2.3.12

TOPSHOP

Sucesso entre o público feminino e rival de redes como a espanhola Zara e a sueca H&M, a britânica TOPSHOP se especializou no segmento fast fashion, roupas modernas e atuais vendidas em grande escala à preços extremamente acessíveis, em alguns casos com coleções assinadas por badalados estilistas e celebridades. O resultado foi que a TOPSHOP se transformou em um fenômeno de vendas, cujas roupas são cobiçadas por mulheres ligadas em moda.

A história
A TOPSHOP surgiu em 1964 na cidade inglesa de Sheffield como uma marca própria de moda feminina dentro da pequena rede de lojas Peter Robinson. A nova marca foi criada para atender a nova cultura de moda que eclodia no país, direcionada para um público mais jovem. Inicialmente com o nome de Peter Robinson’s Top Shop, a marca fez grande sucesso entre as jovens mulheres inglesas ávidas por novidades. A marca ganhou tamanha importância que se tornou independente em 1974 quando foi inaugurada a primeira loja própria da TOPSHOP. O grande sucesso no segmento feminino levou a empresa a criar em 1978 a TOPMAN, uma marca independente voltada para o público masculino, que hoje em dia, em algumas lojas, divide espaço com a TOPSHOP.


Nos anos seguintes, além de inaugurar novas lojas pelo Reino Unido, se distinguiu por lançar, de forma constante e consistente, coleções de roupas bem modernas que se destacavam pela inovação, originalidade e exclusividade. Apesar do sucesso no Reino Unido foi apenas em 2002 que a TOPSHOP começou a mudar de rumo e deu um grande salto. Foi quando o bilionário britânico Philip Green, conhecido por seu faro apurado para bons negócios e dono de uma fortuna avaliada em mais de R$ 13 bilhões, comprou o grupo Arcadia, controlador da rede de lojas.


Desde então, além de inaugurar inúmeras lojas em vários países, a TOPSHOP investiu em parcerias bem-sucedidas com estilistas renomados, como com o escocês Christopher Kane, a britânica Stella McCartney e Alexander McQueen, que criaram coleções modernas e descoladas à preços mais acessíveis. A marca também fez trabalhos em conjunto com artistas, designers e celebridades, entre eles a inglesa Stella Vine. A parceria mais famosa até hoje, no entanto, é com a polêmica modelo Kate Moss, que desenhou e foi garota-propaganda para as coleções da TOPSHOP entre 2007 e 2011. Sua primeira coleção causou tanto impacto que as pessoas acamparam na frente da TOPSHOP em Oxford Circus quase um dia antes do lançamento. Resultado: em menos de uma 90% da coleção assinada pela modelo já estava vendida. Através dessas parcerias a marca britânica fez enorme sucesso entre as adolescentes e as mulheres modernas, que não têm medo de ousar e criar visuais modernos, versáteis e muito fashion. Estas coleções de roupas femininas exclusivas são sempre garantia de enorme sucesso de vendas e uma importante ferramenta de marketing para a marca.


Recentemente, em 2010, a marca inovou mais uma vez ao lançar uma linha de cosméticos, que no ano seguinte ganhou a companhia de uma diversificada linha de esmaltes cintilantes. A rede britânica abrirá suas portas no Brasil em abril, com a inauguração de uma loja no shopping JK Iguatemi, em São Paulo. A sofisticada região londrina de Oxford Circus abriga a maior unidade da rede, inaugurada em 1994, com 8.400 m² distribuídos em cinco andares e recebe aproximadamente 30 mil visitantes por dia. Essa unidade é uma meca do consumo e lifestyle, vendendo desde cupcakes, sorvetes, roupas, acessórios, além de coisas para cachorro, oferecendo ainda serviços de sobrancelha, cabelo, unha e reparo de roupas. A rede possui ainda enormes lojas âncoras em cidades, como por exemplo, Liverpool (5.600 m2), Nova York (5.600 m2) e Chicago, estas duas últimas inauguradas mais recentemente quando a TOPSHOP ingressou no mercado americano. Nessas lojas a rede oferece o serviço de Personal Shopping, onde consultoras acompanham os clientes traçando o perfil e as necessidades de cada pessoa, permitindo que as compras sejam exatamente aquilo que se busca.


Dedicando-se à comercialização de roupas e acessórios para o segmento feminino, masculino e infantil, a marca rapidamente saltou fronteiras e é atualmente uma grife muito procurada mundialmente por jovens que adoram seguir as mais recentes tendências de moda, sem que para tal tenham de gastar muito dinheiro. A TOPSHOP é o clássico caso de propaganda e marketing que deu certo: parcerias estratégicas, celebridades desfilando com suas peças e lojas suntuosas e estrategicamente localizadas.


A evolução visual
O logotipo da marca britânica passou por pequenas alterações ao longo dos anos, adquirindo um visual mais esguio e elegante.


Dados corporativos
● Origem:
Inglaterra
● Fundação:
1964
● Fundador:
Peter Robinson Ltd.
● Sede mundial:
Londres, Inglaterra
● Proprietário da marca:
Arcadia Group Limited
● Capital aberto: Não (subsidiária)
● CEO:
Philip Green
● Diretora geral:
Mary Homer
● Faturamento:
Não divulgado
● Lucro:
Não divulgado
● Lojas: + 460
● Presença global: 34 países
● Presença no Brasil: Sim
● Maiores mercados:
Reino Unido e Rússia
● Funcionários:
6.500
● Segmento:
Moda
● Principais produtos:
Roupas, calçados, bolsas e acessórios
● Concorrentes diretos: Zara e H&M
● Website: www.topshop.com

A marca no mundo
Atualmente a TOPSHOP, especializada em moda feminina e acessórios fashion, possui mais de 300 lojas na Inglaterra e outras 160 em mais de 30 países, entre os quais Canadá, Estados Unidos, Irlanda, Rússia, Espanha, Arábia Saudita, Israel, Japão e Filipinas. Além disso, a marca tem forte presença na Internet, onde seu comércio online entrega para 100 países e cuja página recebe mais de 2 milhões de visitas semanalmente. A TOPSHOP pertence ao Arcadia Group, proprietário de marcas como Burton, Dorothy Perkins e Miss Selfridge.

Você sabia?
A TOPSHOP é conhecida por apresentar algumas das melhores ofertas na Internet, através da apresentação constante de diversas promoções e descontos imperdíveis.


As fontes: as informações foram retiradas e compiladas do site oficial da empresa (em várias línguas), revistas (Fortune, Forbes, Newsweek, BusinessWeek e Time), sites especializados em Marketing e Branding (BrandChannel e Interbrand), Wikipedia (informações devidamente checadas) e sites financeiros (Google Finance, Yahoo Finance e Hoovers).

Última atualização em 3/3/2012

Nenhum comentário: