitando aos clientes saborearem as pizzas no local. Era uma mudança para atender a demanda dos consumidores. Ainda neste ano a rede alcançou outro recorde: inauguração de sua loja de n.º 9.000 com direito a comemorações dobradas nas cidades de Nova Déli (Índia) e Nova Orleans.


Nos anos seguintes a rede passou por uma enorme transformação em seu modelo de negócio. O crescimento do número de clientes que buscam pizzas diretamente nas lojas fez a rede repensar a estética de seus pontos de venda nos Estados Unidos. Este tipo de compra já responde por 30% do negócio da rede naquele país. Há apenas alguns anos, o delivery dominava as vendas, representando 80% a 90% da comercialização de pizzas da DOMINO’S. A nova fase trouxe outra novidade: a rede anunciou o redesenho de seu logotipo. Em relação à mudança nas lojas, o objetivo foi torná-las mais acolhedoras. Os novos pontos de venda podem ser diferenciados, dependendo da localização e demanda. Alguns podem ter elementos não usuais na rede, como cozinhas abertas, para que o público consumidor possa assistir as pizzas sendo preparadas. Grandes aparelhos de TV, poltronas confortáveis e até um quadro negro no qual os clientes podem deixar sugestões também estão entre as novidades. Além disso, a rede ampliou consideravelmente seu cardápio com deliciosos sanduíches e até suculentos pratos de massas.


Desde dezembro de 2004, o grupo Spoleto (agora Grupo Trigo) assumiu a gestão da rede no Brasil, onde está presente desde 1993, quando inaugurou sua primeira loja no Rio de Janeiro. Em 2011, a rede inovou ao inaugurar sua primeira unidade do modelo de loja “store in store” (duas marcas no mesmo espaço, DOMINO’S PIZZA + SPOLETO). Além disso, lançou a DOMINO’S EXPRESS, um formato de loja voltado para as praças de alimentação que trazia mudanças no cardápio, como pizzas em fatias, além de petiscos de batatas “Smile” e filezinho de frango. A rede está presente em grandes cidades como Rio de Janeiro, Brasília, São Paulo, Belo Horizonte, Salvador, Curitiba, Vitória, São Luís, Recife, Porto Alegre, entre outras, com mais de 170 lojas. Atualmente no Brasil a rede oferece 24 sabores de pizzas, entre tradicionais e especiais, em tamanhos como broto (quatro fatias), médio (seis fatias), grande (oito fatias) e giga (oito fatias grandes). A rede se tornou conhecida pela tradicional massa fresca, aberta a mão após passar por um processo lento e gradual de fermentação até atingir o ponto ideal para uma pizza perfeita.


A linha do tempo 
1989 
Introdução da PAN PIZZA, cujas bordas eram mais grossas e crocantes e primeira novidade no cardápio da rede em muitos anos. 
1992 
Lançamento nacional no mercado americano do BREAD STICKS (espécie de palitinhos de pão assado), primeiro produto do cardápio da rede que não estava relacionado à pizza. 
1993 
Introdução no cardápio americano da pizza CRUNCHY THIN CRUST, cuja borda era extremamente crocante. 
Lançamento da THE DOMINATOR, uma pizza extra grande com 30 pedaços. 
1994 
Introdução do BUFFALO WINGS (asinhas de frango fritas) em seu cardápio americano, sendo a primeira rede no segmento pizza a vender um produto à base de frango. 
1996 
Lançamento da página oficial da marca na internet. 
Lançamento da promoção por tempo limitado onde o cliente podia escolher massas de pizza com sabores. 
1998 
Introdução da HeatWave Bag, uma espécie de sacola para entrega de pizza com tecnologia patenteada de energia eletromagnética, que mantém a pizza sempre muito quente. 
2001 
Introdução do primeiro item de sobremesa da rede, batizado de CINNA STIX®. Eram pedacinhos de pão torrados e cobertos com canela. 
2002 
Lançamento da DOMINO’S PIZZA BUFFALO CHICKEN KICKERS, porções de pequenos pedaços de peito de frango macios e empanados, acompanhados de molho. 
2003 
Lançamento da PHILLY CHESSE STEAK PIZZA, uma pizza com pedaços de carne, cebola, cogumelos, pimentão verde e queijo provolone. 
Lançamento da sobremesa DOMINO’S DOTS, bolinhas de massa assadas cobertas com canela e açúcar com glacê de baunilha. 
2004 
Lançamento da DOMINO’S CHEESY DOTS™, deliciosas bolinhas assadas, cobertas com queijo derretido e picante. 
2005 
Lançamento da AMERICAN CLASSIC CHEESEBURGER, uma pizza que tinha recheio de carne. 
2006 
Lançamento do BROWNIE SQUARES, deliciosos pedacinhos de brownies de chocolate saídos do forno para serem mergulhados em uma calda quente de chocolate. 
Lançamento da BROOKLYN STYLE PIZZA, cuja borda era mais fina, mas extremamente crocante. 
2007 
Lançamento da OREO® DESERT PIZZA, uma pizza fina de sobremesa com baunilha, pedaços da tradicional bolacha Oreo e coberta com calda doce. 
2008 
Lançamento de uma linha composta por oito deliciosos sanduíches tostados no forno e recheados com ingredientes como rosbife, frango, cebola, pimentão verde, cogumelos, azeite extra virgem e vários tipos de queijo. 
Lançamento do DOMINO’S TRACKER, um programa que permite ao cliente acompanhar online todas as etapas de seu pedido e saber exatamente a localização de sua pizza. 
2009 
Lançamento da AMERICAN LEGENDS, uma linha de pizzas com 40% mais queijo que as tradicionais, além de selecionadas opções de ingredientes como pimentão vermelho, espinafre e queijo feta. 
Lançamento de novos itens no cardápio, como o BreadBowl PASTA (pães do tipo italiano com massas dentro) e pastéis recheados de chocolate. 
2011 
Lançamento da DOMINO’S ARTISAN, uma nova linha de pizzas feitas com ingredientes de alta qualidade. 
Introdução de novas receitas de asinhas de frango fritas e pequenos pedaços de frango sem osso empanados. 
2012 
Apresentação de novidades no cardápio brasileiro da rede, como por exemplo, a venda de pizza em fatias. 
Lançamento da HANDMADE PAN PIZZA, feita com massa fresca, nunca congelada. 
2013 
Inauguração na cidade de Nova Orleans da primeira loja no conceito PIZZA THEATER, no qual o cliente acompanha todo o processo de fabricação desde a abertura da massa até a saída do forno, direto para mesa. 
Lançamento no Brasil da CHOCOBREAD, uma sobremesa feita com massa finíssima recheada com muito chocolate e cobertura de creme de baunilha com granulado. 
2015 
Lançamento do programa de fidelidade Piece of the Pie Rewards™.


Pioneirismo 
A DOMINO’S foi pioneira em vários aspectos nos itens relacionados à entrega à domicílio, como a embalagem cartonada com um sistema que evita que o queijo grude na parte superior da tampa; o sinal em três dimensões utilizados em cima de seus automóveis de entrega; e a bolsa térmica de entrega HeatWave com tecnologia patenteada (aquecidas com energia elétrica) permitindo que a pizza chegue sempre fresquinha, crocante e quentinha nas mãos do consumidor. Em 2016, a DOMINO’S da Nova Zelândia realizou a primeira entrega de pizza do mundo usando um drone. A rede afirmou ter usado um veículo aéreo não tripulado para entregar duas pizzas a um cliente em Whangaparaoa, ao norte da cidade de Auckland.


Os sabores 
As opções de pizzas da rede variam de acordo com o país, sempre respeitando o gosto e a cultura local de cada um deles. Na Índia, por exemplo, devido à crença Hindu, que tem a vaca como um animal sagrado, a DOMINO’S substituiu o tradicional pepperoni por salsicha de frango. No Brasil a tradicional massa aberta à mão ganhou recheios populares bem ao gosto do brasileiro, como requeijão, banana, frango e calabresa. Segundo a DOMINO’S, existe 34 milhões de maneiras de se criar uma pizza na rede. As pizzas são assadas na temperatura exata de 265º. A DOMINO’S tem uma grande infinidade de sabores e ingredientes, entre os mais populares e estranhos em alguns países estão: 
Brasil: Calabresa, seguida por Pepperoni e Mussarela 
Estados Unidos: Pepperoni 
Japão: Lula 
Jamaica: Piña 
Guatemala: Molho de feijão preto 
Inglaterra: Atum com milho 
Índia: Gengibre 
Colômbia: Goiaba 
Coréia do Sul: Brócolis 
Holanda: Carneiro grelhado


Os entregadores 
Os especialistas, como são chamados os funcionários da DOMINO’S responsáveis pela entrega das pizzas, cobrem nada mais nada menos do que 10 milhões de milhas a cada semana, somente nos Estados Unidos, ou seja, 41 viagens de ida e volta à lua. Eles entregam aproximadamente 1.5 milhões de pizzas diariamente. Em Aruba, a DOMINO’S faz algumas entregas na praia. Aliás, fazer entregas em Aruba é um desafio: as ruas são nomeadas, mas as casas não são numeradas. Lá as tradicionais motocicletas dos entregadores precisaram ser trocadas por caminhonetes devido às fortes e constantes ventanias. Já na Holanda os entregadores utilizam bicicletas. Outra curiosidade ocorre nas Ilhas Virgens onde as ruas não possuem nomes, portanto, são usados diferentes pontos de referência na entrega de pizzas. Em Quito, no Equador, situada a 8.300 pés sobre o nível do mar, é o local mais alto do mundo onde se entrega pizza da rede. As datas de maior venda para rede são Dia das Bruxas, virada de ano, Super Bowl e Dia de Ações de Graça. No domingo em que se realiza o Super Bowl (a grande final do futebol americano profissional) é tradicionalmente um dos dias mais movimentados para a rede, que calcula a entrega de aproximadamente 11 milhões de pizzas em território americano.


Em 2015, a rede apresentou seu novo veículo de entrega: Domino’s DXP™ (Delivery eXPert). Depois de três anos de pesquisas e testes, o veículo de entrega de pizza foi lançado em 25 mercados nos Estados Unidos. O carro, um Chevrolet Spark modificado, tem um forno localizado atrás da porta do motorista que pode armazenar até 80 pizzas aquecidas. Assim, nada de pizza fria até o entregador chegar à casa do cliente. Dentro do veículo só há espaço para o motorista, já que todo o restante é dividido em compartimentos para armazenamento de acompanhamentos, bebidas e temperos. Inicialmente 97 veículos já estavam trabalhando em cidades selecionadas, incluindo Boston, Detroit, Houston, Nova Orleans, San Diego e Seattle.


Campanhas que fizeram história 
Em 1986 a rede lançou uma enorme e famosa campanha nos Estados Unidos estrelada pelo personagem The Noid, cuja voz era feita por Pons Maars. O malvado dentuço, que vestia uma roupa vermelha com grandes orelhas de coelhos, aparecia nos comerciais da rede tentando impedir que as pizzas da DOMINO’S chegassem sempre quentes e fresquinhas nas casas dos clientes. Obviamente ele nunca conseguia tal feito. Os comerciais utilizavam o slogan “Avoid the Noid!” (em português “Evite o Noid!”). O simpático personagem se tornou tão popular que virou até jogo de videogame, cujo objetivo era entregar uma pizza em um prazo de meia hora, em um prédio cheio de “noids”. Além disso, o personagem teve algumas aparições na TV em episódios das séries Uma Família da Pesada, Os Simpsons, 30 Rock, e até no filme-clipe Moonwalker, de Michael Jackson.


O nome 
Você sabe o que representa os três pontos no logotipo da DOMINO’S? Representam as três primeiras lojas inauguradas. O nome foi dado por um entregador, chamado Jim Kennedy, que sugeriu à empresa acrescentar um ponto no desenho da peça de dominó para cada loja que fosse inaugurada. Atualmente a rede possui mais de 13.000 lojas. Imagine só, se essa ideia seria possível nos dias de hoje. A fotografia abaixo mostra a primeira loja da DOMINO’S.


A evolução visual 
O primeiro logotipo da marca surgiu em 1965 nas cores vermelha e branca. Uma nova versão foi lançada em 1975: o azul passou a fazer parte do logotipo, que ganhou uma nova tipografia de letra e o formato quadrado. Em 1987 uma nova remodelação: o nome da marca deixou de ser escrito todo em letras maiúsculas e a parte azul (antes posicionada do lado direito) passou para a parte de baixo.


Em 1997 a DOMINO’S PIZZA modernizou seu logotipo (que ganhou cores mais claras, bordas arredondadas e inclinação, parecendo um diamante). No dia 14 de agosto de 2012, em virtude do novo posicionamento da marca, a empresa redesenhou seu logotipo, que ganhou novos ares pela primeira vez em 15 anos. Em alguns casos, tanto no mercado americano, quanto em outros países, o logotipo não terá qualquer texto, apenas o símbolo do dominó, já que a imagem da DOMINO’S seria reconhecida instantaneamente por seus consumidores. Nos Estados Unidos, nas praças nas quais o nome DOMINOS’S foi mantido na identidade visual, a palavra pizza foi abandonada, tudo para refletir o cardápio da rede, que oferece muito mais que apenas pizzas.


Os slogans 
You Got 30 Minutes. (2007) 
Get It Right. Get It Now. Get The Door. (2006) 
Get The Door. It’s Domino’s. (2001)
Nobody knows like Domino’s. (1991) 
Relax it’s Domino’s. 
Domino’s. The Pizza Delivery Experts.
Nobody Delivers Better. 
A pizza mais quentinha do mundo na sua casa. 
A pizza mais quentinha do mundo. (2012)


Dados corporativos 
● Origem: Estados Unidos 
● Fundação: 1965 
● Fundador: Tom Monagham 
● Sede mundial: Ann Arbor, Michigan, Estados Unidos 
● Proprietário da marca: Domino’s Pizza Inc. 
● Capital aberto: Sim (2004) 
● Chairman: David Brandon 
● CEO & Presidente: Patrick Doyle 
● Faturamento: US$ 2.47 bilhões (2016) 
● Lucro: US$ 214 milhões (2016) 
● Valor de mercado: US$ 8.9 bilhões (março/2017) 
● Lojas: 13.811 
● Presença global: 85 países 
● Presença no Brasil: Sim 
● Funcionários: 260.000 
● Segmento: Pizzarias 
● Principais produtos: Pizzas, lanches e bebidas 
● Concorrentes diretos: Pizza Hut, Little Caesars, Papa John’s Pizza, Sbarro, CiCi’s Pizza e Papa Murphy’s Pizza 
● Ícones: A sacola de entrega HeatWave 
● Slogan: You Got 30 Minutes. 
● Website: www.dominos.com.br 

A marca no mundo 
A DOMINO’S, maior rede de entregas de pizzas do mundo e segunda maior rede de pizzarias do mercado americano, atrás apenas da Pizza Hut, tem mais de 13.800 lojas espalhadas por 85 países (aproximadamente 5.250 delas somente nos Estados Unidos), sendo a segunda maior rede de franquias dos Estados Unidos, entregando mais de 400 milhões de pizzas por ano. Diariamente a rede atende mais de 1.5 milhões de clientes no mundo inteiro. Os maiores mercados da marca são Estados Unidos, Índia, Reino Unido, México e Austrália. Em 2016 as vendas em todas as lojas da rede alcançaram US$ 10.9 bilhões. 

Você sabia? 
Anualmente nos Estados Unidos são consumidos mais de 12.000 toneladas de pepperoni, mais de 907.000 Kg de bacon e 1.632.600 Kg de cebola. Além disso, todo ano quase 68.000 toneladas de queijo são usadas nas pizzas feitas pela rede. Para gerar tamanha quantidade, são necessárias 75.000 vacas produzindo de 6 a 8 galões de leite por dia. 
O pizzaiolo mais rápido da DOMINO’S, Dennis Tran, é capaz de fazer três pizzas grandes em apenas 34.36 segundos. 


As fontes: as informações foram retiradas e compiladas do site oficial da empresa (em várias línguas), revistas (Fortune, Forbes, BusinessWeek, Isto é Dinheiro e Exame), jornais (Meio Mensagem, Folha e Estadão), sites especializados em Marketing e Branding (Mundo Marketing e Interbrand), Wikipedia (informações devidamente checadas) e sites financeiros (Google Finance, Yahoo Finance e Hoovers). 

Última atualização em 17/3/2017

3 comentários:

jorge disse...

Muito bom texto!!!

elizangela disse...

adoro domios pizza, sou loco por dominos

Rocio disse...

A pizza aqui é muito rico! Eu comi várias vezes nos EUA e amado. queria saber se a pizzaria está vindo para o Brasil e se haverá delivery pela internet porque eu iria comprar. Obrigado