18.3.16

PILOT


Quer seja para fazer um simplório risco, escrever textos importantes, fazer anotações ou até desenhos mais complexos, a PILOT oferece os melhores instrumentos de escrita para milhões de pessoas ao redor do mundo. Há quase um século, a PILOT, que apesar do nome inglês é puramente japonesa, nunca parou de inovar e empurrar os limites da tecnologia para criar e produzir instrumentos de escrita de alta qualidade, conforto, desempenho e durabilidade. 

A história 
Tudo começou quando Ryosuke Namiki percebeu a necessidade de melhorar as canetas quando as utilizava para desenhar durante o seu emprego como professor no Colégio da Marinha Mercante, na cidade de Tóquio. Foi então que ele fundou em 1915 uma pequena fábrica perto da cidade de Tóquio para produzir pontas de caneta de ouro. Já no ano seguinte, o senhor Namiki expandiu sua linha de produtos e se tornou um fabricante completo de instrumentos de escrita. Usando suas habilidades em engenharia industrial, ele criou um protótipo de uma caneta-tinteiro de alta qualidade. Depois formou uma parceria com um de seus colegas, Masao Wada, fundou no dia 27 de janeiro de 1918 a Namiki Manufacturing Company Ltd, precursora da Pilot Corporation, e começou a produzir e vender canetas. PILOT foi escolhido como nome comercial dos produtos.


Em 1925, Namiki patenteou o processo de fabricação para aplicar verniz sobre os corpos de canetas, cujo objetivo era protegê-los contra arranhões e desbotamento. Nesta época, a empresa começou a aprimorar as canetas que utilizam a forma de arte secular de maki-e, técnica japonesa de pintura com pó de ouro, prata e pigmentos sobre laca. No ano seguinte, a empresa abriu filiais em Nova York, Londres, Xangai e Cingapura para vender seus produtos nesses mercados. Além disso, a PILOT começou a investir em publicidade para se tornar cada vez mais popular. Em 1927 ocorreu um fato de extrema importância para tornar a marca PILOT conhecida internacionalmente: Alfred H. Dunhill, fascinado pela beleza das canetas Namiki, passou a vendê-las em suas lojas na cidade de Paris. Além disso, neste mesmo ano a PILOT ampliou sua linha de produtos com o lançamento de suas primeiras lapiseiras. Entre os anos de 1928 e 1930, Alfred Dunhill se tornou distribuidor das canetas maki-e e lápis na Austrália, Nova Zelândia, Índia, Canadá, América do Sul e Espanha. Além disso, obteve os direitos mundiais para distribuir todos os produtos manufaturados pela empresa com exclusividade no Japão, China e Estados Unidos. Com isso, os produtos com a marca PILOT passaram a estar presentes em muitos mercados mundiais.


Em 1938, a empresa mudou seu nome para Pilot Pen Fountain Co. Ltd. Uma década mais tarde, em 1948 e depois de passar por um terrível período durante a Segunda Guerra Mundial, a empresa estabeleceu fábricas de tintas nas cidades de Nagoya e Hiratsuka. Além disso, iniciou as vendas de artigos de papelaria. Pouco depois, em 1952, foi aberta uma filial em Osaka (que iria se tornar a divisão de vendas ocidental em 1986). Em 1954 a PILOT desembarcou oficialmente no Brasil e, têm mais de 60 anos dedicados ao mercado brasileiro com características inovadoras em design, compromisso com qualidade e a busca incessante pela satisfação de milhões de consumidores. No final desta década, em 1959, foram lançadas no mercado as primeiras canetas marcadoras de tinta à base de óleo. Dois anos mais tarde, a PILOT iniciou a fabricação de canetas esferográficas, ingressando assim em um mercado extremamente rentável em um futuro próximo.


Já em 1964, a PILOT revolucionou o segmento de canetas-tinteiro ao inventar a Capless, uma caneta-tinteiro cuja ponta se retraía completamente para dentro do corpo. Dois anos mais tarde, a empresa iniciou a produção e venda de marcadores de quadro branco (conhecidos como giz). A década de 1970 tem início com a criação da Pilot Corporation da América. Depois de criar uma filial na Alemanha, a PILOT iniciou em 1976 as vendas de canetas esferográficas com tinta à base de água. Finalmente em 1989 a empresa adotou o nome de PILOT CORPORATION. A década seguinte iniciou com grande novidades, como por exemplo, o lançamento em 1993 das canetas gel. Pouco depois, em 1995, a Pilot Dr. Grip, se tornou o primeiro instrumento de escrita verdadeiramente ergonômico do mercado. Em 1996, a PILOT apresentou a primeira caneta de luxo Namiki, em uma edição limitada, com apenas 300 unidades produzida.


O novo milênio tem início com a abertura de um escritório de representação em Xangai. Em 2008, a PILOT revolucionou mais uma vez o mercado ao lançar a Frixion Ball, primeira caneta que utiliza tinta termo sensível que desaparece com a fricção de uma borracha (situada na outra ponta da caneta). Outra curiosidade é que a tinta destas canetas reaparecem quando o papel apagado é exposto a uma temperatura abaixo de 10°C. Nos anos seguintes a marca apresentou inúmeras novidades, como por exemplo, o marcador Frixion apagável (2009) e a caneta de gel B2P (2010), a primeira feita a partir de garrafas de plástico recicladas. Em 2014, a Pilot Pen do Brasil inaugurou seu novo parque industrial localizado na região de Jundiaí, interior de São Paulo, cuja capacidade de produção é de 120 milhões de unidades anuais.


Consciente de que o futuro depende de todos, a PILOT decidiu criar a primeira linha completa de produtos reciclados: BE GREEN. Essa linha de canetas e lápis segue os exigentes padrões das normas ISO 14001 e 14021. Todos os produtos são compostos de pelo menos 70% de material reciclado fazendo parte de seu compromisso diário de contribuir com nosso planeta fazendo dele um ambiente mais saudável. Ao adquirir um produto da linha BE GREEN, o consumidor trás benefícios para o meio ambiente, contribuindo para a preservação dos recursos naturais.


A explicação do nome 
Porque uma marca japonesa com um nome em inglês? Segundo a empresa a origem do nome PILOT tem uma forte explicação. Em linguagem naval um piloto é um guia e um líder. Se o piloto mantém constante progresso, passo a passo, sempre lentamente, o seu barco vai tornar-se o mais rápido. Portanto, a empresa deve fazer esforços diários para garantir que se torne a melhor em seu segmento. E foi através dessa filosofia, que os fundadores resolveram adotar o nome comercial PILOT.


Os slogans 
Power to the pen! 
Simply write. 
Quality Writing Instruments Since 1918. 
Escreve aí. (Brasil) 
A sua caneta. (Brasil) 
Pilot, qualidade que você pode confiar! (Brasil)


Dados corporativos 
● Origem: Japão 
● Fundação: 27 de janeiro de 1918 
● Fundador: Ryosuke Namiki e Masao Wada 
● Sede mundial: Tóquio, Japão 
● Proprietário da marca: Pilot Corporation 
● Capital aberto: Sim 
● Chairman: Kiyoshi Takahashi 
● Presidente: Hiromoto Watanabe 
● Faturamento: US$ 826 milhões (2015) 
● Lucro: US$ 105 milhões (2015) 
● Valor de mercado: US$ 1.79 bilhões (março/2016) 
● Presença global: 100 países 
● Presença no Brasil: Sim 
● Funcionários: 2.522 
● Segmento: Papelaria 
● Principais produtos: Canetas tinteiros, esferográficas, corretores, lapiseiras e tintas 
● Concorrentes diretos: BIC, Paper Mate, Molin, Pentel, Pelikan, Sharpie, Sheaffer, Parker e Lamy 
● Slogan: Power to the pen! 
● Website: www.pilotpen.com.br 

A marca no mundo 
Atualmente a PILOT PEN comercializa sua ampla linha de produtos, que inclui desde as tradicionais canetas esferográficas, hidrográficas, marcadores e lapiseiras até luxuosas canetas-tinteiro e acessórios de escrita, em mais de 100 países ao redor do mundo. A PILOT é a terceira maior empresa de instrumentos de escrita do enorme e voraz mercado americano. 


Você sabia? 
A marca Namiki é usada até hoje nas linhas de canetas de melhor qualidade da PILOT, especialmente a linha de luxo com decoração em maki-e, técnica de pintura com pó de ouro, prata e pigmentos sobre laca. 
Hoje, a PILOT é um dos únicos fabricantes no mundo capaz de realizar todos os procedimentos necessários para criar um instrumento de escrita. 


As fontes: as informações foram retiradas e compiladas do site oficial da empresa (em várias línguas), revistas (Fortune, Forbes, Newsweek, BusinessWeek, Isto é Dinheiro e Exame), jornais (Meio Mensagem e Valor Econômico), sites especializados em Marketing e Branding (BrandChannel e Mundo do Marketing), Wikipedia (informações devidamente checadas) e sites financeiros (Google Finance, Yahoo Finance e Hoovers).

Última atualização em 18/3/2016

Nenhum comentário: