8.5.06

BURGER KING


Alguém poderia imaginar que o sanduíche Big Mac tivesse um concorrente de peso? Que o cardápio fosse mais calórico e mais saboroso? Que as propagandas fossem agressivas e ousadas? Que o McDonald’s tivesse um rival tão forte e poderoso quanto ele? Pois, esse rival se chama BURGER KING, que desde seu surgimento colocou pimenta na guerra dos hambúrgueres. 

A história 
A origem da rede remonta ao dia 28 de julho de 1953 quando Matthew Burns, juntamente com Keith J. Kramer, inaugurou o Insta-Burger King, restaurante de alimentação rápida na cidade de Jacksonville, na ensolarada Flórida. Devido a enormes dificuldades financeiras, James W. McLamore e David Edgerton, dois homens que tinham experiência no ramo de restaurantes e acreditavam no conceito simples de oferecer refeições rápidas a preços razoáveis, compraram o restaurante, abreviaram o nome apenas para BURGER KING e inauguraram no dia 4 de dezembro de 1954, no subúrbio da badalada cidade de Miami na Flórida, um novo restaurante, localizado no endereço 3090 N.W. 36th Street, e que vendia hambúrgueres e milkshakes por 18 centavos de dólar, oferecendo ainda dois tamanhos de refrigerantes. Três anos mais tarde, em 1957, foi lançado o famoso sanduíche WHOPPER® (com um hambúrguer de 100 gramas) custando apenas 37 centavos, e que se tornaria o carro-chefe da rede BURGER KING. Em 1961 os direitos de franquia nacional e internacional começaram a operar. Dois anos depois, a rede inaugurou sua primeira unidade internacional em Porto Rico. Pouco depois, em 1967, contando com uma rede de 275 restaurantes em funcionamento, o BURGER KING foi vendido para a Pillsbury Company, uma tradicional empresa do ramo de panificação.


A partir de 1974, a marca lançou uma série de comerciais de televisão bem sucedidos, nos quais funcionários cantavam “Hold the pickles, hold the lettuce. Special orders don’t upset us. All we ask is that you let us serve it your way!” (em português algo como “Segure os picles, segure a alface. Encomendas especiais não nos incomodam. Tudo o que pedimos é que nos deixe servir do seu jeito”). Essa estratégia de publicidade visava contrastar a flexibilidade do BURGER KING com a famosa rigidez do McDonald’s. No ano de 1975 ocorreu a inauguração de sua primeira loja na Europa, localizada na cidade de Madri. Em 1983 a empresa resolveu investir nas faculdades e seu público jovem, abrindo sua primeira loja no campus da Northeastern University em Boston, estado de Massachusetts. A década de 1990 começou com o lançamento do programa Burger King Kids Club, uma espécie de clube de relacionamento para crianças, que recebeu mais de um milhão de inscrições em seus primeiros dois meses. Em 1993 a rede inaugurou sua primeira franquia na Arábia Saudita e o milésimo restaurante, localizado em Sydney na Austrália. No ano seguinte continuou sua expansão internacional com a inauguração de unidades em Israel, Omã, República Dominicana, El Salvador, Peru e Nova Zelândia, contribuindo para a rede atingir 7.600 restaurantes em 56 países nos anos seguintes.


A rede anunciou, em 1998, uma grande reformulação em suas lojas, que ganharam ambientes mais modernos e aconchegantes, e no logotipo da marca, começando as mudanças pela cidade de Reno, estado americano de Nevada. Somente em 2004 a rede americana chegou ao Brasil, inaugurando seu primeiro restaurante no Shopping Ibirapuera, na cidade de São Paulo. Adotando a mesma postura agressiva na mídia, como era utilizada nos Estados Unidos, a campanha de inauguração em solo brasileiro estreou fazendo comparações diretas ao rival McDonald’s nas propagandas. Os comerciais incluíam frases provocativas como “abaixo a ditadura” e “a concorrência está frita”, isso sem contar que as três primeiras lojas na capital paulista estavam situadas ao lado ou na frente de uma unidade do McDonald’s. Hoje em dia no Brasil são mais de 660 lojas (presente em todos os estados) e mais de 11 mil colaboradores.


Em 2009, a marca anunciou o programa BURGER KING 20/20, que englobava, não somente uma nova decoração e design de suas lojas, como também torná-las mais sustentáveis. Dentre as novidades estavam: utilização de paredes de tijolos, metal e concreto; lâmpadas LEDS nas áreas internas e externas, economizando assim 55% da energia; carregador para veículos elétricos; abastecimento através de energia eólica e solar; além da apresentação do cardápio em telas LCD e mais elementos gráficos e de sinalização. O projeto também incluía a experiência de adição de novos itens no cardápio como costelas com molho barbecue, salmão grelhado e carnes. Além disso, as embalagens também sofreram reformulação: iniciando pela Europa, em 2010, a rede apresentou suas novas embalagens inspiradas no movimento Pop Art dos anos de 1950, com design baseado no estilo do badalado artista Andy Warhol. A ideia do novo projeto era proporcionar uma experiência mais intimista e aumentar o engajamento dos consumidores com o local e a marca. A primeira unidade foi inaugurada no aeroporto Schiphol em Amsterdã. Nos anos seguintes, mais de 90 restaurantes adotaram o design 20/20 em cidades como Miami, Cidade do México, Houston, Edimburgo, Xangai, Vancouver, Roma e Londres. Essa nova arquitetura foi adotada em todas as lojas da rede no mundo progressivamente.


No início de setembro de 2010, o fundo 3G Capital, que concentra os investimentos do trio de brasileiros, Jorge Paulo Lemann, Marcel Telles e Carlos Alberto Sicupira, comprou a rede americana por US$ 4 bilhões, entre aquisição de ações (o capital foi fechado na Bolsa de Valores) e pagamento de dívidas. Considerada uma espécie de patrimônio cultural dos americanos, essa foi a segunda vez em menos de oito anos que a rede foi negociada. Em 2002, a inglesa Diageo, antiga controladora, tinha vendido a rede para o Texas Pacific Group (TPG), a Bain Capital e o banco Goldman Sachs. Os novos proprietários abriram o capital da empresa, em 18 de maio de 2006, mas não tiveram muito sucesso. Os novos controladores brasileiros, como forma de reduzir a dependência do BURGER KING em relação ao mercado americano, apesar da empresa bater um recorde e abrir 338 pontos de venda fora de Estados Unidos e Canadá durante o ano de 2009, anunciaram um plano de inaugurar 500 novas lojas na América Latina nos próximos anos, especialmente no Brasil, onde em 2011 lançaram uma campanha com o mote “Grelhado no fogo como churrasco”, comunicando assim a principal característica dos hambúrgueres da rede em relação ao principal concorrente. Em 2012 a rede reformulou seu cardápio no mercado americano com a introdução de novos sorvetes, smoothies e sanduíches.


A linha do tempo 
1975 
Implantação do sistema de Drive-thru. Este serviço representa hoje aproximadamente 45% do faturamento da empresa. Os pedidos para viagem representam outros 18%. 
1978 
Lançamento de uma nova linha de sanduíches, que incluía ingredientes como peixe e frango (Original Chicken Sandwich). 
1979 
Lançamento do cardápio de café da manhã em algumas de suas lojas no mercado americano. 
Lançamento do Sirloin Steak Sandwich, um delicioso hambúrguer de filé mignon. 
1982 
O serviço de Drive-thru é ampliado até o período da noite. 
1983 
Lançamento do BURGER BUS, primeiro restaurante móvel da rede, que estreou no estado de Ohio. A ideia da unidade móvel (um ônibus) foi do franqueado da cidade de Columbus Denny Erwin. 
Lançamento do SALAD BAR nacionalmente nos Estados Unidos, um completo bufê de salada onde os consumidores se serviam a vontade. 
1985 
Introdução do café da manhã em todas as lojas da rede com o CROISSAN’WICH (sanduíche composto por uma espécie de embutido, ovo e queijo em um delicioso croissant) como produto chave, além da estreia do serviço de self-service de bebidas. 
1986 
Lançamento do CHICKEN TENDERS (deliciosos empanados de peito de frango acompanhados de molho), além das FRENCH TOAST STICKS (pequenas rabanadas em forma de palito) que se tornarem disponíveis nacionalmente. 
1987 
Lançamento do BAGEL SANDWICH, um sanduíche no tradicional pão tipo bagel (em forma de rosca). 
1997 
Lançamento das batatas fritas HOTTER, CRISPIES e TASTIER amparadas por uma enorme campanha publicitária que custou US$ 70 milhões. 
1998 
Introdução do cardápio GREAT TASTE, que possuía itens que custavam 99 centavos de dólar. Entre os sete itens originais oferecidos estavam o WHOPPER® Jr. (uma versão menor do sanduíche original), Chicken Tenders com cinco pedaços, bacon, cheeseburger, batata frita média, refrigerante médio, onion rings (rodelas de cebola fritas) e milkshake pequeno. Hoje em dia este cardápio é chamado de BK VALUE MENU e contém itens que custam entre 99 centavos a US$ 1.50. 
Lançamento do BIG KING, sanduíche composto por 2 hambúrgueres, molho, salada, cebola, picles e dois pedaços de queijo. O produto foi descontinuado nos Estados Unidos, mas é vendido em outros países como Brasil, Turquia, Espanha, Alemanha, Canadá e Dinamarca. 
2002 
Lançamento do BK VEGGIE, um sanduíche de hambúrguer à base de soja, com maionese, alface, tomate, picles, ketchup e cebola, em um pão de gergelim. 
2004 
Lançamento nacional nos Estados Unidos do ANGUS BURGER, um hambúrguer enorme feito com carne de gado Angus. O sanduíche era servido com alface, tomate, maionese, cebola e um molho especial. Atualmente pode ser encontrado em países como Inglaterra, Canadá, Espanha e Itália, onde se chama BIG BOSS BURGER
Lançamento do TenderCrisp, um sanduíche a base de frango. 
2005 
Introdução de novos produtos como ENORMOUS OMELET SANDWICH (um sanduíche do cardápio do café da manhã feito com bacon, pedaços de embutidos, ovo e queijo americano), uma nova linha de saladas e uma marca própria de café chamada BK JOE
Lançamento da CHICKEN FRIES, pequenos palitos de frango empanados com formato de batata-frita. 
2006 
Introdução no Brasil do primeiro quiosque da rede com sobremesas. 
2008 
Lançamento da FRENCH APPLE FRIES, pequenos palitos de maçãs fritos. 
2010 
Lançamento de um novo cardápio de café da manhã. 
Lançamento no Brasil por tempo limitado do BOURBON WHOPPER®, o tradicional sanduíche da rede com molho Bourbon, bacon e rodelas de cebola. 
2012 
Lançamento por tempo limitado no Brasil do WHOPPER® FURIOSO, um sanduíche levemente apimentado e um sabor final totalmente inusitado. O sanduíche é composto por pão com gergelim, um suculento hambúrguer com 113 gramas feito com 100% carne bovina, duas fatias de queijo derretido, alface, tomate, bacon, cebolas crocantes levemente apimentadas, lascas de pimenta Jalapeño, maionese e um delicioso molho furioso. 
2014 
Lançamento do CHICKEN BIG KING, dois hambúrgueres de frango empanados, temperados com molho especial, queijo americano, alface fresca, picles, cebola e pão de gergelim. 
2016 
Lançamento do Mac n’ Cheetos, pequenos salgadinhos Cheetos fritos e recheados com um cremoso molho de queijo, acompanhados de molho ranch, com leite, sal, alho, cebola, ervas e temperos. 
Em fevereiro introduziu uma linha de cachorros-quentes como item permanente de seu cardápio nos mercados americano e canadense. Os sanduíches são comercializados sob o nome de GRILLED DOGS - feitos com 100% de carne bovina - e em duas variedades (Chili e Chicago-style). 
Lançamento do WHOPPERITO®, que consiste na maioria dos ingredientes do Whopper® envolto em uma deliciosa tortilla. Em vez de ketchup, maionese ou mostarda, esta delícia contém molho de queijo. 
2017 
Lançamento do RODEO® KING, um enorme sanduíche com dois suculentos hambúrgueres grelhados, cobertos com três tiras de bacon defumado, crocantes anéis de cebola, molho picante de churrasco, queijo americano e maionese cremosa em um pão com gergelim. Este sanduíche tem pesadas 1.480 calorias. 
Lançamento do Mega Stacker Atômico, maior sanduíche da marca no Brasil. A novidade em edição limitada era oferecida em três versões: a 2.0, com dois hambúrgueres, oito tiras de bacon e quatro fatias de queijo; a 3.0, com três hambúrgueres, 12 tiras de bacon e seis fatias de queijo; e a 4.0, com quatro hambúrgueres, 16 tiras de bacon e oito pedaços de queijo. Com tanto recheio, o valor calórico desses sanduíches varia de 1.180 a 2.180 calorias.


O ícone 
O principal ícone de sucesso do BURGER KING atende pelo nome de WHOPPER®. O famoso sanduíche foi criado em 1957 pelo co-fundador da rede, James McLamore, e originalmente vendido por 37 centavos de dólar. Ele criou este hambúrguer após notar que um restaurante rival estava tendo sucesso com a venda de um sanduíche maior. Acreditando que o sucesso do produto rival era seu tamanho, ele criou o WHOPPER®. O nome foi escolhido porque ele sentiu que transmitia a “imagem de algo grande”. O sanduíche original era composto por pão, um suculento hambúrguer de pura carne bovina, duas fatias de queijo derretido, quatro fatias de picles, alface, tomate, cebola, maionese e ketchup. A primeira extensão do produto foi criada em 1963, por acaso, quando Luis Arenas-Pérez, responsável pela abertura do primeiro restaurante da rede, na cidade de Carolina, em Porto Rico, não havia recebido ainda as formas de pão para o WHOPPER® e, portanto, não havia pão para fazer e vender. Ele então optou por honrar o anunciado da data de abertura, e usou um pão menor de hambúrguer localmente disponível. O resultado foi um sucesso tão grande que o BURGER KING o adotou em todo o mundo e chamou o WHOPPER® Jr. A primeira modificação ocorreu por volta de 1970, quando o pão com gergelim foi acrescentado ao sanduíche. Em 1985, o hambúrguer passou a conter 120 g. Em 2002, o sanduíche ganhou uma nova versão: CHICKEN WHOPPER® (versão do tradicional do sanduíche feito de frango).


A empresa comercializa várias versões do famoso sanduíche, especificamente adaptadas para atender às preferências ou costumes locais de sabor de cada região ou país, como, por exemplo, o TERIYAKI WHOPPER® (o hambúrguer é marinado em molho de soja) no Japão ou as versões sem carne bovina na Índia, Chicken Whopper® (frango), Mutton Whopper® (carneiro) e Vegetable Whopper® (vegetais). E já imaginou o tradicional WHOPPER® com sete andares de hambúrguer? Pois ele já existiu. No lançamento promocional do Windows 7 em 2009, a versão foi comercializada no Japão. Constantemente a rede também lança edições especiais de seu principal sanduíche, visando promover o contínuo interesse no produto, como por exemplo, em 2015 com o A1 HALLOWEEN WHOPPER®, introduzido especialmente para o Dia das Bruxas, preparado com pão preto com sabor de churrasco; ou em 2016, com o ANGRIEST WHOPPER®, servido com pão vermelho feito com molho picante e recheado com pétalas de cebola flamejantes, molho picante e pimenta Jalapeño, além de bacon, queijo americano, alface, tomate e maionese. O WHOPPER® representa para o BURGER KING o que o Big Mac representa para o McDonald’s. Segundo a rede existem aproximadamente 221 mil maneiras de se pedir o sanduíche no mundo inteiro. O WHOPPER® vende mais de 2.1 bilhões de unidades por ano. Hoje em dia, o sanduíche sempre é preparado do jeito que o cliente gosta - com queijo ou bacon, cebolas extras com ou sem tomate.


O Whopper® Bar 
No dia 10 de março de 2009 o BURGER BING estreou um novo conceito com o cruzamento entre restaurante e bar: o BK Whopper® Bar. O novo conceito elevava a promessa da marca do “A GENTE FAZ DO SEU JEITO” a novos níveis de excelência, incorporando o poder da escolha pessoal ao oferecer aos consumidores um cardápio personalizável, especial e indulgente com base no famoso sanduíche da rede. O cardápio desse novo conceito de loja premium era mais restrito que o usual, mas com alguns diferenciais, como diversas variações do tradicional sanduíche Whopper®; e itens “grab-and-go” (cafés, energéticos, refrigerantes, bebidas alcoólicas, batatas-frita, sorvetes e sundaes), para oferecer mais conveniência à consumidores sem tempo. Além disso, os sanduíches eram preparados na frente do cliente com um atendimento mais personalizado. A identidade visual do BK Whopper® Bar também era totalmente diferente, com decoração (mais contemporânea), uniforme e embalagens que utilizavam cores em vermelho, preto e cinza, combinando com o visual e o ambiente dessa ousada abordagem. O local escolhido para instalar a primeira unidade do BK Whopper® Bar, foi dentro do complexo CityWalk, no parque Universal Studios em Orlando (Flórida). Existia também o formato compacto, ocupando um terço da área normal de uma lanchonete da rede, desenvolvido especialmente para locais onde o espaço é limitado, como por exemplo, aeroportos, cassinos, praias, navios de cruzeiro e eventos esportivos. Atualmente existem sete BK Whopper® Bar, localizados em Orlando, Miami, Nova York, Memphis, Málaga (Espanha), Cingapura e Valencia (Venezuela).


O rei nunca perde a majestade 
A mascote da rede BURGER KING, um simpático Rei, foi introduzida no ano de 1955, como parte do letreiro da primeira loja inaugurada pela rede na cidade de Miami, na Flórida. Pouco depois o THE KING começou a aparecer sentado em um trono de hambúrguer segurando um copo gigante de milkshake. Nas décadas de 1960 e 1970 o personagem ganhou animação e começou a aparecer em comerciais voltados para o público infantil acompanhado do slogan “Where kids are king”. Nesta época o Rei ganhou a companhia de uma divertida turma que representavam os três principais produtos da rede: Sir Shakes a Lot (milkshake), The Duke of Doubt (hambúrguer) e Wizard of Fries (batata-frita). O personagem, que foi aposentado em 1989, só voltaria a entrar em cena no ano de 2004 em uma campanha publicitária desenvolvida pela agência Crispin Porter + Bogusky de Miami. E o THE KING, como é chamado atualmente, paramentado com uma coroa dourada e um manto vermelho, voltou com força total fazendo um enorme sucesso, principalmente junto ao público infantil. O lançamento de uma máscara, com a caricatura do personagem, virou uma verdadeira febre nos Estados Unidos. O personagem, conhecido mundialmente pela sua irreverência, por pregar peças e estrelar ações inusitadas como namorar a supermodelo Brooke Burke e aparecer junto às animadoras de torcida em um jogo da Super Bowl, se tornou tão famoso que foi imortalizado em cera no museu Madame Tussauds de Nova York no mês de dezembro de 2007 e estrelou sua própria série de videogames, disponibilizadas exclusivamente para os consumidores da marca BURGER KING. Apesar de ter sido aposentado em 2011, recentemente a mascote da marca não perdeu a majestade, sendo amplamente reconhecida pelos consumidores americanos.


A imagem abaixo mostra a evolução da tradicional mascote da marca através dos anos.


Campanhas que fizeram história 
Uma das ações de marketing mais famosas da marca foi a campanha viral batizada de “Subservient Chicken” (Galinha Submissa, em português), criada pela agência americana Crispin Porter + Bogusky no dia 8 de abril de 2004 para sua linha de sanduíches de frango. A campanha consistia em um site onde uma pessoa fantasiada de galinha fazia movimentos determinados pelo internauta. Desde 2004 até 2011, o site foi acessado mais de 740 milhões de vezes, transformando a campanha de marketing viral em uma das mais bem sucedidas já realizadas nos Estados Unidos. O objetivo era comunicar a possibilidade de vender sanduíche de frango “à la carte”, ou seja, do jeito que o consumidor quisesse, como dizia o slogan da campanha “Get chicken just the way you like it” (algo como “Peça a galinha/frango do jeito que você gosta”).


Além disso, as campanhas publicitárias cujo alvo principal era o principal concorrente, o McDonald’s, se tornaram históricas, especialmente pela utilização do garoto-propaganda da rede dos arcos dourados. Em uma campanha famosa, uma imagem de Ronald McDonald, fazendo um pedido no balcão do BURGER KING criou uma polêmica muito grande, visto que a propaganda vinha seguida de um slogan que fazia a seguinte pergunta: “Por que comer com um palhaço quando se pode jantar com o rei?”.


Para assistir a um exemplo dessas pérolas provocativas clique no ícone abaixo.

    

Já em 2015, em uma das ações mais insanamente sensacionais, o BURGER KING propôs uma trégua a seu principal concorrente, para criarem um sanduíche épico, ao misturar seus protagonistas, Big Mac e Whopper, resultando assim no McWhopper. A ideia fazia parte do Dia Mundial da Paz, comemorado no dia 21 de setembro. De acordo com a proposta, neste dia as duas redes montariam uma loja específica na cidade de Atlanta, estado da Geórgia, para vender o McWhopper, promover a paz mundial e, obviamente, entrarem pra história da publicidade. E porque Atlanta? Pois a cidade fica entre Miami (a “casa” do BURGER KING) e Chicago (a “casa” do McDonald’s). A ideia era dar um exemplo ao resto do mundo, e abandonar a guerra dos hambúrgueres, que perdura por décadas. A rede planejou tudo o que era necessário para que o McWhopper fosse criado. Desenhou a caixa do produto, concebeu a roupa dos funcionários e desenvolveu uma proposta de receita para o dito hambúrguer, que teria 12 ingredientes de cada marca em proporções iguais. De acordo com o BURGER KING, os lucros da iniciativa seriam revertidos, na íntegra, para a organização não-governamental Peace One Day, que promove a paz no mundo. Seu principal concorrente não aceitou a proposta.


A evolução visual 
O primeiro logotipo da marca BURGER KING não estava associado ao principal produto da empresa: hambúrguer. O logotipo era um meio sol, possivelmente em homenagem a ensolarada Miami, cidade onde a empresa surgiu, com o nome BURGER KING em laranja. Em 1957 a identidade visual foi modificada e a mascote da rede, o rei, passou a fazer parte do logotipo. Em 1969 surgia o famoso “Bun Halves”, um logotipo que continha o nome da marca entre um pão de hambúrguer. Ele foi criado para significar uma estreita relação com o hambúrguer, principal produto da rede. Este logotipo foi modernizado em 1994, quando adotou uma nova tipografia de letra. Ele seria substituído em 1999, quando foi lançado o logotipo atual, chamado “Blue Swirl”. Em 2001, o novo logotipo já era adotado por todos os restaurantes e produtos da marca.


Os slogans 
Desde o primeiro slogan “BURGER KING, HOME OF THE WHOPPER”, passando pelo primeiro comercial de televisão em 1958, até a primeira grande promoção, criada pela agência de publicidade BBDO em 1968, com o famoso slogan “The Bigger The Burger The Better The Burger”, a marca sempre primou por campanhas criativas que utilizaram slogans de grande sucesso como: 
1974 - HAVE IT YOUR WAY. (“A gente faz do seu jeito” em português) 
1979 - Make It Special, Make It Burger King. 
1982 - AREN’T YOU HUNGRY? 
1988 - We do it like you’d do it. 
1989 - Sometimes You’ve Gotta Break The Rules. 
1991 - Your Way, Right Away. 
1994 - Get Your Burger’s Worth. 
1996 - It Just Tastes Better. 
2002 - Burger King, You Got It. (em comemoração aos 45 anos da rede). 
2012 - Taste is King. 
2013 - Be The King. 
2014 - Be Your Way.


Dados corporativos 
● Origem: Estados Unidos 
● Fundação: 4 de dezembro de 1954 
● Fundador: James W. McLamore e David Edgerton 
● Sede mundial: Miami, Flórida, Estados Unidos 
● Proprietário da marca: Burger King Corporation 
● Capital aberto: Não (subsidiária da Restaurants Brands International Inc.) 
● Chairman: Alexandre Behring 
● CEO: Daniel Schwartz 
● Presidente: José Cil 
● Faturamento: US$ 20 bilhões (2017) 
● Lucro: Não divulgado 
● Lojas: 16.800 
● Presença global: 100 países 
● Presença no Brasil: Sim 
● Funcionários: 420.000 
● Segmento: Alimentação rápida 
● Principais produtos: Hambúrgueres, saladas, batatas-frita e refrigerantes 
● Concorrentes diretos: McDonald’s, Wendy’s, Jack in the Box, Carl’s Jr., KFC, Subway, Arby’s e Bob’s (Brasil) 
● Ícones: O sanduíche Whopper® 
● Slogan: Be Your Way. 
● Website: www.burgerking.com.br 

A marca no mundo 
A rede, que conta com mais de 16.800 restaurantes ao redor do mundo (55% deles localizados em território americano), está presente em mais de 100 países, emprega mais de 420 mil funcionários (incluindo as lojas franqueadas), serve aproximadamente 11.5 milhões de clientes diariamente e gerou vendas de US$ 20 bilhões em 2017. Aproximadamente 99% de suas lojas são de propriedades ou operadas por franqueados independentes. A cada ano são consumidos 2 bilhões de hambúrgueres, apenas em seus restaurantes nos Estados Unidos. O BURGER KING é atualmente a segunda maior rede de alimentação rápida (baseada em hambúrguer do mundo), ficando atrás somente do McDonald’s. Hoje em dia o BURGER KING é de propriedade da Restaurant Brands International, também proprietária da rede de cafeterias Tim Hortons e da Popeyes (especializada em alimentação rápida baseada em frango). 

Você sabia? 
O BURGER KING foi a primeira rede de alimentação rápida a introduzir os salões (com cadeiras e mesas), permitindo assim que os consumidores fizessem as refeições dentro dos restaurantes. 
Como opção vegetariana para as crianças, a rede já criou na Europa um hambúrguer de feijão. 
A loja de Budapeste, na Hungria, é a maior da rede em termos de tamanho. Já o restaurante localizado na maior altitude está em La Paz na Bolívia (3.000 metros acima do nível do mar). Outra curiosidade é que a rede mantém um restaurante dentro do aeroporto de Bagdá no Iraque, além de três unidades móveis para atender as tropas americanas na região. 
Somente na Austrália os franqueados utilizam outro nome, HUNGRY JACK’S, pois o nome Burger King já estava registrado no país (por uma loja de alimentos da cidade de Adelaide) quando a rede chegou no início da década de 1970. Atualmente a rede possui mais de 400 unidades na Austrália. 


As fontes: as informações foram retiradas e compiladas do site oficial da empresa (em várias línguas), revistas (Fortune, Forbes, BusinessWeek, Exame e Isto é Dinheiro), jornais (Valor Econômico, Folha e Estadão), sites especializados em Marketing e Branding (BrandChannel e Interbrand), Wikipedia (informações devidamente checadas) e sites financeiros (Google Finance, Yahoo Finance e Hoovers). 

Última atualização em 19/11/2018

6 comentários:

SIMONE CRUZ disse...

QUANDO CONHECI O BURGER KING ME VICIEI AMEI TANTO O LANCHE DO BURG QUE ATE FIZ LOUCURAS PRA TRABALHAR NA EQUIPE DO BURGER KING E NÃO COMER APENAS O LANCHE CAMPEÃO MAIS ME TORNAR MENBRO DA EQUIPE QUE FAZ O CAMPEÃO EU AMO O BURGER KING EU AMO OFERECER PRAS PESSÓAS UM LANCHE INDECENTE DE TÃO GOSTOSO E VER OS CLIENTES TÃO SASTIFEITO MEU NOME E SIMONE CRUZ EU AMO A BGK

Anônimo disse...

oi eu naum seii o q é isso nunca come akiii no brasil tem?se ter me avisa

Emerson Franklin disse...

Gosto não se discute... "O que eu vou fazer em um lugar que o big é pequeno..."
Para mim a BURGER KING reina em sabor sobre a concorrente!!!
Apenas uma ressalva, aqui em Brasília onde moro, vira e mexe falta algum item do cardápio. Não sei se isso tb acontece no concorrente, pois não perco a oportunidade de saborear o meu lanche favorito, um grande e suculento DOUBLE WHOPPER!
Vida longa ao REI!!! rs

Alisson e Thaís disse...

Olá galera, sou de Limeira-SP, mas tenho ido bastante em Campinas-SP na igreja Renascer de lá, e na mesma avenida (Av. Brasil), existe um GORDÃO LANCHES, um HABIB'S, dois SUBWAY e claro, um McDONALD'S e um BURGER KING, aliás, Mc e BK estão localizados UM DE FRENTE PARA O OUTRO. É só uma curiosidade.

Mas em termos de opinião, com certeza BURGER KING melhor que McDonald's. Lanche muito mais saboroso, refrigerante à vontade, opções de customizar seu lanche, enfim... simplesmente melhor!

Vida longa ao rei! kkk

Anônimo disse...

Conheci recentemente o BURGER KING e confesso estou viciado no sabor do BK. Conheci recentemente por que como vcs sabem BK ainda está em expansão pelo Brasil, e no RJ, Só no final de 2012 que inaugurou em minha cidade. Adoro a qualidade do BURGER KING,E confesso já fui fã incontestavel do McDonalds, Mais hoje nem lembro mais do MC!!! Depois de conhecer a batata suprema, O Whopper, A Onion Rings, O trio supremo eo os outros Hamburguers do BK. Realmente entendi! QUE O BURGER KING Não tem comparação. REI DOS BURGUERS E REI DOS FAST FOODS! VIVA AO BK!!!

Anônimo disse...

Uma curiosidade, na Australia não existe Burger King, o nome é Hungry Jack's. Acontece que, em 1971, quando a rede de fast-food Burger King decidiu expandir suas operações e vir para a Austrália, encontrou uma barreira, o seu próprio nome “Burger King”, que já havia sido registrado por uma rede de restaurantes “take-away” na cidade de Adelaide, Austrália. O resultado: a rede Burger King foi obrigada a mudar de nome, caso o contrário não poderia iniciar suas ações