22.5.06

BOB'S


Para muitos brasileiros seus sanduíches têm sabor inigualável. O Big Bob com o tradicional molho tártaro continua imbatível no gosto dos consumidores. O milk-shake de Ovomaltine e seu misto-quente são insuperáveis. Pioneiro no segmento de alimentação rápida no país, o BOB’S representa um verdadeiro ícone de consumo para toda uma legião de brasileiros que cresceu degustando seus lanches e bebidas, reconhecidos por sua excelente qualidade e com sabor genuinamente brasileiro. Por tudo isso há mais de 60 anos o BOB’S faz parte da vida de milhões de fãs criando lanches e sobremesas tão gostosos que ninguém consegue resistir. 

A história 
A primeira rede brasileira com o conceito de alimentação rápida (em inglês, fast-food) surgiu em 1952 pelas mãos do americano Robert Falkenburg, um habilidoso tenista nova-iorquino campeão do tradicional torneio de Wimbledon em 1948 e 1949. Esse conceito ainda nem existia no país quando o jovem tenista, então com 24 anos, vislumbrou a possibilidade de fazer sucesso na cidade do Rio de Janeiro. Na verdade tudo começou em 1951 quando Bob, como era carinhosamente chamado pelos amigos, abriu a Falkenburg Sorvetes Ltda., que vendia exclusivamente sorvete de baunilha, com máquinas e receitas trazidas dos Estados Unidos. O negócio foi criado basicamente para receber seus amigos americanos que o visitavam com frequência no Brasil.


Incentivado por esses amigos, ele transformou a sorveteria, em 1952, na primeira loja BOB’S, localizada na Rua Domingos Ferreira, em plena Copacabana, introduzindo ao brasileiro o hot-dog (cachorro quente), o hambúrguer, o sundae e o inigualável milk-shake, cuja versão de Ovomaltine seria introduzida no cardápio da rede em 1959 e rapidamente se transformaria em um dos produtos ícones da marca. Com suas ideias revolucionárias, as quais ele integrou o sabor do tempero brasileiro, não demorou muito para o novo negócio fazer sucesso. Já em 1956 uma segunda loja foi inaugurada em Ipanema. No final desta década, o BOB’S já fazia parte da crônica social do Rio de Janeiro e do Brasil, frequentado por pessoas jovens e até celebridades como os cantores Tim Maia e Lulu Santos e o compositor Villa-Lobos, que todas as tardes se encontrava com o músico de jazz americano Booker Pittman para saborear o sorvete de baunilha com calda quente de chocolate em uma loja do BOB’S. A expansão da rede era inevitável. Inicialmente a estratégia foi conquistar outros bairros do Rio de Janeiro. Em 1974 o fundador vendeu a controle da empresa, então com 13 restaurantes em funcionamento, para a americana Libby que seria incorporada pela Nestlé poucos anos depois.


Somente em 1978 a rede inaugurou sua primeira loja na cidade de São Paulo. O grande sucesso do negócio levou a empresa a inaugurar seu sistema de franquias em 1983 com a inauguração de uma loja na cidade de Vitória no estado do Espírito Santo. Era o início de uma tímida expansão pelo país afora. No início dos anos de 1990 o BOB’S apostou na diversificação de seu público alvo com o lançamento de uma linha infantil de lanches e do tradicional combo (hambúrguer, batata-frita e refrigerante). Apesar do crescimento em alta e da popularidade, a rede enfrentou uma forte crise financeira neste período. Comprada do grupo holandês Vendex, em 1996, pela Brazil Fast Food Corporation, que reunia um grupo de investidores brasileiros, a rede tinha um futuro incerto. Suas dívidas com fornecedores não paravam de crescer, a fábrica de produtos tinha custos exagerados e os consumidores, seduzidos pelo McDonald’s, haviam sumido do mapa. As lojas, de repente, pareciam grandes demais para a demanda. A rede estacionou em 78 unidades, das quais apenas 15 eram franqueadas, e o faturamento, em R$ 85 milhões por ano. Suas lojas se restringiam a 17 cidades do país, a maioria delas no estado do Rio de Janeiro.


A nova direção transformou o BOB’S em uma sociedade de capital aberto com ações oferecidas na Nasdaq, a bolsa eletrônica americana. À frente do grupo estavam Omar Carneiro da Cunha, ex-presidente da Shell, e Peter Van Voorst Vader, também ex-executivo da empresa. A primeira medida dos novos proprietários foi vender a fábrica que o BOB’S tinha para preparar os hambúrgueres, batatas fritas, sorvetes e sucos de laranja consumidos nos restaurantes da rede. Para substituí-la, foram credenciados fornecedores para os produtos, que passaram a ser adquiridos diretamente pelas lojas. No caso dos hambúrgueres, por exemplo, eles são feitos hoje pela Sadia, de acordo com a receita exclusiva do BOB’S.


Com a estratégia redefinida, o cardápio incrementado com novos itens e novas lojas inauguradas, os gestores decidiram cuidar da imagem da rede e do design das lojas. O cinquentenário do BOB’S, comemorado em 2002, marcou o lançamento do sexto logotipo da rede, o primeiro desde a fundação a ter três cores (vermelho, azul e amarelo), em vez de duas (branco e vermelho). As lojas antigas ganharam letreiros coloridos e um mobiliário mais moderno. As novas lojas, por sua vez, passaram a ser mais compactas e aconchegantes. A rede lançou também duas unidades temáticas - a da Vila Mariana, em São Paulo, decorada com cartazes de astros de Hollywood e máquinas antigas de filmar e projetar, e a de Copacabana, no Rio, sua primeira loja, rebatizada com o nome de Bob’s Original, que voltou a vender sanduíches que marcaram época e hoje não existem mais no cardápio da rede, como o de salada de ovo, além dos hambúrgueres feitos e servidos numa frigideira.


Também criou novos conceitos de ponto-de-venda: os chamados quiosques, que têm, em média, apenas 15 m² e são destinados aos corredores de shopping centers e aeroportos, e o da mini-loja, uma unidade móvel produzida em aço galvanizado, de 23 m² para ser instalada em ruas, estacionamentos de hipermercados e praças públicas. Hoje, a rede possui mais de 280 quiosques. Sob novo comando, a rede superou as dificuldades do início dos anos de 1990, multiplicou o número de lojas e voltou a dar lucro. Em 2004 a rede BOB’S estava totalmente recuperada e sadia: 369 lojas, 7.000 funcionários, presença em 77 cidades e faturamento de R$ 260 milhões. Nos anos seguintes a marca acelerou sua expansão por grandes cidades brasileiras e iniciou seu processo de internacionalização com a inauguração de unidades em Angola (2005) e também no Chile (2009), onde o cardápio - adaptado à cultura local - oferece sanduíches com a típica palta ou o abacate chileno. Além disso, criou um formato especial para suas unidades exclusivas de sobremesas geladas, o Bob’s Shakes, investiu no cardápio de café da manhã e mais recentemente ampliou a linha de hambúrgueres de picanha com três novas combinações. Em 2012 o BOB’S comemorou 60 anos de mercado com mais de 900 pontos de venda espalhados pelas principais cidades do país.


Em 2014 a rede anunciou uma nova estratégia de marketing, que incluiu a apresentação de uma nova identidade visual (logotipo e embalagens), a renovação do cardápio, com novos ingredientes e até diferentes tamanhos de lanches, além de uma total renovação do ambiente de suas lojas, que será efetuada aos poucos. As novas lojas, além de um layout mais moderno, contam com autosserviço de bebidas, possibilidade de personalização de produtos, molho à vontade e sanduíches em tamanhos P, M e G. Outra mudança que deve fazer muito sucesso neste novo conceito é o pedido “no capricho”, que permite ao consumidor aumentar a quantidade de um ingrediente de seu sanduíche - exceto carne e pão - sem nenhuma cobrança adicional.


As vedetes 
Um dos principais ícones da rede é o sanduíche BIG BOB, introduzido em 1974, que é feito com dois hambúrgueres de carne, cebola, alface americana, molho especial (com 32 ingredientes) e pão de gergelim. Outro destaque é o milk-shake de Ovomaltine, um verdadeiro clássico da marca, mas também disponível nos sabores morango, chocolate, baunilha e napolitano. Outros destaques de seu cardápio são: cachorro quente (com molho especial ou de queijo); misto-quente; Double Cheddar (composto por duas carnes de hambúrguer, queijo cheddar cremoso, cebola com shoyo e pão especial); Big Bob Picanha (sanduíche com 200g de hambúrguer sabor picanha, uma generosa porção de queijo, alface temperada, cebola picadinha e o delicioso molho Big Bob), lançado em 2008 com o slogan “Bob’s Picanha. Eu como mesmo”; Double Gourmet (dois hambúrgueres suculentos, salada e queijo acompanhados do irresistível molho Gourmet); Bob’s Burger (hambúrguer com molho tártaro, alface e tomate); Franlitos (crocantes palitos de frango empanados); Bob Frango (sanduíche de frango, suculento por dentro e crocante por fora, introduzido em 2006); Sundaes (nos sabores chocolate, morango, Ovomaltine, napolitano e banana com chocolate); o Bob’s Max Ovomaltine (sorvete de baunilha, calda de chocolate, cobertura crocante de Ovomaltine e biscoito tubete); e os famosos sorvetes na casquinha.


Nostalgia 
A rede BOB’S apresentou no início de fevereiro de 2009 a Bob’s Original em Ipanema, no Rio de Janeiro, no exato local onde começou a história da rede. Essa unidade conceito apresenta ambientação e cardápio que remontam aos primeiros anos do BOB’S. Essa loja surgiu para resgatar a linha de produtos que foram sucessos de venda em décadas passadas e, como são totalmente artesanais, não podem ser encontrados nos pontos de venda convencionais da rede. A unidade oferece verdadeiras “pratas da casa” como Vaca Preta, Banana Split, os sanduíches de pernil com molho, misto quente, Bob’s Dog (cachorro-quente), queijo com banana, as saladas de ovo e de presunto, o tradicional Ham & Eggs (sanduíche de presunto e ovo), os pratos servidos na frigideira (hambúrguer com ovo, presunto com ovo e salsicha com ovo), além das delícias doces como panquecas de chocolate e morango e Hot Fudge. E esses inesquecíveis itens do cardápio original da rede só voltaram porque deixaram saudade em clientes que lotavam a caixa postal da empresa com mensagens pedindo o retorno deles. A loja tem estilo personalizado, diferente dos demais pontos de venda, com painéis gigantes com fotos de décadas passadas, de coração vintage, além de um letreiro especial que exibe a passagem e evolução das logomarcas do BOB’S. Atualmente existem duas lojas nesse formato, ambas localizadas no Rio de Janeiro nos bairros de Copacabana e Ipanema.


A evolução visual 
A marca BOB’S já faz parte da vida dos brasileiros. Mas, desde a abertura da primeira loja, em Copacabana, até os dias de hoje, sua identidade visual já passou por diversas atualizações. O primeiro logotipo da marca, que já continha a cor vermelha, era representado por um tradicional copinho de sundae. A primeira modificação ocorreu em 1960, quando o logotipo passou a dar mais destaque ao nome BOB’S. Na década seguinte ocorreu uma nova modificação com o logotipo adotando uma nova tipografia de letra. Já nos anos de 1980, a identidade visual ganha um fundo vermelho.


Após uma modificação na década de 1990, em 2002, a marca apresentou uma nova identidade visual, que tinha como objetivo rejuvenescer a imagem da rede que estava desgastada: seu logotipo sofreu uma reformulação radical (ganhou três cores pela primeira vez na história), adquirindo um visual mais moderno e compatível com os novos objetivos da empresa. Em 2014, o BOB’S apresentou um novo logotipo, cujo objetivo é passar a mensagem de uma comida mais verdadeira e artesanal, distanciando-se do conceito de fast food, em que a padronização é o que vale. Por isso, no logotipo foi utilizada a estética da impressão de carimbo de batatas.


As embalagens também estão de visual novo, como por exemplo, o papel que envolve os sanduíches, que além de um novo layout, ganhou um ícone para designar cada tipo de produto.


Os slogans 
Não dá pra controlar. (2011) 
Gostoso é no Bob’s. 
Gostoso como eu gosto.


Dados corporativos 
● Origem: Brasil 
● Fundação: 1952 
● Fundador: Robert Falkenburg 
● Sede mundial: Rio de Janeiro, Brasil 
● Proprietário da marca: Brazil Fast Food Corporation 
● Capital aberto: Não (subsidiária) 
● CEO: Ricardo Figueiredo Bomeny 
● Diretor-geral: Marcello Farrel 
● Faturamento: R$ 1.13 bilhões (2013) 
● Lucro: Não divulgado 
● Lojas: 1.100 
● Presença global: 3 países 
● Presença no Brasil: Sim 
● Funcionários: 14.000 
● Segmento: Alimentação rápida 
● Principais produtos: Hambúrgueres, milk-shakes, sundaes e batatas-fritas 
● Concorrentes diretos: McDonald’s, Burger King, Subway, Habib’s e Giraffas 
● Ícones: O sanduíche Big Bob e o milk-shake de Ovomaltine 
● Slogan: Não dá pra controlar. 
● Website: www.bobs.com.br 

A marca no mundo 
Atualmente a rede de alimentação rápida, com maior cobertura geográfica do Brasil, conta com 1.100 pontos de venda em mais de 150 municípios em todos os estados brasileiros, além de unidades internacionais em Angola e no Chile. A rede vende mensalmente mais de 2.5 milhões de unidades do sanduíche Big Bob e mais de 1.2 milhões de litros de milk-shakes em suas lojas, que atendem mais de 10 milhões de consumidores. Em 2013 a rede superou pela primeira a marca de US$ 1 bilhão em faturamento. 

Você sabia? 
O BOB’S foi a primeira rede de fast food a estar presente em todos os estados brasileiros. O último foi o Acre, em 2010. 
Seus sanduíches são tão gostosos que a vontade de comer é incontrolável. Então, para facilitar que o consumidor consiga saboreá-los o quanto antes, a rede testou recentemente uma embalagem totalmente comestível. Com isso era possível devorar os sanduíches com papel e tudo. Se a ideia irá ser implantada só o tempo dirá. 
O BOB’S é patrocinador do Rock in Rio. Na edição de 2011, a rede bateu o recorde mundial de vendas de lanches em único dia de eventos musicais com o número de 79.112 hambúrgueres servidos além de 12 mil litros de milk-shake. 


As fontes: as informações foram retiradas e compiladas do site oficial da empresa (em várias línguas), revistas (Veja, Exame, Isto é Dinheiro e Época Negócios), jornais (Valor Econômico e Meio Mensagem), sites especializados em Marketing e Branding (Mundo Marketing) e Wikipedia (informações devidamente checadas). 

Última atualização em 9/9/2014

6 comentários:

Anônimo disse...

Muito legal a história ae..

Tom disse...

Na boa.. eu quando vou em alguma lanchonete no shopping ou em qualquer outro lugar, prefiro 1000 vezes o BOB´s do que o MC Donalds, além de ter o melhor sanduiche e, esse molho tartaro é MUITO bom, ela é brasileira e eu não abro mão disso.. povo baba ovo do mc donalds do caramba.. tem que valorizar o que é do brasil povo..

Ivan Durão de Oliveira disse...

Penso que deveriam retornar o mais rápido possível com o prato:
Hamburgão com fritas e molho tártaro.
Na minha opinião o melhor prato do Bob's até hoje criado. Frequento o Bob's desde que nasci, tenho 53 anos.
Um grande abraço e muito sucesso, mas por favor atendam a minnha sugestão.
e-mail: ivanoliveira1958@oi.com.br

Henrique Campos disse...

Amo bobs

Anônimo disse...

e muito bom!!!

clemilda disse...

Bobs para mim tem gosto de infancia,descoberta de um novo mundo atraves do sabor.
Amo o bobs