11.5.06

NATURA


Movida por duas paixões, a cosmética como veículo de autoconhecimento e promoção do bem-estar e as relações humanas como forma de expressão da vida, a NATURA conquistou posição de destaque no cenário empresarial brasileiro. A proximidade com a natureza, com a ciência e com a alta tecnologia é capaz de gerar produtos inovadores que proporcionam prazer e bem-estar. A marca conseguiu se posicionar no mercado de forma sólida e inteligente, tornando-se uma das mais fortes, inovadoras, respeitadas e valiosas do Brasil. 

A história 
Tudo começou no dia 28 de agosto de 1969 quando o economista Antônio Luiz Seabra fundou a Indústria e Comércio de Cosméticos Berjeaout Ltda., em sociedade com Jean Pierre Berjeaout, que viria a se chamar NATURA em poucos meses, devido à participação de ativos vegetais na composição dos produtos. A nova empresa era constituída por um punhado de formulações de cosméticos dadas pelo pai de Jean, uma pequena fábrica no bairro da Vila Mariana e uma modesta loja de cosméticos na Rua Oscar Freire, em São Paulo, inaugurada um ano depois. Nela, Seabra e apenas sete funcionários vendiam seus produtos e prestavam consultoria de beleza aos usuários. Foi atendendo e conversando com seus clientes que eles constataram o potencial transformador dos cosméticos, visto que o ato de tratar da pele é a expressão de auto-estima do indivíduo. A marca foi lançada baseada na qualidade dos seus produtos, e também na força do conceito de ajudar as pessoas a se conhecerem melhor e a serem mais felizes. A NATURA era movida pela paixão do produto cosmético como importante veículo de autoconhecimento e percepção e seu poder de transformação na vida das pessoas. Inicialmente, sem muito dinheiro, pequenos cartões eram distribuídos na rua com a mensagem: “Nós pensamos em você. Gostamos do mundo, dos dons da vida, da música, da amizade, do elo que nos une, da mística engrenagem dos momentos. Aprendemos a força do amor. Com amor, muito amor, nós fabricamos beleza. Venha nos conhecer”. Junto com o cartão, as pessoas também ganhavam uma rosa.


Neste difícil início faltava dinheiro, mas sobrava sonho e ousadia. Nos primeiros anos, a limitação de capital e a dificuldade de reproduzir em maior escala o atendimento personalizado, se contrapunha à experiência bem sucedida das clientes que levavam os produtos e os conceitos da NATURA a mais e mais pessoas. Era impraticável a divulgação dos conceitos, valores, visão de mundo e da linha de produtos que tanto entusiasmava o fundador. A empresa estava na contramão do mercado: a cosmética terapêutica era uma ilustre desconhecida e os princípios ativos de origem natural ainda não estavam em moda. Já as embalagens modestas, quase artesanais, inviabilizavam negócios com os canais tradicionais de acesso aos consumidores.


Apesar das dificuldades, o êxito alcançado pelos produtos e tratamentos, levou a empresa visualizar a possibilidade de uma grande expansão dos negócios. Para isso, tinha como alternativas a abertura de uma rede de franquia, multiplicando assim o exemplo bem-sucedido da primeira loja, ou a adoção do regime de vendas diretas, que permitiria ampliar o atendimento personalizado oferecido na loja, através das consultas. Entre as clientes entusiasmadas pelos resultados obtidos no uso dos produtos, a empresa tinha um número considerável de interessadas em se tornarem consultoras, após o treinamento necessário. Foi então, que em 1974, a NATURA optou pela venda direta. Nascia assim à consultoria NATURA e a figura importante das consultoras, que hoje somam mais de 1.9 milhões no Brasil e no exterior. O sucesso foi tanto que a empresa decidiu fechar a loja da Rua Oscar Freire.


Em 1976 a empresa veiculou seu primeiro anúncio nacional na revista Claudia, onde falava da importância da cosmetologia terapêutica e no papel das consultorias de beleza no lugar da compra convencional. Além disso, lançou o primeiro catálogo de vendas com informações detalhadas sobre a forma de utilizar os produtos, que se transformou em uma ferramenta importante para as consultoras e consultores no atendimento de seus clientes. Nesta época a empresa atingiu o número de 8 promotoras de vendas e 300 consultoras. A NATURA terminou os anos de 1970 como uma empresa viável apoiada em suas crenças e visões de mundo que inspiravam a criação de produtos e conceitos inovadores e de padrão mundial. Seguiu-se uma década de forte expansão e aprendizado, superando o desafio de apoiar e reforçar relações cada vez mais distantes geograficamente, à medida que expandia atuação por todo o Brasil. No início da década de 1980 emergiu a necessidade de ampliação da oferta de produtos. Além da cosmética terapêutica, a empresa passou a vender linhas de maquiagem e perfumaria. Além disso, em 1981, a NATURA foi a primeira empresa a criar um serviço telefônico gratuito de atendimento aos consumidores. A expansão internacional começou pela América do Sul, com o ingresso no mercado chileno por meio de distribuidor terceirizado, e expandiu sua atuação para Argentina, Peru e Bolívia.


Em 1983, chegou ao mercado americano, para uma curta experiência em Miami com a marca NUMINA. Mundialmente, a marca inovou ao lançar, também neste mesmo ano, em uma iniciativa pioneira, os refis dos produtos (como xampus e desodorantes) que gastavam 54% menos de massa. Desde o seu lançamento 2.5 mil toneladas de embalagens deixaram de ser colocadas no mercado. No ano de 1984 a marca introduziu um dos produtos mais conhecidos, o sabonete Erva Doce cremoso para as mãos. Em 1989, impulsionada pela fusão das quatro pequenas empresas que formavam o sistema NATURA, até então, emergiu uma renovada empresa capaz de atrair e mobilizar a energia e os corações de milhares de consultoras, consumidores e colaboradores para realizar um sonho: contribuir para o aperfeiçoamento da sociedade e da qualidade das relações humanas. Em 1995, mais uma ação social louvável com a criação do Crer para Ver, uma linha de produtos não cosméticos cujo lucro é revertido para ações de educação. A iniciativa também envolveu consultoras e consultores, aliados na divulgação e na venda dos itens ao mesmo tempo em que geravam reflexão sobre o tema. As campanhas publicitárias, veiculadas a partir de 1996, foram inovadoras ao trazer, pela primeira vez, em comerciais de cosméticos, mulheres reais, de várias idades - A Mulher Bonita de Verdade. Um exemplo disso foi a campanha para a linha Chronos, combatendo o estereótipo da beleza. Pouco depois, em 1999, a empresa comprou o fabricante de produtos fitoterápicos Flora Medicinal para ter acesso à tecnologia na produção de produtos à base de plantas, seguindo sua estratégia de desenvolvimento de produtos baseados na biodiversidade brasileira.


Em 2002, a empresa ingressou com seus produtos nas lojas do Free Shops de aeroportos brasileiros e, em 2005, estreou na Europa com uma moderna loja (batizada de Casa Natura), localizada inicialmente no bairro de Saint-Germain-des-Près (hoje situada no agitado bairro do Marais) em Paris, a capital mundial dos cosméticos, dando origem à expansão da marca em outras partes do mundo, utilizando o slogan “L’autre nature de la beauté” (em português, “A outra natureza da beleza”). A NATURA também deu sinais de agressividade em outras frentes, como a anunciada aceleração dos investimentos em marketing. A empresa tradicionalmente direcionava seus investimentos apenas para o marketing institucional. Em 2008, decidiu mudar de estratégia e iniciou uma grande campanha para a recém-lançada linha de perfumes Amor América.


Já em 2009, ao completar 40 anos, a NATURA atingiu a marca histórica de 1 milhão de consultoras e consultores. Além disso, a empresa reduziu o tamanho de seu portfólio de produtos, adequando-o as tendências do segmento. O número de lançamentos também encolheu. Mas o investimento em inovação se manteve em R$ 100 milhões e o gasto em marketing com a marca cresceu. Essa nova estratégia surtiu resultado e a empresa atingiu faturamento e lucratividade recorde em 2010. Nesse mesmo ano, implantou o uso do refil ecologicamente correto, o plástico verde. Todo o plástico utilizado nas embalagens de refis passou a ser produzido a partir da cana-de-açúcar, uma fonte de energia vegetal e renovável, diferente do plástico comum, derivado do petróleo. Intensificou também sua atuação internacional e posicionamento na América Latina com produção local na Argentina, Colômbia e México.


Outra novidade, introduzida em 2010, foi a Revista Natura: 2 milhões de exemplares distribuídos a cada ciclo de vendas no Brasil e nas operações internacionais. Oferece, além do catálogo de produtos, conteúdos editoriais e conceituais. Porém, apesar das inovações e crescimento, nos últimos anos a NATURA vem sofrendo com as condições econômicas brasileiras, com os desafios lançados sob seu modelo de negócios (vendas diretas) e principalmente com a forte concorrência. E para continuar a ser grande começou a se reinventar. Primeiro, trocou de presidente em 2014. Depois, revitalizou a venda direta com a introdução de novas ferramentas digitais, que proporcionam uma experiência comercial mais ágil e eficiente para as consultoras e consumidores. Além disso, em 2015, implantou de forma bem-sucedida a venda de produtos da linha Sou em farmácias e drogarias em algumas cidades do Estado de São Paulo, segmento que mais cresce no varejo.


E finalmente, no mês de abril de 2016, em sua jogada mais ousada, inaugurou sua primeira loja física no Brasil. Como parte da estratégia de ingressar no varejo tradicional, o espaço de 68 m² fica no shopping Morumbi, na zona sul de São Paulo, e nasceu com vocação para “gerar experimentação” dos clientes. O objetivo é expor produtos selecionados para que eles conheçam a marca não mais apenas pelos catálogos vendidos porta a porta por suas consultoras. Na prática, isso significa ambiente limpo e transitável com fartura de produtos ao alcance da mão, estando as linhas para corpo, rosto, cabelo e maquiagem dispostas de maneira convidativa para uma clientela até então não habituada a testar as fórmulas naturais da marca de cosméticos. Isto tudo para evoluir seu modelo de negócios, levando seus produtos a novos ambientes e, assim, aprimorando a experiência de compra.


A linha do tempo 
1975 
Lançamento da linha ULTRA NATURA, composta por produtos para o rosto como um creme de uso noturno e base. 
1979 
Lançamento da NATURA Sr N, primeira linha masculina da marca, inicialmente composta por creme especial para barbear e gel pós-barba. 
1980 
Lançamento da linha de proteção solar ULTRASSOL, que oferecia gel e creme para proporcionar um bronzeado intenso, dourado e prolongado, sem descamações, desidratações e desvitalização da pele. 
1981 
Lançamento da PERENNA, uma linha de tratamento para o rosto composta por produtos desenvolvidos para pessoas com mais de 30 anos, que utilizavam em sua composição elastina e colágeno, uma novidade para a época. 
Lançamento do desodorante RITUAL, que trazia em sua formulação óleos essenciais para neutralizar os odores da transpiração. 
1982 
Lançamento da REVIGONAT, uma linha de tratamento capilar que incluía xampu e composto capilar a base de plantas. 
1983 
Lançamento do SÉVE, primeiro óleo corporal do mercado brasileiro, que proporcionava ação prolongada e sensação de conforto na pele. Atualmente, todos os produtos da linha têm em sua fórmula óleos 100% vegetais e proporcionam perfumação à pele com fragrâncias únicas e confortantes, além da hidratação por até 24 horas com toque aveludado. 
Lançamento das primeiras fragrâncias da marca: Le Cadeau, Toilette pour Femme e a colônia masculina Cadiz
Lançamento da linha SOMMA, primeiro tratamento completo para o corpo. 
1984 
Lançamento do sabonete ERVA DOCE cremoso para as mãos. Foi o primeiro sabonete líquido do Brasil. 
1985 
Lançamento da linha NORMALIS, que oferecia produtos para o tratamento do rosto que atendia as mulheres desde a adolescência até os 30 anos. 
Lançamento da colônia TAROT, que se tornou um enorme sucesso de vendas. 
1986 
Lançamento da linha CHRONOS, que continha um conceito revolucionário em um produto inovador: complexo de extratos placentários e Pentaglycan. O produto foi o primeiro a utilizar o conceito de renovação celular no Brasil. 
Lançamento da linha para banho BOTHÂNICA, que proporcionava harmonia, bem-estar e, ao mesmo tempo, a ação de tratamento da pele. 
1989 
A linha de maquiagem traz uma grande inovação: agora trata e protege a pele. 
Lançamento da linha de proteção solar UVAB, que combinava produtos que agiam em dois níveis: proteção na superfície e proteção em profundidade, ajudando a combater os efeitos nocivos dos radicais livres. Os produtos saíram de linha em 1996. 
1991 
Lançamento da SIMBIOS, uma linha para tratamento capilar composta por dois xampus em uma mesma embalagem, que proporcionam equilíbrio para os fios de cabelo. 
1992 
Lançamento da primeira linha de maquiagem com a marca NATURA. 
1993 
Lançamento da linha NATURA MAMÃE E BEBÊ, que além de sabonete e xampu especial, trazia óleo de higiene e massagem. Essa linha nasceu para celebrar e fortalecer o vínculo entre mãe e filho, o amor fundamental. 
Lançamento do perfume feminino SHIRAZ
1994 
Lançamento do perfume NATURA ESSENCIAL
Lançamento do perfume feminino NATURA KRISKA
1995 
Lançamento do perfume masculino NATURA BIOGRAFIA. 
1996 
● Lançamento do sabonete em barra da linha ERVA DOCE. 
1997 
Lançamento da NATURA HOMEM, que ao longo dos anos se tornou uma linha completa de cuidados pessoais masculino, que inclui produtos para perfumaria, rosto, corpo e cabelos. 
Lançamento do CHRONOS C, primeiro creme anti-sinais do mundo com vitamina C. 
1998 
Lançamento de uma nova linha de maquiagem que aliava design diferenciado à tecnologia de ponta, com produtos que cuidam da pele e ajudam a mulher a redescobrir o mundo. 
Lançamento da linha NATURA CRIANÇA, com embalagens que se tornam brinquedos e transformam o banho uma experiência divertida. 
1999 
Lançamento da linha NATURA FACES, composta por produtos de tratamento, maquiagem e perfumaria. 
2000 
Lançamento da linha NATURA EKOS, que se tornou pioneira ao utilizar a biodiversidade brasileira de forma sustentável, contribuindo assim para a sua preservação. Produzida integralmente a partir de ativos da biodiversidade brasileira, EKOS integra produtos de várias categorias (para cabelo, banho, corpo e perfumaria), por meio de um conceito e unidade estética únicos. 
Lançamento da linha NATURA FOTOEQUILÍBRIO
Lançamento das embalagens com leitura em braille. A primeira linha a contar com essa novidade foi a ERVA DOCE. 
2001 
Lançamento de novos produtos da linha NATURA EKOS feitos à base de Mate Verde, importante ativo do bioma brasileiro. 
Lançamento do perfume masculino e feminino SINTONIA
Lançamento da linha FACES tratamento para o rosto. 
2002 
A linha NATURA EKOS passa a atuar no mercado de ambientes também, com produtos de aromatização. 
2003 
Lançamento da linha NATURA ÚNICA, uma completa linha de maquiagem que tinha como objetivo ajudar cada mulher a explorar sua beleza e seu estilo. 
Lançamento das ÁGUAS DE NATURA, colônia leves para serem usadas em abundância. 
Lançamento da linha NATURA TODODIA
2004 
Lançamento da linha NATURA PLANT, composta por produtos para o cuidado diário dos cabelos, que mergulhou na riqueza da diversidade botânica para reunir, com a mais alta tecnologia, os ativos e nutrientes mais eficazes existentes na natureza em uma fórmula que trata, de forma específica, cada necessidade dos cabelos. 
2005 
Lançamento da linha TEMPOS, composta por sal de banho, óleo para corpo e sabonetes. 
2006 
Lançamento do perfume NATURA HUMOR, com bulas e embalagens ilustradas por talentosos cartunistas como Angeli, Adão e Caco Galhardo. 
Lançamento da linha EKOS ROSTO, que pela primeira vez propõe uma experiência única de bem-estar, suavizando os sinais do tempo com ingredientes que resgatam os conhecimentos da terra e o que a natureza tem de melhor. 
Lançamento da NATURA DIVERSA, primeira linha de maquiagem com refil do mercado brasileiro. 
2007 
Lançamento de Natura Ekos Brumas de Leite (três hidratantes líquidos e de rápida absorção devido à sua fórmula nanotecnológica, disponível nos ativos de castanha-do-Brasil, maracujá e andiroba) e sabonetes vegetais em barra bifásicos (cremoso e esfoliante). 
Lançamento de NATURA CHRONOS PASSIFLORA, baseado em ativos da biodiversidade brasileira e fruto da cooperação científica de cinco anos entre a empresa e a Universidade Federal de Santa Catarina. 
2008 
Lançamento das formulações com base na nanotecnologia, novo ativo na linha NATURA EKOS. 
Lançamento da linha NATURA NATURÉ
Lançamento da linha de perfumes NATURA AMOR AMÉRICA
Lançamento do CHRONOS POLITENSOR DE SOJA, que proporciona mais firmeza e elasticidade e de colágeno para a pele. 
2009 
Lançamento da NATURA TODODIA TODANOITE, uma completa linha de produtos para o corpo e banho, especialmente desenvolvida para uso noturno. A aplicação por cinco dias consecutivos reduz o tempo para adormecer, proporcionando um sono mais tranquilo e um melhor despertar. 
Relançamento da linha de maquiagem NATURA AQUARELA
Relançamento da linha MMBB GESTANTE, composta por três produtos (óleo vegetal, gel para cuidados das pernas e pés, e emulsão auxiliar para a prevenção de estrias) com fórmulas seguras e fragrâncias suaves e femininas, desenvolvidas para o bem-estar das gestantes e o fortalecimento do vínculo com o bebê desde sua concepção. 
Lançamento do perfume HUMOR 5, que combina frutas vermelhas, como a cereja, com a sensualidade do jasmim e um fundo adocicado de baunilha. 
2011 
Lançamento da linha NATURA HIGEIA, com produtos desenvolvidos para a higiene íntima e cuidado integral da mulher. É composta por sabonetes líquidos e lenços umedecidos. Na mitologia grega, Higeia era a deusa da saúde, limpeza e higiene. 
Lançamento da NATURA UNA, uma linha completa de maquiagem que desperta o prazer e os sentidos, unindo performance, tecnologia e ingredientes naturais, de um jeito único. A linha é tão completa que oferece também produtos para pré-maquiagem, que uniformizam a pele e garantem a fixação, além de pincéis exclusivos para as aplicações. 
Lançamento de novos sabonetes da linha EKOS: murumuru, cupuaçu, maracujá e cacau, com 20% até 50% em sua composição de óleos da biodiversidade brasileira, extraídos de ativos fornecidos por oito novas comunidades. 
2013 
Lançamos da SOU, uma linha que inovou do início ao fim. Possui fórmula sem excesso, processo inteligente com menos desperdício e uma embalagem com 70% menos plástico, que aproveita até a última gota do que importa: o que tem dentro. 
2014 
Início das vendas de produtos através da REDE NATURA em todo o Brasil. O canal digital a serviço das consultoras foi desenvolvido para acompanhar as evoluções nas formas e hábitos de relacionamento das pessoas. Com a venda online, a atividade de consultoria ganhou um novo perfil, as chamadas Consultoras Natura Digital (que hoje já passam de 60 mil). 
Lançamento da linha masculina #urbano, composta por colônias e desodorantes com um ingrediente exclusivo e inédito na perfumaria mundial, o Akigalawood, originado do Patchouli através de biotransformação. 
Lançamento da linha de fragrâncias femininas LUNA
2015 
Lançamento da linha AMIS, com fragrâncias, iluminador e balms labiais para meninas pré-adolescentes. 
Lançamento da TEZ, uma nova linha para mulheres que valorizam a praticidade, composta por hidratantes, sabonete e lenço umedecido de múltipla ação (limpa, esfolia, tonifica, remove a maquiagem e hidrata).


As linhas de produtos 
A NATURA oferece uma gama enorme de produtos, que inclui soluções para diversas necessidades dos consumidores, homens e mulheres de todas as idades, tais como produtos de tratamento da pele do rosto e do corpo, cuidado e tratamento dos cabelos, maquiagem, perfumaria, produtos para o banho, proteção solar, higiene oral e linhas infantis. As principais linhas de produtos conceituais são: NATURA CHRONOS (oferece uma gama completa de opções para tratamento da pele do rosto, desenvolvidas para mulheres com mais de 30 anos, que inclui uma variedade de produtos de limpeza, tonificação e hidratação da pele, além de produtos anti-sinais, divididos em categorias para mulheres de 30 a 45, 45 a 60 e 60 anos ou mais), NATURA FOTOEQUILÍBRIO (a fórmula tecnológica e fotoestável dos produtos que englobam esta linha protegem a pele da exposição aos raios UVA e UVB, mantendo a proteção durante o tempo de exposição ao sol), NATURA EKOS (engloba produtos de perfumaria, higiene pessoal e ambientação, e utiliza recursos da rica biodiversidade brasileira, sendo inspirada pelo conhecimento tradicional das propriedades e usos de nossas plantas), NATURA NATURÉ (linha para crianças entre 3 e 7 anos que estimula a descoberta do mundo, cujos produtos, suaves e seguros, com fragrâncias, nomes e texturas inusitados, incentivam, por meio de brincadeiras e da história sobre a água, o cuidado com a natureza de forma lúdica, poética e divertida), NATURA FACES (linha completa de cosméticos e produtos de higiene pessoal desenvolvidos para refletir o ritmo de vida da jovem mulher moderna), NATURA TODODIA (uma grande variedade de produtos desenvolvidos para uso diário em diversos segmentos, que segue uma tendência mundial no uso cosmético de ingredientes naturais, como o leite, o açúcar e o mel), NATURA AMÓ (linha composta por fragrâncias, óleo de massagem, sabonete e desodorante, inspirada no amor com gestos que encantam, seduzem e surpreendem), NATURA ERVA DOCE (sabonetes, desodorantes e gel antisséptico com textura suave e pH natural para cuidar da pele com o cheirinho inconfundível de Natura Erva Doce), NATURA MAMÃE E BEBÊ (linha de produtos para higiene pessoal que foi especialmente desenvolvida para afirmar o valor do vínculo existente entre mãe e filho, que se inicia na gravidez, inclusive no tocante à importância desse relacionamento na formação da personalidade e na contribuição para a felicidade), NATURA HOMEM (completa linha especificamente desenvolvida pra o público masculino, que engloba fragrâncias, produtos para a rotina de cuidados da barba, o rosto e o corpo), NATURA KAIAK (linha masculina de fragrâncias refrescantes e descontraídas para quem gosta de se movimentar ao ar livre), NATURA Sr N (composta por produtos especialmente para cuidar da pele do rosto e corpo dos homens) e NATURA AQUARELA (linha de maquiagem da mulher que tem a cor e a cara do Brasil, com sua diversidade de raças e estilos. São produtos que protegem os lábios e realçam o olhar, em fórmulas leves, com embalagens feitas com casca de madeira ecológica, que mostram o compromisso da empresa com o meio ambiente).


A Casa Natura 
No dia 14 de setembro de 2006, a empresa inaugurou, na cidade de Campinas, interior de São Paulo, a primeira Casa Natura no Brasil, um espaço aberto ao público, misto de centro de convivência e loja, seguindo tendência do setor de cosméticos. Lá os consumidores podem experimentar toda a linha de cosméticos da NATURA, comprar produtos e até fazer cursos e massagens. A razão de ser da empresa – “bem estar bem” – serviu de inspiração para a construção da Casa Natura, que foi projetada em total integração com as formas de expressão da marca: da decoração dos ambientes à recepção acolhedora. A arquitetura valoriza formas simples e cores claras, de acordo com o perfil da marca. Portas de vidro trazem claridade e transparência; os jardins internos e externos completam a sensação de bem-estar e de proximidade com a natureza. A intenção da NATURA é clara: promover a proximidade do consumidor com as consultoras e produtos, podendo experimentá-los e, sobretudo, reforçar a imagem da marca e promover benefícios para a comunidade, oferecendo os mais variados cursos, oficinas e palestras gratuitamente, que vão desde o aproveitamento total de alimentos, jardinagem à fotografia digital. Em seu primeiro ano de funcionamento a Casa Natura recebeu mais de 15 mil visitantes. O sucesso foi tamanho que outras unidade foram inauguradas em cidades como São Paulo, Guarulhos e Osasco.


As pesquisas 
A NATURA possui o maior centro de pesquisa e desenvolvimento cosmético do Brasil, inaugurado em 2001 na cidade de Cajamar em São Paulo. Um intercâmbio sistemático com universidades brasileiras e com outros centros de excelência em todo o mundo mantém pesquisadores em contato com os principais avanços nas áreas farmacêutica, química e bioquímica. Atualmente, a empresa processa aproximadamente 60 ativos da biodiversidade brasileira, a maioria dos ingredientes dos produtos é de origem vegetal (83%), o que amplia a preservação ambiental e o desenvolvimento social daqueles que garantem o fornecimento desses insumos, e as embalagens têm sido desenvolvidas para serem biodegradáveis. O centro de pesquisa e desenvolvimento fica localizado no Espaço Natura, uma área de 678.000 m² onde funciona um Centro Integrado de produção, Logística e Pesquisa. No complexo existem 11 laboratórios que realizam testes micro-biológicos, encarregam-se da aplicação de tecnologia e do desenvolvimento de embalagens. Além disso, a empresa possui mais três centros de pesquisa e inovação, localizados em Benevides (PA), Manaus (AM) e Nova York. Somente em 2015, a empresa investiu mais de R$ 220 milhões em Pesquisa e Desenvolvimento de novos produtos.


Responsabilidade social 
Poucas empresas brasileiras têm a preocupação com a sustentabilidade gravada em seu DNA desde o nascimento. A NATURA é um dos raros exemplos — e, naquele tempo, conceitos como “responsabilidade social” e “sustentabilidade” nem sequer haviam sido definidos formalmente. Por exemplo, em 1999, iniciou a relação com comunidades tradicionais para fornecimento de insumos da sociobiodiversidade, inovação na forma de fazer negócios e no relacionamento direto com pequenos agricultores e famílias extrativistas que tiram dos frutos da biodiversidade o seu sustento. Outra iniciativa importante é a ponta-de-lança de uma mudança mais radical que a NATURA promoveu em sua linha de produtos. Além de abolir testes em animais, ela está, aos poucos, mudando as fórmulas de seus cosméticos. Saem de cena os ingredientes animais e minerais (provenientes do petróleo) e entram matérias-primas vegetais. Os sabonetes foram a primeira linha de produtos a passar por essa mudança, em 2005, em um processo que a empresa chama de “vegetalização”. O sebo de boi, a matéria-prima mais usada, foi substituído por óleos vegetais. Com o mesmo cuidado com que desenvolve fórmulas, a NATURA se preocupa com as embalagens dos produtos, para que elas reflitam a atratividade e o impacto positivo dos valores da marca, bem como a preocupação com a responsabilidade ambiental. A empresa foi pioneira, em 1983, no uso de refis para produtos de maior consumo. Essa medida reflete expressivamente o comprometimento da empresa com a questão ambiental.


Os planos de expansão da NATURA são focados e visam exportar muito mais que seus produtos. Onde for, quer levar seus valores e crenças e, principalmente, evidenciar a cultura e a riqueza brasileira. Em dezembro de 2006, a NATURA anunciou duas medidas que reforçam a postura de empresa responsável. Uma delas foi a total eliminação de testes em cobaias, uma prática, que era motivo de fortes críticas de entidades que atuam em defesa dos direitos dos animais. A outra foi o lançamento do projeto de redução de gases que geram o efeito estufa em sua cadeia produtiva. Ainda nesse compromisso, a NATURA lançou também em 2006 um projeto para incentivar as consultoras a recolherem as embalagens de seus clientes e encaminharem às cooperativas de reciclagem. Assim, além de contribuir para reduzir o impacto ambiental ajuda na geração de renda de pessoas mais carentes. Mas a ação principal para a redução do gás carbônico que a empresa desenvolve é a venda de refis. Para reforçar essa imagem de empresa responsável, a NATURA aposta também no projeto Carbono Neutro. A ideia é reduzir ao mínimo as emissões de gases geradores do efeito estufa em toda a cadeia produtiva. Para alcançar o objetivo, a NATURA trabalha em várias frentes: trocou os microônibus a diesel que transportavam funcionários dentro da fábrica, em Cajamar, na Grande São Paulo, por carrinhos movidos a gás natural; substituiu o álcool utilizado nas fórmulas de perfumes por álcool orgânico (produzido sem agrotóxicos ou queimadas) e está intensificando o uso de material reciclado nos frascos.


A evolução visual 
O primeiro logotipo da marca surgiu em 1970 e carregava uma flor como símbolo da beleza, cujas pétalas eram formadas por letras N. Em 1989 ocorreu a primeira alteração: uma rosácea formada por seis letras N entrelaçadas passou a ser o principal símbolo do logotipo da marca. O atual logotipo da marca foi adotado em 2000 e traz cores mais quentes e um visual mais moderno.


Os slogans 
Bem estar bem. (2000) 
Natura, verdade em cosmética. (1989) 
Beleza não tem idade. (1984)


Dados corporativos 
● Origem: Brasil 
● Fundação: 28 de agosto de 1969 
● Fundador: Antônio Luiz Seabra e Jean Pierre Berjeaout 
● Sede mundial: Cajamar, São Paulo, Brasil 
● Proprietário da marca: Natura Cosméticos S.A. 
● Capital aberto: Sim (2004) 
● Chairman: Antônio Luiz Seabra 
● Presidente: Roberto Lima 
● Faturamento: R$ 10.8 bilhões (2015) 
● Lucro: R$ 513 milhões (2015) 
● Valor de mercado: R$ 13.9 bilhões (agosto/2016) 
● Valor da marca: R$ 6.862 bilhões (2015) 
● Fábricas:
● Consultoras de venda: 1.900.000 (2016) 
● Presença global: 7 países 
● Presença no Brasil: Sim 
● Funcionários: 7.000 
● Segmento: Higiene e beleza 
● Principais produtos: Cosméticos, fragrâncias e produtos de higiene pessoal 
● Concorrentes diretos: Avon, Mary Kay, Jequiti, Oriflame, L’Oréal, Herbalife, Amway e O Boticário 
● Slogan: Bem estar bem. 
● Website: www.natura.com.br 

O valor 
Segundo a consultoria britânica Interbrand, somente a marca NATURA está avaliada em R$ 6.862 bilhões, ocupando a posição de número 6 no ranking das marcas mais valiosas do Brasil. 

A marca no mundo 
A NATURA é líder no mercado nacional de cosméticos, fragrâncias e higiene pessoal, além de estar entre as seis marcas mais valiosas do país. Atualmente, oferece aproximadamente 1.500 produtos em seu portfólio nas categorias maquiagem, perfumaria, proteção solar, cuidados com o rosto, o corpo e os cabelos, entre outras. A empresa atua hoje em todas as regiões do país (mais de 5.000 municípios brasileiros) através do sistema de vendas diretas com mais de 1.37 milhões de revendedoras (no mundo são mais de 1.9 milhões). 53.5% dos lares no Brasil têm produtos NATURA ao menos uma vez por ano. Além disso, possui 5 fábricas e 9 centros de distribuição. A NATURA também possui operações em seis países como Argentina, Chile, Peru, México, França e Colômbia, que respondem por aproximadamente 30% do faturamento da empresa, que no ano de 2015 atingiu R$ 10.8 bilhões. 

Você sabia? 
Parte do ciclo logístico da empresa é entregar em até 48 horas milhões de produtos para mais de 1.9 milhões de consultoras - seus “pontos de entrega” - no Brasil, América Latina e França. Além de produzir anualmente mais de 500 milhões de unidades de produtos, a empresa separa e entrega 1.4 milhões de produtos por dia no Brasil. 
Em 2012 a NATURA adquiriu a marca australiana Aesop, presente nos Estados Unidos e em países da Europa e da Ásia. Com a associação, a NATURA se uniu a uma marca de alcance global e ampliou sua presença internacional. 


As fontes: as informações foram retiradas e compiladas do site oficial da empresa (em várias línguas), revistas (Isto é Dinheiro, Época Negócios, Exame, EmbalagemMarca, Vogue e Veja), sites especializados em Marketing e Branding (Mundo do Marketing), Jornais (Valor Econômico, Meio Mensagem, Folha e Estadão) e Wikipedia (informações devidamente checadas). 

Última atualização em 23/8/2016

4 comentários:

Anônimo disse...

FOI BOM D + SABER SOBRE TD ISSO, REALMENTE A EMPRESA E O MAXIMO.

Anônimo disse...

Em 2005 a Natura lançou uma promoção de Natal com embalagens que traziam em si as obras de Adriana e Juliano, artistas plásticos. GOSTARIA DE SABER MAIS A RESPEITO!...

Anônimo disse...

eu queria saber se vcs sabem qual revista(mês) precisamente a natura lançou seu primeiro anuncio, aguardo rspostas.

Anônimo disse...

Como se chama a "parte" de uma marca/logo que descreve a atividade? Como no exemplo da Natura, que inicialmente possuía o 'Cosmética Terapêutica', ou ainda, quando se tem um 'consultoria', 'acessoria', entre outros.
lila_vp@yahoo.com.br