27.8.06

CNA


Estudar no CNA é aprender inglês e espanhol de uma maneira descontraída, com espaço para a expressão da criatividade do aluno, que aprende encenando situações reais do dia-a-dia, ouvindo música, assistindo filmes e videoclipes, participando de atividades e jogos, além de utilizar a tecnologia a seu favor. 

A história 
O surgimento da CNA está diretamente ligado à história de seu criador, Luiz Nogueira da Gama Neto. Assim que ele percebeu que não queria ser funcionário e, sim tocar o próprio negócio, seguiu para a cidade de Porto Alegre e começou a trabalhar com a venda de livros de porta em porta, comercializando uma coleção de livros para ensino de inglês. Naquele período, década de 1970, vender livros dessa forma era um bom negócio e, em pouco tempo, ele se tornou chefe de uma equipe de 250 vendedores. O Brasil vivia a fase do milagre econômico e o mercado para escolas de idiomas não podia ser melhor. As empresas começavam à importar, ainda que em pequena escala, a tecnologia dos Estados Unidos, o que marcou o início da globalização e fez com que as pessoas percebessem que falar inglês era um grande diferencial, não somente para suas viagens ao exterior, mas também para incrementar seu desenvolvimento cultural e profissional.


Até que, certo dia, um dos vendedores da sua equipe, na ânsia de fechar um negócio, prometeu a uma dona-de-casa 12 aulas de inglês gratuitas, caso ela comprasse os livros. Quando soube da negociação, Luiz Gama repreendeu o funcionário, mas logo depois percebeu que havia aí uma oportunidade de negócio e, rapidamente, adotou a promoção como ferramenta de venda. Não contente com isso, ele fundou a primeira unidade do CNA (sigla para Cultural Norte Americano) no dia 1 de abril de 1973 na cidade de Porto Alegre. As aulas eram realizadas em sua empresa nas salas que utilizava para treinar seus vendedores. Alguns professores foram contratados e os compradores tiveram direito a 12 aulas, depois 24. Em seguida, subiu o número de aulas para 36. Em seis meses a escola já contava com 2.400 alunos. Depois do sucesso da primeira unidade, outras unidades foram abertas em Curitiba, Londrina e Campinas. Em 1981, foi a vez de São Paulo. A escola paulista foi inaugurada no bairro da Liberdade e a rede nesta época já contava com 10 mil alunos.


Foi então que Gama decidiu abrir mão dos livros de outras editoras e optou por produzir o seu próprio material didático. A partir deste momento o CNA passou a contar com uma metodologia moderna e material didático exclusivo, criado pela professora Ana Maria Cristina Cuder, a fim de atender ao perfil exato do público brasileiro. Assim, livros foram escritos especialmente para os alunos do CNA, sempre com uma proposta metodológica inovadora. Até então, as escolas de inglês utilizavam métodos importados, sem nenhuma relação com o universo cultural dos alunos, o que dificultava o aprendizado e nem sempre levava aos resultados esperados. Na nova proposta do CNA, o aprendizado era feito de forma natural e espontânea: o aluno primeiro aprendia a falar e depois entrava em contato com a gramática.


Em 1982 ele abriu sua própria editora. Não bastasse a metodologia exclusiva, foi estabelecido também um variado programa de atividades extracurriculares, planos de incentivos aos alunos, viagens ao exterior e um foco inovador, baseado no relacionamento com o aluno. A rede começou a crescer com velocidade a partir de 1983, quando foi implantado o sistema de franquia. Nas décadas seguintes, além de acrescentar o ensino do espanhol, centenas de escolas CNA foram inauguradas em praticamente todo o território nacional, o que fez a rede atingir a marca de mais de 500 unidades em todo o país.


Desde 2014 a rede de ensino de idiomas, que é hoje uma das maiores do Brasil, vem anunciando uma série de novos produtos e serviços que buscam tornar o processo de ensino de idiomas mais leve, dinâmico e divertido. Por exemplo, em 2015, o CNA lançou aplicativos para tabletes e smartphones com o objetivo de complementar o conteúdo trabalhado com os alunos em sala de aula e exercitar o vocabulário nas línguas inglesa e espanhola. Os recursos compõem a nova plataforma de ensino da rede, batizada de CNA 360, que integra elementos online e offline, em busca de maximizar o processo de ensino, como por exemplo, atividades com QR Code, portal do aluno com jogos e aplicativos, e jogos em realidade aumentada, que estimulam o aprendizado dentro e fora da sala de aula. Sua metodologia moderna possibilita ao aluno falar, ler, escrever e compreender o idioma naturalmente, vivenciando situações do dia a dia, por meio de uma plataforma de ensino integrada que combina componentes presenciais e a distância para oferecer uma experiência de aprendizagem completa. O objetivo destas ferramentas que compõe o CNA 360 é potencializar o tempo de contato com o idioma, permear esferas comuns aos alunos e levar o conhecimento para fora da sala de aula.


Além das aulas regulares de inglês e espanhol, hoje em dia o CNA oferece: Audiolab (exercícios exclusivos para o desenvolvimento das habilidades auditivas, de entonação e pronúncia); plantão de dúvidas; aulas com música; sessões de cinema (programação composta de filmes atuais, sem legendas, os quais o aluno assiste sempre acompanhado de um professor, estimulando o aprendizado do vocabulário e pronúncia); softwares de complementação de aprendizagem; clubes de conversação; e o CNA NET, um portal onde o aluno tem acesso a vários recursos e materiais, como readers, chat, fórum, webcards, Weblessons e professor online. O site é gameficado e conta com sistema de pontuação e troféus, incluindo um ranking entre os alunos da turma, da escola e de todas as unidades da rede do Brasil.


Campanhas que fizeram história 
Em 2014, a rede CNA resolveu usar uma ideia criativa para fazer não somente uma campanha para a marca, mas lançar um novo produto. O resultado é a ação “Speaking Exchange”, um intercâmbio emocionante. De um lado, estudantes brasileiros que estudam o idioma e precisam colocar em prática o aprendizado. Do outro, americanos que vivem em lares destinados à terceira idade. O filme comove pela forma singela com que aborda a conexão entre as duas gerações. A paciência e a sabedoria dos idosos em contato com o mundo dos adolescentes ansiosos em aprender o inglês. É possível perceber a rica troca entre eles já nos primeiros minutos de conversação. A campanha conquistou vários Leões de Ouro no Festival de Cannes. Clique aqui para assistir ao vídeo.


A evolução visual 
A identidade visual da marca passou por algumas remodelações ao longo dos anos. Recentemente a marca modificou sua identidade visual, adotando um logotipo mais moderno, com efeitos 3D e reflexos.


Os slogans 
Ninguém tem o que o CNA tem. (2016) 
Mais do que melhores alunos, melhores pessoas. (2015) 
CNA: você gosta, você aprende. (2014) 
CNA, a cada aula um sucesso, a cada sucesso uma comemoração. (2013) 
Apaixonados pelo sucesso. (2012) 
O que a gente mais quer é o seu sucesso. (2011) 
Inglês definitivo. 
Tá na vida, tá no CNA. 
A escolha de quem é apaixonado pelo sucesso. (2008) 
CNA dá o que falar. (2007) 
Vá se acostumando a ser bem sucedido. (2004)


Dados corporativos 
● Origem: Brasil 
● Fundação: 1 de abril de 1973 
● Fundador: Luiz Nogueira da Gama Neto 
● Sede mundial: São Paulo, Brasil 
● Proprietário da marca: Cultural Norte Americano Ltda. 
● Capital aberto: Não 
● Presidente: Décio Pecin Júnior 
● Faturamento: R$ 900 milhões (estimado) 
● Lucro: Não divulgado 
● Escolas: 609 
● Alunos: 500.000 
● Presença global: Não (presente somente no Brasil) 
● Funcionários: 6.000 (incluindo franqueados) 
● Segmento: Educação 
● Principais produtos: Escolas de idiomas 
● Concorrentes diretos: Berlitz, Wizard, Cel®Lep, Fisk, CCAA, Skill, Wise Up e Yázigi 
● Slogan: Ninguém tem o que o CNA tem. 
● Website: www.cna.com.br 

A marca no Brasil 
O CNA é uma das maiores redes de escolas de idiomas do país, operando no sistema de franquia através de 609 unidades em 24 estados brasileiros e alcançando a marca de 500 mil alunos em todo o território nacional. O CNA tem um índice de retenção de 80%, o que demonstra a qualidade no aprendizado e a fidelidade por parte dos estudantes. 

Você sabia? 
O CNA tem como prova final do curso de inglês para adultos o exame para o certificado internacional Cambridge English: First (FCE), aceito por mais de vinte mil empresas e universidades em todo o mundo, o que atesta a qualidade do que ensina. 
Em 2002, nasceu a Fundação CNA, que atende mais de 700 crianças carentes na zona Sul de São Paulo, oferecendo educação, alimentação e cuidados com a saúde. Além disso, distribui cestas básicas, desenvolve campanhas de vacinação e outras ações para a comunidade. 


As fontes: as informações foram retiradas e compiladas do site oficial da empresa (em várias línguas), revistas (Isto é Dinheiro, Época Negócios e Exame), jornais (Valor Econômico, Folha, Estadão e Meio Mensagem), sites especializados em Marketing e Branding (Mundo do Marketing) e Wikipedia (informações devidamente checadas). 

Última atualização em 17/11/2016

Um comentário:

-=|£¡£y|=- disse...

Muito importante essa proposta inicial. Inovar, adaptar e criar são essenciais em educação, especialmente num ramo com fins tão políticos como o aprendizado de inglês. Mas, como profissional de Letras e ex-professora CNA, eu acho que tá na hora de eles passarem por uma reformulação urgente. Como o Yázigi Internexus vem fazendo.