9.4.13

PRINCE


Há mais de quatro décadas a PRINCE tem uma única obsessão: desenvolver e empregar alta tecnologia em equipamentos de esportes de raquete para ajudar os tenistas a jogarem em altíssimo nível. Uma das principais responsáveis pelo desenvolvimento do tênis, a marca sempre esteve nas mãos, e também nos pés, dos maiores e mais consagrados tenistas do mundo. Portanto, não é exagero afirmar que a PRINCE é parte integrante da história e do desenvolvimento do tênis.

A história
A história começou em 1970 na cidade de Princeton (de onde derivaria o nome da marca), estado americano de Nova Jersey, quando o inventor e empreendedor Robert “Bob” H. McClure, trabalhando na garagem de sua casa, reverteu o motor de um aspirador de pó para produzir, ou melhor, inventar, a primeira máquina automática lançadora de bolas de tênis, que foi prontamente batizada de Little Prince. Foi uma verdadeira revolução para o esporte. Isto porque, a partir de então os tenistas podiam treinar em alto nível, melhorando suas rebatidas e principalmente aprimorar seus fundamentos. A história da PRINCE começaria a mudar pelas mãos de Howard Head, fundador da empresa de equipamentos de esqui Head, e que foi o responsável por inventar o primeiro esqui de metal alpino, quando ele, depois de vender sua empresa e se aposentar, resolveu fazer aulas de tênis. Foi neste momento que Head teve o primeiro contato com as máquinas da PRINCE em seus treinamentos. Mas ele ficou frustrado pela lentidão do jogo. E foi aí que resolveu tornar o esporte mais divertido.


O senhor Head se uniu a PRINCE com o objetivo de desenvolver uma raquete melhor, já que naquela época as raquetes eram de madeira e muito pesadas. Depois de inúmeras pesquisas ele desenvolveu uma raquete de tamanho maior (“oversize”), de 110 polegadas, e mais leve que as existentes no mercado, já que utilizava alumínio em sua composição. A nova raquete foi batizada de Prince Classic e lançada no mercado em 1976. A raquete mudou o jogo de tênis, deixando-o mais rápido, dinâmico e divertido. Não demorou muito para que outras fabricantes também adotassem o novo modelo de raquete. E também não demorou muito para que o senhor Head comprasse a empresa. Os primeiros tenistas a adotarem a nova raquete PRINCE foram Pam Shriver, Gene Mayer, Jimmy Arias e Pat Cash. Em 1977, mais uma inovação: o lançamento da Prince Original Graphite (POG), primeira raquete feita de grafite. Além de leve, a POG era caracterizada pela barra transversal estabilizadora na garganta da raquete que reduzia significativamente a vibração de bolas batidas fora do sweet-spot (área de batida). Nos anos seguintes essa raquete, que proporcionava mais velocidade e controle na hora de rebater, foi adotada por vários jogadores de elite, como por exemplo, Andre Agassi, Michael Chang, Gabriela Sabatini e Monica Seles.


As inovações da PRINCE continuaram em 1978, quando a empresa criou a primeira corda de multifilamentos. No início dos anos de 1980 a empresa começou a produzir as indispensáveis bolsas de tênis para carregar e proteger as raquetes. Em 1984, dando continuidade ao seu compromisso de suprir todas as necessidades de um jogador, a PRINCE apresentou sua primeira linha de roupas para a prática do tênis. No ano seguinte introduziu o TPU-4000, um calçado leve, confortável e durável, desenvolvido especificamente para a prática do tênis. No final desta década, em 1989, a PRINCE criou o Constant Taper System (CTS), um revolucionário sistema de desempenho na devolução da bola, dando mais potência sem comprometer o controle ou o conforto.


Em 1995 a marca apresentou a tecnologia LONGBODY (raquetes até 2 polegadas mais compridas que as convencionais), que tornou a raquete número 1 em vendas no mundo, e com a qual o americano Michael Chang conquistou o posto de segundo melhor tenista no ranking. E as novidades não pararam. Em 1999 apresentou as raquetes Triple Threat, um sistema revolucionário que oferecia a primeira tecnologia capaz de proporcionar perfeito equilíbrio e estabilidade na rebatida da bola.


O ano de 2005 foi repleto de novidades. Primeiro a marca introduziu a tecnologia , com largos furos ao redor do aro (buracos em que se passa a corda), criando assim um quadro mais aerodinâmico e oferecendo mais espaço para a corda se movimentar na hora da batida na bola. Depois apresentou suas novas bolas de tênis, projetadas especificamente para jogadores profissionais do mais alto nível, que exigem alta qualidade, ótima “jogabilidade” e visibilidade. Em 2008 a empresa relançou sua divisão de vestuário com a introdução do Aerotech, um tecido de alto desempenho projetado com uma tela avançada, que fornece ajuste dinâmico, proteção e ventilação superior para ajudar os tenistas a executarem o seu melhor em quadra. No ano seguinte lançou oficialmente a tecnologia EXO³, que equipa suas novas gerações de raquetes. Essa revolucionária tecnologia transfere até 26% mais energia de volta para bola no momento do impacto.


A empresa tem alavancado a sua exposição internacional, patrocinando alguns dos mais importantes atletas de elite do esporte, como por exemplo, o americano John Isner, os irmãos Bob e Mike Bryan (uma das melhores duplas da atualidade), os espanhóis David Ferrer e Juan Carlos Ferrero, o belga Xavier Malisse e as tenistas Daniela Hantuchova e Marion Bartoli. A marca PRINCE continua constantemente escrevendo novas páginas na história do tênis. E atualmente, oferece tecnologias dedicadas a todos os jogadores apaixonados pelo esporte, dos campeões aos iniciantes. Com um forte compromisso de pesquisa e desenvolvimento e foco em inovações técnicas radicais dos produtos, a PRINCE é amplamente reconhecida como a primeira marca a comercializar muitas das tecnologias mais importantes dos últimos 40 anos no universo do tênis: Oversize (raquete com superfície maior), Longbody (mais longa) e EXO³; a primeira corda de multifilamentos; o primeiro tênis “Natural Foot Shape”, com o formato natural dos pés; e a primeira corda de tripa sintética. Apenas algumas das contribuições que a PRINCE tem feito para o tênis.


Os slogans
Rule the court.
Who’s next.


Dados corporativos
● Origem: Estados Unidos
● Fundação: 1970
● Fundador: Robert H. McClure
● Sede mundial: Bordentown, New Jersey
● Proprietário da marca: Prince Global Sports, LLC
● Capital aberto: Não
● CEO: Mike Ballardie
● Faturamento: Não divulgado
● Lucro: Não divulgado
● Presença global: 100 países
● Presença no Brasil: Sim
● Funcionários: 300
● Segmento: Materiais esportivos
● Principais produtos: Raquetes, bolas de tênis, malas e calçados esportivos
● Concorrentes diretos: Head, Wilson, Penn, Dunlop e Babolat
● Slogan: Rule the court.
● Website: www.princetennis.com

A marca no mundo
Atualmente a PRINCE, que distribuiu seus produtos em mais de 100 países ao redor do mundo, oferece uma vasta linha de equipamentos para tênis, squash e badminton, desde raquetes e bolas à vestuário, calçado, malas, cordas, grips, máquinas, acessórios e instruções para encordoamento. Em adição aos seus produtos, a PRINCE também patenteia tecnologia que pode ser encontrada em equipamentos de lacrosse, arco e flecha, baseball e hóquei na grama.

Você sabia?
A Prince Classic, lançada em 1976, se tornou a raquete mais bem-sucedida na história do tênis.


As fontes: as informações foram retiradas e compiladas do site oficial da empresa (em várias línguas), revistas (Fortune, Forbes, Newsweek, BusinessWeek e Time), sites especializados em Marketing e Branding (BrandChannel e Interbrand), Wikipedia (informações devidamente checadas) e sites financeiros (Google Finance, Yahoo Finance e Hoovers).

Última atualização em 10/4/2013

Nenhum comentário: