14.6.06

BBC


A BBC é a maior empresa de mídia da Europa e uma das mais influentes do mundo, sendo considerada, na sua essência, a Meca do noticiário internacional, tendo participado ativamente em momentos cruciais da história do século passado, especialmente em defesa da democracia – sendo o maior símbolo as transmissões voltadas para o continente europeu. Por sua imparcialidade e completa independência editorial, a BBC foi ou ainda é considerada inimiga por regimes de força (do regime militar brasileiro ao governo birmanês, que até hoje interfere nas transmissões da emissora para a Birmânia). 

A história 
A British Broadcasting Corporation, conhecida mundialmente apenas como BBC, foi fundada em 18 de outubro de 1922 na Inglaterra por seu mentor intelectual John Reith, um engenheiro escocês, com a ajuda de um grupo de empresas do setor de rádio e comunicação (que incluía o inventor do rádio Guglielmo Marconi, a Metropolitan-Vickers, Radio Communication Company, General Electric, Western Electric e British Thomson-Houston), com o propósito de educar, informar e entreter a nação. Menos de um mês depois de sua fundação, em 14 de novembro, a rádio fazia sua primeira transmissão de um estúdio na cidade de Londres, sendo pioneira na veiculação de uma programação diária. Em 26 de março do ano seguinte, transmitiu a primeira previsão do tempo. Pouco depois, em 26 de novembro, ocorreu a primeira transmissão experimental para a América. No ano seguinte a BBC introduziu em sua programação as transmissões religiosas e para escolas, cujo cunho era totalmente educativo. Somente em 1925 foi inaugurada a transmissão por ondas longas, permitindo que toda a Inglaterra ouvisse os noticiários e programas da BBC. Nesta época, a BBC já alcançava aproximadamente 80% dos ouvintes britânicos por meio de uma rede de estações regionais e de retransmissão.


Depois de ser dissolvida em 1926, a BBC foi reorganizada, recebendo, em 1927, autorização para atuar como emissora de rádio comercial, transmitindo as notícias depois das 7 horas da noite para competir com os jornais tradicionais. Detentora do monopólio de rádio na Grã-Bretanha, a rede era ouvida pela maior parte da população do país. Isto porque, enquanto as estações regionais ofereciam a princípio muitos programas de interesse local, já em 1930 a programação nacional emitida de Londres substituía a das rádios locais. Mas nos anos de 1930 a BBC observou a necessidade de expandir seus serviços para fora das fronteiras britânicas. Inicialmente, essa expansão deu-se, a partir de 1932, para os países que faziam ou haviam feito parte do Império Britânico. Foi o ano da criação do Serviço do Império, mais tarde chamado de Serviço Mundial (BBC World Service), do qual a BBC Brasil faz parte. Foi nesse mesmo ano que a BBC conseguiu permissão para se tornar também uma rede de televisão, transmitindo pela primeira vez em 1936, inaugurando assim, oficialmente, o novo serviço regular. As transmissões atingiam apenas 20.000 casas que possuíam aparelhos, somente nas regiões próximas a cidade de Londres.


Quando a BBC, em janeiro de 1938, criou seus serviços em línguas estrangeiras já o fazia com um atraso em relação a outros países - especialmente a Alemanha nazista e a Itália fascista que divulgavam, pelo mundo, os urros ditatoriais de Adolf Hitler e Benito Mussolini. O árabe foi o primeiro idioma estrangeiro a ser transmitido pela BBC. Em 1939 a rádio dedicou-se a transmitir notícias da Segunda Guerra Mundial, como o programa War Report, ouvido naquele tempo por 16 milhões de pessoas. Nesta época, 98% dos britânicos ouviam a rádio BBC. Durante o conflito a rádio começou a transmitir notícias em francês, alemão, português, espanhol e italiano.


A estação de televisão da BBC voltou a funcionar em 1946 com o fim do conflito mundial. Nesse mesmo ano a televisão transmitiu seu primeiro programa religioso, e três anos mais tarde, a primeira previsão do tempo. Na década de 1950, a BBC já era a mais influente rede de rádio e televisão do mundo, fato comprovado no dia 2 de junho de 1953, quando 20 milhões de pessoas assistiram pela emissora a coroação da rainha Elizabeth. Outros fatos marcaram a década, como a primeira estação VHS, inaugurada em 1955 na cidade de Wrotham; e a estreia dos programas voltados para as escolas dois anos mais tarde. No início da próxima década, em 1962, as transmissões em estéreo via rádio começaram a ser experimentadas. Foi nesse mesmo ano, que o primeiro programa ao vivo direto dos Estados Unidos foi transmitido.


No dia 1 de julho de 1967, a BBC iniciou as transmissões a cores pela televisão, através do canal BBC2, estabelecendo um marco histórico em sua história. O dia 5 de outubro de 1969 ficou marcado na história da BBC. Isto por que ocorreu a estreia do programa Monty Python, um grupo britânico de humoristas que conseguiu sintetizar, através de seu estilo, os usos e costumes da sociedade britânica dos anos de 1960 e 1970, e se tornaram referência de humor até hoje em todo o mundo. Nas décadas seguintes, a rádio e a televisão da BBC, seus comentaristas especializados e inúmeros correspondentes espalhados pelo mundo para divulgar os acontecimentos nos quatro cantos do planeta, tornaram a emissora um respeitado veículo de informação. A década de 1990 foi marcada pela expansão internacional com a inauguração da BBC World Service Television (atualmente BBC World), para transmitir programas para as regiões da Ásia e Oriente Médio, expandindo-se rapidamente para o Japão, África (1992) Europa (1995), e em 1996 para América Latina e Caribe.


A BBC atualmente é mantida com impostos cobrados dos cidadãos do Reino Unido (Inglaterra, Irlanda do Norte, Escócia e País de Gales), através de licença renovada no parlamento do governo, e comandada por 12 diretores selecionados pela Secretaria de Cultura, Mídia e Esportes, e endossados pela Rainha. A BBC, além de sua produção tradicional, nos últimos tempos tem oferecido aos telespectadores “reality shows” e programas mais populares. Além disso, desenvolveu uma operação multimídia, em que o conteúdo de suas reportagens atinge o público por meio de texto, áudio e vídeo.


A linha do tempo 
1936 
Lançamento, em 2 de novembro, do BBC TV SERVICE, primeiro canal de televisão da BBC. O canal foi o primeiro serviço regular de televisão pública em alta resolução de imagem. Em 1964 adotou o nome de BBC1 e somente em 1997 passou a ser conhecido como BBC ONE. Hoje em dia o canal tem programação voltada para notícias, dramaturgia, documentários, filmes e também programação das redes locais da emissora. 
1964 
Lançamento, em 20 de abril, do BBC2, segundo canal de televisão da rede britânica. O canal foi o primeiro no continente europeu a ter transmissão colorida em 1967. Em 1997 adotou o nome de BBC TWO. Atualmente o canal apresenta uma programação especializada, incluindo principalmente documentários, educação, dramaturgia e programas de menor audiência. 
1967 
Lançamento da BBC RADIO 3, um canal de rádio aberto com programação musical erudita. 
1974 
Lançamento do CEEFAX (atualmente chamado BBC RED BUTTON), serviço de teletexto da BBC. O serviço foi desenvolvido inicialmente para fornecer subtítulos, e depois passando a servir como um serviço de notícias e informações. 
1991 
Lançamento do BBC WORLD NEWS, canal internacional de notícias (via internet e satélite). Atualmente o canal está disponível em mais de 350 milhões de casas, 1.7 milhões de quartos de hotel, mais de 80 navios de cruzeiro, aproximadamente 50 companhias aéreas e 35 plataformas de comunicação móvel. 
1992 
Lançamento do THE PARLIAMENTARY CHANNEL, um canal político e legislativo, que cobre a política britânica e internacional (especialmente da Comunidade Europeia), com comentários de renomados especialistas. Em 1998 adotou o nome de BBC PARLIAMENT
1994 
Lançamento da BBC RADIO 5 LIVE, canal de rádio e internet com programação esportiva. 
1995 
Lançamento do BBC PRIME, canal de entretenimento geral. O canal encerrou suas atividades em 2009. 
Criação da BBC WORLDWIDE (resultado da reorganização da BBC Enterprises), braço comercial da empresa cuja missão é administrar e vender globalmente seus programas originais (como por exemplo, os aclamados documentários), conteúdo e marcas. 
1997 
Lançamento, no dia 9 de novembro, do BBC NEWS 24 (atualmente apenas BBC NEWS), um canal 24 horas de notícias disponível em todo Reino Unido. 
Lançamento do site da BBC. O conteúdo da BBC na internet é gerado pela maior rede de correspondentes estrangeiros do mundo, contando com 250 correspondentes e 50 sucursais, gerando informações em tempo real em mais de 40 idiomas. Atualmente o site está entre os 60 mais populares e acessados em língua inglesa. 
1998 
Lançamento, em 29 de março, do canal BBC AMERICA nos Estados Unidos, com programação composta por programas de comédias, dramas e vida pessoal. 
2001 
Lançamento, em 7 de setembro, do canal BBC CANADA, com programação nacional e bastante variada. 
Lançamento do BBC KIDS, um canal voltado ao público infantil disponível somente no Canadá. 
2002 
Lançamento da BBC FOUR, canal de televisão que substituiu o BBC Knowledge. Hoje em dia o canal oferece uma programação para audiência erudita com documentários, dramaturgias ocasionais “sérios”, teatro ao vivo, filmes em língua estrangeira e reprises de programas antigos de enorme prestígio. 
Lançamento da CBBC, canal com programação voltada para crianças de seis a doze anos. 
Lançamento do CBeebies, um canal com programação voltada para crianças com menos de seis anos. 
Lançamento da BBC RADIO 1Xtra, um canal de rádio digital com programação especializada em música urbana, como por exemplo, hip hop e D&B. 
2003 
Lançamento da BBC THREE, canal de televisão que substituiu o BBC Choice. O canal é voltado para uma audiência jovem – entre 16 e 34 anos – com uma programação recheada de documentários, séries, filmes e programas sobre tecnologia. 
Lançamento da BBC ALBA, um canal de televisão em língua gaélica disponível apenas na Escócia.
2006
● Lançamento da BBC HD, canal com programação em alta definição. 
2007 
Lançamento do BBC iPlayer, serviço de vídeo on demand que disponibiliza programas de televisão e rádio da emissora.


Credibilidade abalada 
Em 2012, a BBC, uma instituição tão respeitada quanto a monarquia britânica, atravessou uma de suas piores crises, após a demissão de seu diretor-geral, George Entwistle, depois de uma desastrosa gestão editorial em um duplo escândalo de pedofilia. O diretor-geral levou a culpa pelo duplo fiasco do Newsnight, um programa símbolo do jornalismo investigativo da BBC. No primeiro caso, o programa foi suspeito de abafar um documentário que incriminava Jimmy Savile, apresentador da BBC entre os anos de 1960 e 1980, de mais de 300 abusos sexuais de menores. No segundo caso, o programa pecou por sua precipitação, ao acusar falsamente de pedofilia o Lorde McAlpine, ex-líder do Partido Conservado nos anos de 1970, com base no testemunho de uma suposta “vítima” que se retratou depois. Essa crise ocorreu em um contexto extremamente difícil para a empresa, que sofreu cortes profundos em nome da austeridade. Representantes políticos e da imprensa relataram salários exorbitantes de alguns diretores e apresentadores de destaque da BBC. Além disso, esta tempestade na BBC ampliou um profundo mal-estar na imprensa britânica já no banco dos réus pelo escândalo das escutas telefônicas praticada por tabloides.


A evolução visual 
A identidade visual da BBC passou por várias modificações ao longo dos anos. O tradicional logotipo com três quadrados pretos foi adotado somente em 1958 e passou por algumas alterações nos anos seguintes. Em 1963 os três quadrados adotaram as cores brancas com BBC em preto.


Em 1988 os quadrados ganharam uma coloração cinza-escura e traços coloridos (azul, vermelho e verde) logo abaixo. A atual identidade visual foi adotada em 1997.


Apesar de manter o tradicional logotipo, as marcas do grupo BBC têm identidades visuais distintas, utilizando várias cores e tipografias de letras únicas para cada negócio.


Os slogans 
See both sides of the history. (BBC World) 
Nation Shall Speak Peace Unto Nation. (BBC) 
Live The Story. (BBC World News) 
Whenever you need to know. (BBC News) 
The Best and Boldest of British Television. (BBC Canada) 
As Original as Kids Are. (BBC Kids) 
The Best New Music And Entertainment. (BBC Radio1)


Dados corporativos 
● Origem: Inglaterra 
● Fundação: 18 de outubro de 1922 
● Fundador: John Reith 
● Sede mundial: Londres, Inglaterra 
● Proprietário da marca: Governo britânico 
● Capital aberto: Não (estatal) 
● Chairman: Chris Patten 
● Diretor geral: Tony Hall 
● Faturamento: £5.1 bilhões (estimado) 
● Lucro: Não divulgado 
● Audiência mundial: 350 milhões de casas 
● Presença global: 200 países 
● Presença no Brasil: Sim 
● Funcionários: 23.000 
● Segmento: Comunicação 
● Principais produtos: Canais de televisão, estações de rádio, internet e produção de documentários, programas e séries 
● Concorrentes diretos: CNN, RAI, TVE, DW, RTP e TV5 
● Ícones: Os documentários originais 
● Slogan: See both sides of the history. 
● Website: www.bbc.co.uk 

A marca no Brasil 
Em 14 de março de 1938 a emissora iniciou as transmissões em língua portuguesa no Brasil, marcada por uma notícia que mostrava o caminho que o mundo percorria na época em direção ao que seria a Segunda Guerra Mundial: “O senhor Hitler entrou hoje à noite em Viena”, disse o apresentador Manuel Braune, conhecido pelo pseudônimo Aimberê, inaugurando assim o noticiário da BBC para o país, transmitido na época apenas no rádio, em ondas curtas. Nos anos seguintes a emissora cobriu as situações e fatos que precederam a Segunda Guerra Mundial, como por exemplo, acompanhar os pracinhas brasileiros na guerra, a transmissão de discursos históricos de Charles de Gaulle e Winston Churchill, a Guerra do Vietnam, a chegada do homem à Lua, a Guerra do Golfo, e a morte da princesa Diana. O site da BBC Brasil iniciou suas atividades em 1999. Atualmente a BBC Brasil, que completou em 2008, sete décadas de produção jornalística em português para ouvintes, internautas e espectadores brasileiros, possui aproximadamente 30 funcionários presentes em Londres, São Paulo, Brasília e Washington, além de colaboradores em Buenos Aires, Caracas, Nova York, Lisboa, Madri, Paris, Bruxelas, Roma, Tel Aviv e Hong Kong. A produção jornalística da BBC Brasil é hoje concentrada em seu site, mas inclui também boletins de notícias transmitidos pelas rádios CBN e Globo e vídeos veiculados na TV pela Band.


A marca no mundo 
A BBC é a mais importante rede de televisão e rádio da Europa e uma das maiores e mais influentes do mundo. Alcança cerca de 350 milhões de casas em mais de 200 países e territórios ao redor do mundo. Deste total, 120 milhões de casas têm a emissora britânica 24 horas por dia. A empresa opera 10 estações de rádio, 10 canais de televisão, canais de internet, além de outros serviços como a Universidade Aberta (Open University) e o BBC World Service Training, que treina jornalistas em dezenas de países. Somente os programas de rádio da BBC são transmitidos em 45 línguas diferentes, atingindo audiência de 150 milhões de ouvintes em todo o mundo, a maior do rádio internacional. Para trazer toda essa gama de informação e entretenimento, a emissora tem 58 escritórios internacionais e mais de 250 correspondentes. A BBC é considerada também o principal modelo de empresa pública de telecomunicações, já que é financiada em boa parte pelo governo britânico e, ao mesmo tempo, possui autonomia editorial e administrativa, apesar de não poder veicular anúncios de nenhuma espécie, por TV, rádio ou internet, em todo o Reino Unido. 

Você sabia? 
A BBC possui excelente reputação nacional e internacional, sendo frequentemente considerada a mais respeitada estação de televisão e rádio do mundo. Por vezes é chamada carinhosamente pelos ingleses como “The Beeb”, “The Corporation” ou “Auntie”. 
Como representação de seus objetivos e para firmar valores, a BBC adotou um brasão com o lema “Nation shall speak peace unto Nation”. Especula-se que é uma feliz adaptação de Miqueias 4.3 da Bíblia Sagrada: “Nenhuma nação erguerá a espada contra a outra”


As fontes: as informações foram retiradas e compiladas do site oficial da empresa (em várias línguas), revistas (Fortune, Forbes, Newsweek, BusinessWeek e Time), portais de notícias (Terra), sites especializados em Marketing e Branding (BrandChannel e Interbrand) e Wikipedia (informações devidamente checadas). 

Última atualização em 17/4/2014

3 comentários:

Yury Cassini disse...

Sou doente em tudo que é britânico a BBC é uma das minhas paixões!

Anônimo disse...

Admiro muito a BBC e Routers

Paulo Cesar disse...

Dois programas que admiro da. BBC: Top Of The Pops e Doctor Who