27.7.06

SHARP


Com mais de um século de existência, a SHARP é uma das referências entre as empresas de tecnologia no mundo. Celulares, impressoras, calculadoras, TV de LCD, fornos microondas e projetores incorporam o que há de mais moderno em tecnologia e design para facilitar a experiência de uso por parte de milhões de consumidores. 

A história 
Tudo começou no dia 15 de setembro de 1912 quando Tokuji Hayakawa, um jovem de apenas 19 anos de idade, depois de receber a patente do “Tokubijo”, uma espécie de fivela de metal ao estilo faroeste, fundou uma oficina de metais na cidade de Tóquio para produzir o novo produto inventado por ele. Apesar da maioria da população na época usar quimono, na cidade de Tóquio muitos se vestiam com roupas estilo western. Rapidamente, os pedidos da fivela começaram a chegar à pequena oficina de metal. Pouco depois, no ano de 1915, foi estabelecida a Hayakawa Brothers Shokai para fabricar instrumentos metálicos para escrita. Nesse mesmo ano a empresa começou a exportar seus lápis mecânicos (lapiseira) para o mercado americano e europeu. No ano seguinte o produto ganhou o nome de Ever-Ready Sharp Pencil, que mais tarde daria nome a empresa. “Ever-Ready Sharp” significa algo como “sempre afiado” ou “apontado”, uma referência ao fato de que, ao contrário do lápis, o produto não precisava ser apontado. O sucesso da lapiseira foi enorme, permitindo assim que a empresa crescesse. No ano de 1920 a empresa estabeleceu uma fábrica na cidade de Oshiage.


Em 1923, depois que o negócio de lapiseiras foi totalmente destruído por um grande terremoto, a pequena empresa se mudou para a cidade de Osaka, onde no ano seguinte foi estabelecida a Hayakawa Metal Works. Ainda em 1924, a empresa começou a desenvolver pesquisas de tecnologia para sistemas de rádios. Com isso, no ano seguinte, iniciou a produção em massa de rádios, estabelecendo escritórios de vendas em Utsubo, região de Osaka. Em 1926 começou a exportar componentes de rádios para a China, Índia e América do Sul. No ano de 1930 lançou no mercado o rádio Sharp Dyne Type 31, equipado com microfone. No ano seguinte estabeleceu laboratório de pesquisas nas áreas de rádio e televisão, visando à criação de uma linha mais ampla de produtos eletrônicos. A inovação continuou em 1936, quando a empresa introduziu no mercado japonês o primeiro rádio com gabinete de plástico. Com o início da Segunda Guerra Mundial a empresa iniciou a produção de equipamentos militares de comunicação para o exército japonês. Em 1942 a empresa passou a se chamar oficialmente Hayakawa Electric Industry.


Uma década mais tarde, em 1952, assinou acordo com a empresa americana RCA para desenvolver tecnologia para televisão. No ano seguinte começou a produzir televisores em massa, lançando a primeira televisão preta e branca da empresa. Nos anos seguintes a linha de produtos continuou sendo ampliada, como por exemplo, com o lançamento da máquina de lavar roupa em 1957. A partir de 1959, os esforços da SHARP em pesquisa e desenvolvimento levaram a soluções pioneiras de tecnologia solar. Um grande exemplo é o desenvolvimento de células solares que alimentam os satélites em projetos nacionais do Japão. Como fabricante de produtos que consomem energia, a empresa sempre acreditou que devia também criá-la. Com isso, um protótipo de rádio transistor bem sucedido com células solares foi produzido e lançado em 1961. Neste momento, a SHARP também lançou a televisão colorida CV-2101. Além disso, desenvolveu o primeiro forno microondas do Japão, lançado no mercado em 1962. Ainda neste mesmo ano foi estabelecida a Sharp Electronics Corporation nos Estados Unidos, que tinha como objetivo estabelecer a marca japonesa no enorme mercado consumidor local. Já em 1963, iniciou a produção em série de placas solares.


Pouco depois, em 1964, a SHARP ingressou no mercado de produção de calculadoras, com as quais ficaria conhecida mundialmente. No final desta década, a SHARP deu continuidade a sua expansão internacional estabelecendo subsidiárias na Alemanha (1968) e na Inglaterra. Somente no dia 1 de janeiro de 1970 a empresa passou a se chamar oficialmente SHARP CORPORATION. O restante da década foi marcado por grandes acontecimentos, como por exemplo, em 1972 quando introduziu no mercado a copiadora que utilizava toners. Novidades vieram nos anos seguintes, como em 1973 quando desenvolveu a primeira calculadora com visor LCD; em 1975 quando atingiu a impressionante marca das 10 milhões de calculadoras produzidas; e no ano seguinte quando desenvolveu a primeira calculadora solar.


No início da próxima década, em 1982, a SHARP lançou no mercado a X1, a primeira televisão de bolso (PC-TV) do mundo. Dois anos depois atingiu a marca dos 10 milhões de fornos microondas produzidos. Em 1986 introduziu no mercado o forno microondas com porta transparente, possibilitando a visão do alimento no interior do aparelho. Além disso, lançou no mercado a tela de cristal líquido (conhecida popularmente como LCD). Dois anos mais tarde, introduziu a primeira geladeira do mercado com porta dupla. A década de 1990 iniciou com a SHARP surpreendendo o mercado ao apresentar o menor aparelho de FAX do mundo e a primeira filmadora com visor LCD. No restante da década, o mercado presenciou grandes lançamentos da marca japonesa como seu primeiro PC notebook, introduzido em 1995. O novo milênio iniciou com o lançamento do menor aparelho celular com câmera integrada do mercado japonês. Pouco depois, em 2001, ocorreu o lançamento da AQUOS, uma avançada linha de televisores com tela LCD, inicialmente com design de Toshiyuki Kita, que rapidamente alcançaram a liderança do mercado no Japão e em vários outros países do mundo.


Em 2007, a SHARP assumiu o controle acionário da tradicional Pioneer Corporation. Outra aposta inovadora da empresa foi um LCD de 2,2 polegadas, que media apenas 0,68mm, sendo o mais fino do mundo na época. Sua exclusiva tecnologia foi nomeada de Sharp Mobile Advanced Super View LCD, e permitia um ângulo de visão de mais de 170 graus. Segundo a empresa seu principal uso seria em câmeras digitais e celulares, devido a sua espessura reduzida. Em 2009, depois de três tentativas de retorno e quase dez anos fora das lojas, a SHARP iniciou um tímido retorno ao mercado brasileiro, mas que não durou muito. Neste mesmo ano, a linha AQUOS foi responsável pelo desenvolvimento da primeira televisão LCD HD totalmente integrada com um leitor de Blu-ray. No ano de 2015, lançou o televisor AQUOS 4K NEXT, cuja tela era equivalente a resolução 8K. Em 2016, a SHARP, há muito tempo à beira da falência, foi adquirida por US$ 3.5 bilhões pela Hon Hai/Foxconn, de Taiwan, a maior fabricante terceirizada do planeta, famosa por montar os aparelhos iPhone. Esta foi a primeira aquisição de um gigante japonês da eletrônica por uma empresa estrangeira. Assim como a Philips, que vendeu sua divisão de televisores para o conglomerado chinês AOC, a SHARP fez o mesmo, para a chinesa Hisense, colocando um ponto final na fabricação de televisores pela empresa nas Américas. Entretanto a Hisense vai continuar o utilizando o nome SHARP em seus televisores por um período firmado em contrato.


A evolução visual 
A identidade visual da marca japonesa passou por uma única grande remodelação em sua história. Isto aconteceu na década de 1960, quando o atual logotipo foi adotado.


Os slogans 
Be Original. (2016) 
Simply better living. 
Be sharp. (2002) 
It’s a SHARP Place. (2001) 
New Life People. (1985) 
From Sharp Minds Come Sharp Products. (década de 1980) 
New Life Now. (década de 1970)


Dados corporativos 
● Origem: Japão 
● Fundação: 15 de setembro de 1912 
● Fundador: Tokuji Hayakawa 
● Sede mundial: Sakai, Japão 
● Proprietário da marca: Sharp Corporation 
● Capital aberto: Sim (1956) 
● Chairman & CEO: Jeng-wu Tai 
● Faturamento: US$ 21.1 bilhões (2017/2018) 
● Lucro: US$ 616 milhões (2017/2018) 
● Valor de mercado: US$ 13 bilhões (outubro/2018) 
● Presença global: 150 países 
● Presença no Brasil: Sim 
● Funcionários: 52.500 
● Segmento: Eletrônicos 
● Principais produtos: Celulares, monitores, impressoras, componentes eletrônicos e painéis solares 
● Concorrentes diretos: Sony, Panasonic, Brother, Epson, Samsung, Toshiba, Canon, Philips, Sanyo e LG 
● Ícones: As calculadoras e a linha de TV LCD Aquos 
● Slogan: Be Original. 
● Website: www.sharp-world.com 

A marca no mundo 
Atualmente a SHARP, que possui aproximadamente 53 mil funcionários e faturamento superior a US$ 21 bilhões (dados do ano fiscal 2017/2018), comercializa uma completa e diversificada linha de aparelhos eletrônicos, que engloba televisões, celulares, aparelhos de som, impressoras, monitores, purificadores de ar, aparelhos de ar-condicionado, eletrodomésticos (como refrigeradores, microondas, lavadoras) e até painéis de energia solar, em mais de 150 países ao redor do mundo. Hoje em dia a empresa foca no mercado B2B e fornece telas de LCD para multinacionais como Samsung e Apple. A empresa tem ainda 17 grandes fábricas espalhadas pelo mundo. 

Você sabia? 
Em 1965 o empresário Matias Machline obteve autorização para uso da marca SHARP no Brasil. Ale lembrar que a multinacional japonesa não possuía nenhuma relação com o grupo empresarial brasileiro que usou a marca no Brasil de 1965 até 2001. A história da SHARP começou a ser reescrita em 2011, quando os japoneses, enfim, assumiram a marca. A falência do grupo Machline jogou a SHARP em uma espécie de limbo jurídico, fazendo com que inúmeros importadores independentes se proclamassem seus representantes oficiais. O que todos queriam era surfar no prestígio conquistado nas décadas de 1980 e 1990, quando a marca liderou os segmentos de TVs e de videocassetes. 
A marca SHARP patrocinou o clube de futebol Manchester United de 1982 até 2000, em um dos patrocínios mais longos e lucrativos negociados no futebol inglês. Alguns fãs denominaram esse período - particularmente entre 1993 e 2000 - como The Sharp Years


As fontes: as informações foram retiradas e compiladas do site oficial da empresa (em várias línguas), revistas (Fortune, Forbes, Newsweek, BusinessWeek, Isto é Dinheiro e Exame), sites especializados em Marketing e Branding (BrandChannel e Interbrand), Wikipedia (informações devidamente checadas) e sites financeiros (Google Finance, Yahoo Finance e Hoovers). 

Última atualização em 23/10/2018

2 comentários:

elis disse...

comprei uma televisão sharp na venezuela LCD 32 polegadas. Não tem cor, o que devo fazer. Apenas 3 canais são coloridos o restante não.
Me auxiliem

Elis

Fábio disse...

Tive um 3-em-1 Sharp SB-12, e era um excelente aparelho! Pena que a Sharp não existe mais no Brasil!