5.5.06

ZIPPO


Embora fumar esteja cada vez mais fora de moda, poucos ícones lançados na história têm espaço tão privilegiado quanto os isqueiros ZIPPO. Tão importante quanto ícones americanos como Coca-Cola, Levi’s, Marlboro ou Harley-Davidson, o isqueiro ZIPPO é parte integrante da história e da cultura dos Estados Unidos. Elegante e prático existem milhares de modelos com diferentes acabamentos e todo tipo de tema que definem a personalidade de seus proprietários. Por isso, ZIPPO se tornou o companheiro confiável em muitas aventuras. 

A história 
A história começou em 1932, na cidade de Bradford, estado americano da Pensilvânia, quando George Grant Blaisdell (foto abaixo) decidiu investir seus últimos dólares para criar um isqueiro elegante e fácil de usar. Foi no Country Club da cidade que o Sr. Blaisdell assistiu a um amigo sem jeito usando o tal isqueiro austríaco. Apesar do isqueiro funcionar bem, mesmo com o vento, seu uso exigia duas mãos, e sua superfície metálica fina amassava facilmente. Foi então que ele obteve os direitos do isqueiro à prova de vento austríaco chamado Binga, produzido pela IMCO, que vinha com uma tampa e cuja chama não se apagava com o vento, e o re-projetou de acordo com suas próprias especificações. Fez o corpo retangular de metal, prendeu a tampa ao corpo com uma dobradiça soldada e colocou uma proteção ao redor do pavio de pano, embebido por fluído inflamável. Quando acesa, a chama dificilmente apagava com o vento (windproof), pois o sistema da invenção se assemelhava a uma lamparina. Uma invenção simples, porém bastante útil.


O produto inicialmente se chamaria Clic-Clac, pois cada vez que fosse utilizado para acender um cigarro, deveria ser aberto. Mas esse nome já havia sido registrado. Então, fascinado por outra invenção da época, o zíper (em inglês zipper, usado para se referir ao chamado zip fastener, ou fecho rápido), batizou seu isqueiro de ZIPPO e o lançou em 1933 ao preço de US$ 1.95, valor absurdamente alto para a época, e com uma garantia ilimitada. Essa garantia, conhecida como Lifetime Guarantee, que acompanha todos os isqueiros da marca, ainda garante: “ou o isqueiro funciona, ou o consertamos de graça” (“It Works or we fix it free”). Ou seja, se um isqueiro ZIPPO quebrar, não interessa o quão velho ele seja, ou quantos donos já teve, a empresa irá substituí-lo ou repará-lo gratuitamente. A única parte do ZIPPO que não é coberta pela garantia é o acabamento na parte externa da capa metálica.


A primeira patente para os isqueiros seria registrada no dia 3 de março de 1936 sob o número 2032695. O primeiro logotipo corporativo em um ZIPPO foi colocado em 500 isqueiros ainda este ano para a refinaria de petróleo Kendall. Era o início do isqueiro como mídia. A invenção de Blaisdell tornou-se extremamente importante durante a Segunda Guerra Mundial, onde se transformou em equipamento básico das Forças Armadas Americanas, que levaram milhares de isqueiros para o campo de batalha. Durante este período, a empresa cessou a fabricação de isqueiros para os mercados de consumo e dedicou toda a produção para os militares.


Os isqueiros tiveram grande importância no conflito em virtude de sua durabilidade e pela grande facilidade de acendê-lo durante as batalhas, já que as chamas resistiam ao vento. Os isqueiros foram usados para acender cigarros, esquentar sopas nos capacetes ou simplesmente abrir caminho no meio da escuridão. Foi na Segunda Guerra Mundial que nasceu a superstição de que não se deve jamais acender três cigarros com a mesma chama. Isto porque a triangulação do movimento permitia que o inimigo localizasse, com precisão, o último que havia acendido o cigarro. Foi quando a ZIPPO desenvolveu um modelo de metal escovado para evitar o reflexo e proteger os soldados. O fato de que milhões de militares americanos utilizaram o isqueiro nos campos de batalha foi um catalisador importante no estabelecimento de ZIPPO como um ícone americano em todo o mundo.


Depois da Segunda Guerra Mundial, os isqueiros da marca se firmaram como uma mídia popular para propagandas de pequenas e grandes empresas durante a década de 1960. Muitas das primeiras propagandas foram pintadas a mão. Mas a verdadeira explosão da marca ocorreu com a associação do produto ao cigarro que começou no cinema. Nos anos de 1950, galãs como James Dean e Humphrey Bogart faziam charme e pose de mal com um ZIPPO nas mãos. Ao longo de sua história os isqueiros ZIPPO já apareceram em mais de 1.500 filmes, peças e shows de TV, dentre eles Pulp Fiction, Charlie’s Angels, American Pie e X-Men. Você encontrará um ZIPPO até em Resident Evil. Isto talvez explique porque de cada 100 pessoas 98 conheçam a marca. Os isqueiros ZIPPO voltarem à cena na Guerra do Vietnã, quando sua popularidade novamente cresceu no mundo inteiro. Foi a partir da década de 1970 que ZIPPO expandiu consideravelmente suas vendas no exterior.


No outono de 2002, ZIPPO obteve o registro da marca para a forma de seu isqueiro. Este foi um marco importante para proteger a marca de falsificadores. A empresa celebrou a produção do isqueiro número 400.000.000 exatamente no dia 3 de setembro de 2003. Para comemorar seus 75 anos de história em 2007, a ZIPPO criou um hotsite, que consistia em uma série de histórias vivenciadas por consumidores da marca e seus isqueiros. Convidados pela marca para compartilharem suas aventuras, as histórias contadas eram divididas em cinco categorias: Americana – histórias na terra do Tio Sam, de costa a costa; Military – histórias do isqueiro favorito dos militares; On The Road – histórias relacionadas a viagens; Believe It or Not – histórias onde os usuários decidem se realmente aconteceram ou não; e The Zippo Moment – um brinde aos consumidores que acenderam seus isqueiros pelo bom e velho “rock and roll”. A ação fez parte da campanha “Todo Zippo conta uma história” (“Every Zippo Lighter Tells a Story”).


A partir de 2010 a marca iniciou o aumento de seu portfólio com o lançamento de linhas de relógios e canetas. Em 2011, com uma significante queda nas vendas nos últimos dez anos, combinada com a pressão por parte dos governos em relação ao tabagismo, a ZIPPO resolveu adotar uma estratégia mais ampla de extensão de marca e assim reverter essa situação. Com isso, a marca que se tornou um símbolo do estilo americano por seus famosos isqueiros, lançou uma nova linha de produtos: ZIPPO FRAGRANCES, que explora em seus perfumes o conceito e a criatividade da marca, reconhecida por desenvolver produtos de design, que vão além de sua real finalidade, para se tornar um acessório de estilo, uma peça de coleção. Para este lançamento o marketing não foi deixado de lado: o frasco de 30 mililitros é envolto pela caixa metálica igual à do isqueiro, disponível em quatro cores (prata, rosa, azul e verde). Além disso, a abertura do perfume também possui o mesmo mecanismo e o famoso “click” do isqueiro, assim como o sistema de refil.


Exatamente no dia 5 de junho de 2012, a empresa fabricou seu isqueiro de número 500 milhões. A embalagem de bronze do isqueiro, pintada de amarelo, foi carimbada com a hora em que foi produzido: 10:51 da manhã. Os executivos da empresa manipularam o ritmo da produção para garantirem que este marco histórico coincidisse justamente com o aniversário de Blaisdell, falecido no dia 3 de outubro de 1978. Mais recentemente, com o aumento das vendas dos produtos outdoor, a marca lançou uma linha de equipamentos para camping e acessórios para atividades ao ar livre, que incluem grill, itens para churrasco (pegador, facas e garfos), serrotes, lanternas até sacolas para carregar lenha. Apesar da diversificação em sua linha de produtos, a venda de isqueiros continua em alta. Um forte indicador que reforça essa tese é o fato da venda de isqueiros ainda representar 90% da receita anual da empresa. A explicação para esse fenômeno está no fato de que um grande número de clientes adquire o isqueiro para outros usos (aproximadamente 25% dessas vendas são feitas para não fumantes).


A linha do tempo 
1935 
Iniciou a colocação de insígnias de metal e as iniciais da marca em seus isqueiros. 
1949 
Lançamento de 14 diferentes modelos e cores do isqueiro. 
1950 
Lançamento da capa de couro para proteger o isqueiro, disponíveis em cores como vermelho, azul e verde. 
1955 
Os isqueiros prata e ouro são introduzidos na linha de produtos. 
1956 
A marca inovou ao lançar o SLIM ZIPPO, um isqueiro menor e mais fino que o original, direcionado inicialmente para o público feminino. 
1957 
A marca surpreendeu novamente ao lançar códigos de fabricação que eram impressos no fundo do isqueiro, indicando o ano em que foi produzido. O objetivo original era para controle de qualidade, mas os códigos desde então se tornaram uma ferramenta inestimável para colecionadores. 
1960 
Lançamento do ZIPPO em ouro 14 quilates. 
1969 
Lançamento de uma série de isqueiros em homenagem a chegada do homem à lua. 
1970 
Lançamento de uma coleção de ZIPPO com os 12 signos do Zodíaco. 
1982 
Lançamento do ZIPPO SCRIMSHAW, feito em inox e acabamento cromado polido com o desenho Scrimshaw Caravela. 
1983 
O logotipo da marca passou a ser impresso no fundo do isqueiro. 
1986 
Lançamento do isqueiro camuflado. 
2002 
Lançamento do ZIPPO MPL (Multi-Purpose Lighter), ideal para acender churrasqueiras, velas, lareiras, fogões, fogueiras, lampiões e muito mais. Três anos depois o modelo ganharia uma versão menor chamada Mini MPL
2007 
Lançamento do ZIPPO BLU, um isqueiro movido a gás Butano tipo maçarico, possuindo o acendimento do tipo “flint-wheel”, ou seja, a tradicional “rodinha” dos isqueiros ZIPPO. 
2011 
Lançamento do ZIPPO EMERGENCY FIRE STARTER®, um kit prático para fazer fogo de forma rápida em acampamentos e momentos de necessidade. 
Lançamento do ZIPPO FLEX NECK, um acendedor com cabeça longa e flexível ideal para lareiras e churrasqueiras.


Um ícone que resiste ao tempo 
Não somente sua chama resiste ao vento. Parece que ZIPPO resiste ao tempo, capaz ainda de despertar interesse, não somente nos fumantes, mas principalmente em colecionadores. Exceto por melhorias no mecanismo interno e mudanças no acabamento, o design original permanece praticamente o mesmo desde 1932.


Os fanáticos colecionadores 
O clube de colecionadores de isqueiros da marca ZIPPO, conhecido como ZIPPO CLICK, só passou a ser oficialmente reconhecido e patrocinado pela empresa em 2002. O nome do clube derivou do som que o isqueiro produz ao ser aberto. O clube possui aproximadamente 16 mil membros registrados em mais de 60 países. Atualmente existem 15 clubes de colecionadores ao redor do mundo: cinco nos Estados Unidos, dois na Inglaterra e um na Áustria, Canadá, Dinamarca, Itália, Japão, África do Sul, Suíça e Holanda. Para ter uma ideia da importância destes ávidos fãs para a marca, aproximadamente 21% das pessoas que possuem isqueiros ZIPPO são colecionadores. Hoje em dia, calcula-se que existam aproximadamente 5 milhões de colecionadores de ZIPPO espalhados pelo mundo.


O museu 
A marca possui um museu (ZIPPO/CASE VISITORS CENTER) localizado em sua sede mundial na cidade de Bradford. Inaugurado no dia 6 de junho de 1994, em comemoração aos 50 anos do Dia D (quando ocorreu o desembarque das tropas aliadas na Normandia, Na Segunda Guerra Mundial), é possível, através de uma visita guiada, conhecer o universo da marca ZIPPO. O visitante terá acesso a mais de 200 isqueiros e canivetes, muitos deles históricos, vídeos antigos e atuais que contam a história da marca e da empresa, comerciais históricos, a “oficina” onde são reparados os isqueiros, a linha de produção e uma enorme loja repleta de produtos da marca. O primeiro ZIPPO produzido está exposto no museu com uma carta escrita à mão pelo próprio George G. Blaisdell. As sinalizações e faróis da avenida que dão acesso ao museu são decorados com as formas e chamas do tradicional isqueiro. A fachada central do museu é um enorme isqueiro ZIPPO.


Comunicação que marcou história 
O primeiro anúncio publicitário da marca surgiu em dezembro de 1937, publicado na irreverente revista masculina Esquire. Com ele, também surgiu um ícone da marca ZIPPO: The Windy Varga Girl (uma mulher acendendo seu cigarro ao vento com um isqueiro ZIPPO). A imagem da “garota Zippo”, criada pelo famoso ilustrador Enoch Bolles, apareceu em inúmeros anúncios da marca nas décadas de 1930 e 1940, além de ser estampada no próprio isqueiro entre 1938 e 1941. A imagem foi reintroduzida em 1982, em comemoração ao aniversário de 50 anos da marca.


Outra ação marcante da ZIPPO aconteceu na década de 1940. Nesta época, a enorme popularidade dos isqueiros incentivou George Blaisdell a estilizar, em 1947, um Chrysler Saratoga transformando-o no ZippoMobile. O sucesso do veículo foi tão grande, que em uma turnê promocional ele visitou todos os países da Europa. Comercialmente falando este negócio foi fabuloso, porém seu gerenciamento preocupante – fato que ocasionou a quebra do veículo, caindo no esquecimento, sendo abandonado e perdido. Em 1982 a empresa lançou uma campanha para encontrar o “ZippoMobile” para comemorar o 50 º aniversário da marca. A campanha para tentar rastrear o veículo perdido foi tão longe que souberam de notícias do carro na cidade de Pittsburgh (sua última localização). Mas a busca foi em vão. O carro original não pôde ser encontrado e restaurado como previsto e, em 1998, a empresa criou o ZippoMobile II, uma réplica fiel do veículo original, que pode ser encontrada em eventos de carros antigos nos dias de hoje. O novo automóvel é revestido com ouro de 24 quilates. O motor é um Chevrolet V8 de 250 HP. As chamas do isqueiro têm cinco metros de altura e removível, já as rodas de pedra têm 17 centímetros de diâmetro. O novo veículo apareceu pela primeira vez na International Swap Zippo/Case Meet.


A evolução visual 
Ao longo de sua história a marca ZIPPO modificou bastante seu logotipo. Em 1957 a frase “Windproof Lighter” foi retirada do logotipo e somente em 1977 a tradicional chama vermelha foi introduzida acima da letra “i”, em substituição ao pingo.


Em 1994 o logotipo passou por uma pequena modernização, que pode ser reparada na tipografia de letra.


Os slogans 
Every Zippo Lighter Tells a Story. (2007) 
The name in flame. (2006) 
ZIPPO. For real. (2001) 
When you need it, it works. (1999) 
Use it to start something. (1998) 
It works or we fix it free. (1968) 
The Lighter that WORKS. (1958) 
Guaranteed to work FOREVER. (1954) 
The One-Zip Windproof Lighter. (1951)


Dados corporativos 
● Origem: Estados Unidos 
● Fundação: 1932 
● Fundador: George G. Blaisdell 
● Sede mundial: Bradford, Pennsylvania, Estados Unidos 
● Proprietário da marca: Zippo Manufacturing Company 
● Capital aberto: Não 
● Chairman: George Duke 
● CEO: Greg Booth 
● Faturamento: US$ 250 milhões (estimado) 
● Lucro: Não divulgado 
● Presença global: 160 países 
● Presença no Brasil: Sim 
● Funcionários: 1.100 
● Segmento: Acessórios 
● Principais produtos: Isqueiros, acendedores, relógios e perfumes 
● Concorrentes diretos: Windmill, Colibri, S.T. Dupont e Victorinox 
● Ícones: O próprio isqueiro 
● Slogan: The Name in flame. 
● Website: www.zippo.com.br 

A marca no mundo 
A gama de acessórios, isqueiros e mais recentemente perfumes com a marca ZIPPO é vendida em mais de 160 países ao redor do mundo. A empresa já produziu mais de 500 milhões de isqueiros desde sua fundação, vendendo 12 milhões de unidades por ano. Um ZIPPO pode custar de US$ 13 a mais de US$ 15.000 dependendo da raridade e dos materiais utilizados em sua fabricação. Em 2007 um isqueiro de 1933 foi vendido por US$ 37 mil. Hoje em dia, 90% de suas vendas continuam sendo de isqueiros e fluídos. A empresa ainda é proprietária da W.R. Case & Sons Cutlery, tradicional fabricante de canivetes e facas esportivas; e da Ronson, fabricante de isqueiros e acendedores desde 1913. 

Você sabia? 
Diz uma lenda que, em 1950, um isqueiro foi retirado das entranhas de um peixe. Acendeu na primeira tentativa. 
A empresa ainda é administrada pela segunda e terceira geração da família Blaisdell. 


As fontes: as informações foram retiradas e compiladas do site oficial da empresa (em várias línguas), revistas (BusinessWeek, Isto é Dinheiro, Exame e Época Negócios), jornais (Valor Econômico e Meio Mensagem), sites especializados em Marketing e Branding (BrandChannel e Mundo Marketing) e Wikipedia (informações devidamente checadas). 

Última atualização em 8/9/2015

5 comentários:

Anônimo disse...

I never thought there was so many history behind a marck

Botan disse...

Ótima matéria! Muito bem feita e escrita, parabéns! Ja avia visto uma reportagem sobre a marca e sua história, mas li muitas coisas aqui q não tinha conhecimento! Obrigado!

Anônimo disse...

ótima matéria conheci tudo do zippo de uma só vez....

Anônimo disse...

lol Interessante D:

Caiao disse...

cara muito bom o material
tipo so bem novo
tenho 18 anos
mais desde mlk ao viciado em zippo
pena q so tenho tres
mais a coleçao ta indo
ai vlw tinhamuitas coisas ai q nao sabia
e q mi ajudaram muiiito
XDDDDDD