17.7.06

PAPA JOHN'S PIZZA


A rede PAPA JOHN’S PIZZA tem uma fórmula bastante simples para o sucesso: concentra-se no que é essencial. Mantendo a simplicidade do cardápio, pode assim concentrar-se na qualidade da pizza, recorrendo para isso apenas aos melhores ingredientes selecionados (a massa jamais é congelada, e até o fresquíssimo molho, cujos tomates são cultivados nos solos férteis dos vales centrais da Califórnia, é preparado com tomates embalados em um prazo máximo de seis horas após a colheita). O resultado é um verdadeiro sucesso e um sabor mais que aprovado por milhões de americanos sempre famintos. 

A história 
A ideia começou quando John Schnatter, ainda estudante de liceu, trabalhava em pequeno pub local da cidade de Jeffersonville, no estado de Indiana, que servia vários tipos pizzas. Rapidamente, ele percebeu que faltava algo de essencial nas redes de pizzarias existentes na época: uma pizza tradicional e de qualidade superior, entregue à porta dos clientes, ao contrário das pizzas servidas nas redes de alimentação rápida. Na faculdade continuou trabalhando com pizzas, sendo entregador da rede Greek’s Pizzeria. Foi então, que em 1983, depois de se formar, “Papa”, como era carinhosamente chamado por seus amigos, vendeu seu automóvel, modelo Chevrolet Camaro Z28 de 1972, por US$ 2.800, e empregou todo dinheiro na compra de equipamentos usados para restaurantes, começando a produzir pizza, que eram vendidas para os consumidores da taverna Mick’s Lounge de propriedade de seu pai. Nesta época ele chegava a dormir na taverna para não perder nenhum pedido. Nos primeiros seis meses as pizzas já rendiam entre US$ 1.000 e US$ 1.500 por semana.


Com a enorme procura e a aprovação dos clientes em relação a sua pizza, John, juntamente com Bob Ehringer, resolveu expandir o negócio, alugando um imóvel próximo a taverna de seu pai, e abrindo a primeira PAPA JOHN’S PIZZA no dia 2 de outubro de 1984 na própria cidade de Jeffersonville. Em 1986 foi inaugurado o primeiro restaurante sob o sistema de franquia na cidade de Fern Creek, estado do Kentucky. Deste momento em diante a rede teve um crescimento enorme, expandindo-se para outros estados americanos e atingindo, em 1991, a marca de 100 lojas com a inauguração de uma unidade na cidade de Clarksdale, estado do Tennessee. Em 1993 a empresa abriu seu capital na Bolsa de Valores, arrecadando US$ 12 milhões, que foram empregados na entrada de três novos mercados: Atlanta, Geórgia; Orlando, Flórida; e Charlotte, Carolina do Norte. No ano de 1994, um dos fundadores da Pizza Hut, Frank Carney, por ironia do destino adquiriu uma franquia da rede PAPA JOHN’S PIZZA. Nesse mesmo ano foi inaugurada a loja de número 500, fazendo com que a PAPA JOHN’S PIZZA se tornasse um dos negócios mais rentáveis de seu segmento.


Em uma expansão segura e rápida, a rede atingiu 1.000 lojas no ano de 1996 com a inauguração de uma unidade na cidade de Indianápolis, estado americano de Indiana. No ano seguinte com o lançamento de seu primeiro comercial de televisão, desencadeou uma verdadeira batalha com a rede Pizza Hut, que foi batizada pelo mercado de “Pizzas War” (em português, “Guerra das Pizzas”). O comercial era protagonizado pelo fundador da empresa, John Schnatter (foto abaixo) e por Frank Carney, um dos franqueados e um dos fundadores da Pizza Hut, em uma clara provocação a concorrente. No comercial, o ex-fundador da Pizza Hut, informava ao público que ele finalmente “Found a better Pizza” - ele achou uma pizza melhor, ressaltando a qualidade de seus ingredientes. Era o lançamento nacional do famoso slogan “Better Ingredients. Better Pizza”, criado em 1995. E a guerra entras a duas redes continuou em 1998 quando a PAPA JOHN’S PIZZA em um comercial de televisão anunciou que utilizava tomates frescos em seu molho, enquanto a concorrente utilizava extrato de tomate. Essa guerra entre as duas redes já foi parar na justiça inúmeras vezes.


Somente em julho de 1998 a rede inaugurou sua primeira loja internacional na Cidade do México, além de uma unidade em Porto Rico. No ano seguinte adquiriu por US$ 32 milhões a rede inglesa Perfect Pizza como parte do projeto de expansão internacional da marca, que continuou inaugurando unidades em Caracas (Venezuela), San José (Costa Rica) e Cidade da Guatemala (Guatemala). Em 2000, uma nova expansão com inauguração de lojas na Inglaterra, Canadá, Arábia Saudita, Islândia e Honduras. O sucesso da marca pode ser comprovado em 2001, quando a PAPA JOHN’S PIZZA vendeu 190 milhões de pizzas. Em 2005, além de inaugurar unidades na Irlanda, Portugal e Canadá, a rede comemorou a abertura da loja de número 3.000, localizada em plena Manhattan. Em 2007, tendo como objetivo popularizar a marca no Reino Unido, a PAPA JOHN’S PIZZA ofereceu a Rainha Elizabeth II pizza grátis pelo resto da vida (“free pizza for life”).


Em 2010, ano em que ingressou em novos mercados como Chile, Colômbia, Marrocos, Panamá e Filipinas, a rede introduziu a campanha “Papa’s Specialty Pizza Challenge”, que pedia aos seus fãs no Facebook para sugerirem uma nova receita de pizza, incentivados por um polpudo prêmio: o vencedor receberia pizza de graça para toda a vida e ainda uma fatia dos lucros sobre as vendas da pizza ganhadora, que ficaria durante um ano no cardápio da rede. O sabor vencedor criado por Barbara Hyman da cidade de Los Angeles foi Cheesey Chicken Cordon Blue, que tem como ingredientes principais queijos (como mussarela e provolone), presunto, cebola e frango, além de molho de tomate com espinafre. Ainda este ano a PAPA JOHN’S PIZZA se tornou patrocinadora oficial da NFL, a poderosa liga profissional de futebol americano.


Pouco depois, no mês de setembro de 2012, a rede inaugurou seu restaurante de número 4.000, localizado em New Hyde Park, Nova York. A empresa comemorou a importante data, oferecendo 4.000 pizzas grátis para clientes em toda a cidade de Nova York. A PAPA JOHN’S PIZZA é extremamente popular e reconhecida por Sua Garantia de Qualidade (Papa’s Quality Guarantee), onde se o cliente não gostar da pizza, ganha outra grátis (desde que não tenha comido mais de dois pedaços).



A linha do tempo 
1996

Introdução, em outubro, da THIN CRUST (pizza com massa crocante e fina), criando assim mais uma opção a já tradicional massa vendida desde a fundação da empresa. 
1997

Primeira rede de pizzaria americana a disponibilizar a conveniência do pedido através da internet em algumas cidades. Em 2001 todos os consumidores americanos já podiam fazer seu pedido com extrema comodidade pela internet. 
2002

● Introdução em seu cardápio das pizzas especiais como a de frango com molho barbecue e a de espinafre. 
Lançamento do PAPA’S CHICKENSTRIPS, peitos de frango empanados, ampliando assim seu cardápio além das tradicionais pizzas. 
2003

Lançamento do PAPA CARD (espécie de vale pizza) em suas unidades nos Estados Unidos. 
2004

● Introdução em seu cardápio das famosas asinhas de frango fritas. 
2005

● Introdução da PAPA’S PERFECT PAN, uma pizza quadrada com massa grossa e chocante. 
2006

● Em março, todos os parques de diversão da SIX FLAGS passam a vender em seu interior pizzas somente da rede PAPA JOHN’S. 
2010
Lançamento da DOUBLE BACON SIX CHEESE, uma pizza feita com seis diferentes tipos de queijo (mussarela, parmesão, provolone, fontina, asiago e romano) coberta por suculentas fatias de bacon canadense.


A identidade visual 
Mais recentemente, em boa parte dos mercados onde atua, a marca passou a utilizar um logotipo que contém a fotografia do fundador da empresa, John Schnatter, juntamente com seu tradicional slogan “Better Ingredients. Better Pizza”.


Os slogans 
Better Ingredients. Better Pizza. (inglês) 
Mejores Ingredientes. Mejor Pizza. (espanhol) 
Meilleurs Ingrédients. Meilleure Pizza. (francês)


Dados corporativos 
● Origem: Estados Unidos 
● Fundação: 2 de outubro de 1984 
● Fundador: John Schnatter 
● Sede mundial: Louisville, Kentucky, Estados Unidos 
● Proprietário da marca: Papa John’s International, Inc. 
● Capital aberto: Sim (1993) 
● Chairman & CEO: John Schnatter 
● Presidente: Steve M Ritchie 
● Faturamento: US$ 1.63 bilhões (2015) 
● Lucro: US$ 75.6 milhões (2015) 
● Valor de mercado: US$ 2.52 bilhões (julho/2016) 
● Lojas: 4.900 
● Presença global: 39 países 
● Presença no Brasil: Não 
● Funcionários: 22.350 (excluindo franqueados) 
● Segmento: Pizzarias 
● Principais produtos: Pizzas para viagem 
● Concorrentes diretos: Domino’s Pizza, Pizza Hut, Little Caesars, Papa Murphy’s Pizza, Sbarro e CiCi’s Pizza 
● Slogan: Better Ingredients. Better Pizza. 
● Website: www.papajohns.com

A marca no mundo 
A rede, que entrega aproximadamente 380 pizzas por minuto, possui mais de 4.900 lojas nos Estados Unidos (estando presente em todos os 50 estados) e em outros 38 países, sendo a terceira maior rede de pizzarias no mercado americano com vendas totais de US$ 3.49 bilhões em 2015. Nos Estados Unidos os estado que mais possuem restaurantes da rede são Texas, Flórida e Califórnia. A grande maioria de seus restaurantes, exceto em alguns mercados internacionais, não possui mesas, utilizando somente o sistema de entrega á domicílio e pizza para viagem (take out). Aproximadamente 52% de suas vendas no mercado americano em 2015 foram feitas por meios digitais e móveis. Nos dezessete últimos anos, em quinze ocasiões a PAPA JOHN’S PIZZA foi eleita número 1 em satisfação dos clientes, líder absoluta no segmento. 


Você sabia? 
O maior pedido de pizzas já realizado foi em uma unidade da rede na cidade de San Diego em 8 de junho de 2006. A encomenda de 13.500 pizzas foi feita pela empresa Nassco para premiar seus funcionários pela conclusão da construção de mais um navio. Para conseguir completar o pedido, a PAPA JOHN’S PIZZA utilizou quinze unidades da rede mais próximas da cidade de San Diego, fazendo 56 pizzas por minuto a partir das 6 horas da manhã. Pontualmente às 11 da manhã, as pizzas foram entregues no estaleiro da empresa Nassco. 
Em 2009, o fundador da empresa recomprou o Camaro Z28 (dourado e preto) que vendeu em 1984 por US$ 2.800 para iniciar o negócio. O valor pago foi de US$ 250 mil. 
A rede utiliza a palavra P.A.P.A. para explicar seu conceito: People Are Priority Always (em português, “Pessoas São Prioridades Sempre”). 


As fontes: as informações foram retiradas e compiladas do site oficial da empresa (em várias línguas), revistas (Fortune, Forbes, Newsweek, BusinessWeek e Time), sites especializados em Marketing e Branding (BrandChannel e Interbrand), Wikipedia (informações devidamente checadas) e sites financeiros (Google Finance, Yahoo Finance e Hoovers). 

Última atualização em 6/7/2016

Nenhum comentário: