16.7.08

MISS SIXTY


Suas calças jeans de corte primoroso que valorizam as formas do corpo feminino, com lavagens especiais e aplicação de tecidos, brilhos e outros detalhes, são disputadas por um público descolado no mundo inteiro. Suas camisetas estampadas, coloridas, alegres, ousadas e com visual psicodélico são vistas nas cidades mais modernas do planeta. A italiana MISS SIXTY se tornou uma das grifes mais badaladas do mundo, caindo no gosto de celebridades jovens e modernas, como Christina Aguilera, Demi Moore e Jeniffer Lopes. Apreciada em primeiro lugar pela variedade extremamente rica de jeans e pela originalidade das propostas, hoje a marca italiana é cada vez mais feminina, sexy, chique, sem nunca perder o toque de ironia que a evidencia. 

A história 
Tudo começou no final dos anos de 1980 quando os modernos cortes das calças jeans feitas exclusivamente para homens, vendidas na loja da Energie (fundada em 1983 e originalmente uma marca de roupas experimental e inovadora, ligada ao mundo cultural e artístico do início desta década), em Roma na Itália, conquistaram a preferência de mulheres descoladas. A atitude intrigou os empresários Wicky Hassan (foto abaixo e nascido na Líbia) e Renato Rossi, que viram aí a oportunidade de expandir os negócios. A marca feminina MISS SIXTY, lançada no mercado em 1991, alcançou sucesso rápido e garantiu novo status aos jeans, criados especialmente para o corpo feminino e direcionados a um público exigente que buscava inovação, originalidade e variedade constante, e que gostava de brincar com as roupas para definição de um estilo próprio.


Reza a lenda que os empresários, fascinados pela estética da década de 1970, tentaram utilizar os nomes “Seventy” e “Miss Seventy”, mas estes já haviam sido registrados por outra empresa. Assim, surgiu a MISS SIXTY, com uma década de diferença no nome (“sixty”, em inglês, significa “sessenta”). O visual psicodélico, as cores, o glamour e a originalidade dos anos de 1970, no entanto, sempre foram predominantes nas coleções da marca. Outra característica que a marca herdou da Energie foi a aplicação de adereços e tecidos peruanos nos jeans, além de camisetas com estampas originais. Já em 1992 a marca estava presente no mercado americano, onde era comercializada nas mais sofisticadas lojas de departamento. A primeira loja exclusiva da marca foi inaugurada na cidade de Londres somente no ano de 1999.


A marca desembarcou no Brasil em 2002, quando inaugurou sua primeira loja no país, localizada na disputada Rua Oscar Freire, no bairro nobre dos Jardins, em São Paulo. Anos depois, o Rio de Janeiro também ganhou sua loja, localizada no Barra Shopping. Todas as lojas no país foram fechadas há alguns anos atrás. Além das lojas exclusivas, a marca chegou a possuir uma fábrica brasileira, que era responsável por 60% dos produtos que abasteciam todas as lojas da América Latina.


As grandes novidades da MISS SIXTY em 2005 foram os lançamentos do primeiro perfume da marca e de uma coleção de roupas e calçados para crianças e adolescentes, de 4 a 14 anos. O perfume nasceu da parceria da marca italiana com a Coty, uma das maiores indústrias de cosméticos do mundo. Um departamento de moda infantil foi criado exclusivamente para a criação dessas coleções. Com aproximadamente 130 itens, a coleção MISS SIXTY JUNIOR foi lançada, inicialmente, apenas em algumas lojas na Europa. Além disso, outras parcerias foram fechadas neste ano: primeiro com a Morelatto, para o desenvolvimento de uma coleção de joias; e a segunda com a Coccinelle, para o lançamento de uma nova linha de bolsas e acessórios de couro.


No final de 2011 a marca italiana sofreu seu mais duro golpe com a morte de seu fundador e diretor criativo, Wicky Hassan, vitimado aos 56 anos por um tumor, contra o qual travava uma batalha há anos. E a crise começou justamente neste momento, com a marca sendo vendida ao grupo têxtil chinês Trendy International Group. Nos anos seguintes a crise se acentuou, especialmente devido a forte concorrência no setor, e a MISS SIXTY fechou boa parte de suas lojas no mundo. Depois de um enorme plano de reestruturação, em 2017 a marca foi relançada no continente europeu com a inauguração de lojas âncoras em cidades como Londres, Roma e Milão. Além disso, outras unidades foram inauguradas no continente asiático. A empresa também relançou suas coleções, mas sem perder o posicionamento e DNA da MISS SIXTY.


A linha do tempo 
2000 
Lançamento da primeira linha de calçados da marca. 
2001 
Lançamento, em parceria com a Marcolin, da linha de armações de receituário e óculos de sol da grife italiana. Hoje em dia as coleções primam pela irreverência, feminilidade, originalidade e, volta e meia, aplicam o que a marca tem de melhor – o jeans – em detalhes nas armações e nos estojos. 
2004 
Lançamento de uma linha de jeans anticelulite, composta por calças, shorts e saias confeccionadas com um tipo de jeans que continham Skintex, substância composta por retinol e quitosana, que impedia a absorção de gordura no estômago. No atrito do tecido com a pele, 40% dessas substâncias eram absorvidas pelo corpo em 48 horas. 
2005 
Lançamento da primeira fragrância da marca. 
Lançamento da linha de joias e acessórios de couro. 
Lançamento da MISS SIXTY KIDS, coleção de roupas e calçados para crianças e adolescentes. 
2006 
Inauguração do SIXTY HOTEL RICCIONE, localizado no ponto mais agitado da vilazinha costeira de Riccione no Mar Adriático, e cuja fachada mudava de cor diariamente graças à projeção contínua de imagens. Excentricidade à altura dos 30 artistas plásticos convidados para decorar as quarenta suítes. Não faltavam grafites, frases pintadas nas paredes, desenhos modernos e outros em estilo retrô. Depois de uma longa batalha judicial o hotel foi a leilão e não faz mais parte da empresa.
Lançamento da coleção de roupas íntimas e moda praia. 
Lançamento do perfume ELIXIR
2007 
Lançamento da nova coleção de relógios MISS SIXTY TIME
Lançamento da nova fragrância MISS SIXTY ROCK MOUSE
2009 
Lançamento do MISS SIXTY MOBILE, primeiro celular da grife italiana desenvolvido em parceria com a empresa Alcatel. O aparelho foi desenvolvido com um novo conceito, interpretando a essência feminina e absolutamente original da marca: jovem, sensual e irônica ao mesmo tempo. 
2010 
Lançamento de uma coleção homewear, composta por roupas de cama (lençóis, cobertores, colchas e capas de edredons) e banho (toalhas e roupões) que interpretam de forma colorida e sofisticada a essência sensual e irônica da marca.


A comunicação 
As campanhas publicitárias da MISS SIXTY sempre foram um festival de cores, alto astral e sensualidade - uma perfeita reprodução visual do estilo da grife. Um exemplo disso foi uma campanha realizada há alguns anos e fotografada pelo descolado francês Jean Baptiste Mondino, quando a marca escalou a atriz italiana Asia Argento, que assinou um contrato para ser o rosto das campanhas nos próximos dois anos. Logo depois, a garota-propaganda da marca foi a bela argentina Belen Rodriguez. Uma das mais recentes campanhas da marca foi estrelada pela bela modelo sulafricana Candice Swanepoel.


A evolução visual 
A identidade visual da marca passou por pequenas modernizações ao longo dos anos. Há pouco tempo atrás, o tradicional vermelho foi substituído pelo dourado, passando a imagem de sofisticação. Em alguns casos o logotipo também pode ser aplicado na cor preta.


Dados corporativos 
● Origem: Itália 
● Fundação: 1991 
● Fundador: Wicky Hassan e Renato Rossi 
● Sede mundial: Roma, Itália 
● Proprietário da marca: Sixty Distribution S.r.l. 
● Capital aberto: Não (subsidiária da Trendy International Group Co.) 
● CEO: Jonathan Seliger 
● Faturamento: Não divulgado 
● Lucro: Não divulgado 
● Lojas: 50 
● Presença global: 70 países 
● Presença no Brasil: Sim 
● Segmento: Moda casual 
● Principais produtos: Roupas, acessórios, perfumes e calças jeans 
● Concorrentes diretos: Diesel, Replay, Pepe Jeans, Gas Jeans, Calvin Klein e 7 For All Mankind 
● Ícones: As disputadas calças jeans 
● Website: www.misssixty.com 

A marca no mundo 
Hoje a MISS SIXTY, uma das marcas administradas pelo grupo têxtil chinês Trendy International, está presente em aproximadamente 70 países ao redor do mundo, com 50 lojas próprias e mais de três mil pontos de venda (lojas multimarcas e lojas de departamento), garantindo seu lugar no topo da lista das marcas mais consumidas em cidades como Nova York, Milão, Paris, Londres e Tóquio. 

Você sabia? 
Há alguns anos atrás a revista inglesa Drapers, especializada no segmento de moda, listou a MISS SIXTY como a primeira do ranking de jeans femininos mais vendidos do mundo, seguida diretamente por Diesel e Replay, também italianas. 


As fontes: as informações foram retiradas e compiladas do site oficial da empresa (em várias línguas), revistas (Fortune, Forbes, Newsweek, BusinessWeek e Time), sites especializados em Marketing e Branding (BrandChannel e Interbrand), Wikipedia (informações devidamente checadas) e sites financeiros (Google Finance, Yahoo Finance e Hoovers). 

Última atualização em 29/5/2018

Um comentário:

sheylla disse...

Morei seis anos na Italia e conheço a grif miss sixty, era uma cliete da loja da via dell curso. a o modo fasion e a sofisticaçao do produto e arrasante chic e glamuroso miss sixty 100% fascion Sheyla!!!!