8.7.11

WOLVERINE

Não é nenhum exagero afirmar que os resistentes calçados da marca WOLVERINE participaram de boa parte da construção dos Estados Unidos. Isto porque eles estiveram presentes protegendo os pés de milhares de operários americanos na construção de ferrovias, arranha-céus e rodovias. Hoje em dia, a marca americana continua oferecendo produtos de alta qualidade e resistência, englobando além das tradicionais botas, jaquetas e calças.

A história
Tudo começou no longínquo ano de 1883 quando o jovem visionário G.A. Krause, juntamente com seu tio, Fred Hirth, acreditou que existia uma enorme oportunidade na América, que começava a se desenvolver industrialmente, e fundou uma empresa, batizada de Hirth-Krause Company, que anos depois daria origem a WOLVERINE WORLD WIDE. Inicialmente a empresa fabricava couro de excelente qualidade e acessórios, como solas e cadarços, para a indústria de calçados. Foi somente em 1903, com a chegada da luz elétrica que ele e seu filho mais velho, Otto, construíram uma fábrica de calçados artesanais na cidade de Rockford, estado americano do Michigan. No início a nova fábrica produzia aproximadamente 300 de sapatos por dia, que rapidamente foram utilizados pelos aventureiros e trabalhadores americanos.


Pouco depois, em 1908, seu filho mais novo, Victor, fundou a Wolverine Tanning Company, que tinha como objetivo a venda de couro para o segmento de calçados. Um fato determinante para o sucesso da jovem marca aconteceu em 1914 com o lançamento da 1000 Mile Boot®, uma linha de calçados extremamente resistentes que iria se transformar no padrão para o segmento, oferecendo conforto para milhões de trabalhadores. Essa grande novidade resultou em um enorme incremento das vendas nos anos seguintes. Em 1919 a marca WOLVERINE lançou sua primeira campanha publicitária comercial, que juntamente com uma eficiente equipe de vendas, foi responsável pela enorme popularidade de seus produtos, especialmente entre a classe operária americana e nas pequenas cidades rurais. Dois anos mais tarde, as duas empresas foram unidas para formar a Wolverine Shoe and Tanning Corporation. Pouco depois, a empresa iniciou a produção de luvas de couro.


Na década de 30, apesar da Grande Depressão que assolou o país, a empresa continuou produzindo seus calçados, e mantendo assim muitos empregos em uma época de grandes dificuldades. Durante a Segunda Guerra Mundial, assim como boa parte das empresas americanas, a WOLVERINE direcionou sua produção para suprir o exército, especialmente com a fabricação de luvas de couro. Nos anos do pós-guerra, os calçados e luvas da marca ganharam ainda mais popularidade. A empresa também inovou ao substituir o couro de vaca pelo couro de porco na produção de seus calçados. Apesar de ser mais macio e flexível, o couro de porco não era ideal para utilizar na produção das resistentes botas de trabalho. Com isso, a empresa teve que descobrir uma solução. E isto aconteceu em 1958 quando lançou no mercado a Hush Puppies, uma linha de calçados casuais para toda a família. O lançamento foi de extrema importância para a WOLVERINE, porque nesta época as famílias estavam se mudando das áreas rurais para as cidades, e as vendas das botas de trabalho começavam a apresentar um declínio.


No final da década de 50 suas tradicionais botas começaram a serem vendidas no Canadá, através de um acordo de licenciamento. Depois de abrir seu capital na Bolsa de Valores, em 1965, a empresa adotou oficialmente o nome de Wolverine World Wide no ano seguinte. Nos anos 80, a empresa investiu na diversificação dos produtos com a marca WOLVERINE, apresentando calçados para os mais variados usos, como por exemplo, para a prática de esportes e atividades ao ar livre, incluindo caça e escaladas. Além disso, aprimorou suas tecnologias para serem empregadas na fabricação de botas e calçados impermeáveis.


Em 1991, as botas de trabalho da marca se tornaram ainda mais resistentes, confortáveis e leves depois da introdução do sistema DuraShocks, que absorvia de forma eficiente os impactos, além de impedir contusões, tão comuns nos canteiros de obras. Com essa nova e revolucionária tecnologia, nos anos seguintes, as tradicionais botas recuperaram as vendas e aumentaram sua presença internacional. Além disso, a linha de calçados casuais foi ampliada e ganhou grande destaque em seu portfólio. A qualidade e resistência de seus calçados começaram a chamar a atenção de outras empresas, o que resultou na assinatura de acordos de licenciamentos para a produção de linhas de calçados da CAT (1994) e Harley-Davidson (1998). Com a chegada do novo milênio a marca continuou aprimorando e criando novas tecnologias para seus calçados, que se tornaram mais confortáveis, flexíveis e mantinham os pés sempre secos.


A evolução visual
Recentemente a marca alterou sua identidade visual adotando um logotipo mais agressivo, que tem como símbolo a garra de um Wolverine, nome em inglês para “carcaju” ou “glutão”, um tipo de mustelídeo das florestas do Canadá.


Dados corporativos
● Origem:
Estados Unidos
● Fundação:
1883
● Criador: G.A. Krause e Fred Hirth
● Sede mundial: Rockford, Michigan
● Proprietário da marca:
Wolverine World Wide Inc.
● Capital aberto: Sim (1965)
● Chairman, CEO & Presidente: Blake Krueger
● Faturamento: US$ 1.24 bilhões (2010)
● Lucro: US$ 104.5 milhões (2010)
● Valor da marca: US$ 2 bilhões (junho/2011)
● Presença global: 70 países
● Presença no Brasil: Sim
● Maiores mercados: Estados Unidos e Canadá
● Funcionários: 4.139
● Segmento: Calçados e acessórios
● Principais produtos:
Calçados, roupas e acessórios
● Principais concorrentes:
Timberland, Red Wing Shoe, CAT e L.L. Bean
● Ícones: As tradicionais botas de trabalho
● Slogan:
Relentless by Nature.
● Website: www.wolverine.com

A marca no mundo
Atualmente a WOLVERINE é umas das principais empresas mundiais no segmento de calçados profissionais, casuais e para atividade ao ar livre, comercializando seus produtos em mais de 90 países, com forte presença na América do Norte e Europa. A empresa, que além de calçados fabrica roupas e acessórios, é proprietária das marcas WOLVERINE (sua principal marca), HUSH PUPPIES (calçados para toda família), BATES (sapatos e uniformes para militares e policiais) e SEBAGO (sapatos para velejadores), além de licenciar a linha de calçados de marcas famosas como CAT e Harley-Davidson.

Você sabia?
Contabilizando todas as suas marcas a empresa vende anualmente mais de 37 milhões de pares de calçados.


As fontes: as informações foram retiradas e compiladas do site oficial da empresa (em várias línguas), revistas (Fortune, Forbes, Newsweek, BusinessWeek e Time), sites especializados em Marketing e Branding (BrandChannel e Interbrand), Wikipedia (informações devidamente checadas) e sites financeiros (Google Finance, Yahoo Finance e Hoovers).

Última atualização em 8/7/2011

Nenhum comentário: