8.5.06

POST-IT


Você pode ter smartphone, agenda eletrônica, uma secretária infalível ou mesmo assessores a lembrá-lo dos vários compromissos diários em sua vida profissional e pessoal. Mas confesse: sua mesa de trabalho, telefone e computador vivem lotados daqueles pequenos papéis amarelos, retangulares e grudentos. Hoje em dia, falta de memória ou esquecimento pode ser resolvido com uma pequena solução: POST-IT. As famosas etiquetas adesivas se tornaram indispensáveis nas grandes empresas e escritórios pelo mundo afora. Quer sejam, as tradicionais na cor amarela ou as multicoloridas, elas são vistas em abundâncias nas mesas, coladas em computadores, marcando páginas em agendas ou fixadas em murais. 

A história 
Tudo começou em 1968 quando Spencer Silver, um cientista da empresa americana 3M, pesquisava um adesivo muito aderente. Durante o processo alguma coisa deu errado. O resultado: um adesivo sensível a pressão e com baixa aderência à superfície lisa em que era colocado, podendo ser facilmente removido e recolocado, sem deixar marcas ou resíduos. Silver espalhou a notícia com a esperança de encontrar alguém que pudesse utilizar o seu invento, que ele mal sabia que era valioso. Enquanto isso, Art Fry, outro químico da 3M e membro de um coro da igreja presbiteriana da cidade de St. Paul, estado americano do Minnesota, não conseguia manter presas às tiras de papel que utilizava para marcar as páginas das partituras musicais. Lembrou-se então do adesivo descoberto pelo colega de trabalho. Sem querer, ele havia acabado de criar uma nova forma de comunicação e de como organizar informações através de um bilhete reposicionável.


Os dois perceberam então que haviam descoberto um conceito totalmente novo em blocos de recados no ano de 1974. Enquanto o adesivo era aperfeiçoado, Art Fry enviava amostras às secretárias e executivos da 3M. Todos solicitavam mais. A empresa resolveu então testar o produto colocando-o em quatro grandes cidades americanas, como Denver, Richmond, Tampa e Tulsa no ano de 1977. Porém os testes não foram animadores, as pessoas não sabiam o que fazer com o pedacinho de papel grudento e a propaganda não eram suficientes para fazê-las comprar e experimentar a grande novidade.


No ano seguinte, mudaram a estratégia e escolheram a cidade de Boise, no estado americano de Idaho, para realizar uma ação de amostragem, que mais tarde foi batizada de “Boise Blitz”. Com mais de 90% dos consumidores aprovando o novo produto, os testes foram aumentados para outros 11 estados americanos. Somente no dia 6 de abril de 1980, os blocos de recados chegaram ao mercado nacionalmente, na tradicional cor amarela, medindo 7 cm e feitos de papel reciclável. Foi batizado inicialmente com a marca Scotch, e recebeu o nome de “Press and Peel Notes”. O produto obteve um sucesso tão grande e imediato que a 3M recebeu mensagens dos principais presidentes das 500 mais importantes empresas do país, para os quais, como parte de sua estratégia de lançamento, enviou amostras do novo produto. Um deles foi o lendário presidente da Ford, Lee Iacocca, dizendo o quanto havia gostado do útil e revolucionário produto. Não demorou muito para a “febre amarela” se espalhar pelos escritórios americanos, o que refletiu nas vendas superiores a US$ 2 milhões em seu ano de estreia. Já no ano seguinte o produto era introduzido no Canadá e na Europa, com o nome de POST-IT, comprovando assim o grande sucesso junto aos consumidores. O nome deriva de duas palavras inglesas: Post (colar) e It (ele), que em tradução livre significa “afixar” ou “colar”.


Em 1987, a marca já era tão conhecida no mercado que novos produtos foram apresentados, como o POST-IT FLAGS, uma ferramenta ideal para organizar, marcar, etiquetar e indexar páginas. Pouco depois, em 1990, o revolucionário produto começou a ser utilizado em todos os lugares, e a empresa resolveu lançar o primeiro suporte para POST-IT, blocos sanfonados para serem utilizados nos exclusivos suportes, extremamente práticos, onde ao puxar uma folha do bloco de recados, a outra saltava automaticamente. Além de funcional, este novo produto era charmoso e decorativo. Com o passar dos anos a marca POST-IT deixou de ser sinônimo apenas bloquinhos e virou uma vasta linha de produtos. Em 1994 a empresa levou o produto para dentro das salas de reunião, com o lançamento do POST-IT EASEL PADS, ideais para anotações em reuniões de brainstorming de vido ao seu tamanho maior. O produto também é ideal para organizar listas de compra de tarefas.


Hoje em dia existem versões digitais, um software que simula um bloco de recados na tela do computador (POST-IT SOFTWARE NOTES), introduzido no mercado em 1996; as canetas POST-IT FLAGS, que reúnem em um único produto caneta e marcadores de páginas, lançadas no mercado em 2003; POST-IT SUPER STICKY (projetado para aderir mais fortemente e por mais tempo em superfícies verticais, fazendo com que os recados favoritos das pessoas tenham mais durabilidade do que nunca, introduzido em 2003); uma versão dedicada às crianças, conhecida como POST-IT SKETCH PAD, com as quais elas podem mudar as cores de toda a casa com os seus desenhos e trabalhos artísticos sem danificar as paredes, para o alívio dos pais, introduzidas em 2004; em formatos exclusivos que possibilitam a réplica de produtos e logomarcas; coloridos; recicláveis; e até verticais (para recados em ideogramas chineses).


Em 2010, outro produto prático e inovador: um dispenser fino com os tradicionais bilhetes reposicionáveis para ser colado em notebooks. Recentemente, a marca se adaptou à época atual lançando um POST-IT “verde”, feito de papel 100% reciclado e com uma cola criada a partir de uma planta. A importância do produto é tanta que no ano em que foram comemorados os 30 anos da marca, que oferece uma ferramenta indispensável para a comunicação rápida e efetiva, os criadores foram indicados ao Hall da Fama dos Inventores dos Estados Unidos, uma honraria concedida à poucas pessoas. Afinal, existe melhor opção para lembrar o que não se pode esquecer?


A evolução visual 
No ano de 2000, após grande e enorme crescimento na década anterior, o produto ganhou uma nova identidade visual com o lançamento de um logotipo muito mais moderno e impactante.


Os slogans 
That’s all you have to do. 
So express yourself in color. (2007) 
The simplest way to remember. 
Picturize your message. 
Holds stronger and longer. (Post-it Super Sticky) 
Esse é 3M. Esse fica. (Brasil)


Dados corporativos 
● Origem: Estados Unidos 
● Lançamento: 6 de abril de 1980 
● Inventor: Spencer Silver e Art Fry 
● Sede mundial: St. Paul, Minnesota 
● Proprietário da marca: 3M Company 
● Capital aberto: Não 
● Chairman & CEO: Inge Thulin 
● Faturamento: US$ 1 bilhão (estimado) 
● Lucro: Não divulgado 
● Presença global: 100 países 
● Presença no Brasil: Sim 
● Segmento: Papelaria 
● Principais produtos: Blocos de recados, marcadores de página e canetas marcadoras de texto 
● Concorrentes diretos: BIC, Eagle Switch Notes 
● Ícones: Os bilhetes em cor amarela 
● Slogan: That’s all you have to do. 
● Website: www.post-it.com 

A marca no mundo 
Atualmente existem aproximadamente 1.000 produtos diferentes sob a marca POST-IT, sendo o mais famoso deles, o bilhete de recado com cola adesiva, que é vendido em mais de 100 países ao redor do mundo. Os blocos de notas estão disponíveis em 8 tamanhos diferentes, em mais de 27 formatos e 62 cores. A cor mais popular atualmente é a rosa néon. A marca POST-IT figura todos os anos entre os cinco itens de escritório mais vendidos nos Estados Unidos, onde as pessoas que trabalham em escritórios e empresas recebem por dia 11 recados em blocos de notas POST-IT. No Japão e na China, o POST-IT tem formato diferente do qual conhecemos. São tiras estreitas em vez de bilhetes horizontais, mais adequados à escrita vertical. 

Você sabia? 
Em 1997, POST-IT chegava ao cinema. No filme “Romy e Michele”, as personagens dizem que inventaram o produto para parecerem bem-sucedidas em uma reunião escolar. 
Um POST-IT com um desenho em carvão foi vendido por US$ 925 durante um leilão de caridade. É o POST-IT mais valioso, segundo o Guinness Book. 
Em 1996, uma inspeção após um voo na cidade de Minneapolis localizou um POST-IT colado no nariz de um avião que vinha de Las Vegas. O lembrete, que se destinava à equipe de solo do aeroporto, sobreviveu à decolagem e aterrissagem em velocidade de até 800 km/h e temperatura de até – 48ºC. 


As fontes: as informações foram retiradas e compiladas do site oficial da empresa (em várias línguas), revistas (Fortune, Forbes, Newsweek, BusinessWeek e Isto é Dinheiro), sites especializados em Marketing e Branding (BrandChannel e Mundo Marketing), Wikipedia (informações devidamente checadas) e sites financeiros (Google Finance, Yahoo Finance e Hoovers). 

Última atualização em 31/8/2013

Nenhum comentário: