20.6.06

STIHL


Facilitar a vida com ferramentas motorizadas portáteis, oferecendo soluções rápidas e inovadoras com máquinas para os mercados de silvicultura, agropecuária, jardinagem e serviços. Esta é a missão da STIHL, que virou sinônimo de motosserra no mundo inteiro, com sua inconfundível cor laranja. Há nove décadas a trajetória da STIHL vem sendo marcada pelo constante progresso tecnológico, por investimentos em pesquisas e pela modernização de processos, construindo, assim, uma imagem de excelência e alta qualidade. 

A história 
A ideia de motorizar o corte de madeira foi transformada em realidade no ano de 1926 pelas mãos do engenheiro suíço Andreas Stihl, que sonhava em facilitar e melhorar as precárias condições dos homens que trabalhavam nas florestas da Europa. Afinal, naquela época a extração de madeira era manual, baseada na força e na habilidade em lidar com machados e serras. Era o início de uma longa história de sucesso, conduzida por um homem obstinado pela perfeição e com uma visão incrível de futuro. A nova empresa inicialmente fabricava acessórios para caldeira a vapor, os quais garantiram à STIHL os recursos necessários para iniciar a produção de motosserras. A STIHL surgiu em uma época em que os trabalhadores abasteciam as carvoarias europeias serrando as árvores com a própria força dos braços e punhos. No entanto, o trabalho manual foi o que determinou durante décadas a qualidade das motosserras fabricadas pela STIHL, que cinco anos após sua fundação em um bairro próximo da cidade alemã de Stuttgart, chamado Bad Cannstatt, já estava exportando seus produtos para os Estados Unidos e para a então União Soviética.


O primeiro modelo de motosserra construído, ainda em 1926, pesava 56 quilos e utilizava uma serra de corrente para corte horizontal movida a um motor elétrico para ser operada por duas pessoas. Foi uma grande novidade mundial, assim como muitos outros equipamentos desenvolvidos pela empresa durante os próximos 90 anos. O modelo original foi apenas o início de uma série de outros lançamentos pioneiros, como por exemplo, a primeira motosserra movida à gasolina em 1929 e logo exportada para os países vizinhos; a primeira motosserra portátil em 1930; ou a primeira motosserra a ser manejada por uma única pessoa em 1950. Depois de sofrer pesados prejuízos em consequência da Segunda Guerra Mundial, quando sua fábrica foi destruída, a STIHL precisou ser completamente reconstruída em 1947, reabrindo-a em Waiblingen, uma cidade alemã situada no distrito de Rems-Murr-Kreis, próxima ao Rio Rems, e no ano de 1957, o conhecimento (know-how) na fabricação de motores permitiu à empresa desenvolver outros produtos acionados a motor de dois tempos. Nesta época foi lançada a primeira roçadeira que viria seguida por outros implementos agrícolas. Em comum, esses produtos tinham a preocupação em desenvolver uma técnica de auto-rendimento, ergonomia e segurança para o usuário.


Com o modelo “Stihl Contra”, criado em 1959, que pesava apenas 12 quilos e permitia uma produção de madeira até 200% superior ao trabalho com serras manuais, o fundador da empresa, Andreas Stihl, ficou conhecido como “o pai das motosserras”. Em 1971, dois anos antes do falecimento do fundador da empresa, a STIHL se tornou a maior fabricante mundial de motosserras com uma produção anual de 340 mil unidades. Desde o início, a identidade visual foi parte importante da personalidade da empresa, mas a padronização da marca aconteceu somente em 1972, quando todos os equipamentos comercializados no mundo passaram a receber as cores laranja e cinza-claro. A cor laranja foi escolhida por ser forte e transmitir vibração. Nos anos seguintes a STIHL continuou sua jornada de inovação através do lançamento do modelo “Stihl 031”, com um abrangente sistema de segurança (1972); o primeiro soprador de folhagem portátil (1983); o BioPlus, óleo vegetal lubrificante com certificação ecológica (1985); a primeira motosserra com catalisador (1989); o soprador de folhagem com baixo índice de ruído (1992); uma linha de pequenos cortadores elétricos para uso doméstico (1993); e a motosserra mais silenciosa do mundo (1995).


Com diversos outros desenvolvimentos e acessórios, a STIHL também foi pioneira no mercado internacional, seja com a lubrificação automática de corrente (1934), o sistema antivibração (1964), o sistema de ignição eletrônica (1968) ou o breque de corrente “quickstop” (1972).


Nos últimos anos a STIHL lançou equipamentos e ferramentas revolucionárias como em 2000 quando introduziu no mercado a motosserra MS 460, que se transforma em uma potente ferramenta para ser utilizada por profissionais de socorro no corte de chapas finas, vidros, tijolos, materiais de isolamento, telhados, entre outros; a multifuncional KA 85 R, uma ferramenta versátil introduzida em 2005, cuja simples troca de ponteira a transforma em até 4 equipamentos diferentes (roçadeira, motopoda, podador de cercas vivas e derriçador de café ou azeitonas); a MS 192 T, motosserra mais leve do mundo (pesa apenas 3 kg), ideal para podas que exigem escaladas, além de manutenção de áreas verdes, jardins, rodovias e poda viva de árvores que possam prejudicar a rede elétrica; e a lavadora RE 108, perfeita para lavagem de calçadas, muros, paredes, telhados de residências, carros e motos.


Além disso, em 2002, introduziu a tecnologia 4-MIX, que reúne as melhores características dos consagrados motores dois tempos, aliadas às vantagens dos motores quatro tempos. Essa tecnologia permite, pela primeira vez, a lubrificação do motor quatro tempos através da mistura de óleo e combustível, como nos motores dois tempos, dispensando o tradicional reservatório, a bomba, a verificação e a troca de óleo, com a garantia de maior força e boa aceleração em um motor mais leve e compacto. Dessa forma, assegura que a mistura de óleo e gasolina seja distribuída por todas as partes do motor por meio do exclusivo sistema de passagem localizado na extremidade do cilindro. Outra tecnologia recente introduzida pela marca é a M-Tronic, que regula eletronicamente e de forma precisa o momento de ignição e a dosagem de combustível em todos os estados de funcionamento. Além disso, como o sistema tem em conta as condições externas, como a temperatura, a altura e a qualidade do combustível, é possível concentrar-se plenamente no trabalho e começar com o máximo rendimento desde o princípio.


A competição 
Em 1985, foi realizada a primeira STIHL TIMBERSPORTS, competição esportiva de corte de madeira realizada na sede da empresa na Alemanha. Mais de 3.500 pessoas acompanharam a competição em sua primeira edição. O sucesso dessa primeira edição foi tamanho que a competição passou a ser realizada anualmente. A competição, que reúne os melhores lenhadores do mundo, é vista por mais de 20 milhões de espectadores todos os anos em mais de 62 países ao redor do mundo em canais como ABC, Eurosport, The Outdoor Channel e ESPN. Os atletas competem em uma variedade de disciplinas baseadas em habilidades tradicionais de exploração madeireira para determinar o melhor.


A evolução visual 
A identidade visual da marca alemã passou por radicais remodelações ao longo dos anos. O logotipo original da marca, adotado em 1928, era composto pela base de um tronco serrado. Depois de incorporar uma serra na década de 1960, o logotipo finalmente adotou a tradicional cor laranja e uma nova tipografia de letra em 1977. O logotipo pode ser aplicado com ou sem o fundo na cor laranja.


Os slogans 
You’ll only need one. 
Stihl power. Not just for professionals. 
Cutting edge thinking. (2002) 
Sua história faz a nossa história. (Brasil, 2013) 
Tecnologia a favor da natureza. (Brasil)


Dados corporativos 
● Origem: Alemanha 
● Fundação: 1926 
● Fundador: Andreas Stihl 
● Sede mundial: Waiblingen, Alemanha 
● Proprietário da marca: Andreas Stihl AG & Company KG 
● Capital aberto: Não 
● Chairman: Nikolas Stihl 
● CEO: Dr. Bertram Kandziora 
● Faturamento: €3.24 bilhões (2015) 
● Lucro: Não divulgado 
● Fábricas:
● Presença global: 160 países 
● Presença no Brasil: Sim 
● Funcionários: 14.200 
● Segmento: Máquinas e equipamentos para conservação externa 
● Principais produtos: Motosserras, cortadores, roçadeiras e lavadoras 
● Concorrentes diretos: Husqvarna, Kawashima, Makita, Toro, Worx, McCulloch, Toyama, John Deere e Kärcher 
● Ícones: A motosserra laranja 
● Slogan: Sua história faz a nossa história. 
● Website: www.stihl.com.br 

A marca no Brasil 
O Brasil conheceu a motosserra STIHL na década de 1950, através das primeiras importações. O primeiro distribuidor da empresa no país foi o alemão Karl Kurz, residente no Rio de Janeiro, que conheceu o fundador Andreas Stihl em uma feira de negócios na cidade de Hannover. Logo, Kurz abriu uma rede de revendas com forte presença em todos estados da região sudeste. A partir da década de 1970, as taxas de importação dificultaram o negócio e para não perder mercado, a empresa decidiu fincar raízes de vez em solo brasileiro. Tratava-se da primeira unidade fabril no mundo fora da Alemanha. Finalmente no dia 31 de outubro de 1975 começava a montagem das primeiras motosserras na unidade inaugurada em São Leopoldo, no Rio Grande do Sul. Iniciava-se, então, a história da qualidade STIHL no Brasil, acentuada pela importação, da matriz alemã, de tecnologias de fabricação pouco conhecidas no país. Três anos depois, a empresa alcançaria a marca de 100 mil motosserras produzidas no Brasil. Fazendo da qualidade o princípio básico do seu negócio, a STIHL passou a ser modelo de gestão para várias outras empresas brasileiras.


A oferta de produtos da STIHL no Brasil segue a tendência mundial da empresa e seu portfólio de produtos supre as necessidades da demanda regional. A marca oferece uma linha completa com mais de 50 produtos, voltada para atender os cinco mercados de atuação – florestal, agropecuário, jardinagem, doméstico e construção civil. Entre os equipamentos se destacam diversos modelos de motosserras, roçadeiras, sopradores, pulverizadores, podadores, perfuradores, lavadoras, motopodas, ferramentas multifuncionais e cortadores a disco, além da nova linha de produtos à bateria, lançada em 2012. Atualmente a STIHL conta com a parceria exclusiva de mais de 3.000 revendas em todo o país, oficinas especializadas e equipes capacitadas para orientar o consumidor, com total qualidade e dedicação. As revendas realizam a entrega técnica de cada produto vendido, explicando para o cliente como usá-lo de maneira segura e rentável, além de fornecer peças originais para reposição pelo período mínimo de dez anos.


A marca no mundo 
Presente em mais de 160 países, com atuação no segmento agropecuário, florestal, doméstico e jardinagem, a STIHL é hoje líder nos mercados de ferramentas motorizadas portáteis. Sediada em Waiblingen, no sul da Alemanha, emprega 14.200 funcionários em todo o mundo, sendo representada por mais de 45.000 vendedores autorizados. Para atender ao mercado global conta com 7 unidades produtivas, localizadas na Alemanha, Estados Unidos, Brasil, Suíça, Áustria, China e Filipinas. No centro de desenvolvimento de produtos da empresa situado na Alemanha, mais de 500 engenheiros se dedicam à criação de novas soluções e reafirmam a trajetória e o compromisso da empresa com o progresso tecnológico, investimento em pesquisas e pela modernização de processos. A STIHL também oferece uma completa linha de equipamentos de proteção individual (luvas, botas, capacete, óculos, perneiras e calças) para proporcionar muito mais segurança e conforto na hora de manusear os produtos e assim garantir mais produtividade; além de ferramentas manuais (serrotes e tesouras de poda) e acessórios florestais (machados e cunhas). 

Você sabia? 
Em 2006 a STIHL atingiu uma marca histórica: 40 milhões de motosserras produzidas desde sua fundação. 
No mundo todo, existem mais de 2.000 patentes e marcas registradas da STIHL, que em grande parte já foram incorporadas na produção em série. 


As fontes: as informações foram retiradas e compiladas do site oficial da empresa (em várias línguas), revistas (Fortune, Forbes, Newsweek, BusinessWeek, Isto é Dinheiro e Exame), jornais (Estadão e Folha), portal de notícias (DW), sites especializados em Marketing e Branding (BrandChannel e Interbrand), Wikipedia (informações devidamente checadas) e sites financeiros (Google Finance, Yahoo Finance e Hoovers). 

Última atualização em 1/12/2016

2 comentários:

Retema Ferramentas disse...

É com grande alegria que fazemos parte do processo de desenvolvimento da marca Stihl como fornecedores de seus produtos.

Parabenizamos a redação do Blog por tornar público o sucesso da marca.

Atenciosamente;
Retema Ferramentas

Anônimo disse...

A Stihl é realmente ua empresa de muito sucesso. E uma das melhores para se trabalhar! O atendimento em qualquer setor é excelente, e os produtos são da maior qualidade. Parabéns Stihl!

Mecânica Unidas
Assistência Técnica autorizada