28.7.06

SAP


Mais de 345.000 clientes, em 180 países, permanecessem conectados com as pessoas envolvidas no trabalho dia-a-dia, ou melhor, minuto à minuto. Esse é o principal motivo pelo qual, muitas empresas consideram a SAP vital para o futuro de seus negócios. A empresa alemã está no centro da revolução tecnológica atual. Na condição de líder de mercado no ramo de softwares aplicativos empresariais, ela ajuda as organizações a enfrentarem os efeitos danosos da complexidade, além de conseguirem gerar novas oportunidades de inovações e crescimento e se manterem à frente da concorrência. 

A história 
No dia 1 de abril de 1972, cinco engenheiros e ex-empregados da IBM, Dietmar Hopp, Hans-Werner Hector, Hasso Plattner, Klaus Tschira e Claus Wellenreuther, resolveram fundar uma empresa chamada Systemanalyse und Programmentwicklung (engasgou? pois só quer dizer “análise de sistemas e desenvolvimento de programas” ou em inglês “System Analysis and Program Development”), conhecida popularmente como SAP, na pequena cidade alemã de Mannheim, localizada no Estado de Baden-Württemberg, com a missão de desenvolver programas para a Imperial Chemical Industries, softwares de folha de pagamento e contabilidade, visando substituir os tradicionais cartões perfurados. Isto resultou no primeiro aplicativo de contabilidade financeira, formando a base para o contínuo desenvolvimento de outros componentes de software para aquilo que mais tarde veio a ser conhecido como sistema “R/1”. O “R” é a primeira letra de “real-time data processing” (processamento de dados em tempo real). Perto do fim da década, o exame exaustivo do banco de dados IBM da SAP e do sistema de controle de diálogo levam ao nascimento do SAP R/2 em 1977.


Neste mesmo período, experimentando um crescimento rápido, a SAP se mudou para o primeiro prédio da empresa na Max-Planck-Strasse, em um parque industrial de Walldorf, perto de Heidelberg. Com isso, a área de desenvolvimento de software e seus 50 terminais ficaram sob um mesmo teto pela primeira vez. Nesta década de 1980, cinquenta dentre as 100 maiores indústrias alemãs já eram clientes da SAP. O sistema SAP R/2 manteve o alto nível de estabilidade das gerações anteriores do programa. Pensando nos seus clientes multinacionais, a empresa desenvolveu o SAP R/2 para lidar com diferentes idiomas e moedas. Com essa funcionalidade e outras inovações no SAP R/2, a empresa cresceu rapidamente. Em 1986, a SAP inaugurou sua primeira subsidiária internacional na Áustria. A empresa também expôs pela primeira vez na CeBIT, feira de tecnologia realizada na cidade de Hanover. A receita alcançou aproximadamente US$ 52 milhões, mais cedo do que se imaginava.


O SAP R/3 começou a ser desenvolvido em 1987 e seria apresentado ao mercado três anos mais tarde. O conceito cliente-servidor, a aparência uniforme de suas interfaces gráficas, o uso consistente de bancos de dados relacionais e a capacidade de ser executado em computadores de diferentes fornecedores resultaram em aprovação geral. Com o SAP R/3, a empresa mergulhou em uma nova geração de software empresarial – da computação em mainframes à arquitetura de três camadas de banco de dados, aplicativo e interface de usuário. Até hoje, a arquitetura cliente-servidor é o padrão da indústria de software. No final da década de 1980, com a abertura de novas subsidiárias na Holanda, Espanha, Reino Unido, Dinamarca, Suécia, Itália e Estados Unidos, a expansão internacional da SAP tomou um forte impulso.


A subsidiária brasileira foi criada em 1995, compartilhando o sucesso da empresa alemã. Hoje em dia, a SAP Brasil está entre as mais importantes subsidiárias da empresa em todo o mundo. Com mais de 3.700 clientes, atua em todo o território nacional apoiada por uma rede de mais de 200 parceiros de negócios. Presente há mais de 20 anos no país, a SAP desenvolve soluções para simplificar os processos das empresas, tornando-as mais eficientes e produtivas, como é o caso das aplicações em nuvem. Além disso, um novo Centro de Vendas e Desenvolvimento em Walldorf abriu oficialmente suas portas, simbolizando o sucesso global da empresa. Em pouco mais de duas décadas, os negócios fora da Alemanha passaram de 50% do total de vendas pela primeira vez. Em 1996, a empresa ganhou 1.089 novos clientes para o SAP R/3. No final do ano, o SAP R/3 estava instalado em mais de 9.000 sistemas no mundo todo. Em 1997 lançou no mercado novas soluções para o gerenciamento do relacionamento com clientes (CRM), gerenciamento da cadeia de suprimentos (SCM) e inteligência de negócios (BI). No dia 3 de agosto de 1998, as letras S-A-P aparecem pela primeira vez no pregão da Bolsa de Valores de Nova York (New York Stock Exchange - NYSE), a maior do mundo. Em 1999, Hasso Plattner, co-fundador e presidente da empresa, anunciou a estratégia mySAP.com, mostrando uma nova direção para a empresa e para o portfólio de produtos. O mySAP.com unia soluções de comércio eletrônico com aplicativos ERP já existentes, usando tecnologia Web “state-of-the-art”. Com a internet sendo a estrela do novo milênio, o usuário passou a ser o foco dos aplicativos. A empresa então desenvolveu o SAP Workplace e pavimentou o caminho para a ideia de um portal corporativo e acesso à informação de acordo com o perfil do usuário. Outro produto de sucesso da empresa, lançado por volta de 2003, foi o SAP Business One, desenvolvido para suprir a necessidade de empresas de pequeno e médio porte que precisavam de uma ferramenta de gestão que possuía funcionalidades e praticidades relacionadas ao seu negócio. Com a aquisição da Business Objects em 2007, a SAP se aventurou além de seu “core business”, adicionando ferramentas de análise de dados a seu portfólio. Em 2010, a empresa realizou outra aquisição importante, que custou US$ 5.8 bilhões: Sybase, para agrupar dispositivos móveis ao seu sistema, assim obtendo uma melhor aderência em bancos de dados.


Ainda em 2010, lançou o SAP HANA, um banco de dados que reduz o tempo necessário para analisar os dados e realizar transações por ordens de magnitude, e se tornou pioneira em computação in-memory. A atual geração, batizada de SAP S/4HANA, foi desenvolvida para ajudar a ser mais simples em um mundo digital e conectado. Essa nova suíte é desenvolvida na avançada plataforma in-memory SAP HANA, e oferece uma experiência personalizada para o usuário, com SAP Fiori. Oferecendo a possibilidade de implementação na nuvem ou on-premise, o SAP S/4HANA foi desenvolvido para a entrega de valor em todas as linhas de negócios e indústrias, com o melhor da sofisticação: simplicidade.


Quando SAP mudou de liderança em 2010, a fabricante de software tinha acabado de passar pelo seu primeiro grande corte de postos de trabalho em 38 anos, os clientes reclamavam sobre os aumentos de preços, e os analistas de mercado consideravam que a SAP seria alvo de aquisição. Porém, nos anos seguintes, a empresa fez aquisições importantes no segmento de computação em nuvem (cloud computing) e aplicações móveis (mobile solutions), investiu em um banco de dados que analisa uma montanha de dados e números em segundos, e acelerou o desenvolvimento de novos produtos. Todas estas ações foram fundamentais para aumentar as vendas da SAP para clientes que vão desde montadoras de veículos, a bancos centrais de países e até ligas esportivas.


A evolução visual 
A identidade visual da marca passou por inúmeras remodelações ao longo dos anos. Após adotar uma nova tipografia (especialmente para a letra A, que ficou conhecida como “Smiling A”) em 2001, uma década mais tarde esse logotipo adotou uma nova tonalidade de azul (mais clara, em um sutil degrade). Em 2014, em uma fracassada tentava de mudança, o logotipo se tornou amarelo. Durou apenas poucos meses, e devido às críticas de funcionários, clientes e acionistas, a SAP voltou a adotar logotipo anterior.


Os slogans 
Run Simple. (2014) 
Run Better. (2010) 
The best-run businesses run SAP. (2001) 
A better return on information. (1999) 
Software that runs great enterprises. (1995)


Dados corporativos 
● Origem: Alemanha 
● Fundação: 1 de abril de 1972 
● Fundador: Dietmar Hopp, Hans-Werner Hector, Hasso Plattner, Klaus E. Tschira e Claus Wellenreuther 
● Sede mundial: Walldorf, Alemanha 
● Proprietário da marca: SAP SE 
● Capital aberto: Sim (1988) 
● Chairman: Hasso Plattner 
● CEO: Bill McDermott 
● Faturamento: €22.06 bilhões (2016) 
● Lucro: €3.61 bilhões (2016) 
● Valor de mercado: €109.2 bilhões (março/2017) 
● Valor da marca: US$ 21.293 bilhões (2016) 
● Presença global: 190 países 
● Presença no Brasil: Sim 
● Funcionários: 84.100 
● Segmento: Tecnologia 
● Principais produtos: Softwares empresariais 
● Concorrentes diretos: Oracle, IBM, Microsoft, Epicor, Sage e Totvs 
● Slogan: Run Simple. 

O valor 
Segundo a consultoria britânica Interbrand, somente a marca SAP está avaliada em US$ 21.293 bilhões, ocupando a posição de número 22 no ranking das marcas mais valiosas do mundo. 

A marca no mundo 
Hoje a SAP, terceira maior fornecedora de softwares e programas do mundo e líder global em soluções integradas de e-business e negócios colaborativos, tem seus programas rodando em mais de 200.000 instalações no mundo todo, contando com mais de 345.000 clientes, 15.500 parceiros e mais de 125 milhões de assinantes do serviço em nuvem em 180 países. Sua clientela inclui mais da metade das 500 maiores empresas do mundo como Air France, BMW, Bosch, Burger King, Heineken, Honda, Nestlé, Siemens e Texaco, entre outras. Além da matriz em Walldorf, próxima a Frankfurt, a empresa mantém centros de pesquisas e desenvolvimento de produtos em Bangalore, Xangai e Palo Alto (Califórnia), além de centros menores em sete países. 

Você sabia? 
Hoje em dia, com base na arquitetura empresarial orientada a serviços e na plataforma de integração e de aplicativos, o SAP NetWeaver, a empresa abastece clientes com soluções para processos de negócios, integrando pessoas, informações e processos dentro e fora das empresas. 


As fontes: as informações foram retiradas e compiladas do site oficial da empresa (em várias línguas), revistas (Fortune, Forbes, Newsweek, BusinessWeek, Isto é Dinheiro e Exame), jornais (Valor Econômico, Folha e Estadão), sites especializados em Marketing e Branding (BrandChannel e Interbrand), Wikipedia (informações devidamente checadas) e sites financeiros (Google Finance, Yahoo Finance e Hoovers). 

Última atualização em 6/3/2017

Um comentário:

Cammy disse...

Olá! Adoro o blog e gostaria de contribuir. Sou publicitária e trabalho na SAP Labs Brazil, o laboratório de desenvolvimento da SAP, em São Leopoldo/RS. Ele fica localizado no Tecnosinos, dentro do Campus da Unisinos. O slogan oficial da empresa é "The best-run businesses run SAP".