11.5.06

PRINGLES


Uma lata exclusiva, que faz com que as batatas se encaixem com perfeição dentro da embalagem, um formato diferente e um personagem simpático e carismático. Estes são os principais fatores do sucesso mundial da marca PRINGLES. Uma batata única, com uma embalagem exclusiva. Todas as batatas têm o mesmo tamanho, cabem direitinho na boca e são crocantes como nunca se viu. Comer PRINGLES é muito mais divertido que comer qualquer outra batata! Portanto, abra uma lata e aproveite. 

A história 
Nos anos de 1960, a empresa Procter & Gamble percebeu uma grande insatisfação dos consumidores americanos em relação á batatas fritas industrializadas. Eram muitas as críticas: elas vinham quebradas e sem uniformidade nos saquinhos. Surgiu, então, a ideia de se fabricar um salgadinho de batata (potato chips) a partir de uma massa temperada (uma espécie de purê), com fatias uniformes, que chegariam intactas ao consumidor por meio de uma embalagem rígida. Foi então que Alexander Liepa, funcionário da empresa e morador de um subúrbio da cidade de Cincinnati, estado de Ohio, havia patenteado o processo de fabricação de uma massa de batata para o exército americano. Era o casamento perfeito para o surgimento de um novo produto. Depois de quase dez anos de intensas pesquisas, a famosa batata PRINGLES foi introduzida no mercado americano em outubro de 1968.


O nome do novo produto surgiu quando foi feita uma pesquisa de alguns nomes encontrados na lista telefônica da cidade de Cincinnati que tinham como inicial a letra “P”. O nome Pringle Avenue em Finneytown, um subúrbio da cidade, estava disponível para ser registrado como marca e soava apelativamente para representar o produto. O formato do novo produto era único do tipo parabolóide hiperbólico. Traduzindo: uma batata irregular e côncava, sem nenhuma linha reta em sua superfície. Porém, esse design inovador causava um grande problema: como embalar o produto sem que ele se quebrasse inteiro durante o transporte? Foi então, que Fredric John Baur, químico orgânico da Universidade de Ohio, que trabalhava como técnico em armazenamento de alimentos da Procter & Gamble, inspirado nas latinhas de alumínio dos refrigerantes, criou um tubo de alumínio revestido com uma folha de papelão na cor vermelha e tampa plástica. Nessa embalagem as batatas ficariam bem conservadas e seguras para serem empilhadas durante o armazenamento. Além disso, a revolucionária embalagem mantinha as batatas inteiras, fresquinhas e crocantes, mesmo depois de aberta. Era algo totalmente inédito nas prateleiras dos supermercados, tanto que, no início, a lata de PRINGLES não fez muito sucesso. As pessoas achavam esquisito que todas as batatas fossem iguais, com tamanho único, além de serem embaladas em uma lata que mais parecia uma embalagem para acondicionar bolinhas de tênis.


A batata era ridicularizada pelos concorrentes em anúncios comerciais e o The Potato Chip Institute International (Instituto Internacional de Batatas Fritas), representante dos produtores tradicionais, quis proibir a comercialização do salgadinho como Potato Chips. Com tanta resistência, o produto originalmente batizado de “Pringle’s Newfangled Potato Chips”, teve seu nome alterado quando a marca foi introduzida nacionalmente no mercado americano no final de 1975, tornando-se um ícone cultural tão forte quanto à tradicional garrafa da Coca-Cola. Nos anos seguintes PRINGLES foi aos poucos conquistando os consumidores americanos, não somente por sua qualidade, mas também pela praticidade de consumo do produto.


Muitos sabores e variedades do produto foram introduzidos nas décadas de 1970 e 1980. Porém, um dos lançamentos de maior impacto para a marca PRINGLES aconteceu em 1996, quando a empresa introduziu no mercado a Fat Free Pringles (uma batata sem gordura) nos sabores Original, Sour Cream and Onion (creme de cebola) e Barbecue (churrasco). Ainda nesta década o produto foi introduzido em muitos países da Europa como Suécia (1990), Reino Unido (1991), Alemanha (1996), Áustria (1996), Portugal (1998), Grécia (1998), Noruega (1998), França (1999), Espanha (1999), Itália (1999), Dinamarca (1999), Finlândia (1999), Holanda (2000) e Suíça (2000). Nesta época a marca já estava presente em quase 80 países ao redor do mundo. Apesar dos produtos da marca estar no mercado brasileiro desde o início da década de 1990, foi somente em 2002 que as batatas começaram a serem distribuídas oficialmente no país. Pouco depois, em 2004, a marca, sempre pautada pela irreverência, lançou a PRINGLES PRINTS, versão igual à original, mas com questões e brincadeiras impressas nas batatas com tinta comestível.


Em 2007, a marca inovou ao introduzir no mercado a PRINGLES STIX, palitos cozidos de trigo em quatros deliciosos sabores: Crunchy Wheat, Vanilla, Honey Butter e Pizza. O novo produto foi lançado nacionalmente, e até em outros países, no ano seguinte. Em 2010, sempre seguindo sua história de inovação, a marca lançou no mercado mais uma grande novidade: PRINGLES MULTI GRAIN, uma linha que além da massa da batata leva em sua formulação vários tipos de grãos, como por exemplo, o trigo. Nesta época um dado provou a popularidade da marca: PRINGLES era um dos itens mais comuns nos pacotes que as famílias americanas dos soldados servindo no Iraque costumam mandar para que eles pudessem matar a saudade dos Estados Unidos.


Após uma longa negociação frustrada com a empresa Diamonds Foods, que estava sendo investigada pelo Governo Americano por fraudes contábeis, a Procter & Gamble anunciou no início de 2012 a venda da PRINGLES para a tradicional Kellogg Company, que pagou aproximadamente US$ 2.7 bilhões. Apesar da marca PRINGLES ser uma geradora de receita para a P&G, a divisão era o único negócio de alimentos do grupo e não mais se enquadrava no foco da empresa em produtos de beleza e cuidados pessoais. Com isso, a PRINGLES se tornou a segunda maior marca da Kellogg Company depois da Special K.


Variedades e embalagens 
Dependendo dos mercados, as batatas PRINGLES podem ser encontradas em diferentes tamanhos de embalagens, como por exemplo, latas com 230g, 200g, 190g, 170g, 163g, 80g, 70g, 50g, 40g e 23g nas versões: 
PRINGLES REGULAR (normal) 
PRINGLES REDUCED-FAT (com gordura reduzida) 
PRINGLES LIGHTLY SALTED (com menos sal e metara de sódio da versão original) 
PRINGLES LIGHT ou DELIGHT (versão com 25% menos gorduras que a versão original) 
PRINGLES SELECT GOURMET (uma linha introduzida em 2006 com cinco sabores diferenciados vendida em saquinhos e produzida com batata, arroz, milho e batata doce, disponível em sabores como parmesão com alho, tomate desidratado e canela) 
PRINGLES MULTI GRAIN (linha que além da massa da batata leva em sua formulação vários tipos de grãos) 
PRINGLES MINIS (uma linha com batatas menores, vendidas em pequenos saquinhos e composta por quatro sabores com 14% menos calorias e 20% menos gordura que a versão regular) 
PRINGLES DIPPERS & DIPS (uma linha com batatas curvadas para serem mergulhadas em potinhos de molhos de diferentes sabores) 
PRINGLES Xtra (uma linha de batatas mais apimentadas, lançada em 2009, que possui diferentes graus de ardência) 
PRINGLES RICE INFUSIONS (uma linha com 9 sabores lançada em 2009, que ao invés de utilizar massa de batata usa grãos de arroz em sua formulação, se tornando assim mais saudável e com menos gordura) 
PRINGLES CHEEZ UMMMS (uma linha produzida com queijo, disponível nos sabores Cheddar & Sour Cream, Mild Jalapeño e Quatro Queijos) 
PRINGLES TORTILLAS (uma linha de salgadinhos de milho no formato da tradicional batata lançada em 2014, disponível em sabores como Original, Queijo Nacho, Pimenta Picante e Molho de Tomate e Cebola)


As batatas da linha regular podem ser encontradas em mais de 80 variedades de sabores, alguns deles disponíveis somente em determinados mercados (países), tendo como principais: 
Original (lata vermelha) – sabor original 
Loaded Baked Potato (lata marrom-clara) – sabor queijo com bacon 
Sour Cream & Onion (lata verde) – sabor creme e cebola 
Jalapeño (lata verde-escura) – sabor pimenta verde suave 
Chili Cheese (lata marrom-clara) – sabor queijo com chilli 
Pizza (lata branca) – sabor pizza, originalmente chamada Pizza-Licious 
Barbecue (lata roxa) – sabor churrasco 
Ranch (lata azul-esverdeada) – sabor queijo com cebola 
French Onion Dip (lata verde mais escura) - cebola francesa 
Memphis BBQ (lata marrom-escura) – churrasco de Memphis 
Cheddar Cheese (lata laranja) – sabor queijo cheddar, originalmente chamada Cheezums 
Chipotle Cheddar (lata marrom-opaco) – pimenta Chipotle com queijo cheddar 
Salt & Vinegar (lata azul-escura) – sabor vinagre e sal 
Zesty Southwest Cheese (lata lilás) – queijo da região sudoeste americana 
Hot & Spicy (lata preta) – versão apimentada com páprica, cebola e tomate 
Honey Mustard (lata amarela-escuro) – sabor de mostarda com um toque de mel


Além disso, em alguns países as batatas estão disponíveis em sabores pra lá de esquisitos. Por exemplo, em alguns países asiáticos, a marca lançou a linha frutos do mar, composta por sabores nada convencionais: camarão grelhado, caranguejo, siri e alga marinha. E não para por aí. Foram lançados sabores (muitos deles em edições limitadas) como blueberry com avelã, limão com gergelim, Wasabi com molho shoyu, cheese burger e até linguiça. No Brasil as versões mais comuns são: original, páprica, creme e cebola, queijo e cebola, presunto, churrasco, Jalapeño, além da versão light, da linha Tortillas (feita de milho), da linha Xtra (apimentada) e de edições limitadas especificamente desenvolvidas para o país como Queijo Especial com Tempero Gourmet.


Mais recentemente, a partir de 2012, a marca lançou edições especiais para as festas de final de ano com sabores adocicados, como por exemplo, chocolate com leite, chocolate branco, canela e açúcar, abóbora, nozes e tortillas de canela e açúcar.


A evolução visual 
Ao longo dos anos o logotipo da marca sofreu algumas alterações, especialmente em relação à simpática mascote da marca. A primeira delas ocorreu em 1986 quando a palavra PRINGLES perdeu a apóstrofe e ganhou uma nova tipografia de letra. Além disso, a mascote ganhou um novo design. Uma década mais tarde uma nova mudança: o personagem perdeu definitivamente a boca, até então visível, e ganhou um novo visual.


Em 2002, o popular Mr. PRINGLES, que até então era conhecido como Julius Pringles e foi criado por Louis R. Dixon, ganhou um visual novo, mais moderno e atual. Repare que o rejuvenescimento da marca foi bastante acentuado, o personagem perdeu as sobrancelhas, ganhou um novo penteado e uma gravata borboleta vermelha. Mais recentemente, em 2010, ocorreu uma nova modernização quando o personagem perdeu o fundo vermelho e ganhou ainda mais destaque. Além da mudança discreta na tipografia da letra, duas pequenas mudanças são quase imperceptíveis aos mais desatentos: um novo penteado de cabelo e o pingo da letra “i”, que ganhou o formato da tradicional batata.


Atualmente a marca utiliza identidades visuais diferentes para cada uma de suas linhas de produtos, mas sempre mantendo como símbolo central sua tradicional e simpática mascote.


Em relação às embalagens (especialmente a lata vermelha) as mudanças foram gradativas e sutis, em alguns casos passando despercebidas, até o final dos anos de 1990.


A embalagem atual, introduzida em 2009, possui um ar mais moderno e visual limpo, mas sem perder a vivacidade, mantido no decorrer de todas as mudanças. Conforme informação contida na embalagem padrão, uma porção contém aproximadamente 28 gramas, o que corresponde a 14 unidades. Como a embalagem tem 200 gramas, chegamos a um número aproximado de 100 batatas por lata.


O criador da embalagem da batata frita PRINGLES, o engenheiro americano Fredric John Baur, morreu dia 4 de maio de 2008, aos 89 anos de idade, vítima do mal de Alzheimer. Ele inventou a famosa embalagem quando trabalhava no centro de pesquisa da empresa, em 1966, dando entrada com o pedido de patente para a técnica de empilhar as batatas fritas numa embalagem em forma de tubo, feita de papel cartão e folhas de alumínio. Ele tinha tanto orgulho de sua invenção que, manifestou o desejo de, ao morrer, ser sepultado dentro de um dos tubos que consagraram a marca. Foi cremado e suas cinzas colocadas em uma embalagem de PRINGLES, versão original (lata vermelha), que foi enterrada no cemitério da cidade de Cincinnati, estado de Ohio.


Os slogans 
You Don’t Just Eat ’Em. (2013) 
Everything Pops with Pringles. (2009) 
Once you pop, the fun don’t stop. (2006) 
Nothing tastes like Pringles. (2004) 
Nothing pops, crunches or tastes like Pringles. (2003) 
Once you pop, you can’t stop. (1976) 
Other potato chips just don’t stack up. (década de 1960) 
Curta o efeito Pringles. (Brasil)


Dados corporativos 
● Origem: Estados Unidos 
● Lançamento: 1968 
● Criador: Alexander Liepa e P&G 
● Sede mundial: Battle Creek, Michigan, Estados Unidos 
● Proprietário da marca: Pringles LLC 
● Capital aberto: Não (subsidiária da Kellogg Company) 
● CEO: John Bryant 
● Faturamento: US$ 2 bilhões (estimado) 
● Lucro: Não divulgado 
● Presença global: 140 países 
● Presença no Brasil: Sim 
● Maiores mercados: Estados Unidos, Reino Unido e Canadá 
● Segmento: Snacks
● Principais produtos: Batatas fritas e salgadinhos 
● Concorrentes diretos: Ruffles, Lay’s Stax, Kettle e Frito-Lay Stax 
● Ícones: A lata vermelha 
● Mascote: Mr. Pringles 
● Slogan: You Don’t Just Eat ’Em. 

A marca no mundo 
Presente em aproximadamente 140 países, PRINGLES é a segunda marca de batata-frita mais vendida nos Estados Unidos, com um faturamento próximo a US$ 2 bilhões ao ano. Os maiores mercados da marca são Estados Unidos, Reino Unido e Canadá. O produto se destaca por várias características exclusivas tais como: formato uniforme, textura crocante, sabor inigualável e a moderna e asséptica embalagem. 

Você sabia? 
Na América do Norte as batatas não são comercializadas como Potato Chips, mas sim como Potato Crisps. Isso ocorre porque o produto é feito de massa de batata e não de batatas frescas cortadas. 
A tradicional lata de PRINGLES é utilizada para vários fins, como por exemplo, cofrinho, casa para pássaros, instrumento de percussão e até antena para captar melhor sinal de internet. 
O galã Brad Pitt apareceu em um anúncio de PRINGLES em 1982. 
O primeiro fã-clube PRINGLES foi fundado em 1985 nos Estados Unidos. 


As fontes: as informações foram retiradas e compiladas do site oficial da empresa (em várias línguas), revistas (Fortune, Forbes, BusinessWeek, Super Interessante, EmbalagemMarca e Exame), jornais (Meio Mensagem), sites especializados em Marketing e Branding (BrandChannel, Interbrand e Mundo do Marketing) e Wikipedia (informações devidamente checadas). 

Última atualização em 1/6/2016

7 comentários:

Anônimo disse...

eu acho que pringles ta muito caro!!!

Caróu Penna; disse...

Eu concordo.
apesar da OTIMA QUALIDADE, esta um pouco acima do nosso orçamento salarial.

Cláudio K. Freitas disse...

Excelente artigo, parabéns!
Sou fã de Pringles e estarei apresentando im breve histórico da marca em uma apresentação em minha turma do MBA, onde realizei um blind test com Pringles, Stax e Ruffles. Dei uma "sugada" parcial do teu blog. mas fica tranquilo que o devido crédito será dado.
Estou no mercadologia100.blogspot.com

[]s, CK Freitas

O Mundo d'Anita disse...

Excelente blog! Em termos de história, imagens e cronologia é bem melhor que a wikipédia!
Parabéns, vou continuar a acompanhar.

Paulo disse...

Por favorr, gostaria muito de saber onde acho a Pringles Vinagre e Sal

Natally Cristina disse...

Acho uma delícia! Minha preferida é a reduced fat cebola e salsa...mas o preço é que não está me agradando muito. Fala sério está muito caro!

Sérgio Godoy Bueno disse...

Sal e vinagre eu não gostei.
Acho deliciosas as com infusão de arroz. No mercado nacional minha preferida é a queijo