16.5.06

PLAYMOBIL


Fazendas, ilhas tropicais, circos, cidades do velho-oeste, explorações submarinas, estações espaciais, hospitais e a ilha dos piratas. Tudo povoado por pequenas criaturas de 7.5 cm de altura. Com PLAYMOBIL a imaginação não tem limites, as crianças criam e experimentam um mundo em miniatura. Diversas gerações ainda se encantam com as infinitas possibilidades da marca alemã em criar um mundo imaginário. Os mais velhos autodenominam-se colecionadores, os mais novos que tiveram a sorte de herdar as coleções dos parentes não têm vergonha de criar as mais variadas brincadeiras com os pequenos personagens e seu mundo lúdico. 

A história 
A primeira grande crise do petróleo que ocorreu em 1973, ocasionada pelos países árabes, teve enorme repercussão mundial, pois o preço do barril foi praticamente quadruplicado. Há mais de quarenta anos atrás, o mundo já girava em torno de petróleo. E com isso, uma quebradeira geral ameaçava atingir os setores que dependiam do produto, como por exemplo, as indústrias fabricantes de brinquedos, que utilizavam o plástico em larga escala na sua produção. A Geobra (Metallwarenfabrik Georg Branstatter), uma empresa alemã, não estava fora desse pânico geral: ela tinha finalmente apostado na produção de carrinhos e tratores de plástico em tamanhos grandes, depois de anos trabalhando com produtos e brinquedos de metal (a empresa existia desde 1876 quando foi fundada para produzir cadeados e fechaduras).
   

Sua produção, então, estava ficando muito custosa devido à crise internacional, e, correndo o risco do fechamento das portas da empresa, o presidente Horst Brandstätter (um cidadão responsável pelo enorme sucesso dos bambolês, nos anos de 1950) saiu em busca de alguma ideia que salvasse sua produção. Hans Beck, chefe de desenvolvimento e criação da empresa, foi quem achou essa salvação, ao ver ali a oportunidade para colocar em prática uma ideia que já tinha há algum tempo. Assim, pequenos bonecos de plástico, com vários objetos adequados ao seu tamanho foram criados. A ideia era simples: pequenos bonecos com partes móveis e uma série de objetos, veículos, animais e outros elementos com os quais eles iriam se integrar compondo uma série de cenários, sempre dentro de uma temática específica.
  

Depois de quatro anos de intensas pesquisas, incluindo desenhos de crianças, responsáveis pela origem da cabeça grande em relação ao corpo e os rostos pintados somente com dois olhos e uma boca sorrindo, a empresa apresentou em 1974 o PLAYMOBIL, pequenos bonecos de 7,5 cm de altura com mãos em forma de U, pernas e braços dobráveis, cabeça giratória e cabelo destacável, produzidos em um plástico bastante resistente, que transformariam a Geobra na maior fabricante de brinquedos do país em pouco tempo. Foram apresentados oficialmente em uma tradicional feira de brinquedos na cidade de Nüremberg na Alemanha. No início, os modelos eram simples, mas já eram temáticos: os primeiros representavam índios norte-americanos, operários (incluindo capacetes, cones e carrinhos de mão) e cavaleiros da Idade Média (cavalo não incluso). Os kits não eram vendidos nas tradicionais caixas azuis, cada um tinha uma coloração como forma de diferenciação: os operários eram vendidos em embalagem azul, os cavaleiros em verdes e os Índios em caixas vermelhas.
  

Porém, inicialmente, a grande maioria dos revendedores não estava convencida do potencial desse novo produto. Somente um revendedor holandês, chamado Hermann Simon, apostou no sucesso dos pequenos bonecos e fez um pedido enorme, que correspondia a um ano de produção da fábrica. Utilizando um marketing diferenciado, aos poucos os bonequinhos passaram a ser presença constante nas prateleiras de grandes varejistas alemãs. E rapidamente, pais e filhos se encantaram pelos personagens de plástico. Era o começo de um verdadeiro fenômeno na indústria dos brinquedos. Um ano depois, PLAYMOBIL já estava sendo exportado para outros países.
   

Aqui no Brasil, os bonequinhos chegaram oficialmente pelas mãos da fábrica TROL em 1976, mesmo ano em que surgiram as primeiras personagens femininas. Com a falência da TROL, a Estrela adquiriu os direitos pelo produto até 1999, quando foi descontinuado (só voltaria ao mercado brasileiro em 2008 através da importadora Sunny). Em 1981 nasceram as primeiras crianças e bebês, com seus 5,5 e 3,5 centímetros de altura, respectivamente. A partir desta década, foi criado um verdadeiro universo para os pequenos bonecos, fazendas, delegacias de polícia, explorações submarinas, circos, estações espaciais e a sempre popular ilha dos piratas. Além disso, os acessórios viraram parte quase indispensável desse mundo, sejam armas, espadas, uniformes, capacetes, veículos, ferramentas de serviço, pôneis ou até canecas de chope. Aos poucos, os cocares dos índios foram substituídos por capacetes de bombeiros, armaduras brilhantes e tranças. O leque de personagens foi se multiplicando de tal forma que atualmente abrange desde jardineiros e operários da construção civil até pilotos de aviões e carros de corrida, passando por médicos, bombeiros, policiais e astronautas, além de possuir veículos e ferrovias completas, por controle remoto. E claro, o famoso castelo da princesa, que estreou no mercado em 1998.
   

Nas próximas décadas a linha foi ganhando mais temas e o número de kits superou facilmente os 750 desde a criação dos pequenos bonecos, fazendo com PLAYMOBIL virassem uma verdadeira febre entre crianças das mais diversas nacionalidades. Em 2000 aconteceu o lançamento da loja virtual da marca PLAYMOBIL na internet. Pouco depois, em 2003, a marca lançou o kit temático em edição especial da Arca de Noé, que se transformou em um verdadeiro sucesso de vendas no período de Natal. Em 2006, como homenagem a Copa do Mundo de Futebol, foi lançado um kit especial de futebol onde os bonecos tinham articulações nas pernas, permitindo assim chutar a bola. Já em 2010, após insistentes pedidos dos consumidores, foi lançada a coleção Praia, onde pela primeira vez os bonequinhos vestiam biquínis e maiôs.
   

Em 2011 mais novidades: lançamento da série PLAYMOBIL FIGURES, cujo conceito é oferecer uma embalagem misteriosa fechada, abrir e descobrir o que vem dentro. Nesta coleção os pacotes são divididos em edições para meninas e para meninos, com 12 figuras diferentes, como por exemplo, um pirata, uma delicada princesa, passando por um sábio feiticeiro e um engraçado palhaço com pernas de pau. Pouco depois, em 2013, lançou a linha PLAYMOBIL SPECIAL PLUS, cuja embalagem vem com apenas 1 boneco, mas com muitos acessórios. E no ano seguinte, PLAYMOBIL completou 40 anos com uma enorme exposição na Alemanha. Sob o título “O mundo em brincadeira. 40 anos de Playmobil”, os visitantes podiam acompanhar a evolução do universo lúdico e seus incríveis personagens ao longo desses anos.
  

Nos últimos anos a marca adotou a estratégia de licenciamento de personagens, desenhos, séries e filmes famosos para compor seu universo lúdico. A pirata Ruby, o cavaleiro Alex, a fada Twinkle e o agente Gene, da série animada de TV Super 4, foram os primeiros a serem lançados por PLAYMOBIL em 2015. Depois surgiram os sets do “Os Caça-Fantasmas” (2017), “Como Treinar seu Dragão” (2017), “Spirit Riding Free” (2019), “Scooby Doo” (2020), “De Volta para o Futuro” (2020) e EverDreamerz (bonecas colecionáveis).
  

No ano de 2020, em virtude da pandemia de COVID-19, a empresa resolveu inovar e utilizar a força da marca PLAYMOBIL para lançar no mercado uma máscara reutilizável para nariz e boca. A máscara com um design criativo é para ser utilizada com um filtro (descartável). Ou seja, o usuário deve inserir um filtro novo na máscara antes da sua utilização. Pode-se utilizar vários materiais absorventes como filtro, como por exemplo, um lenço de papel normal. Utilizando sua vasta experiência em plásticos, a empresa disponibilizou inicialmente as máscaras aos funcionários e depois passou a vendê-las no site da PLAYMOBIL. Para cada máscara vendida é doado €1 à campanha de solidariedade da marca, que apoia organizações sem fins lucrativos nos seus esforços para combater a pandemia.
  

Numa pequena concessão à mudança dos tempos, o catálogo atual da marca inclui um novo universo policial, com edificações tais como uma prisão e um posto de controle; além, é claro, dragões e até Papai Noel (que apareceu pela primeira vez em 1995) e simpáticos Coelhinhos da Páscoa. Entre as novidades recentes estão mais figuras com motivos femininos, como por exemplo, princesas e sereias, a fim de atrair o enorme público das meninas.
   

Hoje em dia a marca alemã resiste bravamente à era dos videogames e jogos de computador e os pequenos bonecos ainda são páreo para os concorrentes que cantam e dançam. Isto porque eles são mais flexíveis, suas formas mais realistas, e também os acessórios estão cada vez mais detalhados. Afinal, as crianças de hoje estão muito mais exigentes. O princípio único de brincadeira estimula a imaginação e a criatividade e, assim, promove o desenvolvimento da criança. Com o PLAYMOBIL, as crianças não só podem desempenhar vários papéis, mas também recriar e experimentar o mundo em miniatura. Afinal, com vários talentos, essas simpatias figuras superaram com sucesso todos os tipos de desafios - como cavaleiros ou piratas em cenários históricos, trabalhadores da construção, veterinários e policiais ou como agentes secretos em mundos virtuais.
  

A marca alemã ainda oferece a linha PLAYMOBIL PRO, kit de modelagem inovador voltado para profissionais que incentiva a resolução de problemas e o pensamento criativo no ambiente de trabalho nas áreas de marketing, comunicação, inovação e criatividade, além de gerenciamento. O sistema baseia-se na figura icônica dos bonequinhos da PLAYMOBIL, que durante gerações serviu como um brinquedo educativo incentivando a imaginação. Essa linha pode ser usada por adultos em um contexto profissional para auxiliar na prototipagem, gerenciamento de projetos, treinamento de negócios, desenvolvimento criativo, workshops, atividades educacionais em universidades, terapias e muito mais. A linha nasceu em 2019 em virtude de um interesse e demanda por ferramentas de gamificação que introduzam elementos lúdicos nos processos de trabalho para alcançar melhores resultados. O kit é composto por bonequinhos (completamente brancos - sem pele, cabelo, cores de roupas ou expressões faciais), fantasias, acessórios, blocos de recado e canetas apagáveis que permitem personalizar as figuras desenhando nelas.
  

O bonequinho 
Os icônicos bonequinhos mudaram pouco desde sua criação: nos originais as mãos eram fixas e da cor do corpo (exceto em alguns modelos especiais); nos modelos atuais são giratórias e da cor do rosto. Além disso, no início os bonecos eram simples e monocromáticos. Havia apenas um penteado nas cores de cabelo preto, castanho e loiro. Com o passar dos anos, os bonecos foram modernizados e ganharam movimento nos pulsos, além de acessórios coloridos. Nos primeiros anos, as bonecas se distinguiam apenas por características superficiais, como vestidos ou cabeleiras compridas. Somente no fim da década de 1980 elas ganharam curvas. Saias longas e terninhos também se tornaram mais populares. Mais de 5.700 versões diferentes dos bonequinhos foram desenvolvidas desde 1974. A cada segundo, a população mundial aumenta em 2.6 pessoas, mas na mesma quantidade de tempo, 3.2 figuras do PLAYMOBIL “nascem” (são produzidas).
   

Ao longo de décadas PLAYMOBIL fez com que milhões de crianças ao redor do mundo sonhassem com o que a imaginação permitisse ao transformar seus icônicos bonequinhos em diversos personagens e profissões, como por exemplo, médicos, reis, rainhas, xerifes, bombeiros, astronautas, vaqueiros, pilotos, mergulhadores, policiais, índios, piratas, cavaleiros, mágicos, construtores civis, comerciantes, fadas, sereias, fazendeiros e muitos mais.
     

Algumas curiosidades durante a história dos pequenos bonecos: 
● Em 1982 graças à moldagem multi-componentes, todas as figuras PLAYMOBIL passaram a ter mãos coloridas e giratórias. 
● Em 1987 o capitão pirata foi a primeira figura masculina com uma barriga redonda. 
● Em 1988 surgiram novas formas de corpo, pés descalços e diferentes estilos de calçados que oferecem infinitas possibilidades de brincadeiras, assim como os novos casacos, coletes e saias longas. 
● Em 1995 surgiu o primeiro Papai-Noel do PLAYMOBIL. 
● Em 2010, como resposta a muitos pedidos dos fãs, surgiu as primeiras figuras vestindo biquínis, além do lançamento de sets com piscinas. 
● Em 2012 foi lançada a primeira mulher grávida de PLAYMOBIL. Ainda este ano, os fãs de contos de fadas e lendas foram presenteados com o lançamento do novo anão de 6,5 cm de altura. 
● Em 2013 surgiram vestidos e saias intercambiáveis para colocar nas figuras femininas de PLAYMOBIL. 
● Em 2015 foram lançados os novos jogadores de hóquei no gelo com uma função de tiro (que permite o arremate do disco) inovadora. Além disso, seus braços e pernas curvados os tornam ainda mais dinâmicos.
  

Um mundo fantástico em miniatura 
Desde sua criação foram criados mais de 750 kits temáticos para o universo PLAYMOBIL. Ao todo foram mais de 5.700 diferentes personagens criados e produzidos mais de 3.5 bilhões de unidades. A marca alemã mantém uma talentosa equipe de aproximadamente 80 designers para criarem constantemente novos produtos e temas. Por exemplo, o famoso kit do castelo da princesa é composto por 592 partes individuais (incluindo estrutura, bonecos e acessórios). Diferente dos originais, cujas embalagens eram coloridas (imagens abaixo), a grande maioria das embalagens atualmente é azul.
  

Atualmente as coleções da marca PLAYMOBIL são divididas em temas, como por exemplo: 
1-2-3: coleção voltada para crianças com mais de 18 meses que não contém peças pequenas. Essa coleção surgiu em 1990. 
History: coleção que possui como tema a civilização egípcia (contendo pirâmides, camelos, faraós e até Cleópatra), romana (incluindo gladiadores) e grega (com muitos Deuses mitológicos). 
Pirates: coleção que possui como tema o mundo dos piratas, tendo como maior sucesso de vendas o kit caravela ou barco corsário, que se tornou um ícone da marca alemã. 
Knights: coleção que possui como tema a idade média com muitos cavaleiros e seus cavalos, além de castelos, tesouros, reis e rainhas. 
Western: coleção que possui como tema o velho oeste, um mundo repleto de caubóis, xerifes, índios, cavalos e até minas de ouro. 
Rescue: coleção que possui como tema o salvamento, contendo helicóptero, lanchas, ambulâncias e caminhão de bombeiro. 
Police: coleção que possui como tema a polícia, composta por viaturas, motocicletas, helicópteros e cavalaria, além de delegacias e prisões. 
Hospital: coleção que possui como tema a saúde, composta por ambulâncias, hospitais, médicos e enfermeiros. 
City Life: coleção que possui como tema a cidade com muitas casas e muitos objetos comuns a vida de uma metrópole como caminhão de lixo, escola, cafeteria, ônibus escolar, lavanderia, pet-shop, oficina, restaurante e muitos mais. 
Country: coleção que possui como tema a vida no campo com casas de veraneio, fazendas, celeiros, estábulos, charretes, tratores e animais (cavalos, porcos, carneiros e vacas). 
Dinos: coleção que possui como tema o mundo fascinante dos dinossauros. 
Sports: coleção que possui como tema os esportes, incluindo futebol e automobilismo. 
Dollhouse: coleção que possui como tema as casa de bonecas, composta por muitos móveis e utensílios domésticos. 
Fairy Tale: coleção que possui como tema as fadas e seus encantos. 
Princess: coleção que possui como tema príncipes e princesas. 
Airport: coleção que possui como tema o aeroporto e seus aviões. 
Transport Port: coleção que possui como tema o porto e seus navios. 
Transport Train: coleção que possui como tema o maravilhoso mundo dos trens. 
Construction: coleção que possui como tema a construção civil, contando com betoneiras, guindastes e operários. 
Dragons: coleção que possui como tema o enigmático universo dos dragões. 
Space: coleção que possui como tema a exploração do universo, com direito a foguetes, naves espaciais, robôs e astronautas. 
Christmas: coleção que possui como tema o espírito de Natal, com direito a Papai-Noel e sua casa, os três reis magos, trenós, renas, loja de brinquedo e até a manjedoura de Jesus. 
Magic: coleção que possui vários temas mágicos como as sereias.
  

Alguns temas famosos que foram descontinuados ou são produzidos apenas em edição limitada, se transformaram em peças de colecionadores: Antartic (mundo polar), Winter Sports (esportes de inverno), Noah’s Arch (Arca de Noé), Racing (corridas), Television (televisão), Easter (Páscoa), Helloween (Dias das Bruxas), Circus (circo), Jungle (selva) e Outdoor (aventuras ao ar livre).
  

Os parques temáticos 
O maior salto da marca PLAYMOBIL para atingir tamanha popularidade talvez tenha sido seus parques temáticos. A visibilidade com esses parques é enorme, afinal, eles se transformaram em uma potente e eficiente ferramenta de marketing para a marca alemã. São ao todo quatro parques temáticos, batizados de PLAYMOBIL FUNPARK: Grécia (Atenas); França (Paris), inaugurado em 1999; Malta; e outro localizado em Zirndorf, na Alemanha, inaugurado em 2000. Ao todo, os parques recebem mais de 1 milhão de visitantes por ano. Já chegou a existir dois parques nos Estados Unidos, localizados em Palm Beach na Flórida (inaugurado em 1995 e fechado em 2017) e Orlando (fechado em 2007).
  

Inaugurado em 1991 nos arredores de Nürnberg, o parque alemão é o mais completo, com 90.000 m² e dividido em 6 áreas temáticas, que contam com bonecos PLAYMOBIL medindo 1.60 metros de altura, pouco maiores que uma criança real, em meio a cenários que recriam o ambiente lúdico do famoso brinquedo. Cada área temática do parque tem brinquedos diferentes e para diferentes idades. Um dos carros chefes é o castelo medieval, com cavaleiros e princesas. Construído tal e qual o castelo que é vendido pela marca, ele está localizado no ponto mais alto do parque. As crianças (e adultos) podem andar por todas as suas estruturas, além de subir na torre de vigilância, descer no calabouço, entrar na passagem subterrânea, na sala espelhos e na sala do trono. Outro atrativo é o enorme Navio Pirata ancorado no meio de uma bela lagoa. Além dessas áreas, o parque conta ainda com a área de Polícia (que tem uma pista de carrinhos de pedal), a área do Velho Oeste, da Fazendinha (com tratorzinhos a pedal) e da Pedreira (com guindaste em tamanho natural).
   

E ainda tem a Casa na Árvore, a Arca de Noé, um lago com divertidos pedalinhos, além de um campo de mini golfe, escorregadores enormes, diversos pula-pulas e um enorme número de diferentes playgrounds. À esquerda de quem entra no parque está localizado o HOB Center, um gigante hall envidraçado com uma sala com 5.000 m² que abriga diversas áreas para criançada brincar com os bonecos de PLAYMOBIL. Neste lugar se encontram a central de informações do parque, além dos primeiros socorros, armários de guarda-volumes, banheiros, fraldários, sala de amamentação, e ainda um restaurante. Anexo a ele existe uma área de escalada com sete brinquedos de cordas com torres hexagonais e de cores diferentes, onde a criançada se diverte e gasta energia. E claro, o parque oferece uma enorme lojas repleta de produtos PLAYMOBIL. Quem deseja curtir o clima do PLAYMOBIL FUNPARK por mais tempo pode optar por se hospedar no hotel do PLAYMOBIL, localizado anexo e que dá acesso exclusivo ao parque.
   

As lúdicas lojas 
A marca atua diretamente no varejo com uma pequena rede própria de mais de uma dúzia de lojas-conceito chamadas PLAYMOBIL FUNSTORE, localizadas em cidades como Munique, Berlin, Colônia, Düsseldorf, Madri, Viena e Hong Kong. Nessas lúdicas e coloridas lojas é possível encontrar toda a linha de produtos da marca e ainda interagir com o universo dos pequenos bonecos. As crianças podem brincar com diferentes sets da PLAYMOBIL no local, testar e experimentar de tudo ou até mesmo montar o seu próprio bonequinho em uma máquina.
  

O filme 
Em agosto de 2019 os simpáticos bonequinhos foram parar nas telas de cinema com o lançamento do filme “Playmobil: The Film”. Quando seu irmão mais novo, Charlie, inesperadamente desaparece no universo mágico e animado de PLAYMOBIL, Marla deve embarcar na maior aventura de sua vida para trazê-lo de volta para casa. Enquanto se aventura em uma fantástica jornada por incríveis novos mundos, Marla encontra amigos corajosos e inesperados: o caminhoneiro Del, o agente secreto Rex Dasher, um robô rebelde, uma fada madrinha extravagante e muitos mais. Apesar de ter sido um fracasso de crítica, o filme marcou a estreia na direção de Lino DiSalvo, que, ironicamente, foi chefe de animação de “Frozen: Uma Aventura Congelante”, uma das maiores bilheterias da animação em todos os tempos.
   

A evolução visual 
A identidade visual da marca passou por algumas alterações ao longo dos anos. Em 1975 o logotipo adotou oficialmente a tradicional cor azul-clara. Pouco depois, em 1977, perdeu a palavra system e o símbolo (um B dentro de um círculo), que representava a empresa fabricante e, finalmente em 1989 teve o pingo da letra “i” totalmente estilizado e a tipografia de letra ligeiramente arredondada. O atual logotipo da marca foi adotado em 2002, apresentando um tom de azul ainda mais claro.
  

A marca também utiliza um logotipo alternativo que contém um contorno do inconfundível rosto dos bonequinhos acima da palavra PLAYMOBIL.
   

Os slogans 
As merrily as your child. (1993) 
The adventure waits. (1987) 
Playmobil, en avant les histoires! (França)
  

Dados corporativos 
● Origem: Alemanha 
● Lançamento: 1974 
● Criador: Hans Beck 
● Sede mundial: Zirdnorf, Alemanha 
● Proprietário da marca: Geobra Brandstätter GmbH & Co. KG 
● Capital aberto: Não 
● CEO: Steffen Höpfner 
● Faturamento: €676 milhões (2019) 
● Lucro: Não divulgado 
● Presença global: 100 países 
● Presença no Brasil: Sim 
● Funcionários: 4.600 
● Segmento: Brinquedos 
● Principais produtos: Bonecos articulados e acessórios 
● Concorrentes diretos: Lego, Mega Bloks, Schleich, Sylvanian Families, Cobi e Edushape 
● Ícones: Os pequenos bonecos 
● Slogan: Playmobil, en avant les histoires! 
● Website: www.playmobil.com 

A marca no mundo 
Atualmente a linha PLAYMOBIL, comercializada em aproximadamente 100 países, é composta por basicamente 50 kits dos mais diversos temas e cenários, que incluem navios piratas, cidades do velho oeste, cidades completas e fazendas. Hoje em dia os bonecos e seus acessórios são fabricados em diversos países além da Alemanha, entre os quais Malta, Espanha e República Checa. Com faturamento de €676 milhões (dados de 2019), somente das fábricas alemãs (nas cidades de Dietenhofen e Selb) saem diariamente aproximadamente 4 milhões de peças. Podem ser encontrados em lares do mundo inteiro aproximadamente 3.5 bilhões de bonecos PLAYMOBIL. E o sucesso é tanto em sua terra natal, que nos últimos anos, de todos os brinquedos vendidos no mercado alemão, oito itens da PLAYMOBIL entraram na lista dos 50 mais comercializados. 

Você sabia? 
Uma variação (concorrente), chamada Playbig, muito semelhantes aos bonecos originais de PLAYMOBIL, mas com dimensões maiores, foi produzida na década de 1970. Após uma batalha judicial movida pela empresa alemã a marca foi retirada do mercado. 
A empresa guarda um verdadeiro tesouro de formas (que dão vida aos bonecos e seus acessórios) no porão abaixo dos galpões de produção. Cerca de 20 metros abaixo da terra, protegidas da água e do fogo, estão armazenadas formas de moldagem a injeção com até 30 anos de idade, empilhadas em prateleiras. Somente o seu valor material é calculado €250 milhões. 
No dia 30 de janeiro de 2009 faleceu o desenhista industrial alemão Hans Beck, considerado o “Pai do Playmobil”. 


As fontes: as informações foram retiradas e compiladas do site oficial da empresa (em várias línguas), revistas (Fortune, Forbes, BusinessWeek, Exame e Isto é Dinheiro), jornais (Meio Mensagem e Estadão), sites especializados em Marketing e Branding (BrandChannel e Mundo do Marketing), Wikipedia (informações devidamente checadas) e sites financeiros (Google Finance, Yahoo Finance e Hoovers). 

Última atualização em 26/10/2020

5 comentários:

Anônimo disse...

Interessantíssima a história dos bonecos; vale a pena ser contada!
.
tenho FOTOS DE PLAYMOBIL em situações cotidianas no meu blog:
.
http://playvender.blogspot.com
.

(ZEROCAL).

Unknown disse...

Ter Playmobil é uma alegria e colecionar é ir além.
Tem uma grande variedade de temas colecionaveis, que retram o nosso cotidiano e o nosso imaginário, como reis, dragões, castelos etc.
Ter Playmobil é sentir-se criança sempre.

José Paulo
navici
01/05/2011
13:06 hs

Cesar Ojeda disse...

Muito boa e completa essa descrição da marca e do brinquedo !
Resumindo o que disseram os amigos acima, Playmobil é um 'estado de espírito'...
Nós, fãs e colecionadores, reencontramos sempre esse 'amigo de infância' em nossas memórias.
Vale a pena participar do nosso Fórum Playbrasilmobil.com.br para trocar ideias e experiências, além de promover encontros e exposições !
Abraços,
César Ojeda, o prefeito de Playm-Old-Ville

Unknown disse...

Olá, meus sobrinhos ganharam hoje um fort Union não sabíamos como montar, então resolvemos procurar na internet, e acabei descobrindo essa história maravilhoso assim como eles eu também fiquei encantada com o brinquedo, tenho 29 anos e não me lembrava desse brinquedo achei q era tipo um lego mas eles dizem q é bem mais legal, fiquei fascinada por eles terem ganhado um brinquedo de 1976 sendo que eles tem 10 anos!
Amei, gosto muito de coisas antigas, ainda existe o Playmobil?

Unknown disse...

Playmobil marcou a infância de muitos. Até hj qdo possível se acho um Playmobil pelas lojas procuro adquirir. Adorei a história deles. Ainda encantará muitas gerações futuras.