20.8.06

INFINITI

A marca INFINITI surgiu no mercado tendo como objetivo principal aliar luxo e sofisticação com agressividade e esportividade ao dirigir. Não somente conseguiu como fez de seus veículos verdadeiras máquinas que transformam movimento em emoção e prazer.

A história
Tudo começou em 1985 quando a montadora japonesa Nissan resolveu formar uma divisão, batizada de HORIZON TASK FORCE, para estudar o mercado americano de carros de luxo, que na época crescia em um ritmo alucinante, e viabilizar um projeto para concorrer com as marcas de luxo recém introduzidas de outras duas companhias japonesas, Toyota (Lexus) e a Honda (Acura). Com o resultado dos estudos e pesquisas em mãos a montadora japonesa resolveu formar uma divisão exclusiva para a produção de carros de luxo. Pouco depois, em 1987, a divisão passou a se chamar oficialmente INFINITI, e começou o desenvolvimento do modelo batizado de Q45. Depois de mais de dois anos de pesquisa e desenvolvimento, no dia 8 de novembro de 1989, a INFINITI abriu oficialmente as portas de 51 concessionárias para vender ao público americano dois modelos de automóveis de luxo: o Q45, um luxuoso sedã de porte grande equipado com o motor V8 mais potente da sua categoria na época, além de suspensão ativa e outros recursos tecnologicamente avançados; e o M30, um cupê de luxo de duas portas, introduzido para competir com a BMW Série 5 e o Mercedes Benz Classe E.


O logotipo da marca INFINITI era uma moderna representação do Monte Fuji, tão presente na cultura japonesa, com o símbolo do infinito. Rapidamente, o modelo Q45, começou a “roubar” vendas da BMW e Mercedes-Benz. O terceiro modelo da marca foi introduzido em 1991 com o lançamento do INFINITI G20. No ano de 1994 a vendas ultrapassaram as 50 mil unidades pela primeira vez desde seu lançamento, provando que a marca IINFINITI era um enorme sucesso entre um público que buscava luxo e desempenho. Nos anos subseqüentes novos modelos foram sendo lançados no mercado, conquistando inúmeros prêmios em design e posicionando a INFINITI, definitivamente, como uma marca exclusiva e para poucos.


Entre os modelos introduzidos estavam os automóveis da série I, constituída por sedãs de porte médio, baseados no Nissan Maxima; e o QX4, uma Nissan Pathfinder modificada e muito mais luxuosa, marcando o ingresso da marca na categoria de veículos utilitários esportivos luxuosos de porte médio. Apesar dos novos lançamentos e da qualidade de seus automóveis, durante a década de 90, as vendas da marca caíram bastante, especialmente devido à má situação financeira da Nissan, e por volta do ano 2000 a INFINITI quase desapareceu. Juntamente com a revitalização da Nissan, capitaneada pelo brasileiro Carlos Ghosn, a INFINITI passou por uma reformulação severa e ganhou foco na performance esportiva. Um exemplo disso aconteceu em 2002, quando a terceira geração do modelo Q45 estreou no mercado, provando que o automóvel continuava a ser um grande sucesso de vendas em território americano; ou em 2003, quando a marca lançou no mercado o INFINITI FX (um utilitário esportivo crossover cujas linhas tinham influência nos modelos da categoria cupê) e o INFINITI G35 (disponível nas versões sedã e cupê, esta última denominada G37 a partir de 2007).


Somente a partir de 2005, ano em que a INFINITI alcançou um recorde de vendas quando foram comercializadas 136.401 unidades, a empresa começou a expandir a marca para outros mercados internacionais, que incluíam a Coréia do Sul, Taiwan, Rússia, México, Canadá, alguns países do Oriente Médio, e mais recentemente ao Japão, Reino Unido, China e alguns países europeus, provando que a NISSAN havia feito uma escolha certeira quando ingressou no lucrativo segmento de automóveis de luxo. Em 2010 a marca criou a divisão INFINITI PERFORMANCE LINE (IPL), responsável pela criação de versões esportivas e modificadas dos modelos originais, que possuem aperfeiçoamentos técnicos, incluindo motores e chassis, mas também estéticos. A primeira criação desta nova linhagem de automóveis foi o IPL G Coupé, desenvolvido a partir do cupê G37. O primeiro aprimoramento que o modelo recebeu foi no motor 3.7 V6 24V, que, após adquirir novo sistema de escape e programação da injeção eletrônica, teve seu rendimento elevado de 330 cavalos de potência para 348 cv. Para completar o pacote elaborado pela IPL, o G37 recebeu novos spoliers laterais e nos pára-choques dianteiro e traseiro e assentos esportivos.


Atualmente, a linha de modelos da INFINITI, que tradicionalmente foram baseadas em plataformas de modelos da Nissan, está sendo desenvolvida quase que de maneira independente, a fim de melhor delinear a marca sob os conceitos de luxo e performance. As concessionárias INFINITI, por exemplo, têm toda uma estrutura e arquitetura diferenciada, assim como o design de seus novos modelos.


A linha do tempo
1997
Lançamento do INFINITI QX4, um utilitário esportivo derivado do Nissan Pathfinder. Além de algumas alterações visuais, a versão trazia interior mais refinado, com revestimento de couro e apliques de madeira.
2003
Lançamento do INFINITI G35, modelo de porte médio oferecido nas versões cupê e sedã.
Lançamento do INFINITI M35, um sedã luxuoso top de linha da marca.
Lançamento do INFINITI FX, um crossover com influência das linhas cupê como o INFINITI G35, Nissan 350Z e Nissan Murano.
2004
Lançamento do INFINITI QX, um luxuoso utilitário esportivo de grande porte com amplo espaço para até oito passageiros equipado com tecnologia de ponta e muito conforto. O modelo era impulsionado por um motor V8 de 5.6 litros e 320 cavalos de potência. Em 2010 foi apresentada a nova geração do modelo.
2007
Lançamento do INFINITI EX, um cupê crossover com tração integral permanente, menor do que o já conhecido utilitário FX. Uma das novidades introduzidas no EX era um sistema de monitoramento que proporcionava ao motorista visão completa por toda a volta do veículo, através do uso de quatro pequenas câmeras, muito útil ao estacionar. Outra era o que a montadora define como um escudo contra arranhões, proporcionado por uma camada de um verniz transparente criado para manter permanentemente o brilho da carroceria.
2008
Apresentação do INFINITI G37 conversível, que começou a ser comercializado no ano seguinte.
2009
Apresentação no Salão do Automóvel de Genebra, em comemoração aos 20 anos da marca, do conceito ESSENCE, modelo que une acabamento a uma moderna motorização híbrida composta por um motor a gasolina V6 3.7 bi-turbo com injeção direta de combustível e outro elétrico alimentado por baterias de lítio. A grife francesa Louis Vuitton assinou o design interior do ESSENCE utilizando na cabine muito couro Alcântara e detalhes cromados.


A evolução visual
A identidade visual da marca passou por pequenas alterações ao longo dos anos. A mudança mais significativa ocorreu no símbolo, que ganhou um visual em 3D.


Os slogans
Inspired Performance.
Accelerating the Future.


Dados corporativos
● Origem: Estados Unidos
● Lançamento: 8 de novembro de 1989
● Criador: Nissan Motor Corporation
● Sede mundial: Yokohama, Japão
● Proprietário da marca: Nissan Motor Co.
● Capital aberto: Não (subsidiária)
● Chairman:
Toshiyuki Shiga
● CEO: Carlos Tavares
● Faturamento: Não divulgado
● Lucro: Não divulgado
● Concessionárias: 280
● Vendas globais: 103.411 veículos (2010)
● Presença global: 35 países
● Presença no Brasil: Não
● Funcionários: 2.700
● Segmento: Automobilístico
● Principais produtos: Carros de luxo
● Principais concorrentes:
Lexus, Cadillac, BMW, Audi e Mercedes-Benz
● Slogan: Inspired Performance.
● Website: www.infinitiusa.com

A marca no mundo
Atualmente existem mais de 280 concessionárias da marca espalhadas por quase 35 países (entre eles Canadá, Estados Unidos, China, Coréia do Sul, Taiwan, Israel, Dubai, Arábia Saudita, Bélgica, Bulgária, República Checa, França, Alemanha, Grécia, Itália, Holanda, Polônia, Romênia, Russa, Espanha, Suíça, Ucrânia e Reino Unido), sendo mais de 200 delas localizadas nos Estados Unidos. Em 2010 a marca vendeu mais de 103 mil unidades no mundo inteiro. A marca INFINITI já vendeu mais de 1.4 milhões de automóveis desde seu lançamento no mercado.

Você sabia?
Seus modelos de cupês e sedãs recebem nomes com uma letra, enquanto os utilitários esportivos recebem duas letras como denominação. Após a(s) letra(s) segue uma referência à motorização do modelo. Por exemplo, um INFINITI QX56 é um modelo utilitário esportivo equipado com motor 5.6 litros.
Em 2011 a marca INFINITI passou a ser uma das patrocinadoras da equipe Red Bull na Fórmula 1. O piloto alemão Sebastian Vettel é o atual embaixador global da marca, promovendo a chegada de novos produtos e a inserção da INFINITI em vários mercados.


As fontes: as informações foram retiradas e compiladas do site oficial da empresa (em várias línguas), revistas (Fortune, Forbes, Newsweek, BusinessWeek e Time), sites especializados em Marketing e Branding (BrandChannel e Interbrand), Wikipedia (informações devidamente checadas) e sites financeiros (Google Finance, Yahoo Finance e Hoovers).

Última atualização em 21/6/2011

Nenhum comentário: