20.6.06

RED LOBSTER


Imagine jantar em um restaurante que mais parece uma típica casa localizada a beira de um pier. Decoração aconchegante e objetos que remetem ao universo do oceano. No cardápio iguarias como pizza de lagosta, patas de caranguejo, camarões gigantes, peixes frescos, sopa de camarão e massas com mariscos. Bem vindo ao RED LOBSTER, uma das mais famosas redes de restaurantes casuais especializada em frutos do mar da América do Norte. 

A história 
A rede de restaurantes RED LOBSTER foi fundada no mês de março de 1968 na cidade de Lakeland, estado da Flórida, por Bill Darden, um apaixonado pelo mar, e por seu sócio Charley Woodsby. Eles tinham a visão clara de que o serviço seria o grande diferencial para alcançar o sucesso. Aliado ao conceito de servir comida e frutos do mar de boa qualidade a preços acessíveis, um novo formato de restaurante estava surgindo. No cardápio original podia-se encontrar coquetel de camarão por 75 centavos de dólar, Martini por 65 centavos de dólar e lagosta na manteiga por apenas US$ 2.98. Na década de 1970 a rede se expandiu pela região sudeste amparada pelo seu enorme sucesso, tornando-se líder no segmento de restaurantes casuais especializados em frutos do mar. Grande parte do sucesso se devia ao ambiente simples dos restaurantes, que deixava os clientes extremamente à vontade para degustar uma refeição saborosa á um preço acessível.


Outro fator importante para o rápido crescimento da rede foi a compra do RED LOBSTER, então com cinco restaurantes, pela empresa General Mills em 1970. Sob novo comando, a rede introduziu os famosos Snow Crabs (caranguejos da neve), camarões servidos de maneira única, além das tradicionais lagostas vermelhas do Maine e o popular Popcorn Shrimp (introduzido em 1974), pequenos camarões empanados e fritos. Em 1976 a rede inaugurou um laboratório de microbiologia para assegurar a qualidade dos frutos do mar e peixes servidos em seus restaurantes. Outras grandes mudanças foram em relação à decoração dos restaurantes, que se tornaram mais aconchegantes, com direito à carpetes no chão e muita madeira. Conforme atingia outras partes do país, a rede passou a convidar seus clientes a degustar pratos frescos, que se tornaram ícones. Muitos provaram pela primeira vez alimentos como lula, caranguejo e até a deliciosa torta de limão. No final de 1980, a rede já possuía 260 restaurantes espalhados por vários estados americanos.


A expansão internacional começou pouco tempo depois, em 1982, com a primeira de doze franquias sendo inaugurada na cidade de Tóquio; e prosseguiu no ano seguinte com a inauguração de sua primeira unidade na cidade de Ontário no Canadá. Em 1984 a General Mills investiu US$ 104 milhões para a remodelação e modernização dos 370 restaurantes da rede. A remodelação atingiu também o cardápio, que ficou 40% maior, com a adição de saladas com frutos do mar, massas e seis novos tipos de peixes de entrada. Além do preço dos pratos serem diminuídos, foi ampliada a oferta de aperitivos e bebidas alcoólicas. No final da década, em 1988, as vendas já atingiam US$ 1 bilhão. Nesta época, o RED LOBSTER oferecia mais de 100 variedades de frutos do mar e peixes em seu cardápio. Os camarões vinham do Brasil, a lagosta da Malásia, alguns peixes da Nova Zelândia, caranguejos da Flórida e salmão do Alaska.


Em 1995 a rede passou a ser administrada pela Darden Restaurants, que promoveu uma enorme reformulação, desde o cardápio, com o lançamento de novos pratos, até a decoração das unidades, que ganharam ainda mais conforto. Nesta época, a rede comprava milhões de toneladas de peixes e frutos do mar de 44 países ao redor do mundo. Em 2003 a marca lançou seu novo slogan “Share the love”, além de remodelar o visual do cardápio e sua página na internet, que também passou a vender frutos do mar frescos, principalmente lagostas vivas do Maine. Pouco depois, em 2006, a rede introduziu o Today’s Fresh Fish Menu, um cardápio que oferece mais opções de peixes frescos diariamente.


Em 2010, a rede apresentou o novo conceito e ambiente de suas lojas. A nova decoração, tanto interna como externa, foi inspirada no pitoresco vilarejo litorâneo de Bar Harbor, localizado na ilha Mount Desert no estado do Maine, criando assim uma atmosfera mais quente, intimista e aconchegante. No ano seguinte inaugurou sua primeira unidade em Dubai. Já em 2013, a marca laçou sua primeira campanha de marketing direcionado para o público hispânico, cujo slogan era “Disfruta un Mar de Sabores” (em inglês, “Enjoy a Sea of Flavors”). No mês de maio de 2014 a rede inaugurou sua primeira unidade brasileira, localizada no terminal 2 do Aeroporto Internacional de Cumbica. Um dos itens do cardápio que promete fazer sucesso entre os brasileiros é o Ultimate Feast: cauda de lagosta grelhada, patas de caranguejo do Chile no vapor, combinados com camarões grelhados e empanados. Em breve outras duas unidades serão inauguradas, em São Paulo e Brasília. A rede anunciou uma expansão internacional para os próximos anos com a inauguração de restaurantes em Porto Rico, Colômbia, Panamá e República Dominicana.


Apesar de ser uma rede de restaurantes reconhecida por seus pratos com frutos do mar e peixes, a RED LOBSTER tem como item mais popular do cardápio o Cheddar Bay Biscuits, pequenos pedaços de pães assados cobertos com queijos, que foram introduzidos na década de 1990, juntamente com o pão de alho, que hoje em dia vende mais de 395 milhões de unidades todos os anos. Outro tradicional ícone da rede são as lagostas, mantidas vivas em aquários nos restaurantes, possibilitando a escolha por parte do cliente antes do consumo.


A rede também conta com um cardápio infantil e o LightHouse Selections (introduzido em 2004), um cardápio sadio especialmente preparado com pratos que possuem menos de 500 calorias, apenas 15 gramas de gordura e pouco carboidrato. Anualmente, desde 1984, a rede realiza ainda o LOBSTERFEST, uma espécie de “festival da lagosta” onde em cada edição são criados pratos especiais disponíveis no cardápio por templo limitado.


A evolução visual 
A identidade visual da marca passou por algumas alterações ao longo dos anos. A primeira alteração mais significativa ocorreu em 1986 quando o logotipo adotou a cor vermelha, uma nova tipografia de letra e a lagosta ganhou mais destaque. Em 1995 a rede resolveu dar ares sofisticados ao seu logotipo e a toda comunicação visual da marca. O resultado foi um logotipo com mais “cara” de oceano, remetendo as antigas placas utilizadas por pequenos estabelecimentos comerciais em vilas de pescadores. Em 2011, a marca remodelou novamente seu logotipo. Apesar de manter a tradicional lagosta vermelha como elemento principal, a nova identidade visual ganhou um ar ainda mais sofisticado. O novo logo passou a contar com a frase “Fresh Fish, Live Lobster” (“peixe fresco, lagosta viva”). A atual imagem da tradicional lagosta vermelha, principal símbolo da rede, foi criada em 2004.


Os slogans 
Disfruta un Mar de Sabores. (2013, espanhol) 
Sea Food Differently. (2011) 
Came see what’s fresh today. (2007) 
For the seafood lover in you. 
Share the love. (2003) 
Um mar de sabores. (Brasil)


Dados corporativos 
● Origem: Estados Unidos 
● Fundação: 1968 
● Fundador: Bill Darden e Charley Woodsby 
● Sede mundial: San Francisco, Califórnia 
● Proprietário da marca: Golden Gate Capital 
● Capital aberto: Não (subsidiária) 
● CEO: Kim Lopdrup 
● Presidente: Salli Setta 
● Faturamento: US$ 2.7 bilhões (estimado) 
● Lucro: Não divulgado 
● Lojas: 706 
● Presença global: 10 países 
● Presença no Brasil: Sim 
● Funcionários: 70.000 
● Segmento: Restaurantes casuais 
● Principais produtos: Frutos do mar e peixes 
● Concorrentes diretos: Bonefish Grill, Long John Silver’s, Captain D’s Seafood, Bubba Gump Shrimp Co. e Joe’s Crab Shack 
● Ícones: A lagosta vermelha 
● Slogan: Sea Food Differently. 
● Website: www.redlobsterbr.com.br 

A marca no mundo 
O RED LOBSTER está presente nos Estados Unidos e Canadá, sendo a maior rede de restaurantes especializada em frutos do mar do mundo, com faturamento anual em torno de US$ 2.7 bilhões. A rede possui mais de 700 unidades, cada uma com vendas médias anuais em torno de US$ 3.9 milhões. Algumas poucas unidades franqueadas estão presentes também no Japão, México, Dubai, Arábia Saudita, Catar e mais recentemente no Brasil. A rede serve aproximadamente 3 milhões de pessoas por semana, totalizando 150 milhões por ano. Em maio de 2014 a rede foi vendida à empresa de investimentos Golden Gate Capital em um acordo avaliado em US$ 2.1 bilhões. 

Você sabia? 
A RED LOBSTER é a maior empresa de vendas de frutos do mar e peixes frescos da indústria de restaurantes. 
A lagosta representa 70% do cardápio dos restaurantes da rede. As lagostas servidas na unidade da rede em São Paulo são criadas no Nordeste, que abastece outros restaurantes da RED LOBSTER nos Estados Unidos. 
O maior restaurante da rede está localizado em plena Times Square, na cidade de Nova York. 


As fontes: as informações foram retiradas e compiladas do site oficial da empresa (em várias línguas), revistas (Fortune, Forbes, Newsweek, BusinessWeek e Time), sites especializados em Marketing e Branding (BrandChannel e Interbrand), Wikipedia (informações devidamente checadas) e sites financeiros (Google Finance, Yahoo Finance e Hoovers). 

Última atualização em 17/6/2014

2 comentários:

Antonio Bessa disse...

Adoramos o Red Lobster. Ambiente muito familiar e funcionários alegres e atenciosos. Quando será que teremos no Brasil?

Anônimo disse...

Alguém não leu a reportagem "No mês de maio de 2014 a rede inaugurou sua primeira unidade brasileira, localizada no terminal 2 do Aeroporto Internacional de Cumbica....