9.5.06

THE WEATHER CHANNEL


Não há nada mais desconfortável do que sair de casa e ser surpreendido por um frio inesperado ou por uma chuva torrencial, bem no dia em que não se estava preparado para isso. Justamente por esse motivo, o canal de televisão THE WEATHER CHANNEL se transformou num dos maiores fenômenos de mídia do último século. Fez com que o hábito da previsão do tempo se transformasse em uma verdadeira epidemia. Tanto que a marca também oferece previsões através de celulares, tablets, e outros meios de comunicação móveis. Chova ou faça sol saiba primeiro no THE WEATHER CHANNEL. 

A história 
O canal de televisão a cabo THE WEATHER CHANNEL, sediado na cidade de Atlanta, foi ao ar pela primeira vez no dia 2 de maio de 1982, idealizado por Frank Batten, proprietário da empresa Landmark Communications, dona de jornais, canais de televisão e estações de rádio, para transmitir a previsão do tempo e cobertura 24 horas por dia de fenômenos climáticos, como por exemplo, tempestades e furacões. Ele, que adorava velejar e dependia da previsão do tempo para tal, comprou a ideia de John Coleman, famoso homem do tempo do tradicional programa da ABC, Good Morning America. O canal foi o primeiro, a surgir na mídia, especializado em previsão do tempo, furacões e tempestades. Frank definia seu canal especializado como “Weather forecast that will never end” (“Previsão de tempo que nunca terminará”).


Não demorou muito para o canal conquistar a reputação de mídia mais confiável quando a questão era previsão do tempo, tornando este hábito uma verdadeira epidemia entre os americanos, especialmente em regiões onde furacões eram frequentes. Inicialmente o canal era abastecido pelas previsões meteorológicas do NOAA (National Oceanic and Atmospheric Administration - Administração Oceânica e Atmosférica Nacional), confiável órgão do governo americano para assuntos sobre meteorologia, oceanos, atmosfera e clima. Em 1986 o canal contratou novos talentos, adotou o sistema de âncora (um único apresentador) em seus noticiários e acrescentou mais imagens de vídeos em sua programação. No ano seguinte o canal cobriu com notícias ao vivo o furacão Gilbert, tornando-se assim um meio confiável para enfrentar tal desastre natural.


Em 1992 o canal já era assistido em mais de 50 milhões de casas americanas. Pouco depois, no mês de fevereiro de 1995, a empresa lançou uma extensão do canal, com a estreia de seu site na internet (http://www.weather.com/). Não demorou muito para o site se tornar um enorme sucesso, sendo um dos mais acessados da rede mundial de computadores. Devido a todo esse alcance, o weather.com começou a oferecer sites específicos para determinadas regiões do planeta e em diferentes idiomas: uk.weather.com (Inglaterra); wetter123.com (Alemanha); meteo123.com (França); espanol.weather.com (América Latina), estreou em 1997; canaldotempo.com (Brasil), estreou em 1998; classmeteo.it (Itália) e mais recentemente in.weather.com (Índia). Em 1999, lançou um novo produto: o WEATHERSCAN CHANNEL, um canal disponível em algumas operadoras de TV a cabo que transmitia apenas as previsões do tempo local.


Com a chegada do novo milênio, o THE WEATHER CHANNEL começou a desenvolver e produzir seus principais programas e documentários, lançando, em agosto de 2000, o “Atmospheres”, um programa de notícias e informações focado na previsão do tempo; e, em 2003, estreando uma nova série chamada “Storm Stories”, na qual cada episódio recriava histórias e dramas reais de sobreviventes e equipes de resgate em grandes furacões, tormentas, tufões e severas tempestades ao redor do mundo. Além disso, introduziu o THE WEATHER CHANNEL DESKTOP, um aplicativo que permitia visualizar rapidamente a previsão do tempo em qualquer horário na área de trabalho do computador. O aplicativo trazia informações em tempo real sobre o clima em qualquer lugar do mundo, com previsão da temperatura (que pode ser exibida em graus Celsius ou Fahrenheit) nos próximos dias e dados completos sobre pressão atmosférica e umidade do ar. No dia 26 de setembro de 2007, o THE WEATHER CHANNEL estreou seu canal que transmite programação em alta definição (HD).


Em 2008, o grupo NBC Universal e os fundos de private equity Bain Capital e Blackstone Group compraram o canal, incluindo o site da internet, por US$ 3.5 bilhões. A partir do dia 30 de outubro de 2009 o canal passou a transmitir, todas as sextas-feiras á noite, grandes filmes relacionados a tempestades e desastres naturais, com a exibição de The Perfect Storm, inserindo assim em sua programação mais entretenimento aos telespectadores. E quem disse que apenas os furacões e tempestades tropicais podem ter o privilégio de serem nomeados? Para o THE WEATHER CHANNEL, essa segmentação acabou em 2013 quando o canal passou a nomear cada uma das tempestades de inverno. Segundo o canal, dar um nome a um evento natural desse tipo é mais eficiente, pois ajuda a conscientizar sobre a sua chegada, é mais fácil de lembrar e de pesquisar, além de ter mais relevância nas mídias sociais, facilitando assim a referência para a comunicação por meios digitais.


Hoje em dia, o IntelliStar® (versão mais atual do WEATHER STAR®), a transmissão imediata em tempo real de avisos e alertas meteorológicos, é o serviço mais vital fornecido pelo THE WEATHER CHANNEL nas Américas. Informações de importantes fontes como o serviço meteorológico nacional norte-americano e o Instituto Nacional de Meteorologia - INMET, o serviço meteorológico oficial do Brasil, são transmitidas para equipamentos personalizados em cada operadora local de TV a cabo, assim como milhares de previsões personalizadas preparadas pelos experientes meteorologistas do canal.


Sol ou Chuva em outras mídias 
O THE WEATHER CHANNEL transmite previsão do tempo não somente através do seu canal de televisão a cabo. Fornece previsão do tempo também para muitos jornais americanos, através do rádio (onde o THE WEATHER CHANNEL RADIO NETWORK atinge diariamente 1 milhão de ouvintes, além de fornecer previsões e informações de tempo para mais de 348 estações de rádio nos Estados Unidos), da internet, de equipamentos móveis como telefones celulares e tablets (através de aplicativos), além de redes sociais. A página na internet do canal de televisão THE WEATHER CHANNEL disponibiliza previsões diárias do tempo para mais de 98.000 locais do mundo, recebendo mais de 40 milhões de visitas mensalmente, estando entre os mais populares da rede mundial de computadores.


A evolução visual 
Ao longo de sua história o THE WEATHER CHANNEL modificou seu logotipo algumas vezes. Foram três modificações com a clara intenção de apenas modernizá-lo. A primeira ocorreu em 1996 quando o logotipo ganhou um tom de azul mais claro e uniforme, além de um formato mais retangular, ainda com os cantos arredondados. Em 2005, mais precisamente no dia 15 de agosto, ocorreu a mudança mais radical, com o logotipo assumindo um formato quadrado e adotando uma nova tipografia de letra. O logotipo também deixou de conter o nome da marca em letras maiúsculas.


Os slogans 
The Weather Has Never Looked Better. (2008, The Weather Channel HD) 
Celebrating 25 Years of Great Weather. (2007) 
Bringing Weather to Life. (2005-2008)  Live By It. (2001-2005) 
Keeping You Ahead Of The Storm. (2000) 
Weather Fans You’re Not Alone. (1997-1998) 
No Place on Earth Has Better Weather. (1996-1998) 
Weather You Can Always Turn To. (1991-1995) 
You Need Us, The Weather Channel, For Everything You Do. (1986-1991) 
Weatherproofing America. (1984-1986) 
We Take The Weather Seriously, But Not Ourselves. (1982-1984)


Dados corporativos 
● Origem: Estados Unidos 
● Fundação: 2 de maio de 1982 
● Fundador: Frank Batten e John Coleman 
● Sede mundial: Atlanta, Geórgia 
● Proprietário da marca: NBCUniversal, Inc. 
● Capital aberto: Não (subsidiária) 
● Chairman & CEO: David Kenny 
● Faturamento: Não divulgado 
● Lucro: Não divulgado 
● Assinantes: 130 milhões 
● Presença global: + 100 países 
● Presença no Brasil: Sim 
● Maiores mercados: Estados Unidos e Canadá 
● Funcionários: 800 
● Segmento: Comunicação 
● Principais produtos: Previsões do tempo, programas e documentários 
● Concorrentes diretos: AccuWeather, The Weather Network e Climatempo (Brasil) 
● Slogan: Bringing Weather to Life. 
● Website: www.weather.com 

A marca no mundo 
Atualmente o THE WEATHER CHANNEL (também conhecido pelas iniciais TWC), maior canal de meteorologia dos Estados Unidos, transmite a previsão do tempo de 98.000 localidades do mundo, sendo assistido por mais de 100 milhões de lares somente nos Estados Unidos. Além disso, o canal rompeu a marca de 100 milhões de aplicativos baixados em smartphones e tablets. A empresa mantém uma equipe com mais de 120 meteorologistas especializados em condições climáticas diversas. 

Você sabia? 
O site do THE WEATHER CHANNEL, um dos mais acessados do mundo com mais de 40 milhões de visitantes individuais por mês, atingiu seu recorde de visitas no dia 18 de setembro de 2003, durante o furacão Isabel, quando recebeu mais de 7 milhões de visitas. Mas esses números seriam superados durante a cobertura do furacão Earl (1-3 de setembro de 2010), quando atingiu 42 milhões de visitantes. 
No site da empresa existe uma seção chamada de Weather Glossário, que fornece definições, histórico, origem e dicas de segurança para mais de 200 fenômenos da natureza entre eles, furacões, geadas, tornados, seca, tornados, tufões, etc. 


As fontes: as informações foram retiradas e compiladas do site oficial da empresa (em várias línguas), revistas (Fortune, Forbes, Newsweek, BusinessWeek e Isto é Dinheiro), Jornais (Valor Econômico), sites especializados em Marketing e Branding (BrandChannel e Interbrand), Wikipedia (informações devidamente checadas) e sites financeiros (Google Finance, Yahoo Finance e Hoovers). 

Última atualização em 15/8/2013

Nenhum comentário: